SISTEMA DE SUSTENTAÇÃO

Embed Size (px)

Text of SISTEMA DE SUSTENTAÇÃO

SISTEMA DE SUSTENTAOSISTEMA ESQUELTICOAlm de dar sustentao ao corpo, o esqueleto protege os rgos internos e fornece pontos de apoio para a fixao dos msculos. Ele constitui-se de peas sseas (ao todo 208 ossos no indivduo adulto) e cartilaginosas articuladas, que formam um sistema de alavancas movimentadas pelos msculos.

Imagem: AVANCINI & FAVARETTO. Biologia Uma abordagem evolutiva e ecolgica. Vol. 2. So Paulo, Ed. Moderna, 1997.

O esqueleto humano pode ser dividido em duas partes: 1-Esqueleto axial: formado pela caixa craniana, coluna vertebral caixa torcica. 2-Esqueleto apendicular: compreende a cintura escapular, formada pelas escpulas e clavculas; cintura plvica, formada pelos ossos ilacos (da bacia) e o esqueleto dos membros (superiores ou anteriores e inferiores ou posteriores).

1-Esqueleto axial 1.1-Caixa cranianaPossui os seguintes ossos importantes: frontal, parietais, temporais, occipital, esfenide, nasal, lacrimais, malares ("mas do rosto" ou zigomtico), maxilar superior e mandbula (maxilar inferior).

Imagem: AVANCINI & FAVARETTO. Biologia Uma abordagem evolutiva e ecolgica. Vol. 2. So Paulo, Ed. Moderna, 1997.

Observaes: Primeiro - no osso esfenide existe uma depresso denominada de sela turca onde se encontra uma das menores e mais importantes glndulas do corpo humano - a hipfise, no centro geomtrico do crnio. Segundo - Fontanela ou moleira o nome dado regio alta e mediana, da cabea da criana, que facilita a passagem da mesma no canal do parto; aps o nascimento, ser substituda por osso.

1.2-Coluna vertebral uma coluna de vrtebras que apresentam cada uma um buraco, que se sobrepem constituindo um canal que aloja a medula nervosa ou espinhal; dividida em regies tpicas que so: coluna cervical (regio do pescoo), coluna torcica, coluna lombar, coluna sacral, coluna cocciciana (coccix).

1.3-Caixa torcica

formada pela regio torcica de coluna vertebral, osso esterno e costelas, que so em nmero de 12 de cada lado, sendo as 7 primeiras verdadeiras (se inserem diretamente no esterno), 3 falsas (se renem e depois se unem ao esterno), e 2 flutuantes (com extremidades anteriores livres, no se fixando ao esterno).

2- Esqueleto apendicular 2-1- Membros e cinturas articularesCada membro superior composto de brao, antebrao, pulso e mo. O osso do brao mero articula-se no cotovelo com os ossos do antebrao: rdio e ulna. O pulso constituise de ossos pequenos e macios, os carpos. A palma da mo formada pelos metacarpos e os dedos, pelas falanges. Cada membro inferior compe-se de coxa, perna, tornozelo e p. O osso da coxa o fmur, o mais longo do corpo. No joelho, ele se articula com os dois ossos da perna: a tbia e a fbula. A regio frontal do joelho est protegida por um pequeno osso circular: a rtula. Ossos pequenos e macios, chamados tarsos, formam o tornozelo. A planta do p constituda pelos metatarsos e os dedos dos ps (artelhos), pelas falanges. Os membros esto unidos ao corpo mediante um sistema sseo que toma o nome de cintura ou de cinta. A cintura superior se chama cintura torcica ou escapular (formada pela clavcula e pela escpula ou omoplata); a inferior se chama cintura plvica, popularmente conhecida como bacia (constituda pelo sacro - osso volumoso resultante da fuso de cinco vrtebras, por um par de ossos ilacos e pelo cccix, formado por quatro a seis vrtebras rudimentares fundidas). A primeira sustenta o mero e com ele todo o brao; a segunda d apoio ao fmur e a toda a perna.

Juntas e articulaesJunta o local de juno entre dois ou mais ossos. Algumas juntas, como as do crnio, so fixas; nelas os ossos esto firmemente unidos entre si. Em outras juntas, denominadas articulaes, os ossos so mveis e permitem ao esqueleto realizar movimentos.

LigamentosOs ossos de uma articulao mantm-se no lugar por meio dos ligamentos, cordes resistentes constitudos por tecido conjuntivo fibroso. Os ligamentos esto firmemente unidos s membranas que revestem os ossos.

Classificao dos ossosOs ossos so classificados de acordo com a sua forma em:

A - Longos: tm duas extremidades ou epfises; o corpo do osso a difise; entre a difise e cada epfise fica a metfise. A difise formada por tecido sseo compacto, enquanto a epfise e a metfise, por tecido sseo esponjoso. Exemplos: fmur, mero.

Imagem: AVANCINI & FAVARETTO. Biologia Uma abordagem evolutiva e ecolgica. Vol. 2. So Paulo, Ed. Moderna, 1997, com adaptaes

B- Curtos: tm as trs extremidades praticamente equivalentes e so encontrados nas mos e nos ps. So constitudos por tecido sseo esponjoso. Exemplos: calcneo, tarsos, carpos.

C - Planos ou Chatos: so formados por duas camadas de tecido sseo compacto, tendo entre elas uma camada de tecido sseo esponjoso e de medula ssea Exemplos: esterno, ossos do crnio, ossos da bacia, escpula.

Revestindo o osso compacto na difise, existe uma delicada membrana - o peristeo responsvel pelo crescimento em espessura do osso e tambm pela consolidao dos ossos aps fraturas (calo sseo). As superfcies articulares so revestidas por cartilagem. Entre as epfises e a difise encontra-se um disco ou placa de cartilagem nos ossos em crescimento, tal disco chamado de disco metafisrio (ou epifisrio) e responsvel pelo crescimento longitudinal do osso. O interior dos ossos preenchido pela medula ssea, que, em parte amarela, funcionando como depsito de lipdeos, e, no restante, vermelha e gelatinosa, constituindo o local de formao das clulas do sangue, ou seja, de hematopoiese. O tecido hemopoitico popularmente conhecido por "tutano". As maiores quantidades de tecido hematopotico esto nos ossos da bacia e no esterno. Nos ossos longos, a medula ssea vermelha encontrada principalmente nas epfises.

Diferenas entre os ossos do esqueleto masculino e feminino:

Recomende este site

A sustentao do corpo est a cargo do sistema esqueltico (esqueleto), que tambm fornece, em certos casos, proteo aos rgos internos e ponto de apoio para a fixao dos msculos. O endoesqueleto um tipo bsico de esqueleto e consiste em inmeras peas cartilaginosas e sseas articuladas. Essas peas formam um sistema de alavancas que se movem sob a ao dos msculos. Funo do esqueleto O esqueleto sseo, alm de sustentao corporal, apresenta duas importantes funes:

Reservas de sais minerais, principalmente de clcio e fsforo, que so fundamentais para o funcionamento das clulas e devem estar presentes no sangue. Quando o nvel de clcio diminui no sangue, sais de clcio so mobilizados dos ossos para suprir a deficincia. Determinados ossos ainda possuem medula amarela (ou tutano), como mostra a figura ao lado. Essa medula constituda principalmente por clulas adiposas, que acumulam gorduras como material de reserva. No interior de alguns ossos (como o crnio, coluna, bacia, esterno, costelas e as cabeas dos ossos do brao e coxa), h cavidades preenchidas por um tecido macio, a medula ssea vermelha, onde so produzidas as clulas do sangue: hemcias, leuccitos e plaquetas.

( clique para ampliar ) Crescimento sseo H um esqueleto cartilaginoso durante a vida embrionria, o qual ser quase totalmente substitudo por um esqueleto sseo. o que se denomina ossificao endocondral (do grego endos, dentro, e chondros, cartilagem). Os ossos comeam a se formar a partir do segundo ms da vida intra-uterina. Ao nascer, a criana j apresenta um esqueleto bastante ossificado, mas as extremidades de diversos ossos ainda mantm regies cartilaginosas que permitem o crescimento. Entre os 18 e 20 anos, essas regies cartilaginosas se ossificam e o crescimento cessa. Nos adultos, h cartilagens em locais onde a flexibilidade importante (na ponta do nariz, orelha, laringe, parede da traquia e extremidades dos ossos que se articulam).

Ossos da mo de um bebe

Criana

Adolescente

Adulto Juntas e Articulaes Juntas o local onde dois ossos se tocam. Algumas so fixas (ex.: crnio), onde os ossos esto firmemente unidos entre si. Em outras juntas (ex.: articulaes), os ossos so mveis, permitindo ao esqueleto realizar movimentos.

H vrios tipos de articulaes:

Tipo "bola-e-soquete" - Nos ombros, possibilitando movimentos giratrios dos braos. Tipo "dobradia" - Nos joelhos e cotovelos, permitindo dobrar.

Tipos de articulaes ( clique para ampliar ) Articulao Os ossos de uma articulao tm de deslizar um sobre o outro suavemente e sem atrito, ou se gastariam. Os ossos de uma articulao so mantidos em seus devidos lugares por meio de cordes resistentes, constitudos por tecido conjuntivo fibroso: os ligamentos, que esto firmemente aderidos s membranas que revestem os ossos. Diviso do esqueleto O esqueleto humano pode ser dividido em trs partes principais: Cabea O crnio uma estrutura ssea que protege o crebro e forma a face. Ele formado por 22 ossos separados, o que permite seu crescimento e a manuteno da sua forma. Esses ossos se encontram ao longo de linhas chamadas suturas, que podem ser vistas no crnio de um beb ou de uma pessoa jovem, mas que desaparecem gradualmente por volta dos 30 anos. A maioria dos ossos cranianos formam pares, um do lado direito e o outro do lado esquerdo. Para tornar o crnio mais forte, alguns desses pares, como os dos ossos frontais, occipitais e esfenides, fundem-se num osso nico. Os pares de ossos cranianos mais importantes so os parietais, temporais, maxilares, zigomticos, nasais e palatinos. Os ossos cranianos so finos mas, devido a seu formato curvo, so muito fortes em relao a seu peso - como ocorre com a casca de um ovo ou o capacete de um motociclista.

Crnio ( clique para ampliar ) Tronco Formado pela coluna vertebral, pelas costelas e pelo osso esterno. O tronco e a cabea formam o esqueleto axial.

COLUNA VERTEBRAL

Coluna Vertebral Ou espinha dorsal, constituda por 33 ossos (as vrtebras). A sobreposio dos orifcios presentes nas vrtebras forma um tubo interno ao longo