Click here to load reader

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto …£o: 01 3 Ao clicar no ícone conforme mostrado acima vai abrir a tela solicitando o login, senha e numero de confirmação: O login

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto …£o: 01 3 Ao clicar no ícone conforme mostrado...

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    1

    Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Servios.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    2

    Apresentao: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Servios ou SIG-ISS um sistema para

    gerenciamento do Imposto sobre Servios de Qualquer Natureza ISSQN e cujo objetivo promover a administrao e controle da arrecadao deste imposto. O sistema totalmente operacionalizado pela Internet de forma extremamente simples, de fcil utilizao, sem a necessidade de utilizao de qualquer programa especial. Toda troca de informao d-se atravs de preenchimento de telas (via Internet), ou seja, para acessar o SIG-ISS h somente a necessidade de utilizao de programas normais para acesso Internet. O sistema encontra-se disponvel 24 horas por dia e sete dias por semana, podendo ser acessado de qualquer computador com acesso a Internet. Faro uso do sistema todas as Pessoas Jurdicas estabelecidas no Municpio, sejam elas Prestadoras ou Tomadoras de Servios e todas as pessoas fsicas que optarem pela utilizao da nota fiscal.

    Nesta apostila, estaremos mostrando como funciona o Modulo de Acesso de Contadores, Processo de Vinculo de Clientes, lanamento de Notas Convencionais, bem como Encerramento, Gerao de Boletos e Livros Fiscais.

    Mtodo de Acesso ao Sistema Sig Iss:

    Para se fazer acesso ao sistema necessrio acessar a pagina da Prefeitura de sua cidade e clicar

    no cone do SIGISS:

    Ao Clicar no boto, temos a seguinte tela de acesso:

    Quando fizer o acesso a pagina da Prefeitura

    basta clicar no cone ao

    lado.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    3

    Ao clicar no cone conforme mostrado acima vai abrir a tela solicitando o login, senha e numero de confirmao: O login e senha so fornecidos pela Prefeitura atravs de Cadastro junto mesma.

    Os contadores j tero feito seu cadastramento junto ao sistema para acesso e depois de liberado o

    pedido pela Prefeitura, o contador ter acesso s informaes. Vejamos:

    O cone que utilizaremos o mostrado abaixo, para ter acesso ao modulo de Contadores, onde sero

    feitas as escrituraes e demais processos referentes suas notas fiscais, aps efetuar login e senha

    como veremos a seguir:

    Sempre colocar o nmero que

    aparece no quadro ao lado.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    4

    Veremos agora quais os campos de Acesso ao modulo contadores: Acessrios: Campo onde sero feitas as alteraes de senha e envio de e-mail. Contribuinte: Campo onde sero feitos os acessos aos clientes e suas movimentaes. Vnculo: Campo destinado vinculao e desvinculao de contribuintes. Sair: Sair do Sistema Sig Iss.

    Opo Acessrios:

    Esta opo corresponde aos seguintes acessos:

    Tela Principal de Acesso ao Sistema

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    5

    Mande um e-mail para a Prefeitura ou ligue (xx) xxxx-xxxx: Esta opo utilizada para enviar criticas, duvidas sugestes e reclamaes para a Prefeitura Municipal, utilizando opes por telefone ou sistema eletrnico de mensagens (e-mail). Alterar Senha: Altera a senha de acesso. O principal e primeiro passo a ser feito pelo contador a integrao de seus clientes junto a sua base de trabalho. Para que o contador no precise cadastrar cada um de seus clientes, desenvolvemos um mtodo simples e prtico para isso chamado VNCULO. Como todos os contribuintes do municpio j estaro cadastrados na base do sistema, o contador far o vinculo de cada um dos seus clientes usando os dados j cadastros. Veremos a seguir como fazer este simples processo.

    Opo Vnculo:

    Ao clicar no item vnculo, aparece a seguinte tela:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    6

    Ao aparecer tela, clique no boto vincular como mostra o detalhe. Em seguida aparece uma tela para busca do cliente a ser vinculado.

    Voc pode fazer a busca do contribuinte usando o numero da Inscrio Municipal, CPF/CNPJ ou pelo

    Nome Fantasia / Razo Social.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    7

    Feito a busca, aparece o resultado conforme exemplo acima. Aps isso, basta apenas

    clicar no nome e apertar o boto OK.

    A cada contribuinte vinculado, vai se formando um hall com os nomes dos clientes de cada contador.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    8

    Atravs deste processo, o contador monta uma carteira com todos os seus clientes e a partir deste poder proceder todas as escrituraes e solicitaes de AIDF, como veremos mais adiante. Este processo feito uma nica vez exceto quando se forem cadastrar novos clientes.

    Opo Contribuinte:

    Para fazer o acesso aos dados, clique na opo CONTRIBUINTE conforme mostrado acima. atravs desse cone que faremos todo a movimentao e solicitao de AIDFs. Teremos ento a seguinte tela:

    Observamos nesta tela que aparecem todos os clientes que foram vinculados anteriormente. Nela temos disponvel um relatrio onde, de forma simples, podemos observar se existe alguma divida ou dbitos junto a Prefeitura e se o cliente encontra-se omisso com a sua obrigao acessria. Caso esteja omisso, o relatrio permite, atravs dos botes Calendrio Prestado e Calendrio Tomado verificar quais os meses pendentes de escriturao, bastando apenas clicar no nome do cliente e em seguida, clicar no calendrio correspondente.

    No exemplo a seguir, vamos mostrar como verificamos a omisso de escriturao junto ao Sig. As Cores em vermelho demonstram que o ms ainda no foi encerrado. Caso esteja encerrado, o ms aparece em azul e quando aparecer na cor amarela significa que o ms havia sido encerrado, mas houve outro lanamento ou alterao de Notas Fiscais e o ms no foi encerrado novamente. No caso de duvidas, temos a legenda ao lado para auxiliar.

    Sistema de Busca no caso do hall ser grande e houver dificuldade de localizao.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    9

    Para fazer o acesso ao modulo de escriturao, basta apenas clicar no nome do contribuinte e apertar o boto acessar:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    10

    Nesta tela podemos verificar que ao fazer o acesso volta ao modulo contadores, mas com uma diferena: so acrescentadas trs opes na barra de acessos: Movimento, AIDF e Certides. Mostraremos agora como devemos fazer a solicitao de AIDFs.

    Solicitao de AIDF:

    O sistema Sig Iss dispe de um modulo para a solicitao de Notas Fiscais. A partir de agora, todos os pedidos de notas so feitos de forma eletrnica e segura pelo contribuinte ou por seu contador, atravs do modulo disponibilizado nesta plataforma. Este mdulo foi criado no intuito de desburocratizar ao mximo as solicitaes, que antes eram feitas pelas grficas e utilizava um formulrio de papel para a Prefeitura, onde a mesma fazia a autorizao atravs de assinaturas. Hoje o contribuinte ou seu contador pode fazer a solicitao e acompanhar o processo atravs do prprio histrico de AIDFs. Vejamos como funciona este processo:

    O contribuinte ou o contador acessa o modulo clicando no boto AIDF & NF conforme modelo acima. Os usurios tero opes distintas de solicitao para o sistema, conforme o modelo de notas fiscal a ser usado. Veremos abaixo a solicitao de notas fiscais eletrnicas:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    11

    Preencher os campos acima e depois clique em Solicitar AIDF

    Fazemos o acesso atravs do cone e em seguida temos a seguinte tela:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    12

    Para solicitar, basta preencher os quadros acima e depois solicite. Aps isso, basta aguardar a liberao da Prefeitura e o usurio esta pronto para emitir as NF-e. Segue informaes de cada um dos campos a serem preenchidos:

    1) Tipo: Campo destinado escolha do tipo ou modelo de Nota Fiscal. 2) Qtde de Notas: Campo onde se coloca a quantidade de Notas que deseja solicitar. Exemplo: 100,

    250, 500, conforme a necessidade do contribuinte. 3) Srie: Campo destinado a colocar a serie da Nota Fiscal. Exemplo: Srie 1. Esta srie deve estar

    de acordo com as sries determinadas pelo Cdigo Tributrio do Municpio. 4) Sub: Campo referente sub-srie. Observao: Este campo somente usado quando estive a sub-

    serie no municpio. Caso no haja uso da mesma, deixe em branco. 5) Vias: Campo onde se deve colocar a quantidade de vias que as notas devem possuir. Exemplo:

    Normalmente se usa 3 vias para talo e 4 para formulrio. As quantidades mnimas e mximas so estipuladas pela Prefeitura.

    6) Num Inicial: Campo onde se deve colocar o numero pelo qual comeara a seqncia das Notas Fiscais.

    7) Num Final: Campo onde se deve colocar o nmero pelo qual termina a seqncia das Notas Fiscais. Detalhe: o Sig coloca este numero automaticamente aps ser colocado o numero inicial. Aps a autorizao da Prefeitura, o contribuinte ter as notas eletrnicas liberadas para emisso

    junto ao sistema. O contador por sua vez pode acompanhar as emisses atravs de seu login de acesso. Para as solicitaes de Notas Fiscais Convencionais (Papel) seguiremos o seguinte processo:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    13

    Escolha a opo...

    Preencha os campos conforme exemplos acima e depois clique em Solicitar AIDF. Assim que a Prefeitura autorizar, o pedido vai automaticamente para a grfica para confeco.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    14

    1) Tipo: Campo destinado escolha do tipo ou modelo de Nota Fiscal. Exemplo: Talo, Formulrio, etc.

    2) Qtde de Notas: Campo onde se coloca a quantidade de Notas que deseja solicitar. Exemplo: 100, 250, 500, conforme a necessidade do contribuinte.

    3) Srie: Campo destinado a colocar a serie da Nota Fiscal. Exemplo: Srie F, Srie A, Srie 1. Esta srie deve estar de acordo com as sries determinadas pelo Cdigo Tributrio do Municpio.

    4) Sub: Campo referente sub-srie. Observao: Este campo somente usado quando estive a sub-serie no municpio. Caso no haja uso da mesma, deixe em branco.

    5) Vias: Campo onde se deve colocar a quantidade de vias que as notas devem possuir. Exemplo: Normalmente se usa 3 vias para talo e 4 para formulrio. As quantidades mnimas e mximas so estipuladas pela Prefeitura.

    6) Num Inicial: Campo onde se deve colocar o numero pelo qual comeara a seqncia das Notas Fiscais.

    7) Num Final: Campo onde se deve colocar o nmero pelo qual termina a seqncia das Notas Fiscais. Detalhe: o Sig coloca este numero automaticamente aps ser colocado o numero inicial.

    8) Campo Grfica: Campo onde devemos escolher a grfica pela qual sero feitas as notas. Detalhe: deve-se sempre escolher uma grfica que esteja cadastrada, pois a mesma j passou por treinamento na Prefeitura. Para isso, clique no boto entre os quadros amarelos (lupa). Ao abrir a tela busque a grfica utilizando o filtro. Pode ser por CNPJ ou pelo nome / Razo Social.

    Movimento:

    na opo movimento onde fazemos todos os lanamentos de notas fiscais, seja de prestadores de servio ou tomadores, encerramentos e a escriturao do Livro Fiscal Eletrnico. Veremos passo a passo como fazer os lanamentos, mostrando como fazer o encerramento do ms e a apresentao do livro fiscal eletrnico. Primeiramente, clique no cone movimento e depois escolha o ms de competncia:

    1 2

    3 4

    5 6 7

    8

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    15

    Neste modulo se pode digitar notas na opo Escriturao Fiscal, fazer o encerramento do ms na opo Encerramento, emitir os boletos de pagamento na opo Boletos e verificar as escrituraes

    Ao Clicar teremos a seguinte tela:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    16

    na opo Livro Fiscal. Para os lanamentos serem feitos, basta acessar a opo Escriturao Fiscal. Vejamos:

    Preencha os campos conforme modelo acima e depois clique em Salvar. Depois disso analise as notas junto ao Livro Fiscal

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    17

    Esta a tela onde se faz os lanamentos das notas manualmente, isto , pegando as informaes diretamente da via da nota e lanando no Sistema Eletrnico. Para fazer estes lanamentos, basta preencher os campos conforme seqncia abaixo:

    (1) Tipo: Selecione o tipo de Nota que ser lanada. Observao: normalmente este campo estar preenchido caso exista uma AIDF j recebida.

    (2) Nota: Neste campo lance o numero da nota fiscal.

    (3) Srie: Neste campo voc lana a serie referente nota fiscal. Observao: assim como o campo Tipo, este tambm tem a srie preenchida quando uma AIDF esta recebida no sistema.

    (4) Dia: Campo onde lanamos a data em que a nota fiscal foi emitida.

    (5) Valor: campo para o lanamento do valor da nota fiscal.

    (6) Tipo do Tomador: Neste campo vamos lanar quem tomou o servio da nota fiscal. Estes tomadores podem ser classificados como: PFNI: Designao de Pessoa Fsica No Identificada. Criamos este tomador pelo fato de

    determinadas notas fiscais serem emitidas e no so preenchidos os cabealhos das notas. Nestes casos, esta opo pode ser utilizada uma vez que o sistema sempre pede o tomador do servio.

    Exportao: Este tomador o residente fora do pas.

    Fsica: Este tomador a pessoa que no tem uma empresa aberta com inscrio de nvel estadual e federal (Inscrio Estadual e CNPJ), mas assim como jurdica, tambm pode ter servios tomados.

    Jurdica do Municpio: Este tomador considerado como empresa que tem inscries tanto municipais, estaduais e federais, sendo sempre identificado pelo seu CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurdica). Observao: todas as empresas estabelecidas no municpio esto cadastradas no sistema para facilitar a busca pelas suas informaes.

    Jurdica de Fora: Assim como tomador jurdico do municpio, o tomador jurdico de fora tem todas as regras e procedimentos do jurdico do municpio. Neste caso apenas existe um modulo de acesso destes tomadores.

    (7) Cdigo: neste campo lanamos a atividade praticada pelo prestador do servio, onde ele mostra a descrio da atividade e a alquota que corresponde a essa atividade.

    (8) % Simples: Para os contribuintes optantes do Simples Nacional, basta apenas usar o campo para mencionar a porcentagem do imposto a ser pago, conforme os Anexos emitidos pelo governo com a Lei do Super Simples. Observao: este campo aparece apenas para os contribuintes Optantes do Simples Nacional.

    8) Situao: Neste campo o sistema mostra de forma automtica o responsvel pelo pagamento do imposto. Em casos onde o tomador faz reteno, o sistema mostra atravs da atividade do prestador, com base no Cdigo Tributrio Municipal.

    Baseado nas informaes acima se faz os lanamentos das notas e todas ficam num hall onde se podem verificar os lanamentos feitos e caso haja alguma divergncia, pode-se excluir a nota ou at mesmo alter-la. Durante os lanamentos o sistema far os clculos necessrios. Vejamos como fica um lanamento de nota fiscal:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    18

    Nosso exemplo teve um prestador de servios emitindo uma nota a uma empresa jurdica do prprio

    municpio, mas o sistema tambm tem como opo o lanamento de notas para pessoas Fsicas e Jurdicas de FORA do municpio.

    O Sig Iss permite o cadastro de Prestadores ou Tomadores de Servio que no sejam do municpio utilizando uma tela dentro do prprio lanamento e salvando o cadastro para futuros lanamentos. Nesta tela voc coloca os principais dados sobre a pessoa como CNPJ, Inscrio Estadual, e-mail. O CEP funciona da mesma maneira dos Correios: voc coloca o CEP no campo e aperta o boto da lupa ao lado e o sistema coloca o endereo pra voc. Veja o exemplo:

    Hall de Notas Lanadas no Sistema.

    Modelo da tela para cadastro de prestadores e tomadores de fora do municpio.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    19

    Veremos a seguir, como fazer o encerramento de uma escriturao:

    Acesse a opo de Encerramento na tela, como mostra a tela acima e clique na opo: Encerrar Escriturao. Aparecera em seguida a tela para o encerramento.

    Esta a tela apresentada quando do fechamento do ms. Na parte de cima temos um resumo do faturamento, dividido entre total de notas, faturamento total e imposto devido, demonstrando as notas com reteno ou no. Para proceder ao encerramento do ms, basta apenas apertar o boto: Encerrar Ms e pronto. O sistema ir encerrar o ms.

    Aps o encerramento, o sistema gera um aviso onde diz que o ms esta encerrado e o certificado de encerramento gerado. Junto ao encerramento, o Sistema gera um documento chamado Certificado de Encerramento que serve como comprovante do encerramento do ms. Ele possui como informao movimentao do ms de maneira detalhada, e informa a data e horrio do encerramento do ms e fica disponvel a qualquer momento para ser consultado. Vejamos um exemplo de Certificado de Encerramento:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    20

    O certificado consta de um cabealho aonde vm os dados do contribuinte, uma mensagem onde mostre as informaes do encerramento com data, hora e ms correspondente e a descrio da movimentao. Este documento poder ser acessado a qualquer momento que o contribuinte ou seu contador necessitar.

    Temos dessa maneira duas etapas da obrigao acessria feita. Aps estes eventos, seguimos com a gerao de guias para o pagamento do imposto e a escriturao do livro fiscal.

    Ao fazer o encerramento do ms, o programa Sig Iss pode gerar automaticamente a guia para o recolhimento do imposto. Esta guia vem com todas as configuraes impostas pelo padro Febraban e demais informaes sobre o banco que recebe os pagamentos da prefeitura, e principalmente o cdigo de barras. A guia gerada contm os valores do imposto a pagar, como tambm o ms de competncia. Vejamos como fazer o acesso s guias:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    21

    Acessando a opo Boletos / Histrico de Boletos voc tem acesso s guias que o sistema gera automaticamente, podendo fazer emisso, 2 via, competncia, valores pagos, etc. Vejamos o exemplo:

    Temos ainda mais uma opo que pode agilizar o trabalho do contribuinte com o pagamento de seus tributos: Boleto Avulso.

    Acessando o Boleto Avulso temos a seguinte tela:

    Este Histrico gerado conforme cada boleto gerado e para ter acesso ao mesmo, basta clicar no nmero do boleto e automaticamente ser impresso

    para pagamento do Imposto. Esta regra vale tambm para Servios Tomados quando houver Reteno.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    22

    Podemos ver na tela que existe um campo para ser lanado o valor do Boleto a pagar. Caso

    necessite se pode colocar uma pequena observao e depois gerar o boleto. Temos tambm a possibilidade da gerao de uma segunda via em caso de atraso. Quando isso ocorre guia atrasada aparece no hall acima e para a segunda via basta clicar na mesma e clicar em 2 Via Boleto. O sistema vai pedir uma nova data e depois clique em Gerar Boleto. Pronto, basta imprimir e providenciar o pagamento da mesma.

    Livro Fiscal:

    O Sig Iss possui o Livro Fiscal Eletrnico que gerado automaticamente. A cada nota lanada, o sistema faz o lanamento no livro de acordo com as informaes prestadas pelo contribuinte ou o seu contador. L estaro todas as informaes das Notas Fiscais lanadas inclusive se houve lanamentos posteriores ao encerramento. O Livro Fiscal pode ser consultado a qualquer momento que necessrio, e esta dividido em: Livro Fiscal Mensal e Livro Fiscal Anual. Vejamos o exemplo a seguir:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    23

    Voc pode optar por qual Livro Fiscal deseja consultar, bastando apenas usar os botes acima e acessar o Livro. Veremos o Livro Fiscal Mensal:

    A tela mostra as informaes da seguinte maneira: Acima o cabealho contendo os dados do

    contribuinte. Logo abaixo mostrada a nota lanada e abaixo notas que sofreram substituio aps o encerramento do ms. Temos nos Livros todas as informaes necessrias sobre a movimentao do contribuinte em relao aos seus lanamentos. No caso do Livro Fiscal Anual, temos a relao de todas as Notas referentes ao Exerccio divididos por meses e tendo acrescentado o Termo de Abertura e Termo de Fechamento, termos necessrios para a confeco do Livro.

    SERVIOS TOMADOS:

    Os Servios Tomados correspondem ao lanamento de notas fiscais em que o contribuinte tenha comprado o servio, por isso a denominao tomador. Este deve lanar estas notas para seu controle e tambm possa fazer o encerramento do ms de competncia e se houver impostos onde a obrigao do pagamento for para o tomador, o sistema emitir de forma automtica a guia para o recolhimento. Os servios tomados contam tambm com Livros Fiscais para o controle e arquivamento do mesmo, tambm divididos em Mensal e Anual.

    Os processos de Encerramento, Boletos e Livros Fiscais so idnticos ao dos prestados, tendo diferena apenas na escriturao de servios tomados. Vejamos:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    24

    Escriturao Fiscal:

    No campo Digitao o Contador deve preencher os campos constantes na tela e o sistema far ento os clculos necessrios com base nas atividades informadas e tambm verifica se h retenes.

    A opo Validar NF-e Recebidas permite que o Contador escriture uma nota que tenha recebido eletronicamente de um prestador do municpio. Este sistema permite visualizar a nota eletrnica e em caso de confirmao e aceitao do Contador, basta o mesmo valida-la e o sistema j coloca a mesma no Livro Fiscal.

    A opo Arquivo permite a importao das notas de servios tomados de um software contbil do Contador diretamente para o sistema, dando a grande vantagem de no ter de digitar as notas por 02 vezes em caso de um grande volume de notas.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    25

    Os campos a serem preenchidos so:

    1) Tipo: Deve-se colocar o modelo de nota que esta sendo lanado, seja a nota de Talo, Formulrio, Jogo Solto, Notas Eletrnicas e at mesmo Recibos.

    2) Nota: Este campo se refere ao numero da Nota Fiscal a ser lanada. 3) Serie: Campo para o lanamento da serie da Nota Fiscal. 4) Sub-Serie: Somente colocar a informao caso a nota possua essa sub-serie. 5) Dia: Deve-se colocar o dia em que a nota foi emitida. 6) Valor: Coloca-se o valor da Nota Fiscal. 7) Tipo Prestador: Neste campo devemos localizar o prestador da Nota Fiscal. Vale lembrar que

    as empresas sediadas no municpio todas constam no sistema Sig ISS. Em caso de empresas de Fora do Municpio, pode haver de no estar cadastrada a empresa prestadora. Para isso o sistema possui um meio de cadastrar tal empresa. Uma vez cadastrada, a empresa prestadora fica disponvel para futuros lanamentos.

    8) Optante Simples: Neste campo devemos informar se a empresa prestadora optante do simples ou no. No caso das empresas sediadas no municpio, o sistema faz este papel de forma automtica, caso seja de fora do municpio, essa informao deve ser dada manualmente. Em caso de duvidas h um link para o site da Receita Federal para consulta do prestador atravs de seu CNPJ.

    9) Cdigo: Neste campo devemos informar qual o servio foi prestado atravs dos cdigos de atividade existentes na Lei 116. Para localiz-los basta clicar na lupa ao lado e pesquisar. Ao localizar o cdigo, o mesmo traz consigo a alquota estabelecida no Cdigo Tributrio do Municpio, bem como se cabe a reteno ou no do imposto.

    10) Tipo de Tributao: Este campo trabalha de maneira inteligente, informando ao usurio de quem a responsabilidade pelo pagamento do imposto, seja o prestador ou o tomador.

    Feito ento os lanamentos o banco deve proceder ao encerramento da escriturao da mesma forma que se faz nos prestados.

    Certides:

    Os contribuintes tm a disposio um modulo para solicitao de Certides Negativas de Dbito. Basta clicar no modulo, colocar a finalidade e Solicitar a Certido. Depois basta aguardar a liberao da Prefeitura para poder imprimir a mesma e utilizar conforme a necessidade, obedecendo ao prazo da certido. Vejamos:

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    26

    Ao clicar temos a seguinte tela:

    Conforme exemplo acima, basta informar a finalidade da Certido e clicar em Solicitar CND. A Prefeitura vai analisar o pedido e fazer

    a liberao de acordo com a situao do contribuinte.

  • __________________________________________________________________________________

    Verso: 01

    27

    TERMOS TECNICOS: Os Termos Tcnicos so palavras encontradas nesta apostila que esto destacadas em azul para

    facilitar o entendimento dos mesmos. Segue relao:

    SIG-ISS Significa: Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Servios. ISSQN Significa: Imposto Sobre Servios de Qualquer Natureza.

    Pessoas Jurdicas Significa: Contribuintes que possuem sua empresa aberta de acordo com padres estabelecidos pelo Governo Federal. AIDF Significa: Autorizao de Impresso de Documentos Fiscais. Obrigao Acessria Significa a Obrigatoriedade de Escriturao ou Recolhimento de Impostos.

    Nota Fiscal Significa: Documento de comprovao de uma determinada compra de mercadoria ou prestao de servio. Febraban Significa: Federao Brasileira de Bancos.

    Exerccio Significa: Perodo normalmente anual para escriturao fiscal de uma determinada empresa. Ms de Competncia Significa: Perodo de referencia de uma escriturao.