Click here to load reader

SISTEMAS AGROFLORESTAIS: SERVIÇOS ASSOCIADOS - Portal · PDF fileEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Arroz e Fijão ... são arranjados e qual a sua ... o acesso

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of SISTEMAS AGROFLORESTAIS: SERVIÇOS ASSOCIADOS - Portal · PDF fileEmpresa Brasileira de...

SISTEMAS AGROFLORESTAIS: SEGURANA ALIMENTAR, PRODUTOS E

SERVIOS ASSOCIADOS

Empresa Brasileira de Pesquisa AgropecuriaEmbrapa Arroz e Fijo

Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento

SISTEMAS AGROFLORESTAIS: SEGURANA ALIMENTAR, PRODUTOS E

SERVIOS ASSOCIADOSAgostinho Dirceu Didonet

Santo Antnio de Gois, GO2010

Exemplares desta publicao podem ser adquiridos na:

Embrapa Arroz e FeijoRodovia GO-462 km 12 Zona Rural Caixa Postal 179,75375-000 Santo Antnio de Gois, GOTelefone (62) 3533-2110 Fax (62) 3533-2100www.cnpaf.embrapa.br / [email protected]

Comit de Publicaes da UnidadePresidente: Lus Fernando StoneSecretrio-Executivo: Luiz Roberto Rocha da SilvaMembros: Silvando Carlos da Silva

Superviso editorial e reviso de texto: Camilla Souza de OliveiraNormalizao bibliogrfica: Ana Lcia Delalibera de FariaEditorao eletrnica e Capa: Fbio Fernandes NoltoFotografias: Agostinho Dirceu Didonet

1 edio/1 impresso (2010): 1.000 exemplares

Todos os direitos reservadosA reproduo no-autorizada desta publicao, no todo ou em parte,

constitui violao dos direitos autorais (Lei n 9.610).

Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)Embrapa Arroz e Feijo

Didonet, Agostinho Dirceu. Sistemas agroflorestais : segurana alimentar, produtos e servios associados / Agostinho Dirceu Didonet. - Santo Antnio de Gois : Embrapa Arroz e Feijo, 2010. 24 p. : il. ; 16 cm.

ISBN 978-85-7437-036-1

1. Agrossilvicultura. 2. Desenvolvimento sustentvel. I. Ttulo.

CDD 634.99 (21. ed.)

Embrapa 2010

5

AutoresAgostinho Dirceu Didonet

Engenheiro agrnomo, Doutor em Fisiologia Vegetal, pesquisador da Embrapa Arroz e Feijo, Santo Antnio de Gois, GO, [email protected]

7

ApresentaoSistemas agroflorestais SAFs - so sistemas de cultivos intensivos, tanto do ponto de vista de manejo quanto de uso do solo, no qual associado ao cultivo de plantas agrcolas o componente arbreo. Todos os componentes dos SAFs possuem uma finalidade, que pode ser ao mesmo tempo econmica, social e ambiental.

Vrios benefcios e servios ambientais so associados aos SAFs, alm de benefcios diretos que lhe so agregados, como a produo de gneros alimentcios de primeira necessidade, que proporcionam garantia de estabilidade e diversidade no fornecimen-to de alimentos. Tambm agregam um componente cultural, tradicional e de gnero, na preservao dos costumes e na subsistncia de comunidades. Os SAFs promovem a reciclagem de nutrientes, a reduo de riscos e possibilitam uma segurana maior para o enfrentamento das adversidades climticas. Um inestimvel valor associado aos SAFs a preservao e a recuperao da agrobiodiversidade, agregando o conhecimento tradi-cional local no seu manejo, explorao e composio.

Desenhos diferenciados de SAFs permitem associar o uso de espcies arbreas nativas produtoras de frutos, com cultivos agrcolas anuais nos primeiros anos de implantao. Tais associaes permitem recuperar o investimento inicial efetuado com as espcies perenes, e tambm cultivar arroz, milho, feijo e outros cultivos importantes para a segu-rana alimentar da unidade de produo familiar.

A limitao na disponibilidade de mo de obra para o manejo dos SAFs pode ser parcial-mente contornada pela mecanizao de algumas tarefas a serem executadas na produ-o dos cultivos anuais e no manejo das rvores.

8

Assim, precebe-se que, os SAFs podem ser uma alternativa interessante para agregar renda, garantir a diversidade e a segurana alimentar da unidade familiar, e tambm para recuperar a paisagem, manter tradies culturais, sociais, melhorar a autoestima, preser-var e resgatar costumes locais, alm de cultivar o alimento para a famlia. Espera-se que as informaes aqui apresentadas possam ser teis e incentivar agricultores a utilizarem os SAFs de acordo com os seus interesses, como uma forma de garantir a sua subsistn-cia, produzir as suas culturas tradicionais, e perpetuar os costumes e conhecimentos para as geraes futuras.

Agostinho Dirceu Didonet Pesquisador da Embrapa Arroz e Feijo

Leo Lince do Carmo Almeida Supervisor de Agroecologia e Meio Ambiente - Emater/GO

Magda Alves Leite Coordenadora do projeto Fruteiras do Cerrado

FNMA - Emater/GO

Sumrio

Definio ........................................................................................................................... 11

Classificao dos SAFs .................................................................................................. 11

SAFs e seus componentes .............................................................................................12

SAFs e os servios e benefcios ambientais ...............................................................12

Porque o uso de SAFs ....................................................................................................14

SAFs e a reciclagem de nutrientes ................................................................................15

SAFs e a segurana alimentar .......................................................................................17

SAFs e a adubao verde ...............................................................................................18

SAFs e o manejo dos adubos verdes ............................................................................18

SAFs e as fruteiras nativas do Cerrado ........................................................................19

SAFs e o uso de cultivos anuais ....................................................................................21

SAFs e suas limitaes ...................................................................................................21

SAFs e o agricultor familiar ............................................................................................21

Concluses .......................................................................................................................22

Bibliografia consultada ...................................................................................................23

11

DefinioSistema Agroflorestal - SAF uma prtica agrcola de uso e manejo intensivo do solo, onde espcies lenhosas (rvores, arbustos, palmeiras) so integradas com culturas, pastagens, e/ou com animais com o objetivo de melhoria do meio ambiente e retorno econmico. Portanto, um sistema alternativo e importante para o uso sustentvel, a preservao, a conservao e a recuperao de reas am-bientalmente frgeis.

Para a correta implantao de um SAF, necessrio o co-nhecimento das caractersticas do clima local, do solo, das rvores, das pastagens e dos animais, aliado ao conhe-cimento de prticas que so bastante especficas. Geral-mente, um SAF definido para um determinado local pode no ser adequado para uso em outras regies e locais. Portanto, a composio do SAF deve ser aquela em que o produtor tenha um conhecimento razovel das espcies, tendo, portanto, gosto pelo manejo das espcies esco-lhidas.

Classificao dos SAFsOs SAFs podem ser classificados de acordo com a sua es-trutura ou a natureza dos seus componentes (espcies le-nhosas perenes, plantas herbceas e animais), como eles so arranjados e qual a sua composio; e de acordo com a sua funo, que pode ser ambiental, econmica, social, ter outros aspectos agroecolgicos e socioeconmicos, em conformidade com a produo dos seus componentes.

12

SAFs e seus componentesEvidentemente que os componentes dos SAFs podem ter usos mltiplos. As rvores podem ser destinadas produ-o de madeira, carvo, lenha, frutos, artesanatos, e vrias outras utilidades. Os cultivos agrcolas componentes dos SAFs tambm podem ter utilidades mltiplas, desde pro-dutos hortifrutigranjeiros, gros alimentares, essncias at cultivos destinados produo de agroenergia.

Interessante tambm a utilizao de cultivos com ml-tiplas finalidades, como por exemplo, cultivos que podem ser utilizados para produo de energia (leos) e tam-bm como alimento. Destaca-se o girassol, o gergelim e o amendoim, que podem agregar valor pela utilizao como alimento e tambm como energia, alm de importantes componentes agrobiodiversos dos SAFs.

As espcies florestais componentes do sistema, tambm podem ser utilizadas como quebra-vento, ornamentais, fitoterpicos, sombra, fornecedoras de leos, resinas, es-sncias naturais, temperos e tambm como adubo verde.

SAFs e os servios e benefcios ambientais Os SAFs fornecem servios e benefcios ambientais, como o sequestro de carbono (incorporao do CO2 na biomassa dos componentes do SAF), a conservao da biodiversi-dade, o enriquecimento do solo e a melhoria na qualidade do ar e da gua. Tais servios ambientais podem ser utili-zados como uma possvel fonte de obteno de recursos, pois tm valorao bastante interessante. Durante a fase de desenvolvimento inicial, os SAFs apresentam um alto

13

14

potencial de produo de biomassa, podendo chegar a ter taxas at trs vezes superiores regenerao secundria natural de reas semelhantes prximas.

Alm de incorporar grandes quantidades de gases do efeito estufa em biomassa vegetal, os SAFs reduzem o desmata-mento, evitam a necessidade de pousios nas rotaes agr-colas, reduzem drasticamente o uso de fertilizantes pela ciclagem de nutrientes e a adubao orgnica e evitam as perdas dos nutrientes adicionados e/ou reciclados.

Porque o uso de SAFsNa regio Centro-Oeste, temos bons motivos para a utiliza-o de sistemas agroflorestais, tais como:grande quantida-de de reas degradadas tanto agrcolas quanto pastagens;

a) alta densidade de pequenas propriedades em certas regies;

b) bacias hidrogrficas desordenadas e que servem para abastecimen

Search related