Site Tokio Marine - Representa§£o Afinidades - Prote§£o ... tokio marine seguradora s.a. –

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Site Tokio Marine - Representa§£o Afinidades - Prote§£o ... tokio marine...

Tokio Marine Seguradora S.A. Cia. 06190 1

NDICE

Seguro Prestamista.................................................................................................. 02 Informaes sobre o Sorteio..................................................................................... 29

Tokio Marine Seguradora S.A. Cia. 06190 2

CONDIES GERAIS SEGURO PRESTAMISTA

Processo SUSEP n 15414.002638/2006-94

SEGURO PRESTAMISTA TAXA MDIA 1. Objetivo do seguro O presente seguro tem por objetivo garantir o pagamento da dvida contrada pelo Segurado junto ao Estipulante, limitado ao valor do Capital Segurado contratado, caso venha a ocorrer um dos eventos cobertos, previstos nas coberturas constantes do clausulado abaixo, desde que contratadas pelo Estipulante, exceto se decorrentes de riscos excludos e desde que respeitadas s demais clusulas destas Condies Gerais e no Contrato. 1.1. As coberturas deste Seguro so: - Bsica - Morte - MA - Morte Acidental - IPTA - Invalidez Permanente Total por Acidente - IPDF - Invalidez Permanente Total por Doena Funcional - IFT - Incapacidade Fsica Total Temporria por Acidente ou Doena - RIH - Renda por Internao Hospitalar - PRD - Perda de Renda por Desemprego - AF - Auxlio Funeral Titular - No Dedutvel - AF - Auxlio Funeral Familiar - No Dedutvel - AA - Auxlio Alimentao 1.1.1. O Estipulante dever informar no formulrio denominado Proposta de Seguro, quais coberturas pretendem contratar, sendo a bsica obrigatria e as adicionais facultativas. 1.2. Para os menores de 14 (catorze) anos permitido, exclusivamente, o oferecimento e a contratao de coberturas relacionadas ao reembolso de despesas, seja na condio de segurado principal ou dependente. 2. conceito das coberturas 2.1. Bsicas 2.1.1. Morte Desde que contratada, garante aos beneficirios o pagamento do capital segurado individual contratado para esta cobertura, em caso de morte do segurado, seja natural, seja acidental, devidamente coberta, exceto se decorrente de riscos excludos, observadas as demais clusulas destas Condies Gerais e no Contrato. 2.1.2. MA - Morte Acidental Desde que contratada, garante aos beneficirios o pagamento do capital individual contratado para esta cobertura, em caso de morte do segurado causada, exclusivamente, por acidente pessoal coberto pelo seguro, exceto se decorrente de riscos excludos, observadas as demais clusulas destas Condies Gerais e do Contrato. 2.2. Adicionais 2.2.1. IPTA - Invalidez Permanente Total por Acidente Desde que contratada, garante ao beneficirio o pagamento do Capital Segurado Individual contratado para esta cobertura, no caso de perda ou impotncia funcional definitiva, Total, de membros ou rgos,

Tokio Marine Seguradora S.A. Cia. 06190 3

nas hipteses estabelecidas no tem 2.2.1.1, em virtude de leso fsica causada por acidente coberto, mediante comprovao por laudo mdico e desde que tais leses sejam insuscetveis de reabilitao ou recuperao pelos meios teraputicos disponveis no momento de sua constatao, quando da alta mdica definitiva, exceto se decorrente de riscos excludos, observadas as demais clusulas destas Condies no Contrato. 2.2.1.1. Considera-se Invalidez Permanente Total por Acidente as ocorrncias descritas abaixo: - Perda total da viso de ambos os olhos - Perda total do uso de ambos os membros superiores - Perda total do uso de ambos os membros inferiores - Perda total do uso de ambas as mos - Perda total do uso de um membro superior e um membro inferior - Perda total do uso de uma das mos e de um dos ps - Perda total do uso de ambos os ps - Alienao mental total incurvel 2.2.1.2. A invalidez por acidente dever ser comprovada mediante apresentao Seguradora de declarao mdica idnea a essa finalidade. A SEGURADORA reserva-se o direito de submeter o segurado a exame para comprovao da invalidez e/ou avaliao do nvel da incapacidade, sob pena de no pagamento da indenizao, caso o segurado a tanto se negue. 2.2.1.3. A aposentadoria por invalidez concedida por instituies oficiais de previdncia, ou assemelhadas, no caracteriza, por si s, o estado de invalidez permanente previsto nesta cobertura. 2.2.1.4. Em caso de perda ou maior reduo funcional de um membro ou rgo j defeituoso antes do acidente, o grau de invalidez preexistente ser percentualmente deduzido do grau de invalidez definitiva. 2.2.1.5. A perda de dentes e os danos estticos no daro direito a indenizao por invalidez permanente por acidente. 2.2.1.6. As indenizaes previstas para as coberturas de Morte e Invalidez Permanente por Acidente no se acumulam, em consequncia de um mesmo acidente. Se, depois de paga uma indenizao por Invalidez Permanente, verificar-se a morte do Segurado em consequncia do mesmo acidente, da indenizao pela Cobertura de Morte ser deduzida a importncia j paga por Invalidez Permanente por Acidente. 2.2.2. IPDF Invalidez Permanente Total por Doena Funcional 2.2.2.1. Desde que contratada, garante ao beneficirio o pagamento antecipado do capital segurado contratado para a cobertura bsica (morte), em caso de sua invalidez total e permanente por doena funcional, exceto se decorrente dos riscos excludos e observadas as demais clusulas destas Condies Gerais e no Contrato. 2.2.2.1.1. Para fins desta cobertura, entende-se por Invalidez Total e Permanente por Doena Funcional aquela que cause a perda da existncia independente do segurado. 2.2.2.1.1.1. Para todos os efeitos desta cobertura considerada perda da existncia independente do segurado a ocorrncia de quadro clnico incapacitante que inviabilize de forma irreversvel o pleno exerccio das relaes autonmicas do segurado, comprovado na forma definida nas condies gerais e/ou especiais do seguro. 2.2.2.1.1.2. Est coberta a ocorrncia comprovada - segundo critrios vigentes poca da regulao do sinistro e adotados pela classe mdica especializada - de um dos seguintes Quadros Clnicos Incapacitantes, provenientes exclusivamente de doena: a) Doenas cardiovasculares crnicas enquadradas sob o conceito de cardiopatia grave;

Tokio Marine Seguradora S.A. Cia. 06190 4

b) Doenas neoplsicas malignas ativas, sem prognsticos evolutivo e teraputico favorveis, que no mais estejam inseridas em planos de tratamento direcionados cura e ou ao controle clnico;

c) Doenas crnicas de carter progressivo, apresentando disfunes e ou insuficincias orgnicas avanadas, com repercusses em rgos vitais (consumpo), sem prognstico teraputico favorvel e que no mais estejam inseridas em planos de tratamento direcionados cura e ou ao seu controle clnico;

d) Alienao mental total e permanente, com perda das funes cognitivas superiores (cognio), nica e exclusivamente em decorrncia de doena;

e) Doenas manifestas no sistema nervoso com sequelas enceflicas e ou medulares que acarretem repercusses deficitrias na totalidade de algum rgo vital e ou sentido de orientao e ou das funes de dois membros, em grau mximo;

f) Doenas do aparelho locomotor, de carter degenerativo, com total e definitivo impedimento da capacidade de transferncia corporal;

g) Deficincia visual, decorrente de doena:

cegueira, na qual a acuidade visual igual ou menor que 0,05 no melhor olho, com a melhor correo ptica;

baixa viso, que significa acuidade visual entre 0,3 e 0,05 no melhor olho, com a melhor correo ptica;

casos nos quais a somatria da medida do campo visual em ambos os olhos for igual ou menor que 60; ou

ocorrncia simultnea de quaisquer das condies anteriores. h) Doena evoluda sob um estgio clnico que possa ser considerado como terminal (doena em

estgio terminal), desde que atestado por profissional legalmente habilitado. Considera-se Paciente Terminal o portador de doena para a qual foram esgotados todos os recursos teraputicos disponveis e que apresente estado clnico grave, sem perspectiva de recuperao e para o qual haja expectativa de morte num prazo em torno de 6 (seis) meses da data do diagnstico. A prova consistir em atestado emitido por mdico devidamente habilitado, especialista na patologia caracterizada, indicando o tempo esperado de sobrevida do segurado. Este atestado dever estar acompanhado do histrico da patologia, diagnstico conclusivo e exames pertinentes;

i) Estados mrbidos, decorrentes de doena, a seguir relacionados:

perda completa e definitiva da totalidade das funes de dois membros; ou perda completa e definitiva da totalidade das funes das duas mos ou de dois ps; ou perda completa e definitiva da totalidade das funes de uma das mos associada de um dos

ps. 2.2.2.1.1.3. A aposentadoria por invalidez concedida por instituies oficiais de previdncia social, assim como por rgos do poder pblico e por outras instituies pblico-privadas, no caracteriza, por si s, Quadro Clnico Incapacitante que comprove a Invalidez Permanente e Total por Doena Funcional. 2.2.2.1.1.4. A Sociedade Seguradora reserva-se o direito de no considerar quadros clnicos certificados por documentos mdicos que apenas caracterizem incapacidade parcial e ou de natureza profissional. 2.2.2.1.1.5. Outros Quadros Clnicos Incapacitantes sero reconhecidos como Riscos Cobertos desde que, avaliados atravs de Instrumento de Avaliao de Invalidez Funcional - IAIF (Abaixo) atinjam a marca mnima exigida de 60 (sessenta) pontos, em um total de 80 (oitenta) pontos previstos como possveis. O IAIF composto por dois documentos. O primeiro (Tabela de Relaes Existenciais, Condies Mdicas e Estruturais e de Estados Conexos) avalia, atravs de escalas, compreendendo 3 graduaes cada, as condies mdicas e de conectividade com a vida (Atributos). O 1 Grau de cada Atributo descreve situaes que caracterizam independncia do Segurado na realizao de tarefas, ainda que com alguma dificuldade ou desconforto. O quadro clnico ser classificado neste grau apenas quando todas as situaes ali previstas forem reconhecidas.