Suplemento Especial Substituição Tributária

  • View
    215

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Este material foi produzido com base na portaria CAT 101, de 30/06/2011, alterada pela portaria CAT 137, de 28/09/2011 e portaria CAT 169, de 26/12/2011, com vigncia a partir de 1 de Janeiro de 2012

Transcript

  • este Material Foi proDuZiDo coM base Na portaria cat 101, De 30/06/2011, alteraDa pela portaria cat 137, De 28/09/2011 e portaria cat 169, De 26/12/2011, coM ViGNcia a partir De 1 De JaNeiro De 2012

    parTe inTegranTe do

    ST - SubSTiTuio TribuTria

    S U P L E M E N T O E S P E C I A L

    PATROCNIO APOIO E REVISO

    Secretaria da Fazenda do Estado de So Paulo Coordenadoria da Administrao Tributria - CAT-G

    Encarte_Andorinha12pags2.indd 1 12/28/11 1:51 PM

  • 2 e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a j a n e i r o 2 0 1 2

    Encarte_Andorinha12pags2.indd 2 12/28/11 1:51 PM

  • 2 0 1 2 j a n e i r o e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a 3

    e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a

    editorial

    Ao longo dos ltimos 72 anos, o Sindicato do Comrcio Atacadista de Drogas, Medicamentos, Correlatos, Perfumarias, Cosmticos e Artigos de Toucador no Estado de So Paulo (Sincamesp) sempre se orientou fi nalidade de defender as causas de sua categoria com tica e alinhamento aos interesses de seus associados, a partir das premissas de atuao social responsvel e respeito s diretrizes da sade pblica.

    Sempre pautado na representao legal dos interesses de sua categoria, o Sincamesp, recentemente, conquistou mais um benefcio. Por meio da nossa diretoria, juntamente com a Sra. deputada Analice Fernandes, vice-presidente da Comisso de Sade da Assembleia Legislativa do Estado de So Paulo, empreendemos esforos atravs da entrega de estudos e realizao de reunies com o Sr. Secretrio da Fazenda do Estado de So Paulo, Sr. Andrea Sandro Calabi, no sentido de sensibilizar quela Secretaria sobre os riscos, inclusive de desabastecimento, que a Portaria CAT 101 acarretaria caso entrasse em vigor no incio de outubro.

    A fora da nossa qualidade e o exmio estudo apresentado colaboraram na deciso da Secretaria da Fazenda do Es-tado de So Paulo, que resolveu manter inalterado o atual modelo de clculos de ICMS sobre medicamentos no Estado de So Paulo com a publicao da Portaria CAT 137 que prorroga a Portaria CAT 101 para 1 de janeiro de 2012 e, com alterao atravs da Portaria CAT 169, que estabelece regras diferenciadas para medicamentos comercializados no mbito do Programa Farmcia Popular do Brasil.

    Seguindo nosso compromisso com o setor, que permeou o dedicado trabalho nesses trs quartos de sculo, o Sincamesp apresenta o Suplemento Especial Substituio Tributria, que traz um estudo sobre os impactos da ST e um roteiro de como ficaro os novos clculos nas diversas categorias de medicamentos.

    Endereo Rua Leonardo Nunes, 198, Vila Clementino, So Paulo (SP), CEP: 04039-010. Telefone (11) 5082 2200. Site www.contento.com.br

    Diretoria Gustavo Godoy, Marcial Guimares e Vincius DallOvo contento@contento.com.br Editora Tnia Longaresi tania@contento.com.br Editora Assistente Lgia FavorettoEditoras de Arte Lilian Ferraro e Mariana Sobral Assistente de Arte Agatha C. SanvidorDepartamento Comercial Luciana Bataglia luciana@contento.com.brJuclia Rezende jucelia@contento.com.brMarketing e Projetos Luciana Bandeira

    Departamento de Assinatura SAC (11) 5082 2200 Coordenador de Circulao Cludio Ricieri Departamento Financeiro Fabola Rocha e Claudia SimplcioColaboradores da Edio Textos: Marcelo Cristian e Luiz Antonio de Lima (Desenvolva Consultoria)Revisora: Maria Stella ValliImagens: Shutterstock

    Encarte_Andorinha12pags2.indd 3 12/28/11 1:51 PM

  • 4 e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a j a n e i r o 2 0 1 2

    o conceito da nova substituio tributria

    Clculo da nova ST

    veja o exemplo abaixo1) O que preciso saber para o clculo Medicamento com o PMC: R$: 100,00 Grupo Referncia - Lista Positiva ndice Redutor do PMC: 21,91%

    2) Clculo para descobrir a base de clculo da nota 100 X 21,91% = 21,91 100-21,91 = 78,09 (base de clculo da ST) Para um produto de PMC 100,00 da lista positiva o preo de fbrica de 72,34. Se comprarmos com um desconto de 30,88%, o preo da nota ser de R$: 50,00.

    3) Clculo para descobrir o valor do Imposto na Nota 78,09 50,00 = 28,09 28,09 x 18% . (alquota SP) = R$: 5,06 este o valor da ST 50,00 (valor do medicamento) + 5,06 (valor ST) = R$: 55,06. Neste caso receberemos a nota no valor de R$ 55,06.

    Uma mudana na forma do clcu-lo do Imposto sobre a Circulao de Mercadorias e Servios (ICMS) por Substituio Tributria (ST) para me-dicamentos entra em vigor a partir de 1 de janeiro de 2012. Estamos falando da portaria CAT 101, de 30 de junho, que estabelecia que as novas regras entrariam em vigor a partir de 1 de outubro deste ano. Mas, em 29 de setembro, o governo publicou a portaria (CAT 137) prorrogando o prazo para 1 de janeiro de 2012.

    Para relembrar, a ST o sistema pelo qual o ICMS devido pela farmcia e pelo distribuidor pago antecipadamente pela indstria farmacutica e repassado com

    base em clculos que veremos a seguir.Atualmente esse imposto pago com

    base nas margens sobre o preo fatura-do pela indstria e, a partir de janeiro de 2012, o imposto antecipado ser re-colhido com base no Preo Mximo ao Consumidor (PMC).

    Como os preos praticados pelas farm-cias esto abaixo do PMC, a nova portaria permite aplicao de descontos no valor do PMC e sobre esses valores com des-contos que o ICMS ser calculado. O decreto n 57.608, de 12 de dezembro de 2011, disciplina a concesso de regime especial s empresas va-rejistas que reduzam operaes com mercadorias por meio de centros de distribuio no Estado de

    So Paulo, para fins de retenco e recolhimento do ICMS incidente sobre a sadas subsequentes.

    Por final, a Secretaria da Fazenda do Estado de So Paulo publicou a Portaria CAT 169, de 26/12/2011, onde institui que a base de clculo para os medicamentos comercializados no mbito da Farmcia Popular devem obedecer o valor de referncia divulgado pelo Ministrio da Sade.

    e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a

    peRCeNTUal (%) De DeSCoNTo

    Categoria Referncia Genricos Similares outrospositiva 21,91 31,83 19,86 22,94Negativa 16,53 26,39 16,85 18,23Neutra 20,32 28,17 16,93 20,52

    aS NovaS ReGRaS valem a paRTiR De 01/01/2012, maS aS empReSaS j poDem, opCio-

    NalmeNTe UTiliz-laS, RelaTi-vameNTe aoS meDiCameNToS

    pReviSToS No iNCiSo i Do aRTiGo 1 Da poRTaRia CaT 137, CoNfoRme DiSpoSTo No aRTi-

    Go 2 Da meSma poRTaRia

    A nova ST vem com um conceito novo para a base de clculo. Trata-se de usar um valor como base de clculo fixo tendo como referncia o PMC, usando um redutor de acordo com a categoria em que o medicamento se encontra (referncia, genrico ou similar).

    Anteriormente, a base de clculo usava um ndice que era aplicado sobre o preo de nota fiscal, fazendo com que a base se tornasse flutuante. O impacto do imposto em % era sempre o mesmo, enquanto que no novo momento o impacto do imposto

    depende do valor da nota em relao ao valor fixo definido. Portanto, quanto me-nor o valor da nota do fornecedor substi-tuto tributrio, maior ser o imposto a ser

    retido por substituio tributria. O clculo da nova ST feito atravs da

    reduo do PMC de acordo com o grupo do produto. Abaixo voc ter uma tabela:

    Encarte_Andorinha12pags2.indd 4 12/28/11 1:52 PM

  • 2 0 1 2 j a n e i r o e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a 5

    Simulao de um genrico da lista positiva

    SiTUao aTUal (aNTeS Da implaNTao Da Nova ST)

    apS a implaNTao Da Nova ST

    produto: Genrico

    ClCUlo Do impaCTo Da ST Na ReNTabiliDaDe DRe

    perodo: a partir jan/2011 lista: Positiva valor de venda 138,23

    faturamento anual: R$ 500.000,00 Categoria: Genrico

    ( - ) Custo do Produto 50,00 36,17%

    preo venda preo de fbrica iCmS ( - ) ST 6,17 12,34%

    R$ 138,23 100,00 18,00% Custo da mercadoria com ST 56,17 40,63%

    Desconto venda Desconto Compra Redutor ( = ) Lucro Bruto 82,06 59,37%

    0,00% 50,00% 0,00% ( - ) DAS - Simples 4,60 3,33%

    base de clculo ST 84,27 ( = ) lucro lquido 77,46 56,04%

    ClCUlo Do impaCTo Da ST Na ReNTabiliDaDe DRe

    perodo: a partir jan/2012 lista: Positiva valor de venda 138,23

    faturamento anual: R$ 500.000,00 Categoria: Genrico

    ( - ) Custo do Produto 50,00 36,17%

    preo venda preo de fbrica iCmS ( - ) ST 7,96 15,92%

    R$ 138,23 100,00 18,00% Custo da mercadoria com ST 57,96 41,93%

    Desconto venda Desconto Compra Redutor ( = ) Lucro Bruto 80,27 58,07%

    0,00% 50,00% 31,83% ( - ) DAS - Simples 4,60 3,33%

    base de clculo ST 94,23 ( = ) lucro lquido 75,67 54,74%

    impaCTo: De acordo com o exemplo, medicamento da lista positiva do grupo genrico com desconto de compra de 50% tem um valor de ST de R$6,17. Nas mesmas condies, a partir da implantao do novo modelo, ter um valor de ST de R$ 7,98. portanto, o impacto sobre o preo varia de 12,34% para 15,82%.

    lista: Positiva Desconto na compra: 50%

    Simulao de um referncia da lista positiva

    SiTUao aTUal (aNTeS Da implaNTao Da Nova ST)

    produto: Referncia

    ClCUlo Do impaCTo Da ST Na ReNTabiliDaDe DRe

    perodo: a partir jan/2011 lista: Positiva valor de venda 138,23

    faturamento anual: R$ 500.000,00 Categoria: Referncia

    ( - ) Custo do Produto 95,00 68,73%

    preo venda preo de fbrica iCmS ( - ) ST 7,78 8,19%

    R$ 138,23 100,00 18,00% Custo da mercadoria com ST 102,78 74,36%

    Desconto venda Desconto Compra Redutor ( = ) Lucro Bruto 35,45 25,64%

    0,00% 5,00% 0,00% ( - ) DAS - Simples 4,60 3,33%

    base de clculo ST 138,23 ( = ) lucro lquido 30,85 22,31%

    lista: Positiva Desconto na compra: 5%

    e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u t r i a

    Encarte_Andorinha12pags2.indd 5 12/28/11 1:52 PM

  • 6 e s p e c i a l s u b s t i t u i o t r i b u