Click here to load reader

Técnicas de Oratória

  • View
    256

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Técnicas de Oratória

1

DIREITOS DE REPRODUO

Esta obra livre, pode ser copiada, impressa, publicada, postada, distribuda e divulgada livremente, desde que seja na ntegra, gratuitamente, sem qualquer alterao, edio, reviso ou cortes, juntamente com os crditos ao autor. (Este um sumrio para leigos da Licena Jurdica na ntegra) Para v-la clique aqui

www.tikuman.blogspot.com

2

TRADUO permitido traduzir esta obra sem nenhuma comunicao prvia. Entretanto eu ficaria feliz se voc enviasse uma cpia traduzida ou o endereo web onde est a traduo.

Sugestes Correes CrticasAgradeo qualquer sugesto com referncia esta obra e tambm crticas de qualquer tipo. Encontrando algum erro de digitao, semntica, sintaxe, ou de qualquer outro tipo, peo-lhe que me informe para reviso e criao de uma nova edio corrigida.

ContatoSinta-se vontade para contactar-me pelo e-mail: [email protected]

3

ndiceDiretos de reproduo ....................... pgina 2 Traduo Sugestes - Contato ......... pgina 3 Prefcio ........................................... pgina 5 Antes de Comear............................. pgina 6 Teorias e PowerPoint ........................ pgina 7 O Bsico sobre uma palestra ............. pgina 11 Ao comear apresentao .................. pgina 19 Inicie a apresentao ........................ pgina 22 O PowerPoint (finalmente) ................. pgina 24 Esttica da Apresentao................... pgina 25 Fichamento No................................ pgina 28 Um dos Dois burro ......................... pgina 29 Apresentaes BD DC........................ pgina 30 Visita boa visita curta ..................... pgina 33 Timidez, Medo de Perguntas ............... pgina 35 Notas .............................................. pgina 41

4

PREFCIONeste breve artigo que eu chamo pomposamente de Palestras e PowerPoint - Tcnicas para apresentaes pblicas e reunies empresariais. - Edio para consulta Rpida voc encontrar tcnicas de Design, formatao de texto e imagens, noes de oratria, noes de lgica, dialtica e uma srie de procedimentos que o levar a produzir uma boa apresentao. No objetivo deste artigo esgotar ou mesmo enumerar as vrias possveis maneiras de uso do PowerPoint, o objetivo capacit-lo a entender qual a lgica de uso do programa e como us-lo de maneira eficaz para realizar uma apresentao e palestra. E ainda como poder ter uma boa palestra usando alguns recursos das cincias cognitivas, Gestalt, Filosofia, Dialtica e o velho Bom Senso. Para detalhes sobre como usar vrias funcionalidades do PowerPoint veja as vdeo-aulas disponveis no Blog Tikuman. Vamos supor uma situao hipottica. Situao na qual voc que trabalhe em determinada empresa, sua rea seja anlise de sistemas, contabilidade, secretaria, qumica etc, est l tranqilo, cuidando de sua vida e de repente aparece um momento em que ter que realizar uma apresentao para o escalo superior ou mesmo para seus colegas. habitual todos usarem o PowerPoint e voc nunca teve tempo para aprender nada sobre isto, o que fazer ento? Se tiver tempo agora, aprenda a usar o programa, ser proveitoso de vrias formas. Se tiver possibilidade, crie o contedo e depois contrate um Designer para produzir a apresentao PowerPoint, ele lhe cobrar os olhos da cara e mais dois dentes da frente, mas se o profissional for realmente bom valer muito a pena. Com uma decente apresentao PowerPoint pronta faltar somente a parte de exibi-la ao pblico. De qualquer maneira, se voc mesmo tiver de fazer seu powerpoint e apresent-lo este artigo ser de grande utilidade.5

Antes de comear.Este apenas um fragmento do texto original, o contedo completo deste artigo est dividido, algumas partes esto no computador l de casa, no computador do trabalho, no meu computador porttil, e em sites que hospedam meus e-mails. Algum dia junto tudo. Este artigo, tutorial, esta conversa de compadres, esse dedo de prosa escrito em ateno aos membros do grupo powerpointsemanal e do blog Tikuman, voc pode visitar os sites seguindo o link: http://www.tikuman.blogspot.com http://br.groups.yahoo.com/group/powerpointsemanal Sendo este artigo uma conversa entre amigos, seja indulgente e no se ofenda por haver flagrantes deslizes com referncia linguagem culta, s normas de redao de textos exigidas pela ABNT e ao no uso de jarges e paradigmas prprios do mundo acadmico.

6

Teorias e PowerPointVamos falar ento sobre apresentaes usando o auxlio do Microsoft PowerPoint. O PowerPoint desperta dio e paixo. Uns amam, outros odeiam, eu como bom mineiro, no sou a favor nem contra, muito pelo contrrio... conforme... entende? No acho que se deve amar ou odiar uma ferramenta, o valor dela depende da competncia de quem a usa. E quando se fala de PowerPoint no diferente. Quando disse que iria escrever algo sobre PowerPoint, algumas pessoas enviaram-me alguns artigos sugerindo que eu seguisse a mesma linha de raciocnio, mas boa parte deles continha inconsistncias graves. O vis ideolgico comum nos tipos de artigo que fazem anlises do uso deste programa e quase sempre baseado em pura e simplesmente ignorncia do assunto. comum ouvir dizer que o PowerPoint ruim porque uma estrutura somente linear de apresentao, ou seja, voc s pode exibir os slides um por um, primeiro o nmero 1 e obrigatoriamente depois o slide nmero 2 e assim sucessivamente. Obviamente isto um engano crasso, possvel exibir os slides em qualquer ordem, primeiro o nmero 8, depois o 1, 3, 23 etc..., s preciso LER, ESTUDAR, APRENDER um pouquinho o manual de uso do programa e pronto a estrutura linear magicamente transforma-se em no linear. A discusso sobre o PowerPoint caminha (nos artigos que li) para o lado das cincias cognitivas e desenho de interface homem-mquina e outra teorias mais, como se o programa de computador fosse uma entidade vivente e tivesse o poder de influenciar a platia ao seu redor.

7

Qualquer aluno iniciante em curso de graduao que tenha lido alguma coisa sobre cognio, por exemplo, Melvin Defleur, sabe daquelas velhas teorias da estratgia Psicodinmica:

Pode ser um choque para alguns, mas o PowerPoint no produz nenhuma mensagem persuasiva, quem produz o humano que o opera, a mesma coisa dizer que o lpis o responsvel por crianas escreverem mal. A ferramenta no tem culpa de nada, o operador ou quem usa ou ensina

8

a usar tal ferramenta que produz benefcios ou problemas. Algumas das principais crticas ao programa PowerPoint mostram-se infundadas por motivos simples, quem critica parece no conhecer os princpios bsicos de oratria, ou tcnicas elementares para falar em pblico. Vejamos algumas crticas: O PowerPoint fora Economia de texto. Primeiramente, isto no tem fundamento nenhum. Pode-se colocar enormes quantidades de texto num slide PowerPoint, a limitao somente de carter funcional, resoluo de tela do computador-projetor-tela, etc. O PowerPoint fora a uma Organizao seqencial da exposio. A organizao dos slides pode ser seqencial ou no basta simplesmente saber usar o programa. E assim o estilo das crticas, todas derivadas do desconhecimento de como usar o programa. H coisas como a aparente inadequao do PowerPoint para expresso verbal e argumentativa de idias, mas como pode ser isso? O PowerPoint no uma pessoa, ele no discute e muito menos argumenta, esta tarefa cabe ao apresentador da palestra. Quero aclarar que no sou um defensor do PowerPoint ou similares, muito pelo contrrio, sou radicalmente contra qualquer educao atravs de imagem, usada no ensino regular, (primrio ou fundamental, mdio e superior) seja slides, filmes, tele-aulas, tele-cursos, vdeo-aulas. A nica concesso o uso de filmes para o ensino de procedimentos mecnicos, como a operao de alguma mquina, software ou outro procedimento meramente repetitivo. Sou contra o ensino atravs da imagem por vrios motivos, o mais elementar que o ensino usando imagens estupidifica a pessoa, o aluno alm de no conseguir9

desenvolver o raciocnio abstrato acaba por atrofi-lo mais ainda. Entretanto, sabido que grande parte do que uma pessoa apreende se d atravs dos estmulos visuais, ou seja, mostrar um filminho, uma imagem, ajuda a pessoa a fixar na mente aquilo que ela est ouvindo. No significa que ela apreendeu, entendeu o conceito por trs daquela imagem, significa que foi construda uma imagem mental e sempre que aquele conceito for exigido, tal imagem mental ser recuperada e exibida como se fosse o conceito em si. Mas isso assunto para outra oportunidade.

10

O Bsico que Voc precisa aprender sobre uma Palestra.Voc a pea mais importante da apresentao, da palestra ou conferncia. Seu computador porttil (notebook, laptop) dispensvel, o PowerPoint dispensvel, o datashow dispensvel, todos os outros elementos so dispensveis, so acessrios. Por isso o que conta mesmo o que voc importante ainda como vai falar. falar e mais

comum ver aquele amigo contador de piadas, causos, contando uma estria que sabemos ser falsa, parecer que fala a verdade, simplesmente pela maneira to confiante que ele fala. Algumas teorias dizem a respeito da tal de Body language linguagem corporal, e realmente a coisa funciona. Voc precisa adquirir uma postura que transmita confiana e segurana, pois assim as pessoas que estaro a ouvi-lo prestaro mais ateno em suas palavras e provavelmente iro aceit-las. Para isso a primeira coisa a ser feita voc acreditar que conhece sobre o que vai falar, domina o assunto e capaz de debater com qualquer pessoa. Se voc entende isto e realmente conhece o assunto s chegar apresentao ficar de p, estufar o peito; Sim, mesmo que no dia a dia seu andar seja ,por exemplo, com as costas encurvadas, durante a apresentao mude a postura e procure ficar com o peito estufado e olhar um pouco acima da linha do horizonte. Voc precisar fazer um esforo consciente para isso, pois parecer que estar assumindo uma postura muito estranha, para isso olhe-se em um espelho ou filme ou fotografe s

Search related