Click here to load reader

Teresinha Zélia Queiroz Oliveira FTC EAD

  • View
    56

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A CONSTRUÇÃO DO MATERIAL DIDÁTICO EM EAD: UMA EXPERIÊNCIA DE APRENDER FAZENDO, ATRAVÉS DA AÇÃO, DO CONHECIMENTO E DA AFETIVIDADE. Teresinha Zélia Queiroz Oliveira FTC EAD. Salvador - Bahia. A EQUIPE. Amarildes Lorenzo Lôpo Dantas Antonete Araújo Silva Xavier - PowerPoint PPT Presentation

Text of Teresinha Zélia Queiroz Oliveira FTC EAD

  • A CONSTRUO DO MATERIAL DIDTICO EM EAD: UMA EXPERINCIA DE APRENDER FAZENDO, ATRAVS DA AO, DO CONHECIMENTO E DA AFETIVIDADE

    Teresinha Zlia Queiroz OliveiraFTC EAD Salvador - Bahia

  • A EQUIPEAmarildes Lorenzo Lpo Dantas

    Antonete Arajo Silva Xavier

    Teresinha Zlia Queiroz Oliveira

    Valnice Sousa Paiva

  • TEMAPlanejamento, Elaborao e Avaliaode Materiais Didticos para Educao a Distncia

  • EADEDUCAO

  • OBJETIVORelatar uma experincia de construo coletiva do material didtico para cursos de licenciatura na modalidade a distncia, do programa de Educao a Distncia da Faculdade de Tecnologia e Cincias - FTC ead.

  • EDUCAO A DISTNCIAAdota-se aqui, o conceito de Educao a Distncia como um espao interativo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias da informao e comunicao, atravs do qual a aprendizagem se constri num ambiente afetivo, cognitivo e social partilhado, em rede.

  • NOVAS COGNIES ?Nessa modalidade emergem novas configuraes cognitivas caracterizadas por alguns elementos entre os quais:

    Conectividade relacional, Hipertextualidade Interatividade

  • O papel da EADna contemporaneidade A ecologia cognitiva empregada de acordo com Lvy, Assmann e outros autores representa uma construo do conhecimento como produto de uma vasta cooperao cognitiva distribuda, constituda por aprendentes humanos e sistemas cognitivos artificiais. Entre os novos ingredientes da cognio humana na sociedade aprendente identificamos a hipertextualidade e a conectividade relacional.

  • O Material didtico em EAD

    O processo de planejamento estratgico de um curso de EAD pode ser caracterizado em trs diferentes etapas ou nveis hierrquicos:

    concepo e pressupostos fundamentais de estruturao logstica e pedaggica do curso; abordagem pedaggica do material a ser utilizado pelos alunos; avaliao da aprendizagem do aluno.

  • O Material didtico em EAD

    Um dos aspectos fundamentais na construo do planejamento e logstica de cursos EAD , sem dvida a validao do material didtico a ser utilizado pelos alunos. Compondo, junto aos recursos tecnolgicos de interao pedaggica, a interface entre os atores sociais envolvidos no processo - alunos, professores e tutores - assim como e entre estes e o conhecimento, o material didtico assume um papel de suma importncia em EAD.

  • O Material didtico em EAD

    A educao a distncia uma modalidade de ensino que, paradoxalmente, por prescindir da relao face-a-face, exige um processo de interlocuo permanente e prprio. Na educao a distncia, o aluno no vai estar fisicamente presente em todos os momentos da relao ideolgica. Mas apesar da distncia fsica, no pode deixar de existir o dilogo permanente. O material didtico o instrumento para esse dilogo. Ele deve ser pensado e concebido no interior de um projeto pedaggico e de uma proposta curricular definidas claramente. (NEDER, 2003)

  • O processo de elaborao do Material didticoA FTC EAD - Faculdade de Tecnologia e Cincias Educao a Distncia em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa PR, o Centro Nacional de Integrao de Tecnologia, Educao e Comunicao CENITEC e a Universidade Eletrnica do Brasil UEB constituem uma equipe que teve como desafio desenvolver e implantar nove cursos de licenciatura: Curso Normal Superior e as Licenciaturas em: Biologia, Cincias Naturais, Fsica, Geografia, Histria, Letras, Matemtica, Qumica.

  • O processo de elaborao do Material didticoFoi estruturada uma equipe multidisciplinar, composta de professores que tinham a responsabilidade de elaborar o material didtico para ser veiculado pela Web, assim como o material impresso de apoio as atividades didticas.

  • O processo de elaborao do Material didticoA equipe de reviso foi composta por profissional da rea de engenharia de produo em mdia e conhecimento, duas pedagogas e uma professora licenciada na rea das cincias exatas, ambos especialistas em educao e novas tecnologias de comunicao e informao, alm de diagramadores e especialistas em WEB e os coordenadores das respectivas licenciaturas.

  • O processo de elaborao do Material didticoA possibilidade de produo de material local, mobilizando os prprios professores das disciplinas e seus auxiliares, a articulao entre os conhecimentos oriundos de reas diversas, a necessria contextualizao e aproximao da realidade local seria materializada neste processo.

  • O processo de elaborao do Material didticoA meta de termos uma categoria de educadores diferente daquela que espera respostas prontas e apenas repassa o conhecimento produzido por atores distantes do cenrio de sua exposio estava em gestao e tnhamos as condies tecnolgicas necessrias para esta produo.

  • O processo de elaborao do Material didticoNo desenho institucional do projeto estava prevista, alm dos recursos de vdeo-conferncia, dos laboratrios e bibliotecas locais, a utilizao de materiais impressos e os veiculados atravs do ambiente virtual de aprendizagem - materiais para WEB. Tnhamos a convico que uma das questes imprescindveis para a educao a distncia era a elaborao de um material didtico de qualidade.

  • O processo de elaborao do Material didticoNo entanto, grande parte dos nossos professores no tinha vivenciado a experincia de produzir material para esta modalidade de educao. Foram ento mobilizados oitenta professores na tarefa de elaborao dos materiais didticos para os cursos. Planejamos inicialmente um processo formao que pudesse aproveitar os saberes de cada um, suas sensibilidades e disposies para mudanas. Consideramos fundamentais, nesta etapa a criao de laos de amizade, afetividade e parceria entre os membros da equipe.

  • O processo de elaborao do Material didticoAs oficinas de produo de material foram elaboradas partindo da perspectiva terica respaldada nas novas modalidades comunicacionais contemporneas (SILVA, 2000), que potencialmente trazem possibilidades de ressignificao da educao baseada na transmisso e assimilao, na tentativa de no ficar preso s configuraes do modelo educacional tradicional.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva Diante de tais perspectivas consideramos apropriado utilizar uma metodologia de pesquisa em busca de delinear o estilo de material que produziramos assim como contribuir para a formao de uma cultura de produo tecnolgica entre os professores.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva No envolvimento com o grupo, as relaes iam sendo construdas e amos descobrindo os participantes mais dispostos a contribuir com o processo de mudana. Estes, sensveis e comprometidos com a efetivao e consolidao deste projeto, se agregam ao grupo para as negociaes e mudanas, na medida em que se estabelecia a confiana entre os membros da equipe construda a partir da escuta, pacincia e das interaes entre os sujeitos.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva Revisitando nossas intenes e objetivos que era a construo de um material de qualidade, planejamos cursos, atendimentos individuais, avaliaes prvias, e muita interao com os professores, agora, autores dos materiais didticos que seriam usados em suas disciplinas. Para este grupo foi uma grande mudana. Pois, no uma prtica na cultura educacional, termos o professor com sua autoria valorizada e incentivada.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva Este perodo foi caracterizado por um intenso envolvimento dos professores que passaram pelo processo de formao buscando favorecer, dentro dos limites do tempo, a imerso em uma cultura tecnolgica. Formao esta que se deu concomitante com o planejamento e produo do contedo para os materiais impresso e da WEB, tendo a colaborao da equipe de coordenadores de cursos e da equipe de apoio a produo de material didtico.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva A formao do formador em EAD passou por diversas fases. Inicialmente os coordenadores dos cursos, que foram os primeiros a se iniciarem no processo de formao, realizaram as orientaes previas, visando aproximar os educadores de uma performance de produo que apresentasse as caractersticas que gostaramos que estivessem impressas no nosso estilo de material didtico.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva A segunda fase se constitui em um encontro coletivo entre professores com o nico membro da equipe de reviso de material da fase inicial do trabalho. O objetivo deste encontro era agregar a equipe e discutir com os professores quais seriam as caractersticas importantes a serem consideradas e valorizadas nesta modalidade de educao, porm sempre deixando em aberto s aceitveis e esperadas inovaes que certamente emergiriam.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva A qualidade do trabalho, o tipo de linguagem a ser utilizada, a esttica, a aproximao do contexto, o uso de exemplos cotidianos e, dentre outros, a utilizao de imagens eram temas fundamentais nestes encontros. Aps esta etapa os professores passaram por orientaes individuais, Foi um processo bastante dinmico, onde observamos como, gradativamente, os estilos de produo iam sendo modificados.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva De uma linguagem bastante acadmica para uma linguagem mais coloquial e dialogada, sempre buscando um convite reflexo, sem, no entanto, desconsiderar a necessidade e importncia de explanao dos contedos.

  • Pesquisa-ao e construo coletiva Recebamos este indicativo tambm atravs de outros parceiros como aborda um trecho de um e-mail que recebemos de um parceiro, integrante da equipe UEB:...vi que em alguns textos muito constante a presena de questionamentos. O professor problematiza as questes a serem estudadas e analisadas e depois promove a reflexo do aluno. (...) achei esse ponto muito relevante no trabalho de vocs, o que poderia ser includo no item metodologia, pois isso agrega bastante valor.

Search related