TTULO: A Import¢ncia dos Indicadores - FEF - Home ...fef.br/upload_arquivos/pibid/quimica/ROTEIRO_EXPERIMENTAL_I.pdf 

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of TTULO: A Import¢ncia dos Indicadores - FEF - Home...

  • TTULO: A Importncia dos Indicadores

    MOTIVAO 1- Vdeo disponvel em: cidos e bases : Disponvel em:

    http://youtu.be/JWimjJZpCq8N Acesso em : 17/10/2014 22h e 44min. (Anexo:

    CD/atividade9/cidos e Bases Msica Acids and Bases Song.mp4)

    MOTIVAO 2

    Figura 1: Disponvel em: ttp://www.brasilescola.com/upload/conteudo/images/

    7bac802f502d16ea7992e06ff825b355.jpg

    http://1.bp.blogspot.com/-w7kjWPsGSBk/TgdLffofBYI/AAAAAAAAAIg

    /G0FmAay4Tdc/s1600/bases.jpg Acesso em 17/10/2014 21 h e 40min.

    HABILIDADES:

    Selecionar, organizar, relacionar e interpretar dados e informaes apresentados em

    textos.

    Saber diferenciar substncia cidas e bsicas para tomar decises e enfrentar

    situaes -problema;

    Diferenciar os tipos de indicadores;

    relacionar informaes obtidas por meio de observaes diretas e de textos

    descritivos para construir argumentaes.

    CONTEDOS:

    Funes inorgnicas _ cidos e bases

    Indicadores - cido -base

    http://youtu.be/JWimjJZpCq8Nhttp://1.bp.blogspot.com/-w7kjWPsGSBk/TgdLffofBYI/AAAAAAAAAIg

  • PROFISSES ENVOLVIDAS:

    Tcnicos de laboratrio (laticnios, Sabesp, etc.), Engenheiro alimentos , Biomdica,

    Agrnomos, Ambientalista, Professores entre outros.

    QUESTO PROBLEMA:

    Qual a importncia de saber o grau de acidez ou basicidade de uma substncia? Como

    medido este grau?

    PROCEDIMENTO -

    1 sequncia - Anlise da msica

    Ao iniciar a aula a professora instigar os alunos para ver o que sabem sobre os cidos e

    bases do cotidiano. Aps a reflexo passar a 1 motivao com durao de 3 min.

    A motivao ser uma msica envolvente e animada que permitir destacar as

    principais caractersticas dos cidos e bases. Aps terem ouvido a msica dos cidos e

    bases faro uma reflexo em grupo e em seguida elaboraro um quadro destacando

    as principais diferena, bem como que tipo de reao ocorre com a unio de um cido

    e uma base

    2 sequncia- Anlise das imagens

    Seguindo a sequncia a professora disponibilizar 3 imagens onde os alunos devero

    indic-las como cidas ou bsicas, bem como se existe um critrio para consumi-las.

    Neste momento aps uma explanao sobre o assunto os alunos devero concluir que

    existem bases e cidos fracos , assim como bases e cidos forte. Se comestvel vai

    depender de uma anlise criterioso, como por exemplo medindo o PH.

    3 sequncia- Pesquisa

    Esta sequncia ser de suma importncia para aprofundar os conhecimentos tericos.

    O grupo dever conceituar o que so substncias cidas, bsicas e indicadores. Em

    seguida identificar os indicadores sintticos e naturais, dando maior nmero de

    exemplos possveis

    Observao importante: Aps a pesquisa devero identificar as referncias

    bibliogrficas.

  • 4 sequncia - Experimentao

    A experimentao ocorrer assim que o referencial terico estiver pronto. Sero

    propostos 10 experimentos de pequena escala para indicar se as substncias so cidas,

    bsicas ou neutras utilizarei 4 testes.

    O primeiro com papel de tornassol azul, o segundo com papel de tornassol vermelho, o

    terceiro com fenolftalena e o quanto com carbonato de clcio.

    Ao trmino ocorrer os resultados de discusso dos experimentos. O grupo indicar por

    escrito e oralmente a sua concluso, bem como o qu aprendeu sobre o assunto.

    Materiais utilizados:

    Notebook para motivao/10 tubos de ensaio/10 vidros de relgio/2 conta gotas/1 estante para

    tubos de ensaio/sabo/acar (C12H22O11 )/leite/soda caustica ou hidrxido de sdio/sal de

    cozinha (NaCl)/cal de construo ( CaO)/gua/vinagre branco/gua sanitria/cido clordrico

    diludo (HCl)/carbonato de clcio (CaCO3)/tiras de papel tornassol azul e vermelho /

    Fenolftalena.

    Procedimento:

    1-Identifique os tubos de ensaio, numerando-os com 1 10

    2- Coloque gua nos tubos de ensaio at a altura de 2 cm, aproximadamente.

    3- Observao importante : Faa a diluio dos materiais com gua, se o material for slido

    recomendvel uma quantidade equivalente a um gro de arroz. Se for lquido o equivalente a 10

    gotas

    4- Com tubos devidamente numerados adicione os materiais nesta ordem : 1 no colocar nada/

    2 sabo/ 3 acar,/ 4 gua sanitria/ 5 leite/ 6vinagre /7 sal/ 8 cal / 9 soda custica (NaOH,

    hidrxido de sdio)/ 10 cido clordrico(HCl).

    5- Faa uma pequena agitao e veja se ocorreu dissoluo.

    6- Numere 10 vidros de relgio e coloque umas 10 gotas de cada soluo preparada

    anteriormente no tubo de ensaio

    Teste 1- coloque um pedao de papel tornassol azul em contato com o lquido do vidro relgio e

    anote suas observaes.

    Teste 2- coloque um pedao de papel tornassol vermelho em contato com o lquido do vidro

    relgio e anote suas observaes.

    Teste 3- Pingue uma gota de fenolftalena em cada vidro relgio e anote suas observaes na

    tabela

  • Teste 4- Adicione no lquido contido no vidro de relgio carbonato de sdio, em quantidade

    equivalente a um gro de arroz e anote suas observaes.

    Interaes Ocorreu

    dissoluo?

    Teste 1

    tornassol

    azul

    Teste 2

    tornassol

    vermelho

    Teste 3

    Fenolftalena

    Teste 3

    Carbonato

    de clcio

    Outras

    observaes

    Tubo 1

    gua

    Tubo 2 gua e

    sabo

    Tubo 3

    gua e acar

    Tubo 4

    gua e

    gua sanitria

    Tubo 5

    gua e leite

    Tubo 6 gua e

    vinagre

    Tubo 7 gua e sal

    de cozinha

    Tubo8

    gua e cal de

    construo

    Tubo 9

    gua e soda

    custica

    Tubo 10 gua e

    cido

    clordrico

    ATIVIDADES RELACIONADAS AOS CURRCULO

    Resoluo das atividades do caderno do aluno e mais complementao que segue

    abaixo.

    1-Um estudante de Qumica fez um teste com duas amostras de gua, de procedimentos

    diferentes. No primeiro copo, adicionou fenolftalena e a soluo ficou rosa pink. No

    segundo copo adicionou fenolftalena, a soluo permaneceu incolor. O que se pode

    concluir? Qual copo contm soluo cida? Por qu?

  • ______________________________________________________________________

    __________________________________

    2-(Fuvest-SP) Para acondicionar lquidos de propriedades cidas e lquidos de

    propriedades bsicas conveniente a utilizao de recipientes feitos respectivamente de:

    a) ( )alumnio e lato b) ( )vidro e polietileno

    c) ( )vidro e lato d) ( )polietileno e alumnio

    e) ( ) n.d.a

    3-(U. Catlica de Salvador-BA) Obtm-se uma soluo alcalina (bsica) quando se

    mistura gua com:

    a( )cloro

    b( )vinagre

    c( )gs carbnico

    d( )leite de magnsia

    e( )suco de limo

    4- Para combater a azia (acidez estomacal excessiva), o mais aconselhvel beber um

    pouco de gua contendo:

    a( ) Mg(OH)2

    b( ) H2SO4

    c( )NaOH

    d( ) CH3COOH

    e( )HNO3

    5- ( Mackenzie- SP) O suco gstrico necessrio digesto contm cido clordrico que,

    em excesso, pode provocar " dor de estmago". Neutraliza-se esse cido, sem riscos,

    ingerindo-se :

    a) soluo aquosa de base forte, NaOH.

  • b) soluo aquosa de cloreto de sdio NaCl.

    c) suspenso de base fraca , Al(OH)3.

    d) somente gua

    e) soluo concentrada de cido clordrico, HCl.

    6- (PUC-MG) Urtiga o nome genrico dado a diversas plantas da famlia das

    urticcias, cujas folhas so cobertas de plos finos, os quais liberam cido frmico

    (H2CO2) que, em contato com a pele, produz uma irritao. Dos produtos de uso

    domsticos abaixo, o que voc utilizaria para diminuir essa irritao :

    a) vinagre

    b) sal de cozinha

    c) leo

    d) coalhada

    e) leite de magnsia

    AVALIAO

    A avaliao decorrer durante toda atividade experimental, considerando os

    conhecimentos prvios dos alunos, bem como os contedos adquiridos aps a aula,

    atravs das leituras de complementao e relatos de suas observaes por escrito e

    oralmente. Ser analisado tambm a criatividade, o respeito e a participao.

    CRITRIOS DE AVALIAO

    Fez a relatrio proposto no prazo estipulado. Aqueles que no entregarem no prazo,

    a atividade perder um ponto.

    Explicou por escrito o significado desse relatrio, explorando o conceito e

    propriedade dos cidos e bases, bem como o comportamento dos indicadores em

    presena de cidos e bases.

    Obedeceu as normas gramaticais e ortogrficas da lngua portuguesa, bem como as

    regras da ABNT.

  • Apresentou criatividade e originalidade na prtica experimental ( Desenhos de

    representao, concluses precisas).

    Respondeu as questes propostas com argumentao prpria.

    Prazo: ____/____/ _____ a ____/____/ _____ (Definir com a classe) Valor: 3 pontos.

    COORDENADOR DE REA: Prof Dr Osmar Can Filho

    PROFESSORA SUPERVISORA: Jucimara Uliana Gomes

    BOLSISTAS: Carina Augusta Gaspar,

    Denize Flauzino Secco,

    Kristiane Fanti Del Pino,

    Nadilson de Lima

    Rafaela Teixeira de Brito

    DISCIPLINA: Qumica

    1 SRIE: Ensino Mdio

    PERODO: 4 Bimestre/2014

    ANEXO

    FOTOS

  • Figura 2: Supervisora Jucimara passando orientaes para a realizao da atividade de

    indicad