[Traduzido] Castelo Falkenstein

  • View
    713

  • Download
    64

Embed Size (px)

Text of [Traduzido] Castelo Falkenstein

escrito por: Michael Alyn Pondsmith R i g o r e s : William C. Eaken Capa: William C. Eaken & Mark Schumann

Criado e

mrtc opcional: Gloria Yuh Jenkins & Erik Hotz Ilustraes em Computador: Mark Schumann Projeto Grfico e Diagramo: Mike Pondsmith Produo: Dave Ackerman Editores: Derek Quintanar, Janice Sellers, Mark Schumann, Benjamin Wright Grupo de Teste: Luke Shulkin, David Dexter, NateHatch,john Fitzgerald, Nick Allen, JohnathanA,Jaffe, Sam McCobb, Jack Deth, Lance Salazar, Josh Davis, Matthew Jacobs, Philip Rosen, Gary Brown, Kevin Nunn, Floyd Wesel, Richard W. Brown, Larry Brown, Sandra Jacobs e uma hoste de outros jogadores nas convenes Origins & GenCon em 1993. Muito obrigado a todos vocs; sem a sua ajuda, este projeto no teria acontecido. Dedicatria: A Cody, porque voc a melhor coisa que eu j criei. E a mame (a 'vov' de Cody), porque eu prometi.Crditos da Edio Brasileira Copyright R. Talsorian Games, Inc. Ttulo Original: Castle Falkenstein Traduo: Vera Figueiredo Davison Reviso: Douglas Quinta Reis e Luiz Eduardo Ricon Texturas Adicionais, Adaptao dos Logos e Composio: Devir Livraria Publicado Por D E V I R LIVRARIA L T D A da Verso em Portugus Maio de 1998 Impresso no Brasil Direitos cedidos com exclusividade para a Lngua Portuguesa para DEVIR Livraria Ltda. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser apropriada e estocada em sistemas de bancos de dados ou processo similar em qualquer forma ou meios, seja eletrnico, mecnico, fotocpia, gravao, etc, sem a permisso dos detentores do Copyright. D E V I R LIVRARIA L T D A Rua Augusto de Toledo, 83 So Paulo - SP Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP) (Cmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)Pondsmith, Michael Alyn Castelo Falkenstein / criado e escrito por Michael Alyn Pondsmith ; I traduo Vera Figueiredo Davison I. So Paulo : Devir, 1998. Ttulo original: Castle Falkenstein. 1. Jogos de aventura 2. Jogos de fantasia I. Ttulo.

98-1872

CDD-793.9

ndices para catlogo sistemtico:1. Jogos de aventura: 2. Jogos de fantasia: 3. "Roleplaying games": Recreao Recreao 793.9 Recreao 793.9

Este n o um P P G Tpicoviso aos jogadores: Castelo Falkenstein organizado de uma forma um pouco diferente dos outros RPGs. Ao invs de comear com as Regras, organizamos este livro de forma que voc inicia com o mundo em si, da maneira que ele descrito por nosso heri atravs dc suas histrias e ilustraes. Existem tambm artigos e colunas laterais sobre o cenrio misturados histria para ilustrar e acrescentar fatos interessantes sobre o mundo do Castelo Falkenstein. Isso tambm permite que voc mergulhe no mundo sem se distrair com regras e tabelas. A melhor forma de se pensar no Castelo Falkenstein como num romance que lhe d a chance de escrever suas prprias continuaes. Mas se voc sente realmente necessidade de saber como jogar logo de inicio, pode pular a histria e ir direto ao jogo. As regras encontram-se a partir da pg. 129. Tudo que voc precisa para jogar est naquela seo, organizado por tpicos. Isto pode parecer um pouco estranho a princpio, mas o livro foi construdo desta forma para tornar o uso do Castelo Falkenstein mais fcil. Tudo o que voc precisa para conduzir uma Aventura Vitoriana estar ao alcance de suas mos, e no espalhado entre fragmentos de descrio de cenrio ou enterrado em algum lugar onde voc tenha que ca-lo. Alm do mais, esta seo tem seu prprio ndice remissivo, para facilitar as consultas aos mecanismo do jogos.

Tudo Comeou Com o Pacotera domingo de manh. Fui at a varanda da frente para pegar o jornal e tropecei num objeto retangular pesado. U m pacote. Embrulhado em folhas verdes grossas e amarrado com uma elaborada teia de barbante dourado (mandei analisar e era ouro mesmo). Dentro havia uma histria de ao de capa e espada: u m bloco bastante manuseado cheio de fantasias maravilhosamente bizarras, que falava de u m mundo de supercincia "Vaporpunk", espies e feiticeiros, Lordes e damas fericos, feitos hericos e romance de verdade. A melhor parte era que eu conhecia o heri pessoalmente. O que voc tem em suas mos o ltimo vestgio conhecido de meu amigo Thomas Edward Olam: um mao grosso de papel ofcio amarelo, folhas de velino antigas e papis de desenho tudo que restou de u m brilhante criador de jogos de computador que desapareceu h mais de dois anos enquanto estava supostamente passando uma frias tranqilas na Europa. Nestas pginas, T o m nos legou mais do que um dirio de suas aventuras: ele registrou u m mundo inteiro, seus olhos de artista transferiram suas impresses para desenhos coloridos magnficos e esboos elaborados, enquanto sua mente preenchia os detalhes com seus comentrios perspicazes sobre tudo o que se passava sua volta. M u i t o poucas pessoas seriam capazes de contar histrias sobre u m mundo de Drages Dinossaurianos, Engenheiros Anes, Cientistas Loucos e Imprios Vaporpunk lutando entre si, e fazer com que tudo tenha sentido; T o m uma delas (Ora, ele at chega a fazer disso u m jogo!) E sua capacidade de observao nos d um sentido real inegvel de u m outro lugar, e uma outra poca, centrada em torno de uma fortaleza esquisita e mstica construda com a Magia das Fadas e a vontade de u m rei louco: O Castelo Falkenstein. A maior parte do que voc vai ler no manuscrito que se segue foi retirada da carta que T o m me enviou, um relato de quase quarenta pginas de suas aventuras no mundo do Castelo Falkenstein, escrito com sua letra ilegvel num bloco de taquigrafia surrado. O resto do pacote de T o m continha outro bloco cheio de suas observaes sobre a Nova Europa tomei a liberdade de inserir algumas dessas observaes em determinados tpicos no ponto em que elas apareciam na carta, para melhor ilustrar certos assuntos; e u m romance Vitoriano improvavelmente fantstico (acho que escrito por Tom) com o ttulo "Um Artista Americano na Corte da Rainha Vitria". A maioria das ilustraes so provenientes do calhamao de pinturas e esboos coloridos que T o m anexou a carta, e de alguns esboos de personagens fornecidos por u m amigo comum e algumas peas de arte da poca que eu mesmo descobri, que representavam idias o u fatos comuns tanto em nossa histria quanto na de Nova Europa. Se esse realmente o meu amigo desaparecido escrevendo de alm do "Vu ferico" eu no sei. Mas ele me pediu para publicar seu dirio, e eu o fiz. Agora chega de meus apartes. A histria de T o m , de forma que vou sair do caminho e deixar que ele a conte. Mike Pondsmith So Francisco, 1994

A

F

A

L

K

E

N

S

T

E

I

N

Caro Mike,|u n o estou m o r t o .

|

A Histria E m Poucas Palavrasma das coisas que nos deixava loucos da vida a respeito de Tom quando ele trabalhava para a HyperTech Jogos era o fato dele ser capaz de comear uma histria e divagar durante horas antes de chegar ao ponto principal. Por isso, para aqueles que no querem ter de ler todas as suas anotaes, eis o que est acontecendo (de tudo que eu fui capaz de entender): Tom foi levado fora por dois magistas de um mundo alternativo Vitoriano chamado Nova Europa. Os magistas, incluindo entre eles um Gro-lorde das Fadas chamado Auberon, usaram uma mgica de Invocao para encontrar uma arma secreta para devolver ao Prncipe Herdeiro Lus da Baviera (tambm conhecida como Bavria) seu trono de direito. Ao formular a Invocao da seguinte maneira, "Achem algo que nos ajude a sermos bem sucedidos", eles no tinham a menor idia do que conseguiriam no processo. Assim, a mgica vasculhou o Vu Ferico entre as dimenses e retornou com Tom. Eles no sabiam para que ele servia, mas decidiram mant-lo assim mesmo, pois ele poderia ser til. Trados por um espio de seu prprio lado, os conspiradores foram forados (com a ajuda de Tom) a carregar o Prncipe para a capital, derrotar todos os assassinos enviados contra eles e expulsar o Regente Diablico (que governava o pas e estava entregando a Baviera para seu vizinho hostil, a Prssia). Com muita ao, romance e aventura pelo caminho. No entranto, a verdadeira razo pela qual Tom foi convocado s foi revelada mais tarde, quando se descobriu que um dos livros que ele havia levado de nosso mundo tinha uma importncia mstica em seu novo mundo. Usando seu livro, o grupo foi capaz de construir uma arma secreta que lhes permitiu derrotar os exrcitos invasores de Bismarck, o Chanceler de Ferro.

Agora que deixamos isso claro. E u sei, eu sei que voc provavelmente est a sentado lendo esta carta e pensando, Mas que diabo aconteceu? Pensamos que voc tivesse sido seqestrado, morto ou alguma coisa pior. A verdade que a t eu tenho dificuldade em acreditar e olhe que vivi isso. Pouco mais de dois anos atrs, fui enfeitiado e levado fora da Terra para u m universo alternativo que parece ser uma parte Senhor dos Anis e duas partes a fico cientfica de Jlio Verne, com uma pitada de Prisioneiro de Zenda de quebra. u m lugar que t u d o o que a Era Vitoriana deveria ter sido e mais: uma realidade onde a Alta Magia vive lado a lado com invenes bizarras sadas de uma R e v o l u o Industrial alucinada. T o d o dia, a alta tecnologia Vaporpunk se encontra com a engenharia dos A n e s , e neste lugar, isso normal. Desde que v i m para c, eu salvei naes, entronei reis, derrubei imprios e tive u m romance c o m a mulher mais bonita dos quatro continentes. Meus melhores amigos so u m feiticeiro que afirma ser u m membro dos iluminados, o chefe capa e espada do Servio Secreto Real, e Sua Alteza, o Rei das Fadas. E u conheci a Rainha Vitria, Abraham L i n c o l n e o Capito N e m o . N a semana passada tive uma longa conversa com Sherlock Holmes. H o j e a noite jantei c o m u m D r a g o . E eu no fui o prato principal. Sei que voc n o vai acreditar em nada disso. E u t a m b m n o acreditaria. N e m sei se esta carta vai chegar s suas m o s , levando em conta q u o incertos so os Caminhos Fericos entre nosso m u n d o e este luga