TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

Embed Size (px)

Text of TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    1/44

    ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE. 1

    CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    S1-003A (P)

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    2/44

    2 ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE.

    S1-003A (P)CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    1 PREFCIO _______________________________________________________ 3

    2 DEFINIES _____________________________________________________ 43 USO DA MQUINA_________________________________________________ 83.1 LIGAO DA MQUINA _____________________________________________ 83.1.1 ACTIVAO DO INTERRUPTOR GERAL _______________________________ 83.1.2 ACTIVAO AUXILIARES ___________________________________________ 93.1.3 POSTA EM MARCHA DA MQUINA __________________________________ 103.2 PAINEL OPERADOR ______________________________________________ 113.2.1 BOTOEIRA DA MQUINA __________________________________________ 113.2.2 BOTOEIRA MVEL DA MQUINA ___________________________________ 143.3 PROCURA ZERO MQUINA E PONTOS DE ORIGEM DA MQUINA ________ 163.3.1 EXECUTAR O WARM-UP ___________________________________________ 17

    3.4 MODOS OPERACIONAIS DA MQUINA_______________________________ 183.4.1 FUNCIONAMENTO EM TRABALHO __________________________________ 183.4.2 FUNCIONAMENTO EM MANUTENO _______________________________ 183.4.3 MODOS OPERACIONAIS DO CONTROLO NUMRICO ___________________ 183.4.4 MODO OPERACIONAL JOG ________________________________________ 193.4.5 MODO OPERACIONAL MDA ________________________________________ 193.4.6 MODO OPERACIONAL AUTOMATIC _________________________________ 203.5 CONFIGURAO DAS FERRAMENTAS _______________________________ 213.5.1 CRIAO TABELA FERRAMENTAS __________________________________ 213.5.2 INSERO DA FERRAMENTA NO ARMAZM__________________________ 21

    3.5.3 DETECO Z0 (Z ZERO) PEA OU ORIGEM EM Z DA PEA ____________ 233.5.4 INSERO DOS VALORES DE RAIO E COMPRIMENTO FERRAMENTA ____ 233.6 FIXAO DA PEA _______________________________________________ 253.7 ORIGEM DA PEA________________________________________________ 263.7.1 COMO CRIAR UMA ORIGEM EM X E Y (X0 Y0 PEA) _________________ 263.8 TRANSMISSO E RECEPO DE UM PROGRAMA DE USINAGEM ________ 283.8.1 VERIFICAO INTERFACE _________________________________________ 283.8.2 RECEPO DE UM PROGRAMA POR PARTE DE UM PC COM SERIAL_____ 293.8.3 TRANSMISSO DE UM PROGRAMA PARA O PC COM SERIAL ___________ 293.9 EXECUO DE UM PROGRAMA DE USINAGEM _______________________ 303.9.1 COMO EXECUTAR UM PROGRAMA INDIVIDUAL (.MPF) EM AUTOMTICO _ 30

    3.9.2 COMO EFECTUAR UMA PROCURA DE BLOQUEIO DE UM PROGRAMA .MPF304 UTILITY _________________________________________________________ 324.1 PROGRAMA DE GESTO PARA O PROCESSAMENTO DO MRMORE _____ 324.2 POSTA EM MARCHA DO PROGRAMA DE GESTO PARA A EXECUO

    DOS SUBPROGRAMAS SPF ________________________________________ 324.3 DEFINIO FERRAMENTAS ________________________________________ 345 EXEMPLOS DE PROGRAMAS ______________________________________ 365.1 REALIZAO DE UM TAMPO PARA BANHEIRO________________________ 365.2 REALIZAO DE UM TAMPO DE COZINHA ___________________________ 40

    Os contedos de este manual de propriedade da Breton S.p.A. proibida a sua reproduo, no todo ou em parte.

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    3/44

    ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE. 3

    CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    S1-003A (P)

    1 PREFCIO

    A presente documentao dirigida aos usurios que seguiram o curso de formao sobre o usoda mquina CONTOURBRETON NC 250.

    O presente manual contm as instrues relativas ao uso da mquina, as utility de processamentoe alguns exemplos de realizaes de peas.

    O curso de formao de instrues para o uso e a programao da mquina se divide em duaspartes:

    1 CURSO DE FORMAO DE INSTRUES SOBRE A MQUINA.Curso de instrues sobre o uso a conduo e a programao da mquina.

    2 CURSO DE FORMAO DE INSTRUES SOBRE O PROGRAMA BretonCAM.Curso de instrues sobre o programa CAD-CAM para realizar programas de trabalho a sertransferidos para a mquina.

    06FL001

    Este manual foi realizado com o escopo de fornecer um instrumento vlido para seguir de modo

    activo o curso de formao.O curso de formao sobre o uso do programa BretonCAM ser tratado em outro manual.

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    4/44

    4 ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE.

    S1-003A (P)CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    2 DEFINIES

    Neste pargrafo encontram-se descritos os principais dispositivos da mquina inerentes a estecurso de instruo.

    Controlo numricoOs modernos CN (Controlo numrico) so verdadeiros computadores operantes em ambientewindows que controlam e gerem todas as funes operacionais da mquina.Em seu interior existem vrios ambientes pelos quais se pode definir o funcionamento damquina, como por exemplo: a simulao, os parmetros ferramenta, as origens das peas, osdirectrios dos programas.

    A funo principal dos CN aquela de ler e interpretar os programas da pea descritos em ISO(linguagem padro reconhecida por muitos controlos numricos).O programa da pea um conjunto destes cdigos que o CN l e executa durante oprocessamento.

    06FL033

    7 8 9 / (

    4 5 6 )

    1 2 3 - [

    = 0 . + ]

    End

    SIEMENS

    Cpia laserA caracterstica principal deste dispositivo aquela de copiar superfcies esculpidas (exemplobaixos-relevos) e de reproduzi-las com o auxlio de um feixe Laser.Para gerir o laser utilizado o programa LaserScan, o qual contm todas as funes necessriaspara poder elaborar e gerar um programa de usinagem.Entre as caractersticas principais do sistema encontramos:

    - nica fase de escaneamento a partir da qual possvel obter mais programas.- Possibilidade de aumentar ou diminuir as dimenses do escaneamento.- Possibilidade de executar somente uma parte da superfcie.

    Extrapolao dos dados em formato DXF.

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    5/44

    ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE. 5

    CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    S1-003A (P)

    Cabea polidora

    Esta ferramenta serve para polir superfcies rectas ou inclinadas.A caracterstica principal aquela de poder variar seu comprimento graas a um sistema commolas.Durante a fase de polimento so aplicadas ferramentas com fixao magntica que, graas presso exercitada, garantem uma homogeneidade de processamento.O movimento gerado pelo programa de tipo elptico, portanto, a superfcie plainada de modouniforme sem deixar traos ou estrias na pea.Esta fase requer um mnimo de sete ferramentas a ser intervaladas de modo sequencial atalcanar um grau de polimento ptimo.O programa de gesto reside no PC no que diz respeito fase de projecto e no CN para a fasede utilizao.

    06fl035

    Sonda laserEste dispositivo controla de modo automtico o estado de desgaste de uma ferramentaverificando seu comprimento e seu raio.Este dispositivo assegura uma notvel preciso durante o processamento.As fases de deteco podem ser definidas a cada troca de ferramenta caso o operador oconsidere necessrio.

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    6/44

    6 ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE.

    S1-003A (P)CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    Inclinao mandril

    Este dispositivo permite inclinar o mandril de +3 para poder executar processamentos em planosinclinados.Como para todos os eixos, tambm para este basta definir o valor a ser alcanado a partir doprograma.

    Digitizer

    Este instrumento permite criar programas de usinagem partindo de perfis em papelo ou outromaterial.O sistema composto por uma mesa de dimenses iguais quelas da mquina em uso, de umvisor com o qual se observa a zona da qual se obtm o ponto do programa.Repassando o perfil de papelo com o apontador, cria-se um desenho igual ao prprio perfil que,em seguida, passado pelo programa BretonCam, o qual elabora e cria o programa deusinagem.

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    7/44

    ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PARTE. 7

    CURSO DE FORMAO PARA OPESSOAL NOCONTOURBRETONNC 250/260

    S1-003A (P)

    Sistema com 5 eixos

    Para processamentos especiais ou em materiais de grande espessura se utilizam mquinas comCINCO eixos.A diferena primria entre uma mquina com TRS eixos e uma com CINCO a cabea birotativa(eixos A e C).Graas aos novos controlos numricos disponveis no mercado possvel gerir a cabeabirotativa de modo muito simples.As vantagens de uma cabea birotativa so notveis; como por exemplo a versatilidade deposicionamento no espao.

    06FL039

    XC

    Y

    Z

    A

    Cabea de corteEsta ferramenta permite poder cortar de forma rpida e precisa orifcios rectangulares cuja bordano necessita de acabamento pois so ocultveis.Certamente, uma das vantagens que este sistema oferece aquela de permitir a execuo rpidade cortes rectos a um custo notavelmente inferior queles realizados com normais fresasdiamantadas.

    De facto, o corte feito com uma fresa tradicional de tipo cilndrico tem uma velocidade de avanomenor e um desgaste maior, portanto, um custo superior.A ferramenta reside em um armazm dedicado do qual retirada de modo totalmente automtico.

  • 7/25/2019 TRAINING NC 250-260 s1-003a_p

    8/44

    8 ESTE MANUAL DE PROPRIEDADE DA BRETON S.p.A. PROIBIDA A SUA REPRODUO, NO TODO OU EM PA