Click here to load reader

Tribuna 72

  • View
    242

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Tribuna do Pará

Text of Tribuna 72

  • ellen roche

    em posesensual

    flash, 16.

    A Secretaria Municipal de Finanas concede desconto no pagamento de dbitos em atraso do Imposto Predial e Territorial Urbano de Belm

    que variam de 20% a 80% sobre os juros cobra-dos, para quem parcelar o pagamento em at trs vezes. J o IPTU de 2010 pode ser pago vista

    com desconto de 15% at o dia 10 de fevereiro, e de 10%, at 10 de maro. Hoje, quase a metade dos contribuintes de Belm est inadimplente.

    IpTu D DesconTo De aT 80%

    a cIDaDe esporTe segurana Flash

    pagIna 7

    Belm29 de janeiro a 4 de fevereiro de 2011

    Ano II - Edio 72

    fern

    ando

    set

    te /

    est

    dio

    set

    te

    Destaques Desta eDio

    alessandra serro

    caderno de esporte

    A maioria se destina a agentes comunitrios da sa-de, com mais de mil vagas. Outras 800 sero preenchidas por agentes que vo atuar no combate dengue.

    sesma Fazconcurso parapreencher2,5 mIl vagas

    pagIna 6

    Ex-jogador do Corin-thians e tetracampeo pela Seleo Brasileira, Viola ser o novo reforo da lusa para o Parazo. O craque joga atualmente no Juventus-SP.

    TeTracampeovIola novoreForo DaTuna luso

    esporTe 1

    O Sindicato das Em-presas de Transporte de Passageiros de Belm pe-diu Prefeitura de Belm o reajuste do preo da passa-gem de nibus urbano para

    R$ 2,15. A Ctbel ainda vai analisar o pedido com base nas planilhas de custos, mas a deciso final sobre o novo valor da passagem ser do prefeito Duciomar Costa.

    empresas peDemnIbus a r$ 2,15

    pgIna 4

    ales

    sand

    ra s

    err

    o

  • a c I D a D e 2 belm, 29 de janeiro a 4 de fevereiro de 2011

    At o dia 6 de fevereiro, o Museu Paraense Emilio Goeldi recebe doaes para ajudar as vtimas das chuvas no Rio de Janeiro. A instituio vai reco-lher donativos - gua potvel (garrafas a partir de um litro)

    e material de higiene pessoal. Neste domingo (30), inclusive, o visitante trocar a entrada pela doao de gua potvel ou por produto de higiene pessoal. Nos demais dias, a doao en-tregue na portaria do Museu.

    museu goeldi entra na campanha pr-rio

    doaes

    A Secretaria de Estado de Educao (Seduc) realizar pro-cesso seletivo para preencher mais de 6 mil novas vagas nas escolas tcnicas profissionali-zantes estaduais. A Seduc aca-

    tou uma sugesto do Ministrio Pblico Estadual (MPE) para validar o processo de matrcula nessas escolas. Desde o incio da pr-matrcula pela internet, que juntou no mesmo quadro alunos

    do ensino fundamental e mdio com alunos das escolas profis-sionalizantes, mais de 28 mil se candidataram. O Ministrio P-blico foi acionado pelos alunos e fez a recomendao ao governo.

    seduc abre seis mil novas vagas em processo seletivo

    profissionalizante

    na redao

    FalapresIDenTebelenenses incomunicveis...

    A histria costuma se repetir de cem e cem anos ou de mil em mil, mas o cenrio catico da suspenso dos servios prestados pela Oi Velox, Oi fixo e Oi Mvel se tornaram dirios em Belm. Usurios incomunicveis, impacientes, indignados e intolerveis, assim podemos definir o perfil dos clientes afetados, que cobram exaustivamente uma soluo, com toda razo, pois pagam por um servio, o qual no esta sendo realizado.

    A desculpa sempre mesma: O rompimento do cabo de fibra tica na diviso dos estados do Maranho e Par, mas se o cabo constantemente rompido (roubado por moradores da rea) por-que no se cria uma linha reserva oriunda de outro Estado? Ao que parece a prestadora do servio no est nem um pouco preo-cupada em solucionar este entrave e muito menos em investir na proteo da rede j existente ou iniciar criao de uma reserva.

    Investir... Percebemos que esta a palavra-chave para termos a to sonhada soluo, investir na melhoria da considerada pior central de atendimento ao cliente do Brasil (a gravadora nunca entende o que falamos e nunca conseguimos falar com o atendente), investir na rede de proteo dos cabos de fibra tica na diviso dos estados, investir na criao de uma rede emergencial, para que o cliente no seja afetado por negligncia da prpria prestadora e investir em uma assessoria de imprensa que valorize o cliente (funcione, de fato), onde pelo menos notifique os clientes atravs dos meios de comunicao: televisivos, r-dio e impressos, informando o motivo da suspenso dos servios e for-nea prazo para o seu restabelecimento. Ops! Segundo a gravao da Oi, os servios retornam ao normal s 11h53min do dia 23 de janeiro e hoje so 16h00 do dia 20 de janeiro. No vou nem adentrar nos detalhes sobre a fatura que nunca rompida. Quando o cliente compra um produto e o desaprova, ele o cancela, neste caso no nos tornamos refns: Fixo dela, Celular dela, internet dela, mas quem paga? Somos ns para ela!

    lucAs gAbrIEl corrA noguEIrAbelm

    lixo na ruaA quantidade de lixo que se acumula na frente das casas dos mora-

    dores da rua Angustura, entre as avenidas Pedro Miranda e Marqus de Herval, preocupante. Nessa poca do ano, em que as chuvas rei-nam, muito fcil para o mosquito da dengue se desenvolver. Para piorar a situao, alm da falta de conscientizaro de alguns morado-res, a coleta de lixo nesse local muito mal realizada pela prefeitura.

    O caminho de coleta visita a nossa rua, dia sim, dia no e, quan-do passa, no leva o todo o entulho. Outro dia fizemos uma reunio entre os moradores e decidimos reunir o lixo todo em um s local na tentativa de facilitar a vida dos garis, porm, de nada adiantou. Eles passam e ainda deixam o lixo espalhado pelo cho.

    hAnnA rEIsbelm

    cartasdoleitor

    [email protected]

    A Prefeitura de Belm est con-cedendo descontos para aumentar a receita do Imposto Predial e Territo-rial Urbano de Belm. As facilidades de pagamento chegam at 80% em descontos de juros e multas para o dono de imvel inadimplente. Essa promoo, digamos assim, deve es-timular a arrecadao do imposto, mas, a julgar pelo que se verifica todos os anos, ainda assim ficar aqum das necessidades de inves-timentos do municpio, principal-mente considerando-se que menos de 50% dos imveis de Belm pa-gam IPTU, os demais so isentos. Mas por qu?

    A iseno, obviamente, deve beneficiar famlias de baixa renda,

    de reas carentes, que sobrevivem com uma renda de salrio mnimo e, com certeza, no teriam condi-es de arcar com mais este tribu-to. Por outro lado, donos de imveis abastados pagam muito menos do que deveriam. Nos pases desenvol-vidos, onde o Estado praticamente fornece gratuitamente todos os servios de que necessita o cidado - sade, educao, seguro-desem-prego, enfim - so os mais ricos que custeiam esses servios com pesadas cargas tributrias. Tudo em nome da justia social.

    No Brasil, no entanto, existe a cultura de que o rico intocvel, e todo e qualquer imposto deve ser pago pela classe mais pobre. Veja-

    se o exemplo da CPMF, que no livrou da cobrana nem os salrios do mais pobre trabalhador.

    E o que falta para que os abas-tados donos de imveis paguem o que devem prefeitura? Nada mais que uma atualizao de dados, um recadastramento em que se pos-sa verificar in loco as benfeitorias feitas nos imveis, diante de aver-baes de construo, para que se possa cobrar um novo valor, ade-quado realidade. Portanto, cabe prefeitura dar esse passo em nome da justia social que, no final das contas, acaba penalizando a popu-lao mais pobre, privada dos in-vestimentos do poder pblico por falta de recursos.

    no brasIl, ImposTos noDIsTrIbuem jusTIa socIal

    Tribuna do Par uma publicao semanaleditado por SGP Comunicaes e Servios ltda.CNPJ: 10955840/0001 - 61Diretor geral: Gustavo bentoDiretor Administrativo: leandro RochaEdio: Clo Soares

    gerente comercial: Rubia Campos (91) 8218 2003Endereo: Trav. lomas Valentina, n 1502 marco CeP: 66.087-440Fale com a gente: (91) 3276 2308E-mail da redao: [email protected]: www.twitter.com/tribunapara

    blog: www.tribuna-do-para.blogspot.comFotos: luciana Gonalves

    Tiragem auditada por:

  • a c I D a D e belm, 29 de janeiro a 4 de fevereiro de 2011

    O Ibama deu incio na manh da ltima segunda-feira (24) operao Quintal II, na rodovia Arthur Bernardes, em Belm. O local um dos principais pontos de venda de madeira de origem

    amaznica na capital. Durante a ao, os agentes do instituto fis-calizam se as madeireiras esto regularizadas, comparam o sal-do do produto declarado no Sis-flora com o existente no estoque

    das estncias e a procedncia da madeira. A Quintal II, cujo ob-jetivo combater a receptao e o comrcio ilegal de madeira na capital do Estado, prossegue sem prazo para terminar.

    ibama autua estncias de belm na operao Quintal ii

    madeira

    O municpio de Tucuru no tem mais onde enterrar seus mortos, os dois cemitrios j es-to superlotados. O nico deles, o cemitrio Jardim da Saudade, que ainda aceita novos pedi-dos de sepultamento, mas s

    deve atender at abril de 2011. Segundo a direo, a aquisio de um terreno para a constru-o de uma nova necrpole no municpio j est em fase final de negociao, mas ser cons-trudo longe da rea urbana.

    lotado, cemitrio s funcionar at abril

    tucuru

    FalapresIDenTeacirrada

    Est armada e pronta para o confronto a batalha pela presidncia da Assembleia Legis-lativa do Par (Alepa). De um lado, o PMDB, que dominou a casa nos ltimos quatro anos, j fechou questo para no abandonar o coman-do do Poder Legislativo estadual. Desta vez o partido tenta emplacar o pastor Martinho Car-mona. Do outro lado est o deputado tucano Manoel Pioneiro, que, apesar de em tese con-tar com o apoio do governador, fontes ligadas a Simo Jatene dizem que ele no est com a menor disposio de brigar com o PMDB.

    limiteTerminou na ltima sexta-feira, 28, o pra-

    zo para que os donos de imveis fechados ou abandonados que foram notificados pela Sesma en