UM ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁ ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAÇÃO... · adulta. Como esta alfabetização

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of UM ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁ ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAÇÃO... · adulta. Como esta...

1

FACULDADE ALFREDO NASSER

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAO

CURSO DE MATEMTICA

UM ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAO MATEMTICA

Lucas Nogueira de Carvalho

APARECIDA DE GOINIA

2010

2

LUCAS NOGUEIRA DE CARVALHO

UM ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAO MATEMTICA

Monografia apresentada ao Instituto Superior de Educao da Faculdade Alfredo Nasser, sob orientao do Prof. Me. Ronan Santana dos Santos, como parte dos requisitos para a concluso do curso de Matemtica.

APARECIDA DE GOINIA

2010

3

FOLHA DE APROVAO

LUCAS NOGUEIRA DE CARVALHO

UM ESTUDO SOBRE A ALFABETIZAO MATEMTICA Aprovado em: Banca Examinadora Orientador: Prof. Me. Ronan Santana dos Santos - Nota:____ / 70 Instituio: ________________________________ Assinatura: ________________ Prof. ______________________________________________________- Nota:____ / 70 Instituio: ________________________________ Assinatura: ________________ Prof. ______________________________________________________ - Nota:____ / 70 Instituio: ________________________________ Assinatura: ________________ ___________________________________________________________________ Mdia parcial - Avaliao da produo do Trabalho: ___ / 70

4

minha famlia: Benedita, minha me minha vida, Leonito, meu pai minha fortaleza, seus atos demonstram que meu sucesso tambm so de vocs que acreditaram e contriburam para que eu realizasse este sonho. As palavras muito obrigado no so suficientes para expressar o sentimento de gratido por ter vocs como meu sustentculo. Sempre presentes nas horas difceis de minha vida, sempre apoiando e dando foras para que tudo de certo; Emerson e Aline, irmos queridos os quais cresci em companhia.

5

AGRADECIMENTOS

Em primeiro lugar, agradeo a Deus por permitir a vida e todas as

oportunidades surgidas ao longo dela ensinando-me a confiar cada vez mais NELE.

Agradeo ao meu pai Leonito e minha me Benedita pela pacincia e

compreenso durante os perodos em que estive ausente e por terem respeitado e

acreditado neste sonho. Meu alicerce!

minha namorada Tarianne, pela compreenso, dedicao, pelo amor e pelo

incentivo em todos os momentos. Amo voc!

Aos meus irmos Emerson e Aline, meus amigos e camaradas de faculdade

pelo carinho e afeto.

s famlias Nogueira e Carvalho tias e tios, primas e primos e minha av

Hozana Teles (In memoriam)... Obrigado pela torcida!

Ao meu orientador, Professor Mestre Ronan Santana dos Santos pela

dedicao e confiana depositada em mim, sempre colaborando para que tudo fosse

realizado da melhor maneira possvel.

Ao Professor Dr. Dario Fiorentini, que pela fora do destino e vontade prpria

quis me ajudar fornecendo uma das referncias essenciais de pesquisa.

Ao Ministrio da Educao pela oportunidade de cursar o ensino superior por

intermdio do Programa Universidade para Todos (ProUni).

A todas as pessoas que me deram fora e torceram pela concluso deste

trabalho.

6

Voc no consegue mudar o que no consegue encarar.

James Baldwin

7

SUMRIO

INTRODUO...........................................................................................................8

CAPTULO 1 A IMPORTNCIA DE ESTUDAR A ALFABETIZA O

MATEMTICA ..........................................................................................................12

1.1 Interesse Pessoal................................................................................12

1.2 Interesse Educacional ............................................... .........................12

CAPTULO 2 DISCUTINDO A ALFABETIZAO MATEMTICA .....................14

2.1 Alfabetizao Infantil...........................................................................19

2.2 Alfabetizao na Adolescncia ..........................................................23

2.3 Alfabetizao de Jovens e Adultos.....................................................24

CONSIDERAES FINAIS .....................................................................................26

REFERNCIAS........................................................................................................30

8

INTRODUO

Uma das questes centrais do ensino-aprendizagem de Matemtica a

maneira como cada pessoa apropria-se de seus conceitos e ideias elementares, ou

seja, a maneira que cada individuo alfabetizado e como aprende esta cincia

cognitivamente. Quem no consegue apropriar de maneira significativa ou mesmo

no tem essa oportunidade de alfabetizar, se torna um ignorante e passivo na sua

formao escolar e social. Sendo assim, quem no alfabetizado tem uma grande

possibilidade de se tornar um sujeito facilmente manipulado e alienado no mundo

que o rodeia. Por outro lado, quem se apropria de uma alfabetizao slida se torna

o sujeito de sua prpria histria, a alfabetizao d igualdade de condies a todos

que a possuem.

Alfabetizar-se, na escola e fora dela, conhecer e compreender as

linguagens que o mundo apresenta, para que haja uma comunicao e interao do

sujeito com a realidade em que vive. Contudo, nem sempre essa alfabetizao

ocorre de forma clara ao individuo escolarizado, carregando no seu histrico uma

culpa ou falta quanto matemtica.

Este trabalho busca refletir e analisar sobre a Alfabetizao Matemtica. Para

tanto, realizamos consideraes sobre sua apropriao e os modos como cada

pessoa assimila essa alfabetizao em suas respectivas pocas. Exemplificar como

ocorre essa alfabetizao no nosso sistema de ensino, discutir suas falhas e

propostas de soluo.

Nota-se que os alunos possuem certa ligao com contedos matemticos

antes da escolarizao ou at mesmo quando no adquiriram essa escolarizao,

eles ditam sequncias, relacionam, organizam, comparam objetos entre outros

fazeres que envolvam matemtica. Porm, grande parte dos estudantes ao ser

escolarizados vo perdendo essa ligao, a matemtica que antes fazia parte de um

mundo descobridor de perfeies torna-se um bicho-papo na continuidade de

suas vidas escolares. Enquanto a lngua materna desenvolve nos alunos a

comunicao antes da escolarizao, a matemtica organiza e relaciona suas

ideias, no entanto quando se inicia a alfabetizao escolar as crianas comeam a

se desligar desses contedos matemticos.

Assim no podemos pensar na alfabetizao somente como alfabetizao da

lngua materna, preciso alfabetizar numericamente as pessoas, at mesmo porque

9

a matemtica esta presente em tudo que vivenciamos. Freire (1996) afirma que

todo ser humano est em permanente relao matemtica com o mundo.

quando a gente desperta, j caminhando para o banheiro, a gente j comea a fazer clculos matemticos. Quando a gente olha o relgio, por exemplo, a gente j estabelece a quantidade de minutos que a gente tem para, se acordou mais cedo, se acordou mais tarde, para saber exatamente a hora em que vai chegar cozinha, que vai tomar o caf da manh, a hora que vai chegar o carro que vai nos levar ao seminrio, para chegar s oito. Quer dizer, ao despertar os primeiros movimentos, l dentro do quarto, so movimentos matematizados1.

No possvel afirmar que um grande nmero de educadores matemticos

reconhea o papel e o valor dos processos mencionados. Todavia podemos

certificar que grande parte concebe, pelo menos intuitivamente, que o

desenvolvimento do pensamento/comunicao matemtico dos alunos resulta no

apenas de um trabalho escolar sistemtico, mas da formulao de questes e suas

solues que permitam exprimir suas necessidades e interesses.

Na realidade, todos reconhecem que as experincias dos alunos, no dia-a-

dia, esto permeadas de relaes aritmticas, algbricas e geomtricas e, por isso

so profundos os conflitos acerca do que e como devemos ensinar na escola. Na

verdade, muitos j entendem que no se trata apenas de uma questo de

aprendizagem e ensino pela escola, mas de uma questo intrinsecamente ideolgica

e poltica.

O bem-estar ou saber matemtico no est associado apenas s funes

da escola ou do interno de cada individuo em ser bom ou mau na matemtica, mas

tambm uma questo poltica, pois se refere aos programas (ou sua ausncia) de

apoio e incentivo educao. Mas tambm a alfabetizao matemtica e as

questes culturais, visto que em muitas famlias os pais isentam seus filhos da falta

de matemtica ou analfabetismo matemtico porque eles quando estudantes

tambm carregavam as mesmas dificuldades na disciplina.

A alfabetizao matemtica leva os alunos a uma habilidade, que de acordo

com Fonseca (2004), considerada como:

1 D`Ambrosio entrevista Paulo Freire . Disponvel em: . Acesso em: 09 nov. 2010.

10

[...] a capacidade de mobilizao de conhecimentos associados quantificao, ordenao, orientao e a suas relaes, operaes e representaes, na realizao de tarefas ou na resoluo de situaes-problema, tendo sempre como referncia tarefas e situaes com as quais a maior parte da populao brasileira se depara cotidianamente (FONSECA, 2004, p.13 apud BUENO, 2009, p. 12).