Unidade 6 Previsão e controle de custos operacionais

  • View
    144

  • Download
    4

Embed Size (px)

Transcript

  • PREVISO E CONTROLE DE CUSTOS OPERACIONAISUnidade 6

  • Introduo imprescindvel que se faa uma boa previso dos custos de operao dos veculos. A administrao precisa sempre avaliar os impactos de suas decises sobre os custos.

  • Sistema de Tomada de DecisesFonte: Amir Mattar - 2001

  • Gasto

    Desembolso

    Investimento

    Custo

    Despesa

    Perda

    Falta algum contedo nesse slide? Est vago.

  • Tipos de Custos

    Custos DiretosFixosVariveisCustos Indiretos ou AdministrativosFixosVariveisCustos No-OperacionaisCusto Total

  • Custo do Transporte de CargaCusto do transporte de cargaFonte: Lima (2004)

  • Custos Logsticos Brasil x EUAGrfico comparativo de custos logsticosFonte: Lima (2004)

  • Influncias Sobre a Oferta de TransporteInfluncias sobre a oferta de transporteFonte: Kanafani

  • Mtodos de CusteioMtodo de Custeio significa a maneira de se apropriar custo, alocar a uma determinada mercadoria, produto ou servio os seus custos, sejam fixos e variveis, diretos ou indiretos.

    Os mtodos de custeio mais adotados e conhecidos so o Mtodo de Custeamento por Absoro, o Mtodo Varivel, o RKW - Reichskuratorium fr Wirtschaftlichtkeit, o ABC e o Marginal.

  • Custeio por Absoro ou Integral

    Custeio por AbsoroFonte: Martins - 2008

  • Custeio Varivel ou Direto

    No Custeio Varivel, so alocados aos produtos os custos variveis, ficando os fixos separados e considerados como despesas do perodo, indo diretamente para o resultado; para os estoques s vo, custos variveis.

    No Mtodo Direto, a linha do lucro varia de acordo com as vendas. Esta a facilidade de anlise que o mtodo permite.

  • Comparao de lucro varivel x absoroFonte: Martins (2008)

  • Mtodo de Custeio ABCComparativo entre mtodosFonte: Novaes (2008)

  • Mtodo de Custeio RKW(Custeio por Centros de Custos)Considera todos os custos e despesas (inclusive as financeiras) passveis de rateio a todos os produtos. O grande problema, como acontece com os outros mtodos tradicionais, a utilizao de critrios de rateio arbitrrios.A tcnica estabelece preos a partir dos custos, mas no funciona em economia de mercado.

  • Mtodo de Custeio RKW(Custeio por Centros de Custos)Fluxo dos custos segundo um sistema de custos tradicional Fonte: adaptado de Kaplan e Cooper

  • Mtodo de Custeio Marginal

    Custeio marginalFonte: Santos (2008)

  • Caractersticas dos Custos por Modal

    Aerovirio

    Ferrovirio

    Aquavirio

    Dutovirio

    RodovirioSlide vago.

  • Mtodos de Clculos de Custos Operacionais

    Mtodo dos custos mdios desagregados

    O mtodo oferece estimativas bastante razoveis de custo operacional de veculos. Essas estimativas tm como base a apropriao de cada componente desse custo. Est baseado em parmetros mdios de consumo.

  • Mtodo do Comprimento Virtual

    Rodovia ideal

    Comprimento virtual

    Caractersticas Condicionantes de uma Rodovia

    Fatores virtuais

    Classificao da rodovia quanto ao traado.

  • Mtodo do HDM-Q

    Os custos operacionais so agora determinados no para as condies ideais da rodovia, mas para as condies reais, obtendo-se diretamente o custo final para trafegar em rodovias em diferentes condies fsicas e de trfego.

    Condies de viaFonte: Novaes 2001

  • Mtodo de Clculo de DepreciaoPara o caso da depreciao verifica-se que, em vez do tradicional e cmodo processo de depreciao linear, os modelos de custos decrescentes com a idade dos veculos so, de modo geral, os preferidos, por serem mais realistas.

    DepreciaoFonte: Novaes 2001

  • Depreciao Exponencial

    Esse mtodo parte do princpio de que o valor do equipamento diminui, anualmente, segundo uma porcentagem fixa do valor que possua no incio do perodo.Vn = valor do veculo no fim de n anos;P = valor inicial do veculo;r = taxa de depreciao.

  • Mtodo dos Dgitos ou Soma dos Anos

    A depreciao no ano n, de um equipamento com vida til igual a N anos.N = vida til em anos;n = ano de clculo da depreciao.O coeficiente de depresso (cn) para o ano n, em relao ao preo do veculo novo (P), ser:

    A depreciao (Dn), que o veculo sofrer no ano n ser:Dn = DT x cn

  • Taxa Mdia ou Linear

    O que se faz adotar, como valor residual, o preo de revenda do veculo no final da sua vida til, obtendo-se, assim, uma taxa mdia de depreciao.P = preo de compra do veculo novo;L = valor residual no fim da vida til;N = vida til em anos.Depreciao anual (da):

    Valor do veculo no ano n:

  • Comparativo entre os trs mtodos

    Comparao entre os mtodos de depreciaoFonte: Revista TM

  • Remunerao do Capital

    Os custos de propriedade de um veculo no se limitam sua desvalorizao por desgaste ou obsolescncia. Incluem tambm a remunerao do capital empregado, conhecida como custo de oportunidade.

  • Os custos de OportunidadePara o transporte de cargas, o objetivo buscar retorno para o investimento realizado. No caso de economias que convivem com a inflao, esse retorno deve ter um nominal maior que o capital investido, at porque investir significa deixar de consumir, o que s vale a pena se o capital for bem remunerado.

  • O valor do Investimento

    O procedimento mais aceito adotar o valor contbil bruto (ou valor de reposio corrigido monetariamente). Se o preo de venda do produto ou servio for suficiente para cobrir todas as despesas, inclusive as de depreciao, a venda do produto ou servio recuperar todos os custos, inclusive o capital consumido.

    Uma vez definido o valor para o investimento, a remunerao do capital investido ser o produto deste valor pelo custo de oportunidade de capital.

  • A Depreciao e a Remunerao em um nico Clculo

    Este mtodo procura, em um nico clculo, levar em conta no s a reposio do bem, como tambm contemplar o juro sobre o capital empatado.

    Formulao matemtica para o clculo conjunto do custo de depreciao e remunerao do capital investido (CC).

    CC = (P L) x FFC + P x J

  • Custo de Manuteno

    Para determinar a vida til de um equipamento, fundamental pesquisar e estabelecer uma poltica para sua manuteno.Para efeito de contabilidade, as despesas so divididas em inspeo, manuteno preventiva e corretiva, Limpeza e material de oficina.

    Custos de manutenoFonte: Novaes 2001