UNOPAR - Produção Textual Interdisciplinar - Individual - 2012 - II

  • Published on
    31-Oct-2015

  • View
    1.418

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

anlise E desenvolvimento de sistemasfagner de oliveira montibellerPRODUO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR INDIVIDUALNOSSA LOCADORA DE LIVROS

Porto Velho2012FAGNER DE OLIVEIRA MONTIBELLERPRODUO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR INDIVIDUAL

NOSSA LOCADORA DE LIVROSTrabalho apresentado ao Curso nalise e Desenvolvimento de Sistemas da UNOPAR - Universidade Norte do Paran, para as disciplinas de Comunicao de Dados e Teleprocessamento, Anlise de Sistemas III, tica e Responsabilidade Social, Linguagens e Tcnicas de Programao III e Desenvolvimento Orientado a Objetos lI.

Prof. Paulo Nishitani

Prof. Polyanna P. Gomes FabrisProf. Srgio de Goes BarbozaProf. Anderson MacedoProf. Mrcio ChiaveliPorto Velho2012INDICE41.Introduo

52.Objetivo

63.Desenvolvimento

63.1Vantagens do Diagrama de Estado

63.2Ambiente de Instalao da Locadora de Livros

73.3tica e Responsabilidade Social

73.4Locadora de Livros Catlogo de Livros

83.5Criao e execuo de Stored Procedures

13.6ORM (Object Relational Mapping)

314.Concluso

5165.Bibliografia

1. IntroduoNeste trabalho ser apresentada as vantagens do diagrama de estado quanto ao sistema em desenvolvimento. Ser Apresentado o ambiente onde o sistema de desenvolvimento ser implantado e como a Locadora de Livros ir contribuir com a sociedade no ponto de vista tico e social.

A meta alcanar a qualidade no processo e no produto final, focando tambm o lado tico e social.2. Objetivo

Desenvolver um sistema utilizando o paradgma da metodologia agil, sem deixar de lado a documentao do projeto, mas priorizando a meta de entrega do produto no prazo e conforme o escopo acertados com o cliente.3. Desenvolvimento3.1 Vantagens do Diagrama de EstadoNo diagrama de estado representamos os possveis estados ou situaes em

que um objeto (no caso do nosse sistema o Livro) pode se encontrar no decorrer da execuo em nosso sistema.

A grande vantagem do diagrama de estados a facilidade de descoberta de erros no fluxo de transaes. O que deve ser validado o prprio fluxo transacional do objeto durante o seu tempo de vida.3.2 Ambiente de Instalao da Locadora de LivrosConforme o modelo proposto pelo diagrama de implantao, abaixo algumas questes e suas respectivas respostas para identificar onde o sistema ser instalado. Qual plataforma ser utilizada?

Identificar os dispositivos e o ambiente que a aplicao dever ser executada. Qual a quantidade de itens?

Para estimar o espao necessrio de hard-disk (HD). Que nicho de mercado a Locadora pretente atingir?Para estimar o crescimento dos requisitos funcionais e no funcionais do sistema. Que banco de dados ser utilizado?

Auxiliar na estimativa financeira do projeto.

Quantas mquinas (micros e/ou notebooks, impressoras) sero utilizados?

No tocante a requisitos de segurana, rede fsica e lgica e Wireless.

3.3 tica e Responsabilidade Social

A Locadora de Livros, deve possuir valores ticos e contribuir para com a sociedade e seus clientes de forma responsvel.A localizao de contedo proibido a menores, devemos obedecer a padres estipulados pelos rgos governamentais, e seu acesso deve ser restrito.

A utilizao mnima de documentos impressos contribuir de forma a atender aos requisitos ecolgicos. Trata-se de responsabilidade social para com a clientela e com a comunidade. O sistema tambm possibilitar a locao de itens pr-definidos sem cobrana, para emprstimos a instituies de ensino no governamentais. O acervo definido para esse fim tambm poder ser cedido pela comunidade, e o sistema deve identificar esses itens.

O objetivo tornar a Locadora de Livros um local agradvel, sem deixar de lado os fins lucrativos.

3.4 Catlogo de Livros

Abaixo uma lista de livros que podero fazer parte do acervo da Locadora:Redes de Computadores e Comunicao de Dados Curt M. White (8522110743), 2011, Editora CENGAGE LEARNING, 424 pginas, 6 Edio;

Estratgias 2.0 para a mdia digital | Internet, informao e comunicao Beth Saad, Editora SENAC, 224 pginas, 2 Edio;

Comunicao de dados: para computadores Rogrio Biondi e Ivan Espinosa, 1996, Editora Brasport;

Princpios de telecomunicaes: teoria e prtica Jlio Csar de O. Medeiros, 2004, Editora rica;Sistemas distribudos: princpios e paradigmas Andrew S. Tanenbaum e Maarten Van Steen, 2007, Editora Pearson;

Redes de computadores: curso completo Gabriel Torres, 2001, Editora Axcel Books;Implementao de Comunicao Voip Em Rede Sem Fio Com Utilizao de Telefones Wlan-voip V. Oliveira e Tiago Vincius, 2012, Editora Cincia Moderna;

Redes Convergentes - Entenda a Evoluo das Redes de Telecomunicaes a Caminho da Convergncia Jos Humberto Sverzut, 2008, Editora Artliber;

Telecomunicaes Juarez do Nascimento, 2000, Editora Makron Books;

Telecomunicaes - Sistemas de Modulao - Uma Viso Sistmica Vicente Soares Neto, 2012, Editora rica.

3.5 Criao e execuo de Stored ProceduresOs sistemas gerenciadores de bancos de dados possuem diversos componentes para sua administrao e tambm para a sua utilizao.Stored Procedures, ou procedimentos armazenados, so utilizados para fins internos e tambm podem ser utilizados pelos desenvolvedores para a criao de uma camada de acesso ao banco de dados.

Operaes de pesquisa (select) e atualizao (insert, update, delete) so possveis com Stored Procedures e o desenvolvedor pode utilizar esse recurso e evitar a utilizao de comandos SQL em sua aplicao.

Essa metodologia possui alto acoplamento com o banco de dados, mas se torna eficiente quanto performance, j que essas Stored Procedures j so previamente compiladas.

Para a criao de uma Stored Procedure no SQL Server 2008 R2, seguir os seguintes passos:

1. Abra o visual Studio 2010

2. Clique em file > new > project e aguarde uma janela abrir.

3. Escolha um nome para seu projeto e clique em OK.

4. Clique em Data > Add New Data Source para criarmos um conexo como banco de dados.

5. Com o Database selecionado clique em Next.

6. Para realizarmos uma nova conexo clique em New Connction.

7. Clique no boto Change aparecer uma janela, selecione a opoMicrosoft SQL server e clique ok.

8. De volta a janela Add Connection voc deve colocar o server name doseu computar, ou seja, o nome do seu computador. Deixe a opo Use WindowsAutentication selecionado e na combobox doConnect to a database selecione oseu banco de dados previamente criado. Aps esses campos preenchidos clique emOK.

9. Clique em Next para avanar. Aparecer uma outra janela e voc deverclicar em next novamente.

10. A prxima janela voc dever selecionar as tabelas que deseja que aparea no seu aplicativo e ento clique em Finish.

11. Com o seu projeto aberto clique na aba Data Sources e arraste tabelaque voc adicionou para o form que voc desejar. Aparecer no seu form um grid ebotes para manipulao dos dados.

1. Sua conexo est pronta e funcional. Clique em F5 e faa as operaesde incluir, editar e excluir.

O SQL Server Management Studio abrir a nova Stored Procedure no editor, j com a estrutura montada, para facilitar o desenvolvimento.Abaixo um exemplo do cdigo sugerido pelo SQL Server Management Studio:

CREATE PROCEDURE -- Adicione os parmetros para o procedimento armazenado aqui = ,

=

AS

BEGIN

-- SET NOCOUNT ON adicionado para evitar conjuntos de resultados extra a partir de-- Interferir com instrues SELECT

SET NOCOUNT ON;

-- Inserir instrues para o procedimento aquiSELECT ,

END

GO3.6 ORM (Object Relational Mapping)

O Mapeamento Objeto Relacional uma metodologia ou tcnica de desenvolvimento que visa dar produtividade programao da camada de acesso a dados dos sistemas.Tratam-se de frameworks que encapsulam os mtodos para a manipulao e manuteno das tabelas do banco de dados.

Principais frameworks ORM: Entity Framework (.NET), NHibernate

O termo Objeto Relacional se refere justamente ao espelhamento das tabelas e colunas do banco de dados com as respectivas classes e atriburos. Ao realizar esse mapeamento, o framework possui a inteligncia para o tratamento do contedo, tirando do desenvolvedor essa atribuio.A principal vantagem a produtividade, visto que ao desenvolvedor no caber mais a criao de classes e os respectivos SQLs para a manipulao do banco de dados, alm da gesto da conexo e das transaes realizadas no sistema.

Alm disso, o framework se adapta perfeitamente ao banco de dados, tornando o baixo acopamento ao mesmo.

Apesar disso, ainda assim os frameworks permitem ao desenvolvedor a criao e execuo de instrues SQLs customizadas, garantindo a flexibilidade necessria ao projeto.

Uma das desvantagens dessa tcnica aparente ao se utilizar tabelas relacionadas entre si com chaves estrangeiras. Geralmente essas tabelas se relacionam na cardinalidade 1..* o que faz com que ao se ler o registro do lado 1 automaticamente so lidos os registros do lado *, fazendo com que o nmero de acessos ao banco de dados seja aumentado.Essa desvantagem, porm, pode ser facilmente resolvida com a utilizao (ou configurao) da tcnica Lazy Loading, ou seja, a carga de informaes sobre demanda, onde o acesso ao banco ser realizado apenas quando o mtodo que disponibiliza o acesso associativo for chamado.

4. ConclusoA utilizao de diagrama de estado, deve ser definida pela equipe de projeto com base no grau de dificuldade do sistema, de forma a facilitar a descoberta de erros nos fluxos e transaes. O diagrama de implantao auxilia na definio da infraestrutura do ambiente externo.A empresa deve evidenciar os valores ticos e responsabilidade social, porm, sem perder o foco no negcio e na lucratividade.

Uma infrae