UTILIZAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA NA OBTENÇÃO DE ?· também a demonstração do fluxo de caixa (DFC)…

  • Published on
    08-Nov-2018

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • XIII Encontro Latino Americano de Iniciao Cientfica e IX Encontro Latino Americano de Ps-Graduao Universidade do Vale do Paraba

    1

    UTILIZAO DO FLUXO DE CAIXA NA OBTENO DE INFORMAES COMO FERRAMENA ESTRATEGICA E COMPETITIVA NO MERCADO

    Douglas Ribeiro Lucas, autor

    Denilson da Silva Lucas, orientador

    1FACESM/Gpde, Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 45 - Itajub MG 2FAPEMIG/IC, Rua Raul Pompia 101, So Pedro, Belo Horizonte MG

    Resumo: O fluxo de caixa ser apresentado neste trabalho como uma ferramenta auxiliadora para os gestores nas tomadas de decises. O objetivo mostrar uma importante ferramenta estratgica para os gestores de empresas, a Demonstrao do Fluxo de Caixa (DFC), que visa a munir os administradores de informaes das quais ele poder avaliar a sade da empresa. De posse dessas informaes, os gestores tero a vantagem de poder planejar e controlar as suas finanas, desde uma simples compra de matria prima at a projeo das vendas, alm claro de saberem em quanto tempo ir obter o retorno do investimento aplicado. Buscando um equilbrio entre os prazos de compra e venda. Alm claro de terem uma base forte para novos investimentos e aplicaes, assim como credibilidade para financiamentos bancrios, pois conhecem qual a real situao em que vive a sua empresa. Quanto ao aspecto metodolgico trata-se de uma pesquisa bibliogrfica, utilizando-se de material j publicado, trazendo uma nova viso acerca daquilo que j foi dito por vrios autores. Por fim, conclu-se atravs do presente estudo, que a Demonstrao dos Fluxos de Caixa, uma ferramenta estratgica e competitiva, indispensvel, para anlise financeira num mundo globalizado e competitivo como o de hoje. Palavras-chave: Fluxo de caixa, gesto, planejamento e controle. rea do Conhecimento: Cincias Sociais Aplicadas 1. Introduo

    Atravs da DFC, uma forma para trazer informaes que no so obtidas nas demais demonstraes contbeis, como o controle das disponibilidades, pagamentos e recebimentos em dinheiro e at mesmo investimento. Por essa razo, uma ferramenta importante para o planejamento financeiro das empresas.

    As empresas o utilizam devido ao seu fcil entendimento e tambm por conter uma exatido da situao financeira da mesma, essa ferramenta permite aos gestores financeiros detectar oscilaes que possam vir a ocorrer.

    A utilizao do fluxo de Caixa como ferramenta para medir a gerao de caixa para que tenha como quitar dvidas, avaliar a liquidez, a solvncia, a flexibilidade financeira e tambm a taxa de converso de lucro em caixa, com um grau de preciso das informaes passadas projetando se h necessidade de investimentos e financiamentos nas atividades futuras operacionais da empresa (IUDCIBUS, 2006, p. 398).

    De acordo com o que diz Zdanowicz (2000, p. 213), a funo mais importante para administrar o capital de giro e a liquidez de uma empresa, que se resume na administrao do disponvel, e seguindo esta mesma linha de pensamento, o autor afirma

    que o fluxo de caixa, constitui-se no ativo mais lquido da empresa, representado como um agregado de entradas de recursos necessrios para o desembolso estimado, acrescido, s vezes, de sadas inesperadas. Com a finalidade de minimizar problemas de liquidez, pois se pode dizer que o caixa o denominador comum, ao qual fluem todos os ativos lquidos da empresa.

    O presente trabalho tem como objetivo, mostrar como uma ferramenta simples pode ser to poderosa como o caso do Fluxo de Caixa, que aplicado adequadamente numa empresa, alm claro, da utilizao de outras demonstraes contbeis, tem como finalidade estratgica mostrar como anda a empresa, desde a entrada e sada de dinheiro, como sua estabilidade financeira, analisando e projetando o seu futuro. E ser apresentado atravs da seguinte questo:

    Como a Demonstrao do Fluxo de Caixa pode auxiliar os administradores de uma empresa na obteno de informaes financeiras que os levem a um nvel de estabilidade e competio invejvel? Que ser respondida no decorrer da obra, mostrando a importncia de quem possui esta ferramenta e a saiba melhor utilizar e/ou aplicar. Isso ser visto nos prximos captulos, onde se inicia por uma abordagem do tema, entrando na questo do planejamento e gesto financeira

  • XIII Encontro Latino Americano de Iniciao Cientfica e IX Encontro Latino Americano de Ps-Graduao Universidade do Vale do Paraba

    2

    mostrando a sua importncia. Logo em seguida apresentando o fluxo de caixa e tambm a demonstrao do fluxo de caixa (DFC) como ferramentas de estratgia, de maneira a se obter o mximo de benefcios que ela pode trazer aos administradores.

    2. Metodologia

    O mtodo de abordagem utilizado o da pesquisa bibliogrfica, que conforme Furast (2008, p. 33): Baseia-se no manuseio de obras literrias, sejam elas impressas ou arquivos digital (capturadas via internet). Portanto, a pesquisa bibliogrfica gira em torno de um referencial j publicado, sejam esses livros e artigos cientficos.

    Para Lakatos e Marconi (2001, p. 183), este tipo de pesquisa propicia o exame de um tema ou assunto, mas que agora assumira novo enfoque ou abordagem, chegando a novas concluses.

    Este artigo baseia-se na seguinte estrutura: Uma introduo a respeito do tema escolhido e devido a sua utilidade hoje em dia, apresentando em seguida a importncia do planejamento, controle e estratgia. Tambm ser visto a gesto como ferramenta de apoio chegando ao fluxo de caixa, para gerar informaes preciosas e nicas no que diz respeito a estabilidade e ao futuro da empresa. Finalizando com a demonstrao do fluxo de caixa, apresentando um maior controle da liquidez da empresa e melhor planejamento projetando como ser o futuro.

    Segue na figura 1, o fluxo de trabalho:

    Figura 1: Fluxo Metodolgico do Trabalho

    3. Planejamento

    O planejamento considerado uma ferramenta em que as pessoas e organizaes a utilizam como um processo decisrio com viso para o futuro. As tomadas de decises que influenciam o futuro de qualquer organizao, ou que sero colocadas em prtica futuramente, so decises de planejamento (MAXIMIANO, 2000, p. 175).

    Planejar criar e manter um plano para as operaes, considerando os objetivos e as metas da companhia, a curto e em longo prazo, que devem ser analisados e ajustados constantemente. (FIGUEIREDO E CAGGIANO, 1997, p. 27).

    O planejamento de caixa a espinha dorsal da empresa. Sem ele no se tem certeza quando haver caixa suficiente para sustentar as suas obrigaes, ou dar-lhes

    crdito quando se necessitar de financiamentos (GITMAN, 2002, p. 586).

    De acordo com Ross, Westerfield e Jaffe (1995, p. 525) o planejamento um mapa que traa as metas que devem ser alcanadas com o intuito de estabilidade e crescimento competitivo. uma declarao formal do que dever ser feito no futuro.

    O planejamento financeiro a projeo de vendas, lucros e de ativos baseada em estratgias alternativas de produo e de marketing, bem como a determinao dos recursos necessrios para alcanar essas projees. No processo de planejamento financeiro, os gerentes tambm deveriam avaliar os planos e identificar mudanas nas operaes que pudessem melhorar os resultados (WESTON E BRIGHAM, 2000, p. 343).

    3.1 Controle Sendo assim, Figueiredo e Caggiano

    (1997, p. 46) afirmam que o controle um sistema de feedback (retorno), que possibilita aos gestores comparar os desempenhos obtidos com os objetivos planejados, ou seja, o controle essencial para a realizao do planejamento de longo e curto prazo.

    Figueiredo e Caggiano (1997, p. 27) afirmam ainda que: controle desenvolver e revisar periodicamente os padres de avaliao de desempenho para que sejam como bssola de orientao aos outros administradores no desempenho de suas funes, garantindo que o resultado real das atividades esteja em conformidade com os critrios estabelecidos.

    Para Braga (1995, p. 230) o planejamento e o controle so inter-relacionados, pois planejar importante para o estabelecimento dos objetivos, metas, meios e prazos de realizao, enquanto que o controle permite obter um feedback (retorno), para se obter informaes sobre o andamento desse plano, com a finalidade da execuo ou no do planejamento em questo.

    O controle consiste na obteno de informaes e nos processos da decorrentes de registro, armazenagem, processamento, retorno e anlise das informaes, bem como o seu uso na modificao e no aperfeioamento do funcionamento da empresa (BRAGA, 1995, p. 230).

    3.2 Estratgia

    Segundo Montgomery e Porter (1998, p.5), se diz que estratgia uma busca decisiva de um plano de ao no desenvolver

  • XIII Encontro Latino Americano de Iniciao Cientfica e IX Encontro Latino Americano de Ps-Graduao Universidade do Vale do Paraba

    3

    e no ajustar um melhor foco para determinado objetivo. Em que a finalidade a vantagem competitiva de uma empresa.

    Porter (1986, p. 24), desenvolveu seu modelo de anlise estrutural, abordando as cinco foras competitivas que atuam sobre a organizao, so elas:

    Rivalidade entre os concorrentes atuais;

    Entrada de novos concorrentes;

    Ameaa de produtos substitutos;

    O poder de negociao dos fornecedores

    e;

    O poder de negociao dos compradores.

    O estudo destas foras facilita a elaborao de uma estratgia competitiva.

    Segundo Porter (1986, p. 24) essas foras competitivas, quando utilizadas em conjunto, determinam toda a energia da concorrncia, bem como a rentabilidade. 4. Gesto Financeira

    O gerenciamento segundo Frezatti (1997, p. 28), o que permite apoiar o processo decisrio da organizao, de modo que seja orientada para os resultados pretendidos. Portanto, o necessrio dispor do mximo de informaes gerenciais e contbeis, para que realmente sirvam de apoio na tomada de deciso e no alcance das metas, evitando surpresas principalmente financeiras em que, muitas vezes, so oriundas de pouca informao e/ou informaes limitadas.

    A gesto financeira serve como apoio e controle do fluxo do caixa da empresa, assim como suas operaes financeiras e tambm para os investimentos de capital de curtos e longos prazos. Portanto possuir um planejamento e controle financeiro so fundamentais, pois, alm de ajudar no traar suas metas e objetivos para a empresa, tambm servem como ferramenta para evitar problemas de liquidez e capital de giro, e que, em alguns casos, at mesmo a temida falncia.

    Conforme S (2008, p. 13), ele diz que o planejamento financeiro o que abrange um conjunto de operaes financeiras, que podem ser aqueles emprstimos ou as aplicaes financeiras. E tambm no resgates de aplicaes financeiras, realizadas com o fim de se atingir um determinado objetivo.

    Figura 2: A Gesto

    Fonte: Boisvert apud Maluche (2000). 5. Fluxo de Caixa

    O fluxo de caixa da empresa um dos eventos primordiais e fundamentais, por isso os gestores e os investidores em particular esto bem interessados nas informaes geradas pelo fluxo de caixa respectivo aos ativos da empresa. Este fluxo de caixa no somente o problema central de sobrevivncia da empresa, mas sim, essencial para que os gestores tenham firmeza quanto ao avano ou progresso, e para que alcancem os objetivos traados no crescimento da empresa. (FIGUEIREDO E CAGGIANO, 1997, p. 75).

    O objetivo da demonstrao do fluxo de caixa destacar as principais atividades que, direta ou indiretamente, causam impacto no fluxo de caixa e, assim, influenciam o saldo geral de caixa. Os gerentes prestam ateno ao caixa por razo muito boa, sem caixa suficiente nos momentos certos, a empresa pode perder oportunidades de ouro ou mesmo ir falncia. A demonstrao do fluxo de caixa um instrumento analtico valioso tanto para gerentes quanto para investidores e credores, embora os gerentes sejam mais propensos a se interessar pelos demonstrativos projetados do fluxo de caixa, elaborados como parte do processo oramentrio (GARRISON E NOREEN, 2001, p. 553).

    Previa viso do fluxo de caixa:

    Figura 1 - O fluxo de caixa o produto final da integrao

    do Contas a Receber com o Contas a Pagar Fonte: S, (1998)

    Segundo Matarazzo (1998, p. 370),

    observa-se que os principais objetivos da

  • XIII Encontro Latino Americano de Iniciao Cientfica e IX Encontro Latino Americano de Ps-Graduao Universidade do Vale do Paraba

    4

    demonstrao do fluxo de caixa para as empresa so:

    Avaliar alternativas de investimentos; Avaliar as situaes presente e futura do

    caixa na empresa, posicionando-a para que no chegue a situaes de iliquidez;

    Certificar que os excessos de caixa esto sendo devidamente aplicados; Conforme Zdanowicz (1989, p. 21), o

    fluxo de caixa a ferramenta que permite aos gestores obterem vantagem competitiva, atravs do: planejamento, organizao, coordenao, direo e controle dos recursos financeiros dentro da empresa por um determinado perodo.

    Silva (1996, p. 391) diz que o fluxo de caixa considerado um dos primordiais instrumentos de anlise, permitindo a identificao e o processo de circulao do dinheiro, pois, com ele pode-se dirigir, controlar e examinar a capacidade de entradas e sadas de dinheiro dentro da empresa. Assim como coordenar e controlar o que ainda no aconteceu, mas que est de forma estratgica projetado para o futuro. Enfim, o fluxo de caixa imediato podendo ser atualizado diariamente mostrando um retrato fiel da composio da situao financeira da empresa, o que permite aos gestores projetar a evoluo do disponvel, de forma que se possam tomar com antecedncia, as devidas medidas mais apropriadas para enfrentar a escassez ou o excesso de recursos, obtendo com isso os melhores resultados.

    Informaes para construo do fluxo:

    Figura 5: Fluxo informacional de criao de fluxo de caixa.

    Fonte: Adaptado de Frezatti (1997).

    A formatao definida pelo FASB Financial Accounting Starndard Board, no SFAS 95 segundo Frezatti (2006, p. 37) apud Hendriksen, Breda (1992) leva em conta que as operaes sejam assim classificadas no plano do fluxo de caixa:

    Tabela 1: Estrutura do Fluxo de Caixa das Operaes Fonte: Gitman (1997)

    Conforme Gitman (1997, p.81-82) demonstra, h uma existncia de trs fontes para anlise de fluxos de capital dentro da empresa, os quais nos orientam facilitando o planejamento de caixa, so eles:

    a) Fluxo Operacional so os fluxos ligados diretamente com a produo e venda dos produtos e servios da empresa, refletindo a demonstrao de resultado e as transaes das contas circulantes, excluindo-se os ttulos a pagar, ocorridas em determinado perodo.

    b) Fluxo de Investimento so fluxos de caixa associados com a aquisio e venda de ativos imobilizados, e participaes societrias.

    c) Fluxo de Financiamento so fluxos resultantes de operaes de emprstimo, financiamentos e capital prprio.

    5.1 Gesto Financeira Atravs do Fluxo de Caixa

    Para Frezatti (2006, p. 27) a gerao de caixa algo primordial para qualquer empresa, desde seu inicio, como durante o seu desenvolvimento e at mesmo se houver extino. Segundo Hendriksen (1999, p. 93) a divulgao financeira vem a proporcionar informao de ajuda aos investidores, credores e outros usurios, para que avaliem se ha incerteza das possveis entradas lquidas de caixa na empresa.

    Segundo Drucker (1992, p. 174) uma empresa pode operar sem...

Recommended

View more >