VALTER ISRAEL DA SILVA CLASSE .ecológica. Dos argumentos ... Las reflexiones políticas de Valter

Embed Size (px)

Text of VALTER ISRAEL DA SILVA CLASSE .ecológica. Dos argumentos ... Las reflexiones políticas de Valter

  • Instituto Cultural Padre Josimo - Candiota - RS

    VALTER ISRAEL DA SILVA

    CLASSE CAMPONESAModo de ser, de viver e de produzir

  • Copyright c 2014, by Valter Israel da SilvaReviso: Horcio Martins de CarvalhoProjeto Grfico e Capa: Grfica Mariner LTDADiagramao: Rafael Rodak (Grfica Mariner LTDA)Impresso e acabamento: Grfica Mariner LTDA

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)

    Instituto Cultural Padre JosimoClasse camponesa: modo de ser, de viver e de produzir1 Edio, Porto Alegre; Padre Josimo 2014.

    ISBN978-85-62395-06-2

    A diversidade camponesa e o seu modo de ser, de viver e produzir, Elementos para o debate sobre Campesinato, A lgica da Economia Camponesa, Campesinato classe, Marx e o Campesinato.

    Todos os direitos autorais reservados.A reproduo do contedo desta publicao est autorizada por qualquer meio digital ou reprogrfico, solicitando-se apenas a gentileza da citao da fonte.

    1 Edio: Maro de 2014

    INSTITUTO CULTURAL PADRE JOSIMOAv. Farrapos, 88 - 2 piso - Bairro Floresta CEP 90220-000 - Porto Alegre - RSInstituto@padrejosimo.com.brwww.padrejosimo.com.br

  • Sumrio

    Agradecimentos.................................................5

    Prefcio:...........................................................7

    Um modo de ser, de vivir y de producir, razn de

    nuestro existir....................................................11

    Introduo:.......................................................15

    A diversidade camponesa e o seu modo de ser, de

    viver e produzir ................................................17

    Quem Campons? .................................18

    Bibliografia citada: ...................................32

    Elementos para o debate sobre Campesinato:......35

    A agricultura Camponesa e o agronegcio:..36

    O Fim do Campesinato:............................43

    A Metamorfose Camponesa (A Agricultura

    Familiar):..........................................................44

    O Fim do Fim do Campesinato:...................48

    Em resumo................................................52

    Conceitos recuperados e/ou desenvolvidos..53

    Viso Sistmica do Plano Campons.............61

    Bibliografia:..............................................62

    CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

  • CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

    Sumrio

    A lgica da Economia Camponesa.....................63

    Concluses:..............................................76

    Bibliografia:..............................................79

    Campesinato classe........................................81

    Introduo:................................................82

    Campesinato Classe Social?.....................83

    As anlises sobre as classes sociais:............88

    Concluses:..............................................89

    Bibliografia:..............................................90

    Marx e o Campesinato......................................91

    Objetivos:.................................................92

    Justificativa:...............................................92

    O mtodo de Marx:...................................94

    Olhar de Marx sobre o campesinato em

    diferentes momentos histricos e regies:.............97

    Atualizando a anlise sobre o campesinato:.102

    Concluses:.............................................124

    Bibliografia.............................................126

  • CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

    Agradecimentos

    A meu Pai Jorge Israel da Silva (in memorian) e

    a minha me Albina Regina Grigolo da Silva que

    apesar de todas as dificuldades enfrentadas por uma

    famlia camponesa pobre criando 11 filhos, nos deram

    boa educao a todos/as.

    A minha Companheira Ivanira Quevedo da

    Silva que sempre me apoiou em todos os meus

    projetos.

    Ao Movimento dos Pequenos Agricultores que

    me proporcionou conhecer a luta de classes, conhecer

    o Brasil e principalmente me reconhecer como

    campons e me orgulhar de s-lo.

    Ao companheiro Horcio Mar tins de

    Carvalho, que muito contribuiu no processo de reviso

    e qualificao deste trabalho, apoiando com sua

    experincia e conhecimento histrico e com uma

    disponibilidade e ateno muito alm do esperado;

    Ao companheiro Francisco Costa pela

    brilhante apresentao deste material;

    Aos/as companheiros/as que fizeram os

    comentrios da contra capa;

    Enfim, a todos e a todas que de alguma forma

    contriburam para que este trabalho pudesse ter

    concretude vai o meu mais sincero

    Muito Obrigado!

    5

  • CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

    6

  • CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

    Prefcio:

    Este livro de Valter Israel da Silva nos chega

    como um foco de luz nesses tempos turvos, nos quais se

    voltam a propalar teses que aniquilam a diversidade

    social e estrutural da realidade agrria brasileira.

    Com o duplo, dbio e poderoso patrocnio de lugares

    sociais acadmicos e polticos, essa perspectiva se

    pe como anteviso de um futuro, e do caminho que a

    ele leva, em que no h lugar para os camponeses.

    Seja como gestores de fundamentos tcnicos e

    econmicos essenciais, seja como classe social, nos

    diversos matizes que marcam a pluralidade territorial

    brasileira, no haveria papel para esses sujeitos no

    trajeto de modernizao do Pas. Este estaria traado

    unilateralmente pela fora do grande capital e as

    relaes latifundirias que o realiza no rural, sem lugar

    a apelo.

    Em linguagem simples e direta Valter alinhava,

    com correo, argumentos que oferecem a perspectiva

    inversa: a de que o futuro do Brasil depende do que se

    passar com seus 4,5 milhes de estabelecimentos

    camponeses que abrigam 12 milhes de ocupaes,

    nada menos que 79% do das ocupaes rurais em

    2006.

    O Brasil ser um pas mais igualitrio, no

    Refiro-me a BUAINAIN, A. M., ALVES, E., SILVEIRA, J. M., NAVARRO, Z. (2013). Sete teses sobre o

    mundo rural brasileiro. In: Revista de Poltica Agrcola, junho de 2013 ano XXII, nmero 2 (no

    prelo).

    7

  • CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

    sentido da qualidade de vida das grandes massas, no

    campo e na cidade, e do seu acesso aos bens

    pblicos, na razo direta do sucesso dos camponeses,

    como classe em si (que se construa como classe para

    si ) , em ampliar e for talecer, econmica e

    politicamente, sua presena na sociedade.

    Por outra parte, Valter se alinha noo de que

    o desenvolvimento do pas como um todo ser mais

    consistente em perspectiva econmica se os

    camponeses tiverem acesso crescente a bens materiais

    e culturais, em troca de uma produo diversificada e

    saudvel. Como tem se demonstrado em situaes

    histricas relevantes, isso no s atua reformulando os

    fundamentos do mercado interno como alteram as

    condies mediante as quais as populaes rurais se

    relacionam com os sistemas urbanos, criando

    sinergismos que tornam o todo mais eficiente.

    O pas ser mais sustentvel, em sentido

    restrito, que envolve a capacidade reprodutiva das

    geraes presentes, e em sentido amplo, que abarca

    as geraes futuras (segurana alimentar no presente e

    no futuro que, por isso, considera de forma primordial

    a natureza), se os camponeses elevarem o porte e a

    qualidade de sua acumulao no s de capital

    fsico, mas, sobretudo, de conhecimento, saber tcnico

    e gerencial, formal e alternativo. Sobre isso, uma

    sntese poderia ser formulada, considerando o todo da

    argumentao: do domnio do conhecimento formal

    8

  • CLASSE CAMPONESA Modo de ser, de viver e de produzir_________________________________________________________________________________________

    Valter Israel da Silva_________________________________________________________________________________________

    (codificado e laboratorial) pela cultura camponesa