VI CONGRESSO INTERNACIONAL CONSTITUCIONALISMO E .O ESTADO DE COISAS INCONSTITUCIONAL E A CONCRETIZAÇÃO

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of VI CONGRESSO INTERNACIONAL CONSTITUCIONALISMO E .O ESTADO DE COISAS INCONSTITUCIONAL E A...

VI CONGRESSO INTERNACIONAL CONSTITUCIONALISMO E

DEMOCRACIA: O NOVO CONSTITUCIONALISMO LATINO-

AMERICANO

SISTEMAS DE JUSTIA CONSTITUCIONAL

S624

Sistemas de justia constitucional [Recurso eletrnico on-line] organizao Rede para o

Constitucionalismo Democrtico Latino-Americano Brasil;

Coordenadores: Jos Ribas Vieira, Ceclia Caballero Lois e Mrio Cesar da Silva

Andrade Rio de Janeiro: UFRJ, 2017.

Inclui bibliografia

ISBN: 978-85-5505-511-9

Modo de acesso: www.conpedi.org.br em publicaes

Tema: Constitucionalismo Democrtico e Direitos: Desafios, Enfrentamentos e

Perspectivas

1. Direito Estudo e ensino (Graduao e Ps-graduao) Brasil Congressos

internacionais. 2. Constitucionalismo. 3. Justia Constitucional. 4. Controle de

Constitucionalidade. 5. Amrica Latina. 6. Novo Constitucionalismo Latino-americano. I.

Congresso Internacional Constitucionalismo e Democracia: O Novo Constitucionalismo

Latino-americano (6:2016 : Rio de Janeiro, RJ).

CDU: 34

_____________________________________________________________________________

VI CONGRESSO INTERNACIONAL CONSTITUCIONALISMO E DEMOCRACIA: O NOVO CONSTITUCIONALISMO LATINO-

AMERICANO

SISTEMAS DE JUSTIA CONSTITUCIONAL

Apresentao

O VI Congresso Internacional Constitucionalismo e Democracia: O Novo

Constitucionalismo Latino-americano, com o tema Constitucionalismo Democrtico e

Direitos: Desafios, Enfrentamentos e Perspectivas, realizado entre os dias 23 e 25 de

novembro de 2016, na Faculdade Nacional de Direito (FND/UFRJ), na cidade do Rio de

Janeiro, promove, em parceria com o CONPEDI Conselho Nacional de Pesquisa e Ps-

Graduao em Direito, a publicao dos Anais do Evento, dedicando um livro a cada Grupo

de Trabalho.

Neste livro, encontram-se captulos que expem resultados das investigaes de

pesquisadores de todo o Brasil e da Amrica Latina, com artigos selecionados por meio de

avaliao cega por pares, objetivando a melhor qualidade e a imparcialidade na seleo e

divulgao do conhecimento da rea.

Esta publicao oferece ao leitor valorosas contribuies tericas e empricas sobre os mais

diversos aspectos da realidade latino-americana, com a diferencial reflexo crtica de

professores, mestres, doutores e acadmicos de todo o continente, sobre SISTEMAS DE

JUSTIA CONSTITUCIONAL.

Assim, a presente obra divulga a produo cientfica, promove o dilogo latino-americano e

socializa o conhecimento, com criteriosa qualidade, oferecendo sociedade nacional e

internacional, o papel crtico do pensamento jurdico, presente nos centros de excelncia na

pesquisa jurdica, aqui representados.

Por fim, a Rede para o Constitucionalismo Democrtico Latino-Americano e o Programa de

Ps-Graduao em Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGD/UFRJ)

expressam seu sincero agradecimento ao CONPEDI pela honrosa parceira na realizao e

divulgao do evento, culminando na esmerada publicao da presente obra, que, agora,

apresentamos aos leitores.

Palavras-chave: Justia Constitucional. Controle de Constitucionalidade. Amrica Latina.

Novo Constitucionalismo Latino-americano.

Rio de Janeiro, 07 de setembro de 2017.

Organizadores:

Prof. Dr. Jos Ribas Vieira UFRJ

Profa. Dra. Ceclia Caballero Lois UFRJ

Me. Mrio Cesar da Silva Andrade UFRJ

1 Professora de Filosofia do Direito nos cursos de graduao e ps graduao da Faculdade Nacional de Direito/UFRJ e pesquisadora do CNPq

2 graduada em Direito pela Faculdade Nacional de Direito/UFRJ e ex-bolsista de iniciao cientfica FAPERJ

1

2

O ESTADO DE COISAS INCONSTITUCIONAL E A CONCRETIZAO DOS DIREITOS SOCIOECONMICOS NO BRASIL

ESTADO DE COSAS INCONSTITUCIONAL Y LA CONSECUCIN DE DERECHOS SOCIOECONMICOS EN BRASIL

Cecilia Caballero Lois 1Flvia Gonalves Balarini 2

Resumo

O debate em torno do novo constitucionalismo latino americano versa sobre o

aprofundamento da participao popular e mudanas na estruturao institucional do Estado.

nesse contexto, no final do sculo XX, que sociedades de base plural munidas de demandas

democrticas inauguram um novo paradigma constitucional, buscando as transformaes

necessrias para estabelecer uma concepo terico-poltica capaz de dar eficcia aos direitos

sociais, econmicos e polticos por dcadas negligenciados. A nova postura comea com a

reformulao das Constituies latinas e logo atinge a configurao dos tribunais, permitindo

a criao de institutos jurdicos de intercesso como o Estado de Coisas Inconstitucional.

Este trabalho se prope, num primeiro momento, a traar o panorama histrico dessa nova

ordem constitucional, analisando suas principais caractersticas. Em seguida, ser

apresentado o Estado de Coisas Inconstitucional e os contornos da sua aplicao pela Corte

Constitucional da Colmbia, para, por fim, ponderar a sua importao pelo judicirio

brasileiro por meio da ADPF 347. A investigao objetiva responder se um tribunal est apto

a corrigir deficincias de ordem estrutural decorrentes da no atuao do Poder Pblico e se

ele seria capaz de suplantar a responsabilidade de um sistema poltico como um todo.

Palavras-chave: Constitucionalismo latino americano, Estado de coisas inconstitucional, Ativismo dialgico, Direitos socioeconmicos

Abstract/Resumen/Rsum

El debate en torno a las nuevas ofertas de constitucionalismo latinoamericano trata de la

profundizacin de la participacin popular y los cambios en la estructura institucional del

Estado. En este contexto, a finales del siglo XX, sociedades de base plurales con

reivindicaciones democrticas inauguran un nuevo paradigma constitucional, buscando los

cambios necesarios para establecer una concepcin terica y poltica capaz de dar efecto a los

derechos sociales, econmicos y polticos durante dcadas olvidados. El nuevo enfoque

comienza con la reformulacin de las Constituciones Latinas y pronto llega a la

1

2

84

configuracin de los tribunales, lo que permite la creacin de institutos juridicos de

intercesin, tales como el estado de cosas inconstitucional. En este trabajo se propone, en

primer lugar, trazar los antecedentes histricos de esta nueva orden constitucional, analizando

caractersticas principales. A continuacin, ser presentado el estado de cosas

inconstitucional y los contornos de su aplicacin por la Corte Constitucional de Colombia, a

tener en cuenta, finalmente, su importacin por la justicia brasilea a travs ADPF 347. La

investigacin tiene como objetivo responder si un tribunal es apto a corregir las deficiencias

estructurales derivadas de la no actuacin del gobierno y si seran capaces de suplantar la

responsabilidad de un sistema poltico en su conjunto.

Keywords/Palabras-claves/Mots-cls: El constitucionalismo de amrica latina, Estado de cosas inconstitucional, Activismo dialgico, Derechos socioeconmicos

85

1. Introduo

O final no sculo XX foi marcado pelo reconhecimento de uma identidade plural na

Amrica Latina, que levou a um processo de mudana do modelo constitucional antes

fundado em bases europeias e norte-americanas e a uma nova ordem constitucional com

marcos institucionais inovadores. A crise gerada por um Estado no interventor foi precursora

do processo de libertao de toda uma herana colonizadora autoritria, que refletia suas

limitaes no campo cultural, social, poltico e jurdico dos pases latinos.

A aglutinao desses pactos constitucionais num contexto denominado de novo

constitucionalismo latino-americano decorre de um processo normativo de forte carter

interventivo, um amplo elenco de direitos fundamentais, uma forte carga principiolgica e um

desenho institucional diferenciado do constitucionalismo clssico1. Essas mudanas

ideolgicas rompem com os marcos tericos europeu e norte-americano e levam criao de

um direito constitucional atento s demandas locais.

O novo constitucionalismo latino-americano caracteriza-se pelo espao dado s

demandas sociais e por novos mecanismos de participao popular, a comear pelo processo

de elaborao dos textos fundamentais que contam com as assembleias constituintes

participativas. Ademais, surgem novas conformaes relacionadas com o ativismo judicial,

revelando novas formas de se pensar o papel do estado e dos tribunais na garantia dos direitos

socioeconmicos.

Reflexo desse novo modelo de atuao o instituto do Estado de Coisas

Inconstitucional criado pela Corte Constitucional Colombiana para enfrentar situaes

extremas de violao de direitos humanos, em que h falhas estruturais que ultrapassam a

competncia de determinada autoridade pblica, tamanha sua complexidade. So casos em

que a ausncia de ou falta de coordenao entre medidas legislativas, administrativas e

oramentrias representaria o funcionamento deficiente do Estado, que gera tanto a violao

sistemtica dos direitos fundamentais, quanto a perpetuao e agravamento da situao.

Uma das decises emblemticas em que a Corte Constitucional Colombiana declarou