Visão Computacional Imagem: Reflexão www.dca.ufrn.br/~lmarcos/courses/visao

  • View
    105

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Visão Computacional Imagem: Reflexão www.dca.ufrn.br/~lmarcos/courses/visao

  • Slide 1
  • Viso Computacional Imagem: Reflexo www.dca.ufrn.br/~lmarcos/courses/visao
  • Slide 2
  • - Quando a luz bate numa superfcie opaca, alguma luz absorvida, resto da luz refletida. - Luz emitida (fonte) e refletida o que vemos - Modelar reflexo no simples, varia com o material - micro-estrutura define detalhes da reflexo - suas variaes produzem desde a reflexo especular (espelho) at a reflexo difusa (luz se espalha)
  • Slide 3
  • Slide 4
  • ngulo Slido Representa o ngulo cnico definido a partir do centro de uma esfera pela razo entre a rea da calota esfrica A e o quadrado do raio r da esfera.
  • Slide 5
  • ngulo slido
  • Slide 6
  • ngulo slido Da figura, Numa esfera toda: Para ngulos slidos pequenos, rea da calota pode ser aproximada pela rea de um crculo:
  • Slide 7
  • Slide 8
  • Radincia Intensidade radiante proveniente de uma fonte extensa, em uma dada direo por unidade de rea perpendicular a esta direo
  • Slide 9
  • Slide 10
  • Radincia e Irradincia Relao entre ambas: Reflectncia (razo entre fluxo incidente e refletido)
  • Slide 11
  • Significado de cor O que uma imagem? Irradincia: cada pixel mede a luz incidente num ponto no filme Proporcional integral da radincia da cena que chega quele ponto
  • Slide 12
  • Significado de cor O que cor? Refere-se radiancia ou irradincia medida em 3 comprimentos de onda diferentes Cor da cena: radincia vinda das superfcies (para iluminao) Cor da imagem: irradincia, para renderizao Quantidades com diferentes unidades, no devem ser confundidas
  • Slide 13
  • Iluminao Fontes de luz emitem luz: Espectro eletro-magntico Posio e direo Superfcies refletem luz Reflectncia Geometria (posio, orientao, micro-estrutura) Absoro Transmisso Iluminao determinada pela interao entre fontes de luzes e superfcies
  • Slide 14
  • Percepo de iluminao A luz recebida de um objeto pode ser expressa por I( ) = ( )L( ) onde ( ) representa a reflectividade ou transmissividade do objeto (albedo) e L( ) a distribuio de energia incidente.
  • Slide 15
  • Luminncia de um objeto A luminncia ou intensidade de luz de um objeto espacialmente distribudo, com distribuio de luz I(x, y, ), definida como: V( ) a funo de eficincia luminosa relativa do sistema visual. Intervalo de iluminao do sistema visual humano: 1 a 10 10
  • Slide 16
  • Luminncia e brilho Luminncia de um objeto independente da luminncia dos objetos ao seu redor. Brilho de um objeto tambm chamado de brilho aparente, a luminncia percebida e depende da luminncia ao redor do objeto. Duas regies com mesma luminncia, cujas regies ao redor de ambas possuem diferentes luminncias tero diferentes brilhos aparentes.
  • Slide 17
  • Considerando refrao Refrao: inclinao que a luz sofre para diferentes velocidades em diferentes materiais ndice de refrao luz viaja velocidade c/n em um material com ndice n c a velocidade da luz no vcuo (n=1) varia de acordo com o comprimento de onda prismas e arco-iris (luz branca quebrada em vrias)
  • Slide 18
  • ndice de refrao
  • Slide 19
  • Refrao
  • Slide 20
  • Transmisso com refrao A luz inclina pelo princpio fsico do tempo mnimo (princpio de Huygens) luz viaja de A a B pelo caminho mais rpido se passar de um material de ndice n 1 para outro de ndice n 2, a lei de Snell define o ngulo de refrao: Quando entra em materiais mais densos (n maior), a inclinao mais perpendicular (ar para a gua) e vice-versa se os ndices so os mesmos, a luz no inclina Quando entra num material menos denso, reflexo total pode ocorrer se
  • Slide 21
  • Difrao Entortar prximo dos cantos
  • Slide 22
  • Disperso Refrao depende da natureza do meio, ngulo de incidncia, comprimento de onda
  • Slide 23
  • Resultado
  • Slide 24
  • Doppler Exemplo do trem passando http://webphysics.davidson.edu/Applets/D oppler/Doppler.htmlhttp://webphysics.davidson.edu/Applets/D oppler/Doppler.html