of 16/16
Opinião Saúde Segurança Destaque Cidade Educação Esporte Política Lages, sexta-feira, 1 de maio de 2015 R$ 2,00 Ano 05 - Edição 178 RECANTO DO PINHÃO: Credenciamento de atrações Serão credenciados 60 atrações de música gauchesca, nativista e dança folclórica. Os interessados deverão ser credenciados até dia 8 de maio. | Pág. (8) Otacílio Costa vai ter sistema de tratamento de esgoto: mais de R$ 20 milhões investidos Marcelo Vieira [Pakinha] ESPORTE: Maior calendário da história Na Série D do Campeonato Brasileiro, o Internacional de Lages fará o maior número de partidas de futebol da sua história. O governador Raimundo Colombo, o presidente da Casan, engenheiro Valter Gallina e o prefeito de Otacílio Costa, Luiz Carlos Xavier, “Tio Ligas”, assinaram na quinta-feira, 30, a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras de implantação da primeira etapa do Sistema de Esgoto Sanitário de Otacílio Costa. A assinatura foi realizada no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores daquele município. O investimento total, que inclui a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto, será de mais de R$ 20 milhões de reais. | Pág. (3) OPINIÃO: Onde estão os brasileiros que, aos milhões saem pelas ruas para protestar? Será que temos o sangue de barata? Onde estão os milicos que por muito menos tomaram o poder em 1964? | Pág. (2)

Vitrine Lageana

  • View
    218

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 178

Text of Vitrine Lageana

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015OpinioSadeSegurana Destaque CidadeEducaoEsporte Poltica

    Lages, sexta-feira, 1 de maio de 2015R$ 2,00

    Ano 05 - Edio 178

    RECANTO DO PINHO:

    Credenciamento de atraesSero credenciados 60 atraes de msica gauchesca, nativista e dana folclrica. Os interessados devero ser credenciados at dia 8 de maio. | Pg. (8)

    Otaclio Costa vai ter sistema de tratamento de esgoto:

    mais de R$ 20 milhes investidos

    Mar

    celo

    Vie

    ira [P

    akin

    ha]

    ESPORTE:

    Maior calendrio da histriaNa Srie D do Campeonato Brasileiro, o Internacional de Lages far o maior nmero de partidas de futebol da sua histria.

    O governador Raimundo Colombo, o presidente da Casan, engenheiro Valter Gallina e o prefeito de Otaclio Costa, Luiz Carlos Xavier, Tio Ligas, assinaram na quinta-feira, 30, a Ordem de Servio que autoriza o incio das obras de implantao da primeira etapa do Sistema de Esgoto Sanitrio de Otaclio Costa. A assinatura foi realizada no Plenrio da Cmara Municipal de Vereadores daquele municpio. O investimento total, que inclui a construo de uma Estao de Tratamento de Esgoto, ser de mais de R$ 20 milhes de reais. | Pg. (3)

    OPINIO:Onde esto os brasileiros que, aos milhes saem pelas ruas para protestar? Ser que temos o sangue de barata?Onde esto os milicos que por muito menos tomaram o poder em 1964? | Pg. (2)

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015OPINIO1202

    Senhor diretor:

    Nossa Opinio

    A indagao para quem interessar possa. Principalmente aos senhores deputados federais, senadores, parlamentares estaduais e governadores. No vo fazer nada mesmo para salvar a Nao? Ento pergunto a vocs senhores generais, brigadeiros e comandantes das foras armadas, no h como tomar decises que possam desafogar o nosso Brasil do lodo e lama onde foi colocado pelos nossos polticos?E, bom que esses polticos a quem nos referimos, saibam que o lugar deles tambm no mesmo precipcio onde est a nossa Ptria. Pois , por culpa deles e de muitos outros larpios que o povo brasileiro est sofrendo as consequncias de uma crise que parece no ter fim.A cada dia que passa, assistimos perplexos, o desfecho de atos de

    corrupes cometidos por lesa ptrias. Chega a ser irritante, todos os dias assistirmos nos comentrios dos veculos de comunicao, as denncias de mais envolvidos nessa ou naquela situao irregular. Ai est a chamada investigao cognominada Lava Jato. Que na verdade, j tinha tido tempo em de ser iniciada e no foi. Como no caso da Petrobrs, as corrupes j existiam em administraes anteriores, e nada foi feito. Ou o leitor acha que o Fernando Henrique Cardoso era santinho? Enfim, o que esperam para tomar decises que tirem o Brasil deste lamaal?Onde esto os brasileiros que, aos milhes saem pelas ruas para protestar? Ser que temos o sangue de barata?Onde esto os milicos que por muito menos tomaram o poder em 1964?

    Ningum vai fazer nada?

    Grimpa!

    Por enquanto nada se sabe das pretenses da diretoria do Internacional de Lages para a prxima temporada. Com certeza esto aguardandoSilnciono Inter de Lages?

    ProgramaoUM LIXO

    As violncias das grandes cidades, no s privilgio dos grandes centros urbanos do pas, tambm acontece nas cidades de mdio porte, ou at em currutelas. Em Lages, especificamente, apesar de haver confirmao sobre essa situao. Comenta-se e que o ndice de criminalidade est aumento. A Polcia Militar ou a Polcia Civil mantem o silncio e, continua nas suas rduas misses de combater o crime, principalmente aquele organizado. Em se falando de crime, aconteceu na tera-feira no Forum de Lages, na Vara Criminal, o julgamento do assassino que tirou a vida do empresrio lageano Nando Letti. O criminoso, foi condenado pelos jurados previamente escolhido, a 21 anos de priso.

    ...A selvageriade cada dia

    bem assim a resposta de quando se faz s pessoas a pergunta sobre o que acharam sobre a programao dos shows artsticos da 27 Festa Nacional do Pinho: Dizem sem titubear: Um lixo. Na verdade, at pode ser que no seja bem assim, porm, no est fazendo a cabea de ningum. Esse, segundo ainda comentam, o resultado de uma ao ditatorial. Ou seja, contratam quem bem entendem, sem ouvir o que as pessoas querem para se apresentarem nos palcos do evento. O que pensam as pessoas, podem refletir nas arrecadaes das bilheterias no Parque Conta Dinheiro de 29 de maio a 07 de junho de 2015.

    Nulvany Lopes Pael (Chico Pael)

    A crtica situao em que a Nao se encontra nos d a sensao de que, entramos num crculo vicioso, ou num tnel sem sada. A situao grave. O pas est numa banguela, sem freio, com a barra da direo quebrada, e quem est conduzindo no tem habilitao. Diante desse perigo todo, certamente o precipcio j est sendo visto a olhos ns. preciso que possamos encontrar algum que assuma o comando dessa nave chamada Brasil antes que seja tarde demais. Como tambm temos, urgentemente, de encontrarmos os culpados por colocarem tantos idiotas de uma s vez naquela Casa de Leis que se chama Congresso Nacional. No precisamos ir muito longe, ns, os eleitores somos, quem sabe mais idiotas que eles, pois temos culpa de ter votado e elegendo esse lorpas, imbecs que hoje est afundando nosso torro natal. Amigo leitor, se voc no sabe, procure se informar. Tome conhecimento do salrio de cada deputado federal e de cada senador, sem contar as mordomias a que tem direito a cada ms que se passa durante o decorrer de um ano. Depois de voc saber, o quanto custa cada deputado e cada senador aos cofres da Nao, multiplique por 514 que a quantidade dessas parasitas existentes por l. Veja tambm amigo leitor, quantos funcionrios tem o Congresso Nacional. Aquilo l tem um oramento maior que muitos municpios brasileiros. No Congresso Nacional h mais funcionrios que todas as prefeituras municipais da regio serrana juntas.Por essas e outras razes, leitor amigo, certamente no h pas que no se quebre. Assim que, voc que gosta de protestar, no Brasil tem um lugar certo onde voc que reivindica pode fazer as suas solicitaes, reclamar por todas as suas dores de

    barriga. O endereo : Congresso Nacional, em Braslia. l onde se fazem as leis que o cidado tem que cumprir. Proteste, exija o fechamento urgente do Congresso Nacional. um direito de todos os brasileiros. Depois desse mar de lama, h tambm muitos ministrios, que devem ter suas portas lacradas. Assim como muitos tribunais que so verdadeiros cabides de emprego e locais de mordomias para muitos ministros togados existentes no Brasil. Acabando com essas mordomias de Braslia, certamente nos estados iro procurar fazer as suas partes. Que, diga-se de passagem, muitos deles so vergonhas as formas como administram, a comear pelos governadores, secretrios estaduais, Assembleias Legislativas, Cmaras Municipais e assim por diante.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 201503

    Santa Catarina destaque em relatrio de indicadores da ONU

    Indicadores na rea de sade, educao e igualdade social colo-cam Santa Catarina em posio de destaque no relatrio nacional de acompanhamento do programa Objetivos de Desenvolvimento do Milnio. A iniciativa orga-nizada pelo Programa das Naes Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), rgo da Organizao das Naes Unidas (ONU) criado para promover o desenvolvimento e combater a pobreza no mundo. Os dados foram apresentados ao

    governador Raimundo Colombo na manh de quinta-feira, 23, por comitiva liderada pelo coordena-dor residente do sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek. Os indica-dores mostram avanos em dife-rentes reas entre o perodo de 1990 e 2015. O ndice de pobreza extrema no Brasil, por exemplo, passou de 25,5% em 1990 para 3,5% em 2012. Em Santa Catarina, o mesmo indicador caiu de 15,4% para 1,1% no perodo.Recebemos este relatrio com

    muita alegria, com muito orgulho de ser catarinense. O estudo mostra o quanto SC um estado diferenciado, muito desenvolvido, com alguns dos melhores indica-dores do pas. Isso mostra a quali-dade de vida da nossa gente, a fora do povo catarinense e a ener-gia da nossa sociedade, destacou o governador Colombo.O coordenador residente do sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek, afirma que, dentro dos padres internacionais da pes-

    quisa, Santa Catarina aparece como um estado muito bem-sucedido. O Brasil tem sido um exemplo mundial da implemen-tao e dos bons resultados dos Objetivos de Desenvolvimento do Milnio. Santa Catarina se destaca como um dos estados com maior progresso social nos ltimos anos. Estamos aqui para parabenizar Santa Catarina pelo trabalho do Governo do Estado e dos catari-nenses na construo de uma sociedade melhor, explicou.

    Autoridades que presenciaram a assinatura da Ordem de Servio para o incio das obras de Implantao do Sistema de Esgoto Sannitrio de Otaclio Costa

    DESTAQUE 1203

    Colombo e Chediek

    Jam

    es T

    avar

    es/S

    ecom

    Assinada a ordem de servio para saneamento bsico em Otaclio Costa

    O governador de Santa Cata-rina, Raimundo Colombo, o presidente da CASAN, engen-heiro Valter Gallina, e o prefeito de Otaclio Costa, Luiz Carlos Xavier, assinaram na quinta-feira (30) a ordem de servio que autoriza o incio das obras de implantao da primeira etapa do Sistema de Esgota-

    mento Sanitrio da cidade. A assinatura aconteceu s 11h, na Cmara Vereadores (Ave-nida Vidal Ramos Jr., n 228 - Centro Administrativo, Otac-lio Costa/SC). A partir da assi-natura da ordem de servio, a empresa Itaju Engenharia de Obras, vencedora da licitao, ter 24 meses para entregar

    populao o que o prefeito Luiz Carlos Xavier considera a maior obra de saneamento da histria do municpio. Localizada no Planalto Ser-rano, com um total de 17,5 mil habitantes, Otaclio Costa receber somente na primeira etapa da obra R$ 12,9 milhes. O investimento total, que inclui a construo de uma estao de tratamento de esgotos, ser de R$ 20,2 milhes. Os recursos foram obtidos junto Agncia Francesa de Desenvolvimento (AFD). O sistema de esgota-mento vai beneficiar 5.882 habitantes. Com a implantao da primeira etapa do sistema, a cobertura de coleta e trata-mento de esgoto de Otaclio Costa ser de 40%.Este um dos investimentos mais geis da histria da CASAN, informou o presidente da Com-

    panhia, engenheiro Valter Jos Gallina. Entre a deciso de fazer a obra e a assinatura desta ordem de servio foram menos de sete meses, complementa.A deciso de investir no municpio ocorreu em 18 de setembro. Desde ento, foi pos-svel adequar o projeto, obter a Licena Ambiental Prvia

    (LAP), lanar a licitao (em 27 de novembro), abrir os enve-lopes (em 13 de janeiro), obter a Licena Ambiental de Implan-tao (LAI), contratar a empresa vencedora e assinar a ordem de servio. Durante a cerimnia em Otaclio Costa a CASAN foram anunciados outros investimentos para a cidade.

    Mar

    celo

    Vie

    ira [P

    akin

    ha]

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015POLTICA04

    Div

    ulga

    o

    Carmen Zanotto pede melhoria no atendimento de pacientes

    Deputados defendem novo modelo de gesto

    para os Cedups

    Os deputados Gabriel Ribeiro e Darci de Matos, do PSD, provocaram um debate sobre a gesto dos Centros de Ensino Profissionalizantes de Santa Catarina (Cedups). Na condio de membros das comisses de Educao e Finanas, respectivamente, eles querem um novo modelo administrativo para as insti-tuies, com base na criao de um fundo especfico para o custeio das despesas proveni-entes dos cursos tcnicos.O encontro aconteceu na quarta-feira (29), na secre-taria de estado da Educao, em Florianpolis. Gestores relataram ao secretrio Edu-ardo Deschamps as dificul-dades enfrentadas no dia a dia em razo do atual modelo,

    que d o mesmo tratamento as escolas de educao bsica e aos Cedups, sendo que os cen-tros profissionalizantes tm mais despesas fixas em razo da demanda dos cursos.

    A reunio definiu a criao de uma frente de trabalho for-mada por gestores que atuam nos Cedups.

    A deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) defendeu, em audincia pblica na Comisso de Seguridade Social, que o Ministrio da Sade faa um esforo para melhorar o aten-dimento dos pacientes renais crnicos, principalmente da-queles que moram em locais mais distantes dos centros de tratamento de hemodilise. preciso que o poder pblico volte o seu olhar para a grave situao desses doentes, que precisam se deslocar para locais distantes para receberem esse tratamento fundamental para sua sobrevivncia, pediu Car-men, ao dirigir-se a Jos Eduardo Fogolin, coordenador-geral de Mdia e Alta Complexidade do Ministrio da Sade. De acordo com Carmen, o renal crnico tem

    de deslocar de trs a seis horas para ir e voltar do servio de hemodilise. Isso faz com que a qualidade de vida piore cada vez mais. muito importante que o SUS melhore o acesso desses doentes, reafirmou.Na reunio, Gilson da Silva, presidente da Associao dos Renais e Transplantados do Rio de Janeiro, classificou de tragdia anunciada a situa-

    o das pessoas doentes renais no pas. As filas so imensas para a primeira dilise. E quando se encon-tra uma vaga numa locali-dade muito distante. Isso faz com que muitos desistam do tratamento, relatou.Carmen Zanotto autora de projeto de lei que concede a esses doentes os mesmos direitos que so dados s pes-soas portadoras de deficin-cia, preciso avanar muito mais para garantir o acesso ao tratamento em todas regies, acabar com as filas de espera e revisar a tabela do SUS, sem deixar de lado as aes de preveno para que os paci-entes no precisem chegar mquina de hemodilise, defendeu a parlamentar.

    Eles faro um amplo estudo tcnico

    para justificar a criao do novo

    modelo de gesto. Posteriormente, o

    projeto ser levado Assembleia

    Legislativa, para anlise e votao.

    Deputada Federal Carmen Zanotto

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015

    VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015POLTICA 05

    Por Paulo ChagasVITRINE POLTICA

    CURSO DE MEDICINARetomo o quase esquecido assunto sobre a criao de mais um Curso de Medicina, em Lages. O tema foi amplamente debatido, com sugestes de vrios segmentos, mas, no entanto, foi deixado de lado. No sei por quais razes o debate perdeu a continui-dade. Sabe-se que muitos so contra. Porm, a discusso deve ter prossegui-mento. Como a proposta de implantao no CAV/Udesc foi abortada, lembro que o Centro Universitrio Facvest est com estrutura pronta para assumir a respon-sabilidade e implantar um novo Curso de Medicina. O dirigente da Instituio, Giovane Broering, tem lutado sozinho em torno do objetivo. Difcil entender por que razo os principais interessados no assunto, no o procuram. Poderiam, pelo menos, se inteirar com ele sobre o

    processo, e ver se h alguma forma de ajudar. Em breve, Lages vai contar com uma nova ala do Hospital Tereza Ramos e vai precisar de novos profissionais. Poderiam ser contratados, pelo menos, os aqui formados.

    Empresrio da educao, Giovane Broering atua s em busca da implantao do novo Curso

    Pau

    lo C

    haga

    s

    O prefeito Elizeu Mattos teve recentemente o pedido negado pela Justia para retomar o cargo. Pior ainda. O Ministrio Pblico pediu que o retorno no obedea mais o prazo determinado, de incio de junho, e assim foi concedido. De um lado, a justificativa

    de que foram praticados em Lages de extrema gravidade, o que justifica o rigor nas decises judiciais. De outra parte, a da defesa, os argumentos so de que no existem provas que possam tambm justificar tanto rigor contra o prefeito. Afinal, quem est certo?

    CASO ELIZEU

    Toni Duarte, como interino, sofre para dinamizar a administrao de Lages

    Pau

    lo C

    haga

    s

    Sobram opinies sobre como deve se comportar o pleito de 2016, em Lages. A lista de possveis nomes s aumenta. J deve ter mais de 10 pelas minhas contas. Entre fracos e fortes devem sobrar dois, ou no mximo trs. O primeiro a se pro-nunciar mostrando interesse, ainda no ano passado, foi Antonio Ceron (PSD). O argumento, segundo ele, o fato de ter feito quase 50 mil votos na disputa com Elizeu. ELEIES 2016

    INTERINIDADE

    Observo que:Restam menos de 2% para a concluso da ponte de Laguna. Atrasos nos recursos federais pro-vocaram a paralisao da obra sobre a BR 101 Sul. Em funo disso, a inaugurao deve acontecer somente em julho. Em tempo. No piada;H uma enorme torcida para que acontea a CPI para investigar a FUNAI. Suspeitas de irregularidades em demarcaes de terras em todo o Pas carecem realmente de investigao. Porm, a Cmara dever, antes, aceitar a instalao da CPI;S pode ser a falta de interesse dos responsveis o fato de o ponto de nibus em frente ao Hospital Tereza Ramos no ter um abrigo decente. Alis, nem indecente tem.Desde que a Operao guas Limpas foi desencadeada em Lages, e o prefeito Elizeu Mattos foi afastado, o Municpio vive o dilema da interinidade. O vice, Toni Duarte, tem se esforado para dar a Lages uma dinmica administrativa que possa dar a tranquilidade nos projetos em andamento. Infelizmente as coisas no so bem assim. Como interino, h sim limitaes, embora a gesto seja legalmente do vice, mas em meio insegurana. Sem falar nos problemas internos. Nos cargos de

    confiana tm as correntes para um e para outro lado. Por fim, uma lstima Lages estar vivendo uma preocupante crise econmica, administrativa e poltica.

    O Partido Popular Socialista (PPS) e o Partido Socialista Brasileiro (PSB) acabam de iniciar o processo de fuso e que deve valer j para as eleies de 2016. O PPS o partido da deputada federal Carmen Zanotto e do vice-prefeito de Lages, Toni Duarte. De outro lado, o do PSB, na Cmara de Vereadores encontra--se Mrio Hoeller, oposio Prefeitura, at ento. Juntos vo ter que comungar dos mesmos interesses. Alis, o novo partido uma porteira para quem pretende mudar de sigla sem se complicar com a fidelidade partidria.JUNTARAM

    Vereador Mrio Hoeller vai se unir a Toni Duarte e Carmen Zanotto

    Pau

    lo C

    haga

    s

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 201506 SADECampanha de conscientizao

    para prevenir doenasA vacina direcionada para meninas com idade entre 9 e 11 anos, contra os vrus papiloma-vrus humano (HPV), est dis-ponvel em todas as 23 salas de vacina do municpio. A equipe da Vigilncia Epidemiolgica de Lages refora o apelo para que os pais ou responsveis levem as meninas para receber a dose da vacina. A vacina, que o Ministrio da Sade disponibi-

    liza, eficaz contra trs tipos de vrus, no tem contraindicaes e passou a compor o calendrio bsico de vacinas do municpio. Com a campanha, as equipes da Vigilncia Epidemiolgica real-izaram mutires nas escolas da rede pblica municipal, estadual e instituies particulares.No ano passado, 85% da meta de vacina foi alcanada em Lages e, de acordo com a gerente de Vigilncia Epidemi-olgica, Mrcia Spindola, a meta de vacinar 3.800 meninas neste ano ainda no foi alcanada. At agora vacinamos em torno de 1.900, o que muito aqum do nosso objetivo, por isso quere-mos reforar a campanha para que as meninas no deixem de se prevenir. Fomos muito bem recebidos nas escolas, mas necessrio que os pais ou responsveis levem as meninas at as salas de vacina para rece-berem a dose do HPV, explica.

    gratuita para meninas de 9 a 11 anos e se torna mais eficaz quando as doses so tomadas antes do incio da vida sexual

    San

    dro

    Sch

    euer

    man

    n

    Atendimento mdico ser prestado em 19

    localidades

    No prximo ms, a Sec-retaria Municipal de Sade, atravs do servio de Sade do Interior, prestar atendimento mdico em 19 comunidades rurais durante 20 dias teis, entre 4 e 29 de maio. Devido ao feriado de 1 de maio (Dia do Trabalhador), numa sexta-feira, no haver na comuni-dade Santa Catarina. Os paci-entes devem chegar aos locais das consultas com carteira de identidade, Carto SUS e Carto da Famlia. Segundo a coordenadora da Sade do Interior, enfermeira Caroline

    Dallamico Gugelmin, o acon-selhamento de que os paci-entes cheguem no perodo entre 8h e 10h.Aps esse horrio so aten-didos os casos emergenciais e mediante avaliao. A equipe permanece no local at que a demanda seja atendida. Alm dos atendimentos mdicos, os pacientes podem receber medicamentos, no prprio local da consulta, mediante a prescrio imediata do mdico ou ainda renovar receiturios. Entre os remdios esto Diclof-enaco, Dipirona e Captopril.Prevenir precisoA vacina oferecida em trs doses e ajuda a prevenir doen-as como verrugas ano-genital e principalmente o cncer do colo do tero. gratuita para meni-nas de 9 a 11 anos e se torna

    mais eficaz quando as doses so tomadas antes do incio da vida sexual. Ainda tem-se uma opin-io distorcida, talvez por falta de conhecimento e, muitas vezes, encontramos resistncia por parte dos pais ou responsveis em no querer que a filha receba a dose da vacina, relata Mrcia.

    DATA DIA DA SEMANA LOCALIDADE 04/MAI SEGUNDA-FEIRA MIRANTE 05/MAI TERA-FEIRA NDIOS 06/MAI QUARTA-FEIRA SALTO CAVEIRAS 07/MAI QUINTA-FEIRA MANFRI 08/MAI SEXTA-FEIRA SO JORGE 11/MAI SEGUNDA-FEIRA CABO DE LANA 12/MAR TERA-FEIRA POTREIROS 13/MAI QUARTA-FEIRA CDL 14/MAI QUINTA-FEIRA CEDRO ALTO 15/MAI SEXTA-FEIRA BODEGO (DONA HELENA) 18/MAI SEGUNDA-FEIRA MACACOS - (UBS) 19/MAI TERA-FEIRA CADEADOS 20/MAI QUARTA-FEIRA FLORESTA 21/MAI QUINTA-FEIRA ENTRADA DO CAMPO 22/MAI SEXTA FEIRA MORRINHOS 25/MAI SEGUNDA-FEIRA MACACOS - ESCOLINHA 26/MAI TERA-FEIRA GRAMADO 27/MAI QUARTA-FEIRA SANTA TEREZINHA 28/MAI QUINTA-FEIRA CAJURU - ESCOLINHA29/MAI SEXTA-FEIRA RANCHO DE TBUAS

    O que o Ministrio da Sade esclarece que trata-se de um ato de pre-veno para que mais tarde a menina/mulher no seja acometida pelas doenas, principalmente pelo cncer do colo do tero. O diferencial deste ano foi a incluso de adolescen-tes e mulheres com idade entre14 a 26 anos, soro-positivos, na campanha de vacinao. A partir do momento que a mulher inicia a vida sexual, ela fica vulnervel s doenas sex-ualmente transmissveis (DSTs) e tambm ao vrus do HPV. Quanto mais cedo a menina tomar a dose, mais eficaz a sua imunizao, destaca.

    Mtodo seguroO cncer do colo de tero a terceira doena que mais mata mulheres no Brasil e a preveno se faz necessria. A vacina o mtodo mais seguro para preveni-lo, mas h outros modos de preven-o como o uso de preser-vativos e fazer o exame de Papanicolau (preventivo) a cada seis meses, podendo diagnosticar e tratar preco-cemente a doena.Tempo frio e seco pode

    desencadear doenas respiratriasNa regio serrana, temos um clima temperado. No inverno

    se faz muito frio, alis, no final de outono as temperaturas comeam a despencar. Essa combinao leva ardncia nos olhos e sensao de gar-ganta e nariz secos devido baixa umidade do ar. A poluio do ar um agra-vante, pois reduz a capacid-ade do nariz de filtrar o ar que respiramos. O grau de polu-io pode ser alto a ponto de exceder o filtro nasal, entrando

    nas vias areas substncias que nos fazem mal. H tambm o ar condicionado, que resseca ainda mais o ar. Alm disso, o aparelho possui um filtro que deve ser limpo regularmente, a fim de barrar partculas de sujeira do ambiente externo. Se o nariz no consegue exercer sua funo de filtro e de umidificador do ar, este ar que inspiramos carrega partculas de poeira e alrgenos para den-tro da via respiratria. Os alr-genos, como os caros, podem

    desencadear crises de alergia. Alm dos quadros alrgicos, aumentam as infeces respi-ratrias. Nesta poca do ano, os pronto-socorros ficam lota-dos de pessoas com quadros de sinusites, otites e pneumonias. Os principais sintomas de uma infeco so sintomas per-sistentes como tosse seca ou produtiva, dores na face, con-gesto nasal e aparecimento de dores no ouvido e falta-de-ar. Nestes casos, recomenda-se uma avaliao mdica.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 201507EDUCAO

    Professoras passam por aperfeioamento continuado

    Com foco na qualificao pro-fissional e troca de experin-cias, as professoras da educao infantil da rede municipal de ensino passaram por um curso de aperfeioamento continuado na tera (28) e quarta-feira (29), durante todo o dia, no auditrio da Secretaria de Educao. O tema central no encontro foi a literatura trabalhada nos projetos pedaggicos desen-volvidos nos Centros de Educa-o Infantil Municipal (Ceims). So projetos voltados para a contao de histrias, cantinho da leitura e processo de apren-

    dizado desde a primeira infn-cia. Muitos trabalhos realizados com a participao dos alunos foram expostos nas salas e puderam ser visualizados e dis-seminados. A interao entre as unidades escolares e o resgate de valores foi o ponto forte do encontro. Ns passamos todas as orien-taes, mas quem vai executar de acordo com sua realidade o professor. Por isso a neces-sidade do constante aperfeioa-mento. Essa troca de informa-es e materiais essencial, diz Andrea. Os prximos encontros

    Lages ganha polo de ensino superior distncia

    A prefeitura de Lages, atravs da Secretaria de Educao e da coordenao da Universidade Aberta do Brasil (UAB), con-vida para assinatura da lei que cria o polo de ensino distn-cia da instituio em Lages. O ato solene, com a presena do prefeito interino Toni Duarte, acontece nesta segunda-feira (27), a partir das 9h, na sede do polo UAB, na rua independn-cia, bairro Gethal.Na oportunidade ser divul-gada a lista de cursos para graduao e especializao 2015/2016, em parceria com instituies como Universi-dade Federal de Santa Catarina (Ufsc), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc). De acordo com a secretria de Educa-o, Marimilia Coelho, o polo da UAB em Lages mais uma

    O ato solene, com a presena do prefeito interino Toni Duarte, acontece nesta segunda-feira, a partir das 9h, na sede do polo UAB, na rua Independncia, bairro Gethal

    Mar

    cio

    Avila ferramenta que garantir o acesso ao ensino superior ao povo serrano. O desen-volvimento da regio passa pela expanso, interioriza-o e democratizao para o ensino superior gratuito e

    de qualidade, afirma.

    Servio

    O qu: assinatura da lei que cria o polo de ensino distncia em LagesQuando: segunda-feira, dia 27, a partir das 9hOnde: na sede do polo UAB, na rua Independn-cia, 245, bairro Gethal.

    A interao entre as unidades escolares e o resgate de valores foi o ponto forte do encontro

    Nilt

    on W

    olff j esto marcados para os meses de maio e junho com outros temas abordados. O Ceim Vivaldino Silva Lou-reno, do bairro Promorar, foi uma das instituies que levou seus trabalhos para serem expostos. Na apresen-

    tao das professoras ficou clara a importncia do res-gate de valores na educao

    infantil. Atravs da literatura infantil e das atividades ldi-cas possvel fazer com que a criana aprenda. Essa busca por novos mate-riais possibilita enriqueci-mento, com trabalhos signifi-cativos, afirma a auxiliar de direo Vera Lucia Mendes Vieira Furtado.

    A Secretaria de Educao de Lages est ultrapassando as 40 horas/anuais

    de aperfeioa-mento continuado

    estipulado pelo Ministrio da

    Educao (MEC).

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015CIDADE08

    Tain

    a B

    orge

    s

    Recanto do Pinho:Aberto edital de credenciamento

    Lages recebe Festival de Food Truck em maio

    O Centro Serra receber nos dias 9 e 10 de maio o maior evento gastronmico itinerante nesse segmento. Traduzido do ingls, Food Truck quer dizer Caminho de Comida, comida de rua. So verdadeiros restau-rantes sobre rodas, que levam suas cozinhas itinerantes para qualquer lugar, oferecendo pra-

    tos elaborados, com uma pegada gourmet. A organizao uma parceria entre a associao de Food Trucks de Florianpolis com o Centro Serra em Lages e outras associaes como Curi-tiba (PR) e Porto Alegre (RS). Em Lages tem o apoio da Funda-o Cultural (FCL).

    Est aberto o edital de cre-denciamento de artistas para apresentaes de artes cnicas, narrativas e msica nos even-tos realizados e apoiados pela prefeitura de Lages por meio da Fundao Cultural (FCL). A ficha de inscrio e os documentos solicitados devem ser entreg-ues na FCL das 8h s 12h e das 14h s 18h. Para o Recanto do Pinho sero credenciadas 60

    atraes de msica gauchesca e nativista, sertanejo e dana folclrica. Os artistas interes-sados devero se credenciar at o dia 8 de maio, sexta-feira. O resultado das atraes que faro parte da programao do Recanto ser divulgado no dia 11 de maio.O documento aceitar pro-postas de espetculos e shows de artes cnicas compreen-

    A variao de valores pagos ser definida pelo nmero de pessoas atendidas e o perfil da atrao

    dendo teatro e dana, de narrativas e de msica com no mnimo 30 e no mximo 90 minutos de durao.O diretor de polticas cul-turais da FCL, Gilson Max-imo, explica que podem ser credenciados artistas orga-nizados em grupos formais e informais, companhias artsticas, escolas de arte, seja em carreira solo ou em conjunto, pessoa fsica ou jurdica. Em relao s remu-neraes diz que depender do tipo de apresentao. Os valores variam entre R$ 400,00 e R$ 2 mil, diz. O edital completo poder ser visual-izado no portal do municpio pelo endereo www.lages.sc.gov.br, no site da FCL www.cultura.lages.sc.gov.br ou ain- da solicitar uma cpia na Fundao Cultural.

    A coordenadora do evento, Viviane Della

    Giustina, comenta que sero mais de 20

    caminhes de comida.

    Essa novidade gastronmica j passou por vrias cidades como Florianpolis, que teve a visita de 40 mil pessoas, e Blumenau, que em 18 horas chegou a 55 mil pessoas experi-mentando as delcias prepara-das nos 20 caminhes, relata.A expectativa da organiza-o que em torno de 15 mil pessoas prestigiem a primeira edio em Lages, que ter entrada gratuita. O horrio das 11h s 22h. Nos dois dias do evento o pblico poder aproveitar para conhecer pra-tos das mais diversas cozinhas. Um verdadeiro festival de gas-tronomia com hambrguer, hot dog, pizza, sanduiche, churros, strudel, comida japonesa e portuguesa, chopp artesanal, entre outros, e os valores sero entre R$ 10,00 a R$ 20,00 em mdia, detalha.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015ECONOMIA 09

    Lages se destaca no setor agropecurio

    O Movimento Econmico do Municpio de Lages teve um incremento de 17,8% em 2014 em comparao ao ano de 2013, passando de R$ 101,79 milhes para R$ 119,94 milhes. Em relao a 2012, a movimentao das mercadorias primrias cres-ceu 48,3%. Mantidos esses ndi-ces de crescimento, entre 2013 e

    2016 o montante do movimento econmico agropecurio do municpio duplicar, acredita o secretrio de Agricultura e Pesca, Moiss Savian.Ele credita a boa fase vivida pelo setor primrio da econo-mia lageana ao aumento da produo de gros e pela me-lhoria geral da infraestrutura

    Div

    ulga

    o rural do municpio, com nfase para as estradas e o surgimento de unidades graneleiras instaladas por cooperativas agrcolas na regio da Coxilha Rica. A produo primria contri-bui para o retorno de ICMS (Imposto sobre Circulao de Mercadorias e Servios) para Lages, permitindo que sejam investidos mais recur-sos municipais na infraestru-tura rural, frisa.Com melhores estradas, os produtores se sentem moti-vados a investir em suas pro-priedades, conforme Moiss. Segundo ele, os nmeros indicam que Lages desponta como municpio promissor para investimentos segu-ros no setor agropecurio. Precisamos incentivar o produtor rural a declarar a sua produo. O municpio e todos os produtores s tm a ganhar com isso, destaca.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015

    VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015 CULTURA10

    Vitrine CulturalDia da Dana

    O Dia Internacional, ou Mundial, da Dana, comemorado em 29 de abril, foi uma data instituda pela Unesco, em 1982, pelo Comit Internacional da Dana. A data escolhida homenageia o nascimento de Jean-Georges Noverre, um mestre do bal francs. O bailarino e professor de bal ficou conhecido por ter escrito uma das obras sobre a dana mais importantes da histria, Lettres sur La Danse? (Cartas Sobre a Dana). Apenas por coincidncia, a data est associada a uma personalidade brasileira de importncia no bal. Marika Gidali, bailarina cofundadora do Ballet Stagium, em So Paulo, tambm nasceu no dia 29 de abril.

    Noite de quarta-feira marcada por espetculo no Marajoara

    A Escola de Artes Elionir Camargo Martins, da Fundao Cultural de Lages (FCL), organizadora do festival em comemorao ao Dia Internacional da Dana, que ocorre nesta quarta-feira (29), s 20h, no Marajoara. Esto programados 22 nmeros para o espetculo que contar com bal, street dance, dana de salo, do ventre, zumba, tradicionalista e jazz.

    Esta a primeira vez que a instituio organiza o evento comemorativo. Para isso contou com a parceria da Movere Centro de Danas, Barbicacho Dana Show, Studio Physical, Academia Flex II, Academia Liz Velho, Academia Magistral e Grupo de Dana da Quadrangular. Representantes desta equipe decidiro sobre a instituio que ser beneficiada com os cerca de 500 quilos de donativos arrecadados.

    Para acessar o evento, os interessados doaram um quilo de alimento no perecvel. Os organizadores contam que os 480 ingressos esgotaram nesta tera-feira (28). Os alunos do professor Salesio Padilha esto h mais de uma semana ensaiando para esta noite. Nosso intuito o fortalecimento da dana, diz. O festival no tem carter competitivo, apenas uma comemorao.

    Tain

    a B

    orge

    s Os organizadores contam que os 480 ingressos esgotaram nesta tera-feira

    Cineasta lageano lana filme em sua terra natal

    O olhar do cineasta Fernando Leo sobre a cultura e as particularidades dos moradores da Serra catarinense e do Serto Potiguar, no Rio Grande do Norte, vai ser apresentado ao Brasil, no dia 9 de maio, pelo documentrio Da Serra ao Serid - Vivncias de um Brasil de Contrastes. O longa-metragem apresenta as semelhanas entre duas localidades geograficamente distantes, mas muito prximas

    pelas tradies e costumes de seus povos. A pr-estreia do filme vai acontecer na terra natal do cineasta, Lages, em uma das mais belas salas de cinema do Brasil, o Cine Marrocos. A exibio ser s 20h30min.

    Lages fica a quase 3,5 mil quilmetros de distncia de Caic, no Rio Grande do Norte. A distncia que separa as duas cidades no empecilho para que populaes com vivncias to contrastantes sejam cheia de semelhanas. Seja um tropeiro serrano e um vaqueiro do serto, seja os artistas que pintam as paisagens de cada local, ou as benzedeiras e curandeiras, cada personagem retratado no longa-metragem Da Serra ao Serid - Vivncias de um Brasil de Contrastes carrega consigo parte

    de histrias que contriburam para a construo cultural de suas regies.

    Acho importante os espectadores conhecerem as vivncias desses personagens atravs de suas memrias. Trabalho um documentrio de memria, onde aquilo que a pessoa vive se torna latente atravs de seus gestos, formas de se expressar. o momento de ouvir o outro e perceber o quanto nossas experincias so humanas e nossas riquezas esto contidas dentro de ns mesmos, diz o cineasta.

    O ingresso j est sendo vendido no cinema: R$ 15,00 inteira e R$ 7,50 a meia-entrada.

    Da Serra ao Serid

    Como foi o trabalho

    As gravaes do material comearam a ser feitas em 2012 e a ps-produo comeou em 2013 e foi finalizada no incio de 2015. O primeiro local a receber a equipe para as filmagens foi o Serid, em fevereiro de 2012. Em julho do mesmo ano, os produtores estiveram na Serra catarinense. Aps meses de

    trabalho, com um vasto material captado (foram 54 entrevistas efetuadas), a equipe de ps-produo enfrentou uma difcil tarefa: selecionar os melhores depoimentos e transformar as imagens brutas em um sensvel filme que traduz a essncia destes povos.

    A ideia original do projeto era produzir um curta-metragem, mas com a quantidade de material captado, o curta virou um longa. Conseguimos trazer para o

    filme pontos que retratam as semelhanas, como a arte das paisagens locais, os curandeiros e as histrias das pessoas; e o contraste, como o clima to diferente, analisa Fernando Leo. Das 54 entrevistas captadas, 14 entraram na montagem final do filme, que tem 90 minutos de durao. Dirigido por Fernando Leo, contou com o suporte do historiador Lourival Andrade Jr., professor na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

    ProduoArsego Produes CoproduoBaiuca Filmes PatrocnioCorreio Lageano, Dalmolin Pneus, Disauto, Prefeitura Municipal de Lages, Fundao Cultural de Lages, Prefeitura de Cruzeta (RN), Lafi Cosmticos, Transul.

    ApoioArcoplex Cinemas, Onda Sonora, Transitoriamente, UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, CERES - Centro de Ensino Superior do Serid. Fanpage no Facebook https://www.facebook.com/daserraaoserido

    Tain

    a B

    orge

    s

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 201511GERAL

    Div

    ulga

    o

    Governador Colombo inaugurou a ampliao da MIDILages

    Aniversrio do 10 BECSexta-feira, 24 de abril, uma data especial para os militares e colaboradores civis do 10 Batalho de Engenharia de Con-struo (BEC). Uma formatura, com direito a honras militares,

    desfiles, entrega de diplomas e homenagens marcou a comem-orao dos 160 anos da criao do Batalho de Engenheiros e 126 anos da criao do 10 BEC. O prefeito interino Toni Duarte prestigiou a solenidade, que contou com a presena de autoridades civis e militares, regionais e estaduais.O comandante do Batalho, coronel Otavio Fontoura Souto Maior, destacou que todo esse tempo foi marcado por muito trabalho e dedicao. Somam aproximadamente R$ 70 mil-hes por ano em investimentos em obras estruturantes, atendi-mentos na rea da sade e ser-vios prestados comunidade. A convite do comandante, o prefeito Toni Duarte e a depu-

    tada federal Carmen Zanotto oficializaram o ato.O 10 Batalho de Engen-haria de Construo uma das unidades mais antigas do Brasil. E muito importante para o desenvolvimento do municpio, contribuindo com suas obras e atendimentos humanitrios,

    como em outubro do ano pas-sado aps o temporal de granizo assolar a cidade., comenta o pre-feito. Tambm houve a homena-gem com a entrega do diploma Amigo do 10 BEC a 18 pes-soas que de alguma forma con-triburam com a instituio.

    Com a presena de auto-ridades municipais, regionais e estaduais em Ato Oficial na noite de tera-feira, 28 de abril, o Governador do Estado Rai-mundo Colombo inaugurou o Mdulo III do Micro Distrito de Base Tecnolgica de Lages MIDILages e nove novos labo-ratrios do Centro de Cincias Exatas e Tecnolgicas CCET.As obras de ampliao, capac-itao, reforma e aquisio de equipamentos contaram com a liberao de recursos pelo Governo do Estado de Santa Catarina, no montante total de R$2.050.000,00.Durante o Ato, na fala do presidente da Fundao Uni-plac, Marco Aurlio de Liz Mar-ian foi explicitada a gratido ao Governo pelas conquistas at aqui, mas tambm a vontade de fazer ainda mais atravs

    Colombo participou da inaugurao do MIDILages

    da afirmao da profcua par-ceria com o poder pblico. O que se v aqui na visita a estas novas instalaes, a afirmao dos ensejos de cumprir com a qualidade, atributo intrnseco

    atividade fim da Univer-sidade que a formao do cidado e o desenvolvimento regional e isto nos orgulha muito e, ainda mais, nos instiga como gestores e par-ticipantes do crescimento da Universidade e da Regio a possibilidade de fazer mais, afirmou Marco.J em sua fala, Raimundo Colombo citou os avanos do Governo at o momento nos diversos setores da econo-mia e dentre eles os resulta-dos conquistados com a ao conjunta do Governo e suas instituies FAPESC, Secre-taria Regional, entre outras para o direcionamento da ao de Governo em setores que agregam para o desen-volvimento da cidade e da regio, como o caso da Uni-plac e da MIDILages.

    O 10 BEC, que iniciou sua trajetria

    como 1 Batalho Ferrovirio, conta atualmente com 940 integrantes, entre soldados,

    cabos, sargentos e oficiais, alm de

    servidores civis

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015REGIONAL12

    homem do Campopor Cesar Missioneiro

    [email protected]

    Gacho - O Primitivo II

    A margem da sociedade pastoril desenvolveu-se de um lado e outro da fronteira luso-espanhola a casta dos ndios-vagos, favorecidos pelo boi que lhes assegurava subsistncia e pelo pingo que lhe dava mobilidade. Originariamente haviam sido grupos errantes de Charruas, Jaros, Minuanos e Genoas, acrescidos dos desertores dos quartis, de guaranis egressos das Misses, de aventureiros de Laguna, Corrientes, Curitiba, So Paulo, Buenos Aires, Montevidu, num processo de acelerada mescla sangunea com as chinas que se encontravam pelo seu caminho. Por viverem despreocupados, com gudio ou gozo, os espanhis passaram a cham-los de gaudrios, colonos das ilhas Canrias trazidos para Montevidu definiam os habitantes autctones de guanches.

    O historiador argentino Emlio Coni afirma que por volta de 1770 o termo gaudrio era aplicado a aventureiros dito paulistas que desertavam das tropas regulares para se tornarem coureadores e ladres de gado. Temos que salientar que neste perodo e principalmente antes deste, a vida neste territrio era centrada ao boi deixado pelos jesutas, marcando a idade do couro, produto este que servia para tudo; casa, canoa, cadeira, cama, telhado, caneco, calado, arreios, mas principalmente era a moeda de troca em uma poca em que a carne aproveitada era apenas alguns nacos para o churrasco e o fgado, o restante ficava apodrecendo ao relento. Neste perodo os habitantes da pampa meridional eram chamados de guascas que significa tiras de couro.

    Turismo orientado a se adequar ao Plano Catarina de Marketing

    Secretrios municipais de Turismo e representantes de entidades ligadas ao setor par-ticiparam na quarta-feira, 29, de reunio que definiu que todas as aes de desenvolvimento turstico na Serra Catarinense, passam a ter como referncia, o Plano Estadual da Cultura, do Turismo e do Desporto do Estado de Santa Catarina PDIL.O encontro organizado pelo Frum de Secretrios Munici-pais de Turismo Forsetur, que coordenado por Flvio Agustini, iniciou pela manh e encerrou no meio da tarde, na secretaria de Turismo de Lages. E discutiu tambm as adequaes que precisam ser feitas pelos municpios para se ajustar ao Plano Catarina de Marketing Turstico. Este plano tem vigncia at 2020 e prev tratar o turismo como priori-

    dade e como atividade estrat-gica com forte investimento na regionalizao do setor.Flvio Agustini explicou que muitos pontos necessi-tam de atualizao e por isso cada municpio receber um questionrio para revisar os

    dados referentes ao turismo. importante a participao de todos, porque os municpios que eventualmente no foram includos quando da produo do Plano Catarina, podem ser inseridos agora e serem beneficiados pelas aes pro-

    postas no turismo, disse. A secretria-executiva da Amures Iraci Vieira de Souza represen-tou o presidente da associao de municpios Vnio Forster na reunio, e observou que o Forsetur tem a misso de con-struir a identidade turstica da Serra Catarinense. Este Frum de discusses amparado pela Amures para ajudar no desen-volvimento e na integrao dos municpios, afirmou.O presidente do Forsetur foi indicado pelos secretrios para ocupar um acento no Conselho Estadual de Turismo, que ter renovao da nominata em maio. Um ofcio da Amures vai respaldar a indicao, junto com o nome do assessor de comunicao de Urubici, Srgio Lima como suplente. Eles repre-sentaro a regio nas tratativas de mbito estadual.

    One

    ris L

    opes

    Fora Tarefa atendeu ao menos trs mil pessoas em Campo Belo do Sul

    Ao menos trs mil pessoas foram atendidas no sbado (25), no primeiro Campo Belo em Ao, Sade e Cidadania. Teve incio s 9 horas e encer-rou s 16 horas com estrutura montada na Escola de Educao Bsica Major Otaclio Couto.Servios como confeco de CPF, ttulo de eleitor, carteira de identidade, carteira profis-sional e at distribuio de mudas de rvores foram ofer-ecidos populao sem qual-

    quer custo. A prefeitura dis-ponibilizou nove nibus para transportar as pessoas das comunidades do interior. O Campo Belo em Ao, Sade e Cidadania reuniu cerca de 25 entidades como Correios, Casan, Coopercampos, Escolas, Pastoral da Sade, Sesi, Senac, Samu, Corpo de Bombeiros e entidades privadas que deram sua contribuio para melhoria da qualidade de vida dos aten-didos. O evento teve at inau-

    Sobre as emendas parlamentares

    federais, foi iden-tificado R$ 800 mil para So Joaquim e outros R$10 mil-hes de emendas para todo Estado.

    gurao da estrutura do Posto de Sade Central, que foi ampli-ado em cerca de 400 metros. A secretria de Sade Terezinha Branco Moraes, explicou que a nova unidade de sade passou a ter quase 800 metros quadra-dos. E o desafio agora equi-par a unidade com modernos instrumentos mdicos.A deputada federal Carmen Zanotto prestigiou a inaugura-o do posto de sade e anun-ciou a liberao de R$ 100 mil para ajudar na aquisio de equipamentos. O prefeito Edil-son Jos de Souza, disse que este modelo de Fora Tarefa deve ser realizada ao menos duas vezes ao ano.Logo vamos iniciar o plane-jamento de uma segunda edio, porque nossa comu-nidade merece, declarou o prefeito. O deputado estadual Gabriel Ribeiro tambm pas-sou pelo evento que foi presti-giado inclusive pela prefeita de Cerro Negro, Sirlei Varela.

    A deputada federal Carmen Zanotto prestigiou a inaugurao do posto de sade e anunciou a liberao de R$ 100 mil para ajudar na aquisio de equipamentos

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015SEGURANA 13

    por Cleber de Souza Borges - Tenente Coronel PM

    UtilidadePblica

    Todos os anos milhares de pessoas em todo o mundo morrem no transito. Muitas acabam morrendo em virtude de outras que no respeitam a sinalizao. Excesso de velocidade, lcool, falta de manuteno veicular, falta de sinalizao, so alguns dos motivos que podem causar graves acidentes, muitos que podem ser evitados.

    O importante seria cada um se conscientizar que s haver segurana no trnsito partindo de ns mesmos, cada ao que fazemos podemos estar salvando uma vida, prevenindo acidentes, e melhorando a segurana.

    Segundo levantamento feito Instituto Avante Brasil, com dados do Ministrio da Sade (Datasus), o nmero de mortes no trnsito do Brasil em 2011 teve aumento de 1%. Em 2010, as mortes que tinham chegado a 42.844; em 2011 alcanaram 43.256. Em cada grupo de 100 mil habitantes, 22,6 pessoas vieram a bito em decorrncia do trnsito em 2011, para uma populao de 190.755.799 habitantes, de acordo com o IBGE.

    A taxa de mortes calculada em relao frota nacional de veculos chegou a 613 para cada 1 milho de veculos (frota de 70.543.535 veculos, em 2011).

    A cada minuto 14 pessoas sofrem acidentes de trnsito, e uma pessoa ferida. A cada 15 minutos, uma pessoa morre.

    ALGUMAS MEDIDAS QUE DEVERIAM SER TOMADAS: - revitalizao das principais estradas;- boa sinalizao;- conscientizao popular;- Uso do cinto de segurana;- Boa manuteno do veiculo;- No dirigir cansado e sob efeito de lcool ou drogas;- e, principalmente os respeito s leis de transito.

    Violncia no Trnsito: Um Cncer na sociedade

    Secretrios regionais e coronel da PM so homenageados

    A ltima sexta-feira foi de festa e honrarias em uma das mais tradicionais unidades milita-res do Brasil. Ao comemorar os 160 anos do antigo Batalho de Engenheiros, fundado em 1855, o 10 Batalho de Engenharia de Construo (10 BEC), sedi-ado em Lages, na Serra Catari-nense, fez questo de lembrar os heris e parceiros que ajudam a escrever a histria da instituio.Presente em Lages desde 1947 como 2 Batalho Rodovirio e, a partir de 1971, com a nomen-clatura atual, o 10 BEC dedicou o dia a homenagear militares

    e civis que contribuem com os trabalhos da unidade, referncia internacional em engenharia, inclusive servindo Organiza-o das Naes Unidas (ONU) em importantes misses como a reconstruo do Haiti, um dos pases mais pobres do mundo e destrudo por um terremoto em janeiro de 2010.Entre os reverenciados na sol-enidade estavam os secretrios do Desenvolvimento Regional de Lages, Joo Alberto Duarte; de So Joaquim, Solange Pagani; e o comandante da 2 Regio de Polcia Militar, coronel Zinder

    Uma unidade militar que faz parte da histria de SC

    Jos Guedes Cardoso. Os trs receberam das mos do coman-dante do 10 BEC, coronel Otvio Fontoura Souto Maior, o diploma Amigo do Batalho, em reconhecimento parceria com a unidade, que conta com um efetivo de 940 militares e civis e injeta aproximadamente R$ 70 milhes por ano na eco-nomia de Lages entre folha de pagamento, aquisies para obras e atendimentos em sade.Aos amigos do batalho homenageados, agradecemos pelo incondicional e desinter-essado apoio. Seus trabalhos tm ajudado esta organizao militar a prosseguir com suas atividades. A vocs, nosso sin-cero muito obrigado, disse o coronel Souto Maior.O batalho do Exrcito faz parte da histria e da vida da Serra Catarinense. enorme a quantidade de jovens que pas-sam por aqui e se tornam pro-fissionais de sucesso, pais de famlia e cidados de bem. um orgulho muito grande ter uma instituio to importante como o 10 BEC em nossa regio , concluiu o secretrio regional de Lages, Joo Alberto Duarte.

    Pab

    lo G

    omes

    Policiais militares concluem curso de formao e aperfeioamento

    Prestes a completar 180 anos de servios prestados popula-o no prximo dia 5 de maio, a Polcia Militar de Santa Catarina passou a contar com profission-ais ainda mais qualificados em seu efetivo a partir desta tera-feira com a formatura de cabos da instituio.Na 2 Regio de Polcia Mili-tar (RPM), que compreende os batalhes de Lages e Canoinhas e as guarnies especiais de Curitibanos e Mafra, 28 policiais obtiveram seus certificados de concluso do Curso de Formao e Aperfeioamento de Praas.O grupo frequentou 180 horas/aula durante os ltimos

    dois meses. A turma foi batizada de Jos Eni dos Santos, cabo da PM que sofreu um grave aci-dente de trnsito com uma via-tura durante servio em Lages h cinco anos.

    Pab

    lo G

    omes

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015ESPORTE14

    CA Esportes

    Final dos estaduais

    Xadrez

    Neste final de semana teremos as finais dos campeonatos estaduais. As competies que a cada temporada esto ficando mais curtas. Em alguns estados esto at perdendo interesse por parte de alguns clubes, que no investem muito no sentido de formar um grande plantel, deixa na competio e segundo plano para priorizar as competies nacionais. preciso que seja tomada uma providncia para reverter este quadro, pois caso contrrio os estaduais podero num futuro prximo sucumbir.

    Pensemos nisso enquanto tempo.

    A equipe Lages Xadrez Clube/FME disputou, este final de semana, dias 25 e 26 de abril, o FECAJ 2015 FESTIVAL CATARINENSE DA JUVENTUDE DE XADREZ. A competio aconteceu no Colgio Froebel, em So Bento do Sul e reuniu 102 enxadristas de 15 cidades, com idade mxima de 18 anos, que disputaram Trofus at 10 lugar e uma vaga para o FENAJ FESTIVAL NACIONAL DA JUVENTUDE XADREZ, em Lages, no ms de maio. Cada jogador disputou 6 (seis) partidas de duas horas.

    por Celso Aurlio [email protected]

    Valeu galera, at a prxima edio!

    Div

    ulga

    o

    Internacional estreia no Estadual da base na sexta-feira

    Em foco

    A equipe de voleibol do Colgio Santa Rosa de Lima ficou campe dos Jogos Escolares de Santa Catarina-JESC, fase local e fica com vaga para disputar o Regional. A competio aconteceu nos dias 22,23 e 24 de abril.

    Acontece neste sbado, dia 2 de maio, no Estdio Municipal Vidal Ramos Junior os Jogos de volta da fase semifinal do campeonato Amador da Liga Serrana de Futebol.

    Confira ordem dos Jogos14h15m - Guaruj x Nacional/Pizzaria Veneza (Foto) 16h15hm - Cruzeiro x Amrica.OBS.: Amrica e Nacional jogam pelo empate no tempo normal.Guaruj e Cruzeiro tem que vencer pra ter prorrogao (no tem saldo de gols). O vencedor na prorrogao a deciso final ser nos pnaltis.As partidas foram super equilibradas

    Div

    ulga

    o

    Finalista do Amador sero conhecidos no final de semana

    O Internacional de Lages estreia nesta sexta-feira, dia 1 de maio e ser o mandante em seu primeiro jogo pela com-petio. Os juvenis entraro em campo primeiro, s 13h30min. Na sequncia, s 15h30min, jogam os juniores.A preparao dos jovens valores colorados est a cargo do treinador Douglas Rodrigues, que chegou a Lages no incio do ano, logo depois do incio dos trabalhos da equipe principal. No ltimo dia 16, os juniores fizeram um jogo-treino contra

    a equipe principal, que se pre-parava para seu ltimo com-promisso no estadual, contra o Figueirense. Um dos pontos centrais do atual processo de

    reestruturao do clube o for-talecimento das categorias de base, com a criao de ncleos do clube voltados prtica de

    futebol em bairros de Lages e tambm nas cidades vizinhas. No momento, o Inter ainda no tem centro de treinamento ou alojamento prprios para receber os atletas, por exemplo -, o cres-cimento da base ocorrer paula-tinamente. No estadual da base, todos os clubes jogaro entre si, em partidas de ida e volta. Ao fim das 18 rodadas (somando turno e returno), os quatro times mais bem classificados faro as semifinais da competio. Os dois classificados nas semifinais decidiro o ttulo.

    Um dos pontos centrais do atual processo de reestruturao do clube o fortalecimento das categorias de base

    Div

    ulga

    o

    Em alguns anos, a ideia que grande parte dos jogadores

    da base colorada seja da regio.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 201515VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015

    Vitrine do Pakinhapor Marcelo Vieira Muniz

    3225-1648 | 3223-6610

    1 - Casal dra. Cristina e o empresrio Marco Marian. 2 - Casal simpatia da semana. 3 - Empresrio Marquinho Tortelli, Pakinha e o diretor da Uniplac e empresrio da CONCRESC ,

    Marco Marian. 4 - Grandes amigos, Fridy e Eliane. 5 - Assoprou velinhas neste ms, Altair Marian, festo com a presena de parentes e amigos. 6 - Festo no Aero, Cacarecos da Band.

    7 - Festo no Aero, Cacarecos da Band II. 8 - Grande dupla de amigos do Aero New Club. 9 - Parabns ao amigo e empresrio Paulista que recebeu o titulo da cidade de

    Palmeira, pelos 30 anos de servios prestados empresa AVANEX.

    1

    ACEITAMOS GREENCARD E REDE MASTERFARMA E CONVNET

    2 3 4

    5

    6 7 8 9

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 201516 CONTRACAPAVITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2015