Click here to load reader

Vitrine Lageana

  • View
    223

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 184

Text of Vitrine Lageana

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2015

    OpinioSadeSegurana Destaque CidadeEducaoEsporte Poltica

    Lages, sexta-feira, 12 de junho de 2015R$ 2,00

    Ano 05 - Edio 184

    Quem vem primeiro para Lages:

    NOVAER CRAFT ou SINOTRUK?

    Enquanto os chineses esto enrolados para trazer a montadora para Lages a Novaer Craft se desenrola-se para implantar sua fbrica de avio em solo lageano. Tanto que, o ministro da Cincia,

    Tecnologia e Inovao, Aldo Rebelo, manifestou total apoio ao projeto da fbrica em Santa Catarina, em reunio realizada com o Governador Raimundo Colombo em Braslia, no decorrer da semana. Conforme

    ele, o Ministrio far o possvel para viabilizar a produo de aeronaves de pequeno porte. | Pg. (3)

    Div

    ulga

    o

    Prximaedio jest marcadaNem bem terminou a 27 Festa Nacional do Pinho, os organizadores do evento j decidiram que a prxima edio ser de 20 a 29 de maio de 2016. | Pg. (3)

    RadarmeteorolgicoA previso de que no final da semana o equipamento volte a entrar em operao. | Pg. (9)

    ProjetoPonte GrandePrefeito interino Toni Duarte busca solues para a continuidade da obra. | Pg. (9)

    Reposiode aulasA Secretaria de Estado da Educao publica Portaria no Dirio Oficial instrues aos diretores escolares para a reposio de aulas e dias letivos na rede estadual.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2015OPINIO1202

    Coisas de ontem e de hoje para refletir

    Nossa Opinio

    Se levarmos em considerao o prazo exguo que a empresa organizadora do evento teve, certamente, haveremos de convir que, a 27 edio do maior evento gastronmico do sul do Pas, foi um sucesso. No de pblico pagante, pois deveria ser melhor. Ser que faltou divulgao? A crise reinante no pas afetou o bolso dos turistas? Ou a festa no est ao alcance do poder aquisitivo dos serranos e lageanos? De qualquer forma, acreditamos que, a expectativa que reinava entre os veculos da imprensa lageana foi cabalmente realizada. Queiram ou no os mais cticos, os dez dias de festa aqueceram a economia da cidade. Os turistas, abasteceram seus veculos em nossos postos de combustveis, almoaram nos restaurantes de Lages, hospedaram em hotis locais, fizeram compras no shopping e nas lojas do comrcio central, enfim, deixaram divisas na cidade.Um outro fato que demonstrou a irritabilidade desmedida de

    alguns lageanos, foram as constantes reclamaes do som da festa. Alis, sem nenhuma necessidade. Pois, se os volumes dos amplificadores estivessem com seus decibis fora do limite permitido, certamente, a Polcia Militar ou algum rgo de fiscalizao estaria tomado providncias. Ficou provado que um antigo ditado ainda est em voga: no se contenta a gregos e troianos ao mesmo tempo. Na verdade, sabe-se de antemo, quem so, a maioria das pessoas que tanto reclamaram utilizando a imprensa local. Primeiro, os opositores da administrao municipal de Lages. Segundo, aqueles que no foram agraciados com credenciais especiais para adentrarem ao evento, e por no disporem de meio financeiros para frequentar o evento, restava-lhes o nico meio, denegrir a imagem da organizao da festa. Terceiro, que eles sempre gostam de se aparecer frente aos holofotes e microfones para dizer qualquer tipo de asneira.

    Correspondeu s expectativas

    Grimpa!

    A passo de tartaruga as obras do Aeroporto Regional do Planalto Serrano que est sendo construdo em Correia Pinto, comea a tomar forma. Como por exemplo, chegou at quele local a iluminao eltrica. Espera-se que o acesso da BR 116 ao aerdromo esteja concluda ainda em 2015. Como ainda faltam outros melhoramentos, como mobilirio e de uso tcnico, bem provvel que a inaugurao do aeroporto ainda acontea somente em 2016.Lentidovelha histria :

    Testede fogo

    Uma obra que tambm requer a sua concluso com urgncia a da via Gastronmica. Muito devagar est sendo o seu acabamento. Uma das floreiras, mesmo antes de receber as plantas que um dia iro florescer, j foi detonada por um motorista que se perdeu no espao para manobrar o seu veculo. Talvez ser necessrio rever o que l foi feito, obedecendo o projeto arquitetnico.

    ...Motoristaestranhou a floreira

    A 27 Festa Nacional do Pinho realizada no perodo de 29 de maio a 10 de junho serviu para testar alguns segmentos que fazem parte da vida dos lageanos em seu dia a dia. Ou melhor, serviu para medir como anda a estrutura bsica da cidade; como, hotis, restaurantes, comrcio, etc. Porm, serviu tambm para, testar a condio da mobilidade urbana de Lages. Nesses casos, ficou comprovado que o trnsito da cidade, ainda continua catico, e muito precisa ser feito para se chegar a uma condio normal, ou seja, com os espaos das vias pblicas respeitados por motoristas, motociclistas e pedestres, dentro de uma harmonia compatvel com o que determina o Cdigo de Trnsito Brasileiro.

    Nulvany Lopes Pael (Chico Pael)

    Nem bem terminou a 27 Festa Nacional do Pinho, j tem data para a realizao da 28 edio em maio de 2016. Se pensar pelo lado do planejamento do evento futuro, aplaudimos a iniciativa. Porque, na verdade, apesar do brilhantismo da 27 edio, ainda h algo a fazer para melhorar o evento, e com isso, oferecer mais opes aos frequentadores, principalmente aos turistas que podero voltar para a prxima edio. No querendo se autopromover, porm, bom que saibam o seguinte: talvez tenha sido eu, o primeiro e nico profissional da imprensa lageana que um dia lutou pela privatizao da Festa Nacional do Pinho, tenho o prefeito em exerccio como testemunha desse fato, pois a ele entreguei em 2015, uma solicitao do Comit Pr Privatizao da Festa do Pinho, propondo essa consolidao. Se aproveitaram a minha ideia pouco ou nada interessa-me, sinto a satisfao de saber que est dando certo a concretizao do meu sonho. Saibam ainda que, primordialmente j havamos

    proposto a privatizao da festa quando fazamos parte da redao do jornal O Momento em tempos que j vo ao longe.Como bom avivar a memria das pessoas, fao questo de lembrar a todos que, tambm reivindicamos a construo de uma passarela frente ao Forum Nereu Ramos. Felizmente, chega-nos a notcia de que em breve ser iniciada a obra dessa melhoria em benefcio da comunidade. Por vrias vezes solicitamos esse melhoramento atravs da imprensa, mesmo via Dirio da Noite do qual fui editor-chefe e

    tambm responsvel pela Coluna intitulada Corneteiro de Planto. Voltando ao assunto da Festa Nacional do Pinho. Agora, para enaltecer o trabalho de alguns integrantes da imprensa e para criticar o de outros. Os que fazem js aos elogios porque tiveram a grandeza de bem representar os demais colegas que no tiveram essa oportunidade. Enquanto aqueles que no tiveram senso de profissionalismo, s podemos lamentar suas atuaes.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 201503

    A prxima Festa Nacional do Pinho j tem data: 20 a 29 de maio de 2016

    DESTAQUE 03

    Show pirotcnico, fim de festa, a despedida da 27 Festa Nacional do Pinho

    Div

    ulga

    oLageanos e turistas se des-pediram da 27 Festa Nacio-nal do Pinho, promovida de 29 de maio a 7 de junho. Neste domingo, milhares de pessoas assistiram ao show de uma das maiores duplas sertane-jas do pas, Henrique e Juliano, selando o evento. O cantor Edson Augusto tambm subiu no palco Nacional. No palco Nativista, o tradicionalismo com Pedro Valderas, Joo Cha-gas Leite e o grupo Fogo de Cho era a agenda do dia. Um show de

    fogos de artifcio embelezou o cu de outono de Lages oficiali-zando o encerramento (mas a programao prev, ainda, baile a partir da meia-noite).Nestes dez dias ininterruptos de animao e demonstraes de orgulho por Lages, os visi-tantes do parque de exposies Conta Dinheiro encontraram exemplos legtimos da culinria base de pinho e outros pra-tos da vida rural, alm de bebi-das quentes que os aqueceram nas frias madrugadas. O pblico conferiu os dotes artsticos dos Centros de Tradies Gachas (CTGs) no Recanto da Tradio

    e adquiriram produtos feitos de couro e outros elementos pro-duzidos em Lages e regio.Nestes dez dias, uma das prin-cipais atraes foi a Sapecada da Serra Catarinense (15 edio) e a Sapecada da Cano Nativa (23), em que pela primeira vez um lageano, Kiko Goulart, levou o trofu de vencedor. E no Centro de Lages, o Recanto do Pinho Aracy Paim, no calado da praa Joo Costa, abriu os braos para aconchegar os tal-entos de canto e dana de Lages e regio com espetculos ao ar livre, liberando espao, ainda, para entidades socioassistenci-ais e de artesanato comercial-izarem produtos para subsidiar financeiramente seus projetos.

    EngrenagemO prefeito interino Toni Duarte observa que, alm de ser um evento ecltico e atrair pblicos distintos em diferentes dias, a Festa do Pinho garante a sub-sistncia de milhares de pessoas nestes dez dias, fazendo com que, no curto prazo, alcancem objeti-vos econmicos. Estes dez dias

    podem mudar a vida de muitas famlias para melhor, destaca. A Festa Nacional do Pinho uma engrenagem que funciona por meio de parcerias pblico-privadas. um processo de unio. Os empresrios de nossa rede hoteleira, hospedagem alter-

    nativa, comrcio de vesturio e de calados, restaurantes, lan-chonetes, bares, esto felizes. Uma festa assim se faz atravs de um conjunto de foras meios de comunicao, prefeitura, gov-erno do Estado, Polcias, Exrcito, Bombeiros, iniciativa privada,

    patrocinadores, refora. Para ele, a Festa do Pinho muito mais do que se v e se vivencia durante os dez dias. Nossas marcas esto enraizadas. Sabemos receber as pessoas que optaram por Lages para se divertir tambm nessa temporada, frisa.Ministro garante apoio para instalao de fbrica

    da Novaer Craft em Santa CatarinaO ministro da Cincia, Tecno-logia e Inovao, Aldo Rebelo, manifestou total apoio ao pro-jeto da fbrica da Novaer Craft em Santa Catarina, em reunio na quarta-feira, 10, em Braslia, com o governador