Vitrine Lageana

  • View
    224

  • Download
    6

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 185

Text of Vitrine Lageana

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2015

    OpinioSadeSegurana Destaque CidadeEducaoEsporte Poltica

    Lages, sexta-feira, 19 de junho de 2015R$ 2,00

    Ano 05 - Edio 185

    Inter De Lages comemora aniversrio apresentando

    jogadores

    A apresentao ocorreu na noite de quinta-feira, em jantar realizado no Clube Caa e Tiro, durante o evento foi comemorado o aniversrio do Colorado Lageano que completou 66 anos de fundao. Dos 33 jogadores apresentados, 15 juntaram-se aos 18 que j estavam no clube no

    Campeonato Catarinense. Dos recm-chegados, dois esto retornando ao Inter de Lages. So eles: o zagueiro Sandro Muller e o meia Athos, que estavam, respectivamente, no Amrica de Tefilo Otoni-MG e no Marclio Dias. Os dois foram campees da Srie B em 2014 pelo Inter. | Pg. (3)

    Div

    ulga

    o

    RacismoInconstitucionalA deputada federal Carmem Zanotto diz que pode ser combatido. | Pg. (4)

    PM: Novo Comandante Assumiu na quinta feira, 18/06, o comando do 6 BPM em Lages, o Ten. Cel. PM Leibinitz Martinez Hiplito. | Pg. (3)

    HomenagemSeis servidoras municipais em processo de aposentadoria foram homenageadas pelo prefeito interino Toni Duarte. | Pg. (6)

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2015OPINIO1202

    Resquicio da derrota

    Nossa Opinio

    Ningum duvida de que a campanha poltica visando o prximo pleito eleitoral de 2016 j tenha comeado discretamente e silenciosa, at porque, a lei probe qualquer estardalhao de propaganda poltica, e o Calendrio Eleitoral deve ser respeitado. Pelo menos o que se presume.Porm, como h candidatos, na verdadeira expresso da palavra. H tambm, postulantes que so denominados candidatos a candidatos. E, esses acertos dentro do prprio seio dos partidos, j esto sendo feitos. Segundo alguns analistas polticos, as eleies para vereador e prefeito municipal, so consideradas as mais difceis de um pleito eleitoral. Portanto, as campanhas dos candidatos comeam silenciosas muito antes das datas permitidas pela Justia Eleitoral.Em Lages, a prxima eleio de 2016 ter um ingrediente a mais: o afastamento do prefeito Elizeu Mattos, o qual ainda no retornou e, quem sabe poder at no voltar a exercer o cargo mximo de chefe do Poder

    Executivo Municipal, vai depender dos julgamentos de recursos que foram impetrados juntos s instituies representativas da Justia Pblica. Em caso de uma deciso de manter o prefeito Elizeu Mattos afastado do cargo, certamente haver um novo desfecho na sucesso municipal em Lages.Comenta-se pelas esquinas da cidade que, o prefeito interino de Lages, Toni Duarte, caso seja mantido no cargo, um candidato nato sua prpria sucesso. E, no comando da mquina administrativa o poder sempre fala mais forte. Portanto, no ser um candidato fcil de vencer, mesmo com o poderio econmico de outros postulantes.Por outro lado, os demais partidos, os de porte mdio e os considerados nanicos devero unir as foras e lanar um candidato para ser oposio situao e quem sabe, at mesmo ao candidato do governo. S mesmo com o passar dos dias poderemos ter mais detalhes em torno do pleito eleitoral de 2016.

    Sucesso municipal

    Grimpa!

    A populao de Lages e regio serrana muito esperou pela efetiva concluso da obra do Lages Garden Shopping. At hoje, ainda no se tem 100% do espao que deveria ser construdo, como tambm, ainda no entregaram comunidade todas as atividades comerciais e de entretenimento, como por exemplo, os cinemas. Uma demonstrao inequvoca que se chama mania de brasileiro, entregar obra sem concluir. Antes eram os polticos que utilizavam essa vergonhosa atitude. Hoje as empresas privadas seguem o mesmo caminho. Ainda em relao ao maior estabelecimento comercial da regio serrana, alm de ser um empreendimento que foi construdo longe do permetro urbano de Lages, tem o inconveniente, de no ser aquilo que a populao esperava. Uma administrao inexperiente, cujos expedientes utilizados nem sempre so os mais desejados pelos consumidores. Diga-se de passagem, nem mesmo a maioria dos veculos de imprensa local e da regio comungam com o sistema de marketing que est sendo utilizado pelo e apartamento especializado. Que, alis, nada tem de especializado. a mesmice de sempre.

    Deixandoa desejar :

    Desencontrode informaes

    Deu muito o que falar sobre a morte da jovem Jordana Branco dias atrs. Quanto ao fato bvio, houve uma morte. O que se coloca aqui, foram os desencontros de informaes praticadas pela imprensa lageana. Parecia que cada informante queria apresentar um furo de reportagem sociedade, a qualquer custo. Nem que para isso usasse de meios at considerados desonestos. O que se tinha a impresso era de que, alguns integrantes da imprensa local, sem conhecimento de causa, tinham o desejo de divulgar em primeira mo at mesmo que no tinham conhecimento, o que ficou demonstrado em muitos, a total incompetncia, e a falta de credibilidade na arte de bem informar.

    Nulvany Lopes Pael (Chico Pael)

    O ano de 2015 caminha de forma preocupante na poltica e na economia do Pas. No era para ser assim. Na poltica, o que se v, so apenas atos de corrupes que, a cada dia vem tona nas investigaes que esto sendo realizadas. Na economia, justamente, pelas dificuldades polticas do momento que refletem em todos os segmentos sociais, estamos convivendo com uma situao de dificuldades para a sobrevivncia da populao brasileira. Na verdade, no era para ser assim. Se verificarmos as aes de alguns polticos,

    veremos que eles descambaram para as picuinhas mesquinhas e rasteiras. Isso desde os resultados das ltimas eleies.O primeiro sinal de sua inaptido para o convvio democrtico partiu do ex-presidente da Repblica Fernando Henrique Cardoso que, em declarao que deveria envergonhar algum com sua biografia, colocou em dvida a reeleio da presidente Dilma Rousseff pela desqualificao daqueles que nela teriam votado. Valeu-se dos mais antiquados e reacionrios preconceitos contra pobres e nordestinos (como se

    ele prprio no tivesse ficado muito feliz ao receber os votos desses eleitores nas eleies nas quais disputou).A seguir, o lastimvel episdio da solicitao feita pela campanha tucana Justia Eleitoral de uma auditoria dos resultados da eleio (algo que a legislao nem sequer admite). No fundo, apenas uma outra forma de expressar a rezinga de FHC e Acio Neves, o candidato derrotado do PSDB. O Brasil tem radicais de extrema-direita, a espalhar seus dios e preconceitos. Um anticomunismo ridculo e a saudade da ditadura militar os identificam. O PSDB precisa refletir a respeito de quem pretende representar. Fazer o que tem feito e falar o que tem falado algumas de suas lideranas apenas serve para aular os ultraconservadores. O PSDB necessita ser uma sigla partidria com princpios democrticos, e no confundir liberdade com libertinagem. O Brasil de todos os brasileiros, e no de uma minoria em fase de extino, - OS TUCANOS -. Veja PSDB.

  • VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 201503

    Esporte Clube Internacional de Lages completou 66 anos de fundao

    DESTAQUE 03

    Dos 33 jogadores apresentados, 15 juntaram-se aos 18 que estavam no clube no Campeonato Catarinense

    Div

    ulga

    oNa noite do dia 18 de junho de 2015, nas dependncias do Serrano Tnis Clube de Lages, foi comemorado o aniversrio do Inter de Lages, pela passa-gem dos 66 anos de fundao. Na oportunidade, foram apre-sentados os integrantes da Comisso Tcnica, assim como alguns atletas que j fazem parte do elenco e que disputaro o Campeonato Brasileiro da Srie D. O ato de comemorao de aniversrio do clube com mais de meio sculo de existncia foi bastante concorrido, com a presena de autoridades e de convidados especiais.

    HistriaO Internacional de Lages foi fundado no dia 13 de junho de 1949 por 12 jovens lageanos, alguns deles torcedores do Sport Club Internacional, de Porto Alegre, o que ajuda a explicar o nome e as cores usa-das pelo clube de Lages. O Leo Baio um dos mais tradicionais e longevos do futebol de Santa Catarina ainda em atividade. Na primeira diviso do estadual,

    so 39 participaes at hoje, sendo a mais recente nessa conta a edio de 2015. Ao todo, considerando tambm as tem-poradas do clube na segunda e terceira divises do Campe-onato Catarinense, foram 52 participaes: alm das 39 na primeira diviso, foram 9 tem-poradas na segunda diviso (em trs diferentes momen-

    tos) e 4 na terceira. Abatido por problemas financeiros, o Inter no entrou em campo em trs momentos distintos de sua histria: o intervalo 1996-1999, o ano de 2003 e o de 20097 . Depois de um ano fora das disputas, o retorno s com-peties ocorreu em 2010, pela Diviso de Acesso (atual Srie C) do estadual. Em dezembro de

    2012, aps intensa campanha pblica que pedia mudanas no clube, o Inter de Lages tro-cou seu comando. Jos Carlos Medeiros, o Brequinho, diri-gente do clube por mais de duas dcadas, deixou a presidncia.O eleito para ocupar o posto foi Jos Carlos Susin, o Zez, campeo estadual pelo Inter de Lages como jogador em1965. Polcia Militar troca comando no batalho de

    maior rea territorial do Estado, em LagesNo ano em que completa 180 anos de existncia, a Polcia Mili-tar de Santa Catarina conta com um novo comandante no batal-ho responsvel pela maior rea territorial no Estado. Na tarde de quinta-feira, o tenente-coronel Leibnitz Martinez Hiplito assu-

    miu a chefia do 6 BPM, sediado em Lages, no lugar do tambm tenente-coronel Roberto Vidal Fonseca, que retorna a Flori-anpolis aps dois anos no cargo.Com um efetivo de 453 polici-ais e atuao em 21 municpios da Serra Catarinense, o batalho da PM em Lages foi fundado h 33 anos e um dos mais completos do Estado, contando, inclusive, com um helicptero entregue no fim de maio pelo governa-dor Raimundo Colombo, o que coloca a regio entre as poucas

    do Brasil com este dispositivo de segurana.Ao se despedir dos colegas de trab