Workshop Anpei Incentivos à Inovação Ilhéus Jan 27 Eduardo Grizendi V 2

  • View
    1.585

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Gestão da Inovação, Incentivos a Inovação, Lei de Inovação, Lei do Bem.

Text of Workshop Anpei Incentivos à Inovação Ilhéus Jan 27 Eduardo Grizendi V 2

  • 1. Incentivos Fiscais Inovao Tecnolgica A Lei do Bem Workshop Eduardo Grizendi Professor Titular egrizendi@inatel.br Blog: www.eduardogrizendi.blogspot.com Ilhus, 27 de Janeiro de 2010
  • 2. Agenda Motivao para a Inovao Conceitos de Inovao: Manual de Oslo (Finep, 2005), Manual da PINTEC 2005, Leis de Inovao e do Bem O Processo de Inovao O Modelo de Inovao Aberta (" Open Innovation" ) Viso geral da Lei de Inovao A previso por Incentivos Fiscais da Lei de Inovao A previso da Subveno Econmica Viso geral da Lei Baiana de Inovao e o contra-ponto com a Lei Federal de Inovao Viso geral da Lei do Bem Os principais incentivos fiscais da Lei do Bem Resumo dos benefcios da Lei do Bem Os Dispndios Classificveis como despesas pela legislao do IRPJ As informaes para o MCT As Alteraes na Lei do Bem - A Lei Rouanet da Inovao Os Caminhos para inovao - as oportunidades trazidas pelo Modelo de Open Innovation Os Caminhos para inovao - as oportunidades trazidas pela Lei de Inovao e a Lei do Bem Concluses @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 2
  • 3. Motivao para a Inovao Produo Cientfica X Produo Tecnolgica Oportunidades oferecidas pelo Modelo de Inovao Aberta; Proteo da propriedade intelectual das criaes; Alinhamento com a Lei de Inovao; Maior integrao ao Sistema Nacional de Inovao; @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 3
  • 4. Produo Cientfica Brasileira Crescimento das publicaes cientficas Nmero de papers um 18 indicador internacional de 16 medida da produo cientfica 14 Aumento de 11,3%/ano Valor relativo 12 4,8 x a mdia mundial 2,12% da produo mundial em 10 2008 8 6 Brasil Mundo 4 2 Mestres e doutores titulados anualmente 1 40.000 0 1981 1984 1987 1990 1993 1996 1999 2002 2005 2008 Mestrado 35.000 36 mil mestres Doutorado Ano formados em 2008 30.000 Fonte: MCT 25.000 20.000 15.000 10,7 mil doutores O Brasil produz mais de formados em 2008 10.000 doutores / ano 10.000 Mais que Austrlia, Itlia 5.000 e Canad 0 Cerca de 5 x mais que o 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 08 Mxico fonte: Capes/MEC @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 4
  • 5. Produo Tecnolgica Brasileira Nmero de patentes um indicador internacional de medida da produo tecnolgica O Brasil responde apenas por 0,18% do nmero de patentes registrados no mundo (Banco Mundial, 2008) A instituio que mais patenteia no Brasil a Unicamp, seguida pela Petrobrs @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 5
  • 6. A Inovao Tecnolgica de Produto ou Processo (TPP) segundo o Manual de Oslo (1997) Inovaes Tecnolgicas em Produtos e Processos (TPP): implantaes de produtos e processos tecnologicamente novos e substanciais melhorias tecnolgicas em produtos e processos. O termo produto usado para cobrir tanto bens como servios; Inovao tecnolgica de produto pode assumir duas formas abrangentes: Produtos tecnologicamente novos; Produtos tecnologicamente aprimorados; Inovao tecnolgica de processo a adoo de mtodos de produo novos ou significativamente melhorados, incluindo mtodos de entrega dos produtos. A inovao TPP precisa ser distinguida de: Inovao organizacional; Outras mudanas em produtos e processo; @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 6
  • 7. A Inovao Tecnolgica segundo a PINTEC 2008 Introduo no mercado de um produto (bem ou servio) tecnologicamente novo ou substancialmente aprimorado O termo "produto", por sua vez, abrange tanto bens como servios. Introduo na empresa, de um processo produtivo tecnologicamente novo ou substancialmente aprimorado; Se refere a produto e/ou processo novo (ou substancialmente aprimorado) para a empresa, no sendo, necessariamente, novo para o mercado de atuao; Pode ter sido: Desenvolvida pela empresa ou Ter sido adquirida de outra empresa/instituio que a desenvolveu. Pode resultar de: Pesquisas e desenvolvimentos tecnolgicos realizados no interior das empresas (P&D); Novas combinaes de tecnologias existentes; Aplicao de tecnologias existentes em novos usos ou Utilizao de novos conhecimentos adquiridos pela empresa. @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 7
  • 8. A Inovao segundo as Leis de Inovao e do Bem Lei de Inovao Federal: Art. 2, IV , Inovao: Introduo de novidade ou aperfeioamento no ambiente produtivo ou social que resulte em novos produtos, processos ou servios Lei Baiana de Inovao: Art.2, I , Inovao: Introduo de novidade ou aperfeioamento no ambiente produtivo ou social que resulte em novos processos, produtos ou servios, bem como na melhoria da qualidade ou produtividade em processos, produtos ou servios j existentes Lei do Bem Art. 17, 1, Considera-se inovao tecnolgica a concepo de novo produto ou processo de fabricao, bem como a agregao de novas funcionalidades ou caractersticas ao produto ou processo que implique melhorias incrementais e efetivo ganho de qualidade ou produtividade, resultando maior competitividade no mercado @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 8
  • 9. A Inovao Tecnolgica para a Empresa Novo Produto Melhoria em Produto Novo Processo Melhoria em Processo = @Eduardo Grizendi 2010 Ilhus, 27 de Janeiro de 2010 9
  • 10. O Processo de Inovao Funil da Inovao e seleo de idias e projetos Idias Idias Idias Projetos Idias Prottipo Projetos Idias Idias Projetos Prottipo Idias Idias Produto Idias