07 index jul-14

Embed Size (px)

Text of 07 index jul-14

  • Pginas 2, 3 e 4 Pginas 5 e 6 Pginas 7, 8 e 9

    Faturamento real Massa salarial real Anlise setorial

    Horas trabalhadas na produo Rendimento mdio real

    Emprego Utilizao da capacidade instalada

    Indicadores industriais mostram cenrio negativo

    Os dados do ms de julho no mostraram recuperao da indstria mineira, ao contrrio, os ndices dessazonalizados indicaram um comprometimento ainda maior da retomada do crescimento. O faturamento real diminuiu, acentuando a queda no acumulado do ano, sendo que esse resultado negativo est disseminado entre os setores. A elevao nas variveis ligadas produo horas trabalhadas e utilizao da capacidade instalada est relacionada com o retorno de frias coletivas de algumas empresas.

    O emprego mostrou queda pelo terceiro ms consecutivo, aps ajuste sazonal, enquanto a massa salarial e o rendimento mdio real apresentaram relativa estabilidade. A expectativa de que o terceiro trimestre do ano, que historicamente favorvel para indstria, pode estar comprometido pelos baixos nveis de confiana e pelas incertezas que cercam o cenrio poltico e econmico do pas.

    INDICADORES INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS (Var.%)

    VariveisJul/14 Jun/14 dessaz.

    Jul/14 Jun/14

    Jul/14 Jul/13

    Jan-Jul/14 Jan-Jul/13

    Faturamento Real 1 (1,26) 3,39 (12,73) (7,54)

    Horas Trabalhadas 0,20 5,33 (1,89) (1,86)

    Emprego (0,14) (0,22) 0,03 (0,16)

    Massa Salarial Real 2 (0,02) 3,17 0,11 3,72

    Rendimento Mdio Real 2 (0,07) 3,40 0,09 3,74

    (%)

    Utilizao da Capacidade Instalada Jun/14 Jul/14 Jul/13 Jan-Jul/2014 Jan-Jul/2013

    ndice Original 83,29 85,90 84,25 84,74 85,08

    ndice Dessazonalizado 83,63 85,24 83,59 - -

    1 Deflator IPA/OG FGV 2 Deflator INPC IBGE

    UCI dessazonalizada JULHO/2014

    85,24%

    0%

    20%

    40%

    60%

    80%

    100%

    Ms anterior 83,63%

    Ano 25 N 7 JULHO 2014

  • 2 | ANO 25 N 7 JULHO 2014

    Faturamento realMostrou elevao diante

    do ms anterior O faturamento real incrementou 3,39% em

    julho contra junho, resultado do maior nmero de vendas para o mercado interno e externo.

    Os setores de Veculos Automotores e de Alimentos destacaram-se com as maiores influncias positivas, indicando 1,93 e 1,36 ponto percentual (p.p.), respectivamente. A maior contribuio positiva ao ndice ficou com o setor de Produtos de Metal, com expanso de 41,99%, consequncia da entrega de pedidos nas empresas de estruturas metlicas.

    Em termos dessazonalizados a varivel mostrou recuo de 1,26%.

    Em relao ao mesmo ms de 2013, o valor total das vendas reduziu 12,73%.

    A varivel registrou decrscimo de 6,15% na anlise da mdia mvel dos ltimos 12 meses.

    Entre janeiro e julho deste ano, comparativamente aos mesmos meses do ano passado, o indicador variou negativamente 7,54%.

    No acumulado do ano at julho, o setor de Veculos Automotores apresentou a maior contribuio negativa, com 6,43 p.p., registrando tambm a maior retrao no perodo (-21,23%).

    Faturamento Real - Variao (em %) x Influncia (em p.p.) acumulada

    Variao Influnciamaior influncia positiva maior influncia negativa

    23,42

    4,63

    23,70

    12,101,26 1,64

    (0,56) (4,55) (4,58)(8,84) (14,93)

    (7,55) (9,10)(4,98)

    (13,73)(21,23)

    1,02

    0,23

    0,22

    0,17

    0,13 0,08

    (0,01) (0,05) (0,07)(0,14)

    (0,22)

    (0,23) (0,39)(0,85)

    (0,97)

    (6,43)

    Prod

    utos

    Qu

    mic

    os

    Mq

    uina

    s e

    Equi

    pam

    ento

    s

    Prod

    utos

    Far

    mac

    utic

    os

    Beb

    idas

    Prod

    utos

    Alim

    entc

    ios

    Der

    ivad

    os d

    e Pe

    trl

    eo e

    Bio

    com

    bust

    vei

    s

    Mq

    uina

    s, A

    pare

    lhos

    e M

    ater

    iais

    El

    tric

    os

    Celu

    lose

    , Pap

    el e

    Pro

    duto

    s de

    Pap

    el

    Prod

    utos

    Tx

    teis

    Art

    igos

    do

    Vest

    urio

    e A

    cess

    rio

    s

    Prod

    utos

    de

    Met

    al

    Cour

    o e

    Cal

    ados

    Prod

    utos

    de

    Min

    erai

    s N

    o M

    etl

    icos

    Met

    alur

    gia

    Bs

    ica

    Extr

    ativ

    a M

    iner

    al

    Vec

    ulos

    Aut

    omot

    ores

    Faturamento real Dessazonalizado mdia 2006=100

    Faturamento Real

    Deflator: IPA/OG-FGV

    Faturamento Real Mdia Mvel Semestral

    115

    120

    125

    130

    135

    140

    145

    jul/11 nov/11 mar/12 jul/12 nov/12 mar/13 jul/13 nov/13 mar/14 jul/14

  • ANO 25 N 7 JULHO 2014 | 3

    Horas trabalhadas na produo

    Cresceram na comparao com junho

    As horas trabalhadas na produo elevaram-se em 5,33% no ms de julho, frente a junho.

    O setor de Veculos Automotores apresentou a maior variao positiva (17,47%) e a maior influncia (1,74 p.p.).

    Livre dos efeitos sazonais, as horas trabalhadas registraram crescimento de 0,20%.

    No confronto com o mesmo ms de 2013, a varivel retraiu 1,89%.

    Na anlise da mdia mvel dos ltimos 12 meses, as horas na produo reduziram 0,84%.

    De janeiro a julho de 2014 a varivel reduziu 1,86%, na comparao com igual perodo de 2013.

    A maior influncia negativa foi observada no setor de Veculos Automotores, com 1,76 p.p. no acumulado de janeiro a julho de 2014. O setor de Produtos de Metal apresentou a maior variao negativa (-19,49%).

    Horas trabalhadas na produo Dessazonalizado mdia 2006=100

    Horas Trabalhadas na ProduoHoras Trabalhadas na Produo Mdia Mvel Semestral

    105

    110

    115

    120

    125

    130

    135

    jul/11 nov/11 mar/12 jul/12 nov/12 mar/13 jul/13 nov/13 mar/14 jul/14

    Horas Trabalhadas na Produo - Variao (em %) x Influncia (em p.p.) acumulada

    Variao Influnciamaior influncia positiva maior influncia negativa

    23,71

    35,32

    2,20 3,85 3,99 5,227,68 0,99 10,55 4,20

    (2,43) (3,05) (3,69) (6,01)

    (19,49)

    (13,35)

    0,69

    0,45

    0,40 0,23 0,150,11

    0,090,08

    0,07

    0,04

    (0,08)(0,21) (0,27)

    (0,38)

    (1,14)

    (1,76)

    Prod

    utos

    Qu

    mic

    os

    Beb

    idas

    Prod

    utos

    Alim

    entc

    ios

    Prod

    utos

    de

    Min

    erai

    s N

    o M

    etl

    icos

    Prod

    utos

    Tx

    teis

    Mq

    uina

    s, A

    pare

    lhos

    e M

    ater

    iais

    El

    tric

    os

    Prod

    utos

    Far

    mac

    utic

    os

    Extr

    ativ

    a M

    iner

    al

    Der

    ivad

    os d

    e Pe

    trl

    eo e

    Bio

    com

    bust

    vei

    s

    Celu

    lose

    , Pap

    el e

    Pro

    duto

    s de

    Pap

    el

    Mq

    uina

    s e

    Equi

    pam

    ento

    s

    Cour

    o e

    Cal

    ados

    Met

    alur

    gia

    Bs

    ica

    Art

    igos

    do

    Vest

    urio

    e A

    cess

    rio

    s

    Prod

    utos

    de

    Met

    al

    Vec

    ulos

    Aut

    omot

    ores

  • 4 | ANO 25 N 7 JULHO 2014

    EmpregoRecuou no acumulado

    at julho de 2014 O emprego no ms de julho decresceu 0,22%

    na comparao com junho. O setor de Veculos Automotores apresentou a

    maior influncia negativa (-0,16 p.p.). A maior variao negativa foi do setor de Bebidas com queda de 1,79%.

    Em termos dessazonalizados, o indicador recuou 0,14% em julho frente a junho.

    A mdia mvel dos ltimos 12 meses elevou-se em 0,22%.

    No acumulado at julho de 2014 o indicador decresceu 0,16%, na comparao com o mesmo perodo de 2013.

    De janeiro a julho deste ano, o setor de Produtos Alimentcios foi o que mais influenciou negativamente o emprego industrial (-0,42 p.p.). A maior variao negativa no indicador foi registrada pelo setor de Bebidas (-15,21%).

    EmpregoDessazonalizado mdia 2006=100

    EmpregoEmprego Mdia Mvel Semestral

    120

    122

    124

    126

    128

    130

    jul/11 nov/11 mar/12 jul/12 nov/12 mar/13 jul/13 nov/13 mar/14 jul/14

    Emprego - Variao (em %) x Influncia (em p.p.) acumulada

    Variao Influnciamaior influncia positiva maior influncia negativa

    4,017,64

    1,494,67

    10,18

    4,011,45

    (0,30) (0,24)(0,79)

    (8,91)

    (1,03) (2,25)

    (15,21)

    (2,56) (2,65)

    0,29

    0,21

    0,19

    0,19

    0,11

    0,09

    0,01

    (0,01) (0,02)(0,04)

    (0,07)

    (0,07)(0,15)

    (0,18)

    (0,19) (0,42)

    Prod

    utos

    de

    Min

    erai

    s N

    o M

    etl

    icos

    Prod

    utos

    Qu

    mic

    os

    Vec

    ulos

    Aut

    omot

    ores

    Prod

    utos

    Tx

    teis

    Prod

    utos

    Far

    mac

    utic

    os

    Mq

    uina

    s, A

    pare

    lhos

    e M

    ater

    iais

    El

    tric

    os

    Celu

    lose

    , Pap

    el e

    Pro

    duto

    s de

    Pap

    el

    Mq

    uina

    s e

    Equi

    pam

    ento

    s

    Prod

    utos

    de

    Met

    al

    Cour

    o e

    Cal

    ados

    Der

    ivad

    os d

    e Pe

    trl

    eo e

    Bio

    com

    bust

    vei

    s

    Art

    igos

    do

    Vest

    urio

    e A

    ce