Premac rel

  • View
    1.487

  • Download
    9

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Decisões de extinção, fusão, criação de organsimos da administração pública. Portugal, Setembro 2011

Text of Premac rel

  • 1. MINISTRIO DAS FINANAS GABINETE DO SECRETRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAO PBLICA Plano de Reduo e Melhoria da Administrao Central do Estado (PREMAC) Relatriondicendice ................................................................................................................................................ 1Sumrio Executivo ............................................................................................................................ 21. Enquadramento............................................................................................................................ 52. Metodologia de trabalho e calendrio adoptado ........................................................................ 63. Apresentao dos resultados ....................................................................................................... 84. Listagem das entidades extintas/fundidas no mbito do PREMAC ........................................... 165. Listagem das entidades criadas no mbito do PREMAC ............................................................ 22 1
  • 2. MINISTRIO DAS FINANAS GABINETE DO SECRETRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAO PBLICASumrio ExecutivoO Programa do XIX Governo Constitucional consagra como um dos objectivos centrais anecessidade de reduzir os custos da Administrao Central do Estado e de implementar modelosmais eficientes para o seu funcionamento, a exemplo da sua prpria orgnica, que contemplouuma reduo de cinco Ministros e trs Secretrios de Estado e a consequente extino de seteministrios.Para a concretizao destes objectivos, o Governo aprovou, no dia 20 de Julho, o Plano deReduo e Melhoria da Administrao Central (PREMAC), tendo, nesse contexto, determinadoque as novas Leis Orgnicas dos Ministrios (a aprovar at ao final de Outubro) devem traduzir,como ponto de partida, organizaes que reflectem o resultado de um primeiro exerccio desupresso de estruturas e de nveis hierrquicos, com base na avaliao das atribuies daAdministrao Central do Estado.A implementao do PREMAC responde a essa necessidade e constitui um alicerce para apromoo da melhoria organizacional e para o ajustamento do peso do Estado aos limitesfinanceiros do Pas, consubstanciando-se, numa primeira fase, nas medidas de racionalizaodas estruturas orgnicas da administrao directa e indirecta do Estado.Face ao actual contexto de urgncia imperativa de mudana e de necessidade de reforo daconfiana nacional, foi considerado que a superao dos desafios existentes no mbito daorganizao da administrao central do Estado dependia muito mais de uma tomada pronta efirme de decises e de um acompanhamento e controlo rgido da sua efectiva concretizao, doque da reavaliao exaustiva dos diagnsticos j existentes e da reviso recorrente das diversasanlises j equacionadas no passado. Foi este o princpio fundamental de actuao do PREMAC.Os trabalhos decorreram em cerca de 2 meses, tendo sido avaliada a estrutura organizativa daAdministrao Central do Estado com recurso a equipas prprias de cada ministrio, em estreitaarticulao com a Secretaria de Estado da Administrao Pblica e com a Estrutura deAcompanhamento dos Memorandos (ESAME).O resultado obtido aponta para uma significativa extino e racionalizao de rgos e serviosdo Estado, traduzida numa reduo na ordem dos 40% de estruturas de nvel superior daadministrao directa e indirecta, conforme demonstra o quadro seguinte. 2
  • 3. MINISTRIO DAS FINANAS GABINETE DO SECRETRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAO PBLICA Evoluo de estruturas Situao Estruturas Estruturas Estruturas Nova Tipo de Macro-Estrutura Variao Inicial Extintas Mantidas Criadas SituaoAdministrao Directa 145 66 79 19 98 -47 -32% Central 102 37 65 19 84 -18 Perifrica 43 29 14 0 14 -29Administrao Indirecta Institutos Pblicos 74 21 53 4 57 -17 -23%Orgo Consultivos 122 67 55 2 57 -65 -53%Outros Organismos 18 14 4 1 5 -13 -72% 359 168 191 26 217 -142 -40%Em termos de cargos dirigentes, foi alcanada uma reduo na ordem dos 27%, traduzindo emvalor absoluto a eliminao de 1.711 cargos de direco superior e intermdia, conforme sedemonstra no quadro seguinte: Evoluo de quadro de dirigentes Situao inicial Situao Final Variao global Dirigentes Dirigentes Dirigentes Dirigentes Dirigentes Dirigentes Superiores Intermdios Superiores Intermdios Superiores Intermdios 715 5571 440 4135 -275 -1436 6286 4575 -1711 -38% -26% -27%Sem prejuzo dos ganhos que adviro no imediato da supresso de estruturas e de cargosdirigentes, no ser, ainda, possvel estimar a reduo global de despesa decorrente desteexerccio, porquanto, em resultado deste processo de reorganizao sero, naturalmente,alterados os mapas de pessoal dos novos rgo e servios, sendo de esperar que, nessecontexto, existam significativas oportunidades de melhoria na utilizao dos recursos humanosafectos s estruturas do Estado. Os procedimentos relativos ao pessoal dos servios eorganismos que sejam objecto de extino, fuso e reestruturao sero enquadrados nas 3
  • 4. MINISTRIO DAS FINANAS GABINETE DO SECRETRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAO PBLICAregras da mobilidade geral e mobilidade especial, as quais o Governo ser prope, no curtoprazo, flexibilizar e agilizar no sentido do aumento da eficcia da sua aplicao.Importa, todavia, ter presente que o objectivo do PREMAC no se esgota no presente exerccio,sendo este apenas o primeiro passo para o reforo da eficincia da Administrao Pblica e parauma melhor gesto dos seus recursos humanos.O Compromisso Eficincia no domnio do sector pblico assumido por este Governo, tercontinuidade em outras aces concretas, a desenvolver no curto/mdio prazo, com refernciaespecial para: Reestruturao do Sector Empresarial do Estado; Reforma da Administrao Local Autrquica; Realizao de censo e anlise detalhada do custo/benefcio de todas as Fundaes; Reorganizao dos servios desconcentrados da Administrao Central; Reforo da utilizao de servios partilhados na Administrao Pblica. 4
  • 5. MINISTRIO DAS FINANAS GABINETE DO SECRETRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAO PBLICA 1. EnquadramentoO Governo assumiu, no seu Programa, a urgncia de reduzir os custos do Estado e procurarmodelos mais eficientes de funcionamento, afirmando, nessa linha, a inteno expressa deeliminar as estruturas sobrepostas na estrutura do Estado, reduzindo o nmero de organismose entidades, mantendo a qualidade na prestao do servio pblico.Foi assumido o compromisso de, ainda em 2011, apresentar um programa concreto dereorganizao da Administrao Central do Estado, o qual deveria ser objecto de uma execuorigorosa e ambiciosa.Com esse propsito, o Conselho de Ministros aprovou, em reunio de 20 de Julho, as linhasgerais do Plano de Reduo e Melhoria da Administrao Central (PREMAC), no mbito doCompromisso Eficincia, afirmando que o primeiro e mais importante impulso do Plano deveria,desde logo, ser dado no processo de preparao e aprovao das leis orgnicas dos ministrios edos respectivos servios.Nesse contexto, o Conselho de Ministros fixou, como objectivo mnimo a atingir, uma reduode pelo menos 15% no total das estruturas orgnicas dependentes de cada ministrio, e de pelomenos 15% no nmero de cargos dirigentes, tanto de nvel superior, como de nvel intermdio.Foi assumido politicamente que os ministrios deveriam ser exemplares no cumprimento dasorientaes polticas definidas em matria de racionalizao das suas estruturas orgnicas, bemcomo da sua estrutura dirigente, luz dos objectivos do Governo de modernizao equalificao da administrao e de reduo da despesa.A esse propsito, o Programa de Apoio Econmico e Financeiro a Portugal, celebrado com a UE,o FMI e o BCE, estabeleceu que: MoU: Com vista a aumentar a eficincia da administrao central e racionalizar a utilizao de recursos, implementar uma segunda fase do Programa de Reest