51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica

  • View
    793

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of 51.2.poluição e degradação de recursos2013.pol atmosférica

  • 1. Biologia 12 anomaio 2013Leonor Vaz PereiraPoluio e degradao derecursos Parte IITEMA 5PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO AMBIENTE

2. Que solues para o efeito da atividade humanasobre o ambiente?Situao ProblemticaQue atividadeshumanas temcontribudo para acontaminao doplaneta?Quais os principaiscontaminantes do ar,gua e solo?Quais os impactes aonvel dos ecossistemase da sade?Captulo 2.Crescimento da populaohumana e sustentabilidadeCaptulo 1.1.Contaminantesda atmosfera, dosolo e da gua eseus efeitosfisiolgicosPorque que as guasresiduais so um dosprincipais fatores decontaminao?Como diminuir osimpactes da atividadehumana?De que modo sepodem controlar asemisses gasosas?Que fatores temcondicionado odesenvolvimento dapopulao humana aolongo do tempoQuais as consequncias daexploso demogrfica para aqualidade de vida?Quais as consequncias daexploso demogrfica para omeio ambienteO nvel de desenvolvimentocondicionar o seucrescimento?Implicadomnio dastemticasReproduo emanipulao dafertilidadeU1Patrimniogentico ealteraes domaterial genticoU2Imunidade econtrolo dedoenasU3Produo dealimentos esustentabilidadeU4 3. POLUIO ATMOSFRICAContaminao do ar por substncias capazes de causar danos aos seres humanos,a outras formas de vida e a materiais diversos.As atividades humanas ou certos fenmenos naturais do origem a poluentesatmosfricos. 4. Composio daatmosfera da TerraO grfico inferior representa osgases residuais que, ao todo,compem 0,039% da atmosfera.Os valores foram normalizados para propsitos ilustrativos. Os nmerosso de medidas feitas em uma variedade de anos (especialmente 1987,com dados de CO2 e metano de 2009) e no representam uma fontenica. 5. Estratificao da atmosferaA atmosfera constitudapor uma srie de camadashorizontais sobrepostas,separadas umas das outraspor zonas de inverso detemperatura, que resultade diferenas na absoro deenergia solar que incide naTerra.Essas camadas so, a partirda superfcie terrestre, atroposfera, a estratosfera,a mesosfera, a termosferae esosfera.Pgina 79 6. EstratosferaCamada rica em ozono. Este gs origina-se a partirde molculas de oxignio que interagem com aradiao ultravioleta emitida pelo sol. 7. Poluio atmosfricaA poluio atmosfrica afeta, principalmente, atroposfera e a estratosfera.Segundo a OMS, mais de mil milhes de pessoasvivem em locais onde o ar insalubre. 8. Origem dos poluentesA Poluio do ar ocorre quando solanadas para a atmosfera partculaspartculas,gases e vaporesgases e vapores (aerossis) gerados porindstrias, centrais termoeltricas (fontesfixas) ...... veculos automotores, navios,comboios, avies ... (fontes mveis) 9. Principais Poluentes daAtmosferaPgina 81 10. Pgina 81Principais Poluentes daAtmosfera 11. Classificao dos poluentesatmosfricosPgina 80POLUENTES PRIMRIOSPOLUENTES PRIMRIOS- emitidos diretamentepara a troposfera numaforma potencialmenteprejudicial a partir defontes identificveis (CO,NOx, SO2, HCs e materialespecfico)POLUENTES SECUNDRIOSPOLUENTES SECUNDRIOS- produzidos na atmosferapela interao entre dois oumais poluentes primrios,com ou sem ativaofotoqumica (O3, HNO3,H2SO4, H2O2, PAN -peroxinitratos). 12. Efeito do climainverses trmicasGeralmente, o ar atmosfrico mais quentena parte de baixo (recebe o calorarmazenado no solo) e, sendo menos denso,tende a subir, enquanto o ar frio passa parabaixo (conveco trmica), dispersando apoluio.No inverno, como o solo fica mais frio, huma inverso dessas camadas : como no hconveco, os poluentes ficam presos nacamada fria inferior. 13. Impactes da poluioatmosfricaA circulao do ar (ventos)faz com que a poluioatmosfrica, mesmo quandooriginada por fontes locais,atinja facilmente umadimenso regional ouglobal.O nevoeiro fotoqumico;as chuvas cidas, o efeitode estufa e a rarefao doozono estratosfrico soproblemas provocados pelapoluio atmosfrica comimpacte global no planeta.Pgina 82 14. Nevoeiro fotoqumicoPgina 82 15. O nevoeiro fotoqumico,tambm conhecido por SmogSmog,consiste numa mistura depoluentes primriospoluentes primrios(Monxido de Carbono, Dixidode Enxofre ) e poluentespoluentessecundriossecundrios, como por exemploo ozono, formados sob ainfluncia da luz solar.Nevoeiro fotoqumico 16. um aerossol branco , intensamenteintensamenteirritante aos olhos e mucosasirritante aos olhos e mucosas, compostopor uma srie de poderosos agentesoxidantes, com o ozono, peroxinitratos(ROONO2) e aldedos (carros a lcool).Este tipo de poluio torna-se maisevidente nos dias secos e quentes.Nevoeiro fotoqumico 17. Chuvas cidasAs chuvas normais tm um pH de, aproximadamente, 5,6.A chuva cida caracterizada por um pH abaixo de 4,5.Os xidos de enxofre e os xidos de azoto de origem antrpica,sobre tudo queima de combustveis fsseis em centraistermoelctricas, indstria e transportes rodovirios, reagem como vapor de gua atmosfrico e originam cido sulfrico e cidontrico.Uma vez formados, os cidos precipitam na superfcie terrestre. 18. Chuvas cidasPgina 83 19. Efeitos das chuvas cidasO baixo pH tambm faz circular metaispesados como o alumnio nos lagos.O alumnio faz com que alguns peixesproduzam muco em excesso ao redor desuas guelras, prejudicando a respirao.O crescimento de fitoplncton inibido pelos grandes nveisde acidez e os animais que sealimentam dele soprejudicados.Pgina 84 20. Efeitos das chuvas cidasO crescimento das razestorna-se lento e emconsequncia, menosnutrientes sotransportados.A superfcie cerosa dasfolhas rompida e osnutrientes so perdidos,tornando as rvores maissusceptveis a gelo, fungose insetosPgina 84 21. Efeitos das chuvas cidasPgina 84 22. Efeitos das chuvas cidas Destruio de florestas, por ao direta sobreas plantas ou indireta pela acidificao dosolo; Desequilbrios nos ecossistemas aquticosprovocados pela morte dos peixes e libertaode ies txicos (alumnio, cobre, etc); Aumento da frequncia e gravidade dedoenas respiratrias em seres humanos, comoa bronquite e a asma; Libertao de metais pesados, como cobre echumbo, das canalizaes para a gua deconsumo pblico; Degradao de monumentos,particularmente de calcrio e mrmore. 23. Efeito de estufaFenmenonatural que setraduz peloaquecimentodas baixascamadas daatmosferadevido presena decertos gases.Pgina 86 24. Efeito de estufaCaracterizaoDa radiao solarque incide na Terrauma parte refletidapela atmosfera ouabsorvida pelo ozonoestratosfrico. A queatinge a superfcieterrestre gera calor,que irradiado sob aforma de radiaoinfravermelha. 25. Efeito de estufa 26. Efeito de estufaCaracterizaoOs gases de estufa (vapor de gua,dixido de carbono, ozono, CFCs)absorvem alguma radiaoinfravermelha emitida pela superfcieda Terra e radiam por sua vezalguma da energia absorvida de voltapara a superfcie.Como resultado, a superfcie recebequase o dobro de energia daatmosfera, do que a que recebe do Sole a superfcie fica cerca de 30C maisquente do que estaria sem a presenados gases de estufa (-18C). 27. Cerca de 30% daradiao infravermelhavolta para o espaoCalor aprisionadopelo excesso dedixido de carbonoDixido de carbonolibertado pelaaeronaveOs oceanos aquecem libertandovapor de gua que contribui para oaquecimento da atmosferaSuperfcie da terrairradia o calor de voltapara a atmosferaRadiaosolarabsorvidapela TerraQueima de combustveisfsseis e emisso de gasespelos veculos automotoresA desflorestaoaquece a TerraAs fbricas libertamdixido de carbono 28. OUTROS ELEMENTOS QUE CONTRIBUEM PARA O EFEITO DE ESTUFA:METANO, XIDO NITROSO,DIXIDO DE ENXOFRE,METANO, XIDO NITROSO,DIXIDO DE ENXOFRE,CFC, VAPOR DGUA, OZONOCFC, VAPOR DGUA, OZONOGases com efeito de estufa 29. Aquecimento global 30. Consequncias doAquecimento globalElevao do nvel dos maresprovocada por:- dilatao trmica da massa degua ocenica.- degelo das calotas polares egeleiras.Alteraes climticas em todo oplaneta;- aumento de tempestades.- ondas de calor.- alteraes no ciclo das chuvas. 31. Consequncias doAquecimento globalAumento da biomassa terrestre e ocenica provocada por:- acelerao da funo clorofiliana.- aumento do teor de CO2 dissolvido nos oceanos, comaumento de organismos com exoesqueletos decarbonato de clcio.Modificaes profundas na vegetao tpica de cada regioe altitude.Aumento na incidncia de doenas e proliferao de insetosnocivos ou vetores de doenas, o que poder resultarem grandes alteraes sociais. 32. Degelo lento e continuadodas calotes polares 33. Efeito de Estufa, comoevitar?Diminuir a desflorestao progressiva e tentar reflorestaras reas que se encontram destrudas pelo homem;Utilizar transportes coletivos ou no poluentes;Utilizar energias alternativas como a energia elica;Limpar as matas de modo a tentar evitar incndios degrandes dimenses;Controlar a emisso de gases por parte das indstrias(instalao de filtros);Reduzir a queima de resduos urbanos, industriais,agrcolas e florestais, tais como explosivos, resinas, tintas,plsticos e pneus; 34. O PROTOCOLO DE KYOTO (1997) Acordo internacional, assinado por 84 pases, em 1997, emKyoto no Japo, que estabelece, entre 2008 e 2012, a reduo de5,2% dos gases-estufa, em relao aos nveis em 1990.METAS DE REDUOMETAS DE REDUOPases da Unio Europia 8%Estados Unidos 7%Japo 6%Para a China e os pases emdesenvolvimento, como Brasil, ndia eMxico, ainda no foram estabelecidosnveis de reduo Balo com os dizeres Bush & Co. = desastre ambientalna Patagnia (Argentina) em protesto contra os E.U.A 35. O ozono responsvel pela absoro de uma porode uma radiao solar, impedindo-a de atingir asuperfcie do planeta, nomeadamente das radiaesUV-B.Camada de ozono 36. Como se forma a camada deOzono?OOUVOOOOOOUVO+++++23322 37. Buraco da camada de OzonoBuraco da camada de OzonoPgina 87 38. Os CFCs sobem lentamente para camadas superiores camada de ozono.Os raios ultravioletas decompe os CFCs, libertando tomosde cloro (Cl).O cloro como mais denso, desce, voltando para a camadade ozono, destruindo-o.Como se forma o buraco nacamada de Ozono?Pgina 88 39. Outros destruidores da camada de ozono:tetracloreto de carbono (um solvent