A história da mpb

Embed Size (px)

Text of A história da mpb

A histria da mpb (msica popular brasileira)

A histria da mpb

(msica popular brasileira)RodrigoIgorFelipeMarcelo

Podemos dizer que a MPB surgiu ainda no perodocolonialbrasileiro, a partir da mistura de vrios estilos. Entre os sculos XVI e XVIII, misturou-se em nossa terra, as cantigas populares, os sons de origemafricana, fanfarras militares, msicas religiosas e msicas eruditas europias. Tambm contriburam, neste caldeiro musical, osindgenascom seus tpicos cantos e sons tribais.

Na segunda metade do sculo XIX, surge o Choro ou Chorinho, a partir da mistura do lundu, da modinha e da dana de salo europia. Em 1899, a cantora Chiquinha Gonzaga compe a msica Abre Alas, uma das mais conhecidas marchinhas carnavalescas da histria.

Durante a histria, nota-se claramente a idia de um movimento artstico-cultural, subentendendo-se tudo aquilo que realmente popular, sendo assim possvel a incluso de ritmos desde o samba ao experimentalismo que beira o barroco do manguebeat.

A mpb principais nomes na histriaNoel Rosa, (1910- 1937) Sambista,cantor,compositor, bandolinista,violonistabrasileiroe um dos maiores e mais importantes artistas da msica no Brasil. Teve contribuio fundamental na legitimao dosamba de morroe no "asfalto", ou seja, entre aclasse mdiae ordio, principalmeio de comunicao em sua poca - fato de grande importncia, no s osamba, mas a histria damsica popular brasileira

Noel rosa

Carmen Miranda Jorge Ben Secos e Molhados Chico Science

Joo Gilberto Chico Buarque Nara Leo Novos Baianos

Os marginais da mpb

Jards Macal Srgio Sampaio Belchior Itamar Assumpo

Adoniran barbosa

Trem das Onze

No posso ficar nem mais um minuto com vocSinto muito amor, mas no pode serMoro em Jaan,Se eu perder esse tremQue sai agora s onze horasS amanh de manh.Alm disso, mulherTem outra coisa,Minha me no dormeEnquanto eu no chegar,Sou filho nicoTenho minha casa para olharE eu no posso ficar.

Dcadas marcantes 1960 e 70A TropicliaMovimento tropicalistafoi ummovimento culturalbrasileiroque surgiu sob a influncia das correntes artsticas devanguardae dacultura popnacional e estrangeira (como opop-rocke oconcretismo); misturou manifestaes tradicionais da cultura brasileiraa inovaes estticas radicais. Tinha objetivos comportamentais, que encontraram

(...) eco em boa parte da sociedade, sob o regime militar, no final dadcada de 1960. O movimento manifestou-se principalmente namsica, nas artes plsticas, no cinema e no teatro.

A tropiclia

Caetano Veloso Gilberto Gil Torquato Neto Os Mutantes Tom Z

Caetano veloso

Caetano Veloso(nascidoCaetano Emanuel Viana Teles VelosoemSanto Amaro da Purificao,7 de agostode1942) ummsico,produtor,arranjadoreescritorbrasileiro. Com uma carreira que j ultrapassa quatro dcadas, Caetano construiu uma obra musical marcada pela releitura e renovao,considerada de grande valor intelectual e potico.

Influncia na geraoA msica popular brasileira passou a ter grande apelo comportamental durante a fase do regime militar, onde compositores como Geraldo Vandr e Chico Buarque iniciaram uma onda de msicas de protesto ao sistema poltico nacional, sendo uma espcie de alavanca para a movimentao do povo em passeatas, apresentando sucessos como Pra no dizer que no falei das flores e Apesar de Voc

Verso inicial de Apesar de Voc, composio de Chico Buarque.

a nova mpbDepois de alguns anos em desuso, atualmente a msica popular vai voltando aos grandes dias, h de se ressaltar a qualidade dos novos compositores brasileiros. Artistas como Marisa Monte, Adriana Calcanhotto e a banda carioca Los Hermanos iniciaram uma nova era da msica nacional sem a ateno das grandes indstrias de msica, porm com letras e instrumentais invejveis at para os revolucionrios do Tropicalismo.