Canhao eletrons ime

  • View
    51

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Canhao eletrons ime

1. Canhes de Eltrons Andr Luiz Pinto, DC Chefe do Laboratrio de Microscopia Eletrnica do IME 2. Jeol 3. Canho de Eltrons ZrO/W(100) Schottky Type Electron Gun Higher brightness, 100 times greater than LaB6 gun Higher coherency Higher energy resolution, 0.7 to 0.8eV Higher stability over a cold FEG Longer life time 1.5 to 3 years (guarantied time: 5,000 hours) Jeol 4. O que desejamos em um canho? Alto brilho Fonte de dimenses reduzidas Estabilidade Energia Controlvel Coerncia 5. Brilho Definimos o brilho como a densidade de corrente (corrente, ie, por unidade de rea) emitido em um ngulo slido o. Unidade: A/m2sr ( )2 2 2 o o e d i = Jeol 6. Energia dos Eltrons Atravs do Princpio da Dualidade Onda- Partcula de de Broglie podemos associar o momento da partcula ao seu comprimento de onda Energia cintica do eltron a partir do seu potencial de acelerao p h = eVmvmp vm eV oo o 2 2 2 === 7. Energia dos Eltrons Comprimento de onda Correo relativstica eVm h o2 = + = 2 2 12 cm eV eVm h o o 8. Fontes Terminicas Lei de Richardson para a densidade de corrente kT eATJ = 2 A- Cte de Richardson - Funo Trabalho K Cte de Boltzmann 9. Filamento de W Baixo custo (~ US$ 90) Baixa vida (~ 100 h) Baixo brilho Williams e Carter 10. Filamento de LaB6 Maior custo (~US$ 1-3k) Maior vida (~500 h) Maior brilho Monocristal Suporte resistivo de grafite ou rnio Sujeito a choque trmico Altamente reativo Podem ter efeito Schottky (ponta com r~1-10m dobra o brilho) Williams e Carter Goldstein et all 11. Saturao Williams e CarterJeol 12. Saturao Williams e CarterJeol 13. Canho de Eltrons - Wehnelt Jeol Williams e Carter 14. Controle do Bias Williams e Carter Jeol 15. Problemas das Fontes Terminicas Evaporao do catodo Thermal drift Baixo brilho Brilho mximo kT eVJ oc Max = 16. Canho de Emisso por Campo (Field Emission Gun - FEG) Monocristal com ponta afiada (r