Citologia total

  • View
    1.124

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Citologia total

1. CITOLOGIAESTRUTURA DO CURSO1. TIPOS CELULARES2. MEMBRANA CELULAR3. CITOPLASMA4. NCLEO 2. GLOSSARIO EUCARIONTE PROCARIONTE CITOPLASMA HIALOPLASMA CARIOTECA ORGANELA 3. 1. TIPOS CELULARESA QUAIS OS DOIS TIPOS BSICOS DE CLULAS ?B DENTRE AS CLULAS EUCARIONTES, QUAIS OS DOIS TIPOS CELULARES BSICOS ?C E OS FUNGOS ? 4. 2. MEMBRANA CELULARA QUAL A ESTRUTURA DE UMAMEMBRANA CELULAR QUALQUER ? 5. B QUAIS AS DUAS MANEIRAS BSICASDE UMA SUBSTNCIA ATRAVESSAR AMEMBRANA ?C CARACTERIZAR O TRANSPORTE ATIVO!! 6. D TIPOS ESPECIAIS DE TRANSPORTEATIVO: FAGOCITOSE E PINOCITOSE. 7. E QUAIS OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DETRANSPORTE PASSIVO ?F CARACTERIZAR DIFUSO DIRETA.G CARACTERIZE A OSMOSE. 8. MEIO HIPOTNICO 9. MEIO ISOTNICO 10. MEIO HIPERTNICO 11. OBS 1: CUIDADO COM CLULAS VEGETAIS !!!! 12. H O QUE SO OS VACOLOS PULSTEIS DE PROTOZORIOS DE GUA DOCE ? 13. I O QUE SO AS ESPECIALIZAES DEMEMBRANA ? 14. INTERDIGITAES 15. DESMOSSOMOS 16. 1. (Unicamp 2011) Duas fatias iguais de batata, rica em amido, foramcolocadas em dois recipientes, um com NaC 5M e outro com H2O.A cada 30 minutos as fatias eram retiradas da soluo de NaC 5M e da gua,enxugadas e pesadas.A variao de peso dessas fatias e mostrada no grfico a seguir.a) Explique a variao de peso observada na fatia de batata colocada em NaC5M e a observada na fatia de batata colocada em gua.b) Hemcias colocadas em gua teriam o mesmo comportamento das clulasda fatia da batata em gua? Justifique 17. a) Em uma soluo hipertnica (NaC 5M) a fatia de batata perde gua porosmose e perde peso. Colocadas na gua h ganho de gua, fato que justificao ganho de peso.b) No. Hemcias so clulas desprovidas de parede celular. O ganhoexcessivo de gua provoca a ruptura da membrana plasmtica. As clulas dafatia de batata no se rompem, pois apresentam a parede celular celulsica. 18. 3. CITOPLASMA ORGANELAS A) RETCULO ENDOPLASMTICOB) COMPLEXO DE GOLGIC) LISOSSOMOS/PEROXISSOMOSD) MITOCNDRIASE) CLOROPLASTOSF) CENTROLOSG) CLIOS E FLAGELOSH) VACOLOS 19. 2. (Uerj 2011) possvel marcar determinadas protenas com um istoporadioativo, a fim de rastrear sua passagem atravs da clula, desde a snteseat a excreo.O grfico abaixo ilustra o rastreamento da passagem de uma protena marcadaradioativamente por trs compartimentos celulares.Indique a sequncia do percurso seguido por essa protena atravs dos trscompartimentos celulares citados e a funo de cada um dos compartimentosdurante o percurso. 20. Retculo endoplasmtico granular (REG), complexo golgiense (CG) e vesculasde secreo (VS)REG: sntese das protenas; CG: envolvimento das protenas por suasmembranas; VS: fuso com a membrana plasmtica, liberando as protenaspara fora da clula. 21. 3. (Uerj 2011) Uma amostra de mitocndrias e outra de cloroplastos foramcolocadas em meios de incubao adequados ao metabolismo normal de cadaorganela. As amostras, preparadas na ausncia de luz, foram iluminadas doincio at o final do experimento. Os grficos abaixo indicam os resultadosobtidos, para cada uma das organelas, nos quatro parmetros medidos noexperimentoIdentifique, por seus nmeros, as curvas que correspondem s amostras demitocndrias e as que correspondem s amostras de cloroplastos, justificandosua resposta. 22. Mitocndrias: 2, 3, 5 e 8. As mitocndrias no produzem oxignio e mantminalteradas as taxas de produo de gs carbnico e ATP, independentementeda luminosidade.Cloroplastos: 1, 4, 6 e 7. Os cloroplastos no produzem oxignio e ATP naausncia de luz e tambm no produzem gs carbnico. Eles consomem CO2ao realizarem a fotossntese na presena de luz. 23. 4. NCLEOGLOSSRIO: CROMATINA CENTRMERO NUCLOLO CROMTIDES-IRMS HAPLIDE DIPLIDE 24. A COMO SE ORGANIZA UM NCLEO ? 25. B O QUE A CROMATINA OUCROMOSSOMOS ? 26. C QUAL DEVE SER O NMEROCROMOSSMICO POR CLULA, NUM SERHUMANO NORMAL ? 27. D- ONDE POSSO ENCONTRAR CLULASHAPLIDES E DIPLIDES NO CORPO ? 28. E QUAIS OS TIPOS MAISIMPORTANTES DE ABERRAESNUMRICAS NA ESPCIE HUMANA ?KLINEFELTERTURNERDOWN 29. 4. (Ufscar 2010) A edio n. 76 da revista Scientific American Brasil, de 2008,noticiou que pesquisadores da Harvard Medical School, nos Estados Unidos,conseguiram construir um modelo da clula primitiva, que surgiu h,aproximadamente, 3,5 bilhes de anos e que deu incio jornada da vida naTerra. A partir dessa clula primitiva surgiram os dois tipos fundamentais declulas: um, presente em bactrias e cianobactrias e o outro, presente emtodos os demais seres vivos conhecidos atualmente, exceto vrus. Esse feitocientfico de extrema importncia, pois pode fornecer informaes maisprecisas de como esse processo de diversificao aconteceu.a) Quais so os dois tipos celulares a que o texto faz referncia, e qual adiferena mais marcante entre eles, visvel com o auxlio do microscpioptico?b) Em um organismo pluricelular, podemos observar clulas com um mesmocdigo gentico desempenhando funes muito diferentes, por exemplo, umneurnio e uma clula muscular. Como isso possvel? 30. O texto faz referncia s clulas procariticas e s clulas eucariticas. Adiferena mais marcante entre esses dois tipos celulares a presena, apenasnas clulas eucariticas, de carioteca, a membrana nuclear que envolve omaterial gentico e permite a existncia de um ncleo organizado.Todas as clulas somticas de um indivduo possuem o mesmo genoma, ouseja, o mesmo conjunto de genes, porm, cada tipo celular expressa apenasalguns desses genes, o que permite sua especializao e o desempenho defunes especficas. Nessa questo, a expresso cdigo gentico foi usadacom o sentido informao gentica ou genoma. O cdigo gentico, naverdade, o mesmo para todos os seres vivos e refere-se relao que existeentre uma trinca de nucleotdeos de um RNAm e um aminocido.