Coca­na e crack

  • View
    776

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Coca­na e crack

  • 1. Mnica Carvalho Franco Psicloga. carvalho1978@gmail.comJunho/2012

2. Psicloga, formada pela Universidade deAlfenas ; Ps-graduada em Psico-Oncologia peloHospital do Cncer em So Paulo; Curso de Extenso em Gesto de Pessoas pelaFundao Getlio Vargas, Rio de Janeiro; Prtica Clnica e Institucional desde 2001. 3. Histria 4. Secagem das folhasde cocaNo deve exceder 3dias aps a colheita,quando ento oprincpio ativocomea a se degradar 5. A pasta crua/marrom dissolvida em cido sulfrico Depois recebe permanganato depotssio e gua A soluo filtrada descartando-se o precipitado Adiciona-se gua e amnia,formando outro precipitado Este precipitado aquecido,desidratado e fragmentado Forma-se a pasta que contm90% de cocana 6. A pasta recebe teretlico, originandoum precipitado, que descartado porfiltrao O filtradoremanescente recebecido clordrico, tere acetona,originando umsegundo precipitado 7. Esse precipitado aquecido edesidratado,originando ocloridrato decocana ou cocanarefinada 8. Para conseguir o crack, ocloridrato de cocana aquecido em meio aquoso A soluo recebebicarbonato de sdio, como intuito de alcaliniza-la At o ponto deprecipitao dos cristais decocana 9. Os cristais de cocana vose solidificando,conforme a evaporaoda gua da soluo O precipitadoremanescente resfriado,finalizando o processo deobteno do crack 10. Dependncia daCocana 11. Uso Nocivo daCocana 12. No Brasil, o uso tem aumentado nos ltimos 20anos De acordo com o Centro Brasileiro deInformaes sobre Drogas(CEBRID), entre1988 a 1999, internaes para tratamento dadependncia de cocana e derivados cresceram475% O uso vem se popularizando entre estudantes O uso do crack aparece raramente: 0,2% dosestudantes 13. Tratamento possvel individual necessrio Preveno Grande desafio 14. Concedei-me Senhor a SerenidadePara aceitar as coisas que no posso mudarCoragem para mudar as coisas que posso;E Sabedoria para discernir a diferena Viver um dia de cada vez;Aproveitar um momento de cada vez;Aceitar as dificuldades como o caminho para a paz; Tomar, como Jesus o fez, este mundo pecaminoso Como ele , no como gostaria que fosse;Confiando que Ele tornar todas as coisas corretas Se eu me submeter Sua vontade;Que eu possa ser razoavelmente feliz nesta vidaE infinitamente feliz com Elepara sempre na prxima. Amm.