conflitos NO SECULO XXI

  • View
    11.354

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

ásia E india

Text of conflitos NO SECULO XXI

  • 1. Ftima do Sul - MS

2. 3.

  • Interesse de potncias (agravante da Guerra Fria);
  • Embates entre as diferentes etnias;
  • Localizao estratgica do territrio;
  • Disputas internas por poder;
  • Conflitos religiosos;
  • Ms condies de vida da
  • maioria da populao;
  • Disputas territoriais( criao doEstado de Israel em 1948).

4.

  • Desencadeiam ondas de intolerncia e massacres :
  • Nacionalismos exacerbados
  • Embates entre diferentes etnias
  • Influnciareligiosa, entre outras .

5.

  • Afeganisto;
  • Oriente Mdio (Israel, Palestina, Jordnia, Lbano e Sria.)
  • Ir x Iraque
  • ndia x Palestina

6.

  • OAfeganisto formado por muitas etnias que mantm rivalidades entre si:
  • 50% da populao constituda pelos pats,
  • 30% so tadjiques,
  • Alm dos usbeques, turcomanos e beluques.
  • Em termos religiosos, o islamismo se dividiu em xiitas e sunitas. 90% so muulmanos sunitas e 9%, xiitas.
  • A populao, de maneira geral, resistente aos invasores, e guerrilhas atuam, h muito tempo no pas, recebendo ajuda financeira externa.
  • Com uma expectativa de vida de 44,5 anos, e a segunda pior taxa de mortalidade infantil do mundo e o maior ndice de refugiados, os afegos enfrentam grandes desafios futuros - entre eles o de colocar um fim guerra atual.

7.

  • Com a decadncia da URSS e a sada dos soviticosem 1989, o governo do presidente afego Mohammad Najibullah herdou uma crise poltica e foi derrubado em 1992.
  • No sul do Afeganisto, surgiu um outro grupo militante, liderado por Mullah Mohammed Oma,: O Talibque dominou a capital, Cabul, em 1996, e assumiu o poder de importantes partes do pas. Alm de dar abrigo e proteo rede terrorista da al-Qaeda, eles baniram as mulheres da maioria das atividades fora de casa e proibiram muitas manifestaes culturais.

Em 1978, um golpe levou ao poder no Afeganisto um governo comunista apoiado pela Unio Sovitica (URSS), mas que sofreu bastante resistncia interna. Guerrilheiros religiosos, os mujahideen, financiados pelos EUA e pela Arbia Saudita, formaram a principal resistncia, usando a 'guerra santa muulmana ( jihad) como grande causa. Entre esses guerrilheiros, estava o futuro lder da rede al-Qaeda, Osama Bin Laden . 8.

  • No dia 11 de setembro de 2001 um atentado terrorista derrubou as torres gmeas do complexo do World Trade Center, em Nova York , matando mais de 3000 pessoa. Depois dos atentados os americanos exigiram que o Talib entregasse o chefe da rede al-Qaeda, que havia assumido a autoria dos ataques. Com a recusa do grupo, os EUA invadiram o Afeganisto, dando incio chamada Operao Liberdade Duradoura, aprovada pelo Conselho de Segurana da ONU, para derrubar o Talib.
  • Com ajuda americana, a Aliana do Norte (grupo de tadjiques, uzbeques e hazaras que lutavam contra o Talib desde a dcada de 1990) tomou a cidade de Mazar-e-Sharif e depois Cabul.
  • Em 2004 ocorreram as primeira eleies presidenciais do Afeganisto, e Hamid Karzai, representante dos pashtuns, foi eleito, e foi reeleito em 2009 com suspeitas de fraudes nas eleies, foras internacionais permanecetram na regio para combater as milicias.
  • Ano entanto, no acabou com os ataques dos militantes talibs. Nove anos depois ainda tentam tomar o poder. A maioria cruzou a fronteira com o Paquisto e organiza de l a insurgncia, com ataques mais complexos.

9. 10.

  • A Palestina era parte da Sria, insalubre, miservel, relegada e abandonada, sua colonizao ocorreu aps a primeira guerra sob o comando Ingls. Foi formada fora policial e juntamente com o progresso, chegavam tambm judeus de todas as partes do mundo.
  • Neste momento existia j uma populao rabe e poucos judeus, mas a imigrao de judeus era cada vez maior e isso comea a modificar hbitos e estilos da vida na regio.
  • A Inglaterra na inteno de ajudar tambm os rabes apoiou em uma miservel regio da Jordnia a provncia da Transjordnia, criando uma regio muulmana e outra judia. Por volta de 1920 foram iniciados conflitos armados ainda em pequena escala, com agressividade de ambos os lados .

11.

  • Em 1945 um congresso Sionista pede o acolhimento deum milho de judeus na regio etorna-se imperativo a criao do estado de Israel.
  • Neste momento recrudescem os conflitos sociais ear m ados entre os povos judeus e rabes. OSionismo tem um vis radical forte e movimento poltico Judeu.
  • Em 29 de novembro de 1947, uma assemblia da ONU,presidida pelo brasileiro OsvaldoAranha aprova a diviso da Palestina Inglesa em duas regies.Os sionistas gostaram da iniciativa, o mundo rabe no. Os conflitos pequenos se tornam uma guerrilha de maior intensidade com ataques de ambos os lados.
  • Em 14 de maio de 1948 declarada a independncia do Estado de Israel pelo ento primeiro ministro David Ben-Gurion, um sionista socialista.
  • Israel comea uma ampliao no oficial de suas fronteiras estabelecidas e os conflitos se exacerbam. Em abril de 1949, em torno de 700 mil palestinos viviam em campos de refugiados dentro de sua prpria terra.
  • Em 1967 o eficiente servio secreto de Israel detecta uma unio do mundo rabe, quatro combatentes e quatro apoiadores, para uma provvel invaso. Israel ataca sem piedade em 05 de Junho de 1967 na Guerra dos Seis Dias , vencida por Israel, as perdas foram desproporcionais para as rabes. O domnio judeu acaba por tomar territrios diversos na fronteira com mais expanso de sua rea e mostrar a hegemonia militar de Israel na regio.

12.

  • Em 15 de Novembro de 1988 surge o Estado Palestino . A OLP (Organizao de Libertao da Palestina) um grupo at ento terrorista, assume uma roupagem de partido poltico. Na liderana de Yasser Arafat . Diversos processos de negociao com Israel so conduzidos, na verdade iniciados nos Estaos Unidos pelo presidente Carter em 1977 no famoso encontro de Camp Davis.
  • Algumas situaes que seguiram:
  • Mesmo antes da autonomia poltica, o povo palestino usurpado por suaslideranas com a corrupo e desmandos. As condies sociais so pssimas, a pobreza e o analfabetismo so alarmantes, quando comparados as condies de Israel, assustadoras criando condies para surgimento de outros grupos radicais como o Hamas, Hezbolah, Fath,
  • Israel sempre participa de esforos de negociao de paz e tentativas de reorganizao na regio. Com efeito, deve ter todo interesse em desenvolver a regio para que o radicalismo religioso e poltico sejam renegados pelo povo palestino.O problema queIsrael como no mundo rabe tem radicais, sionistas e direitistas que no tm interesse na paz e equilbrio da regio.

13.

  • O poder no Lbano era repartido com base no critrio religioso, mas esse equilbrio foi quebrado com o aumento dos palestinos refugiados no pas aumentando a quantidade de mulumanos no Lbano, assim os cristos maronitas passaram a exigir a sada deles do pas, e os guerrilheiros da OLP passaram a agirindependentemente.
  • Embora a ONU tenha proposto um governo composto porlderesde vrios grupos religiosos , em1975 ocorre uma guerra entre as diversas faces religiosas do Lbano.

14.

  • Em 1982 o presidente libans Bashir Gemayel assassinado e Israel permiteentrada de milicianosda Falange nos campos de refugiados palestinos ( em Sabra e Chatila regies ocupada por Israel) em busca de terroristas que estivessem envolvidos com a morte do presidente libans, mas cerca de 2000 palestinos foram mortos na operao entre eles idosos mulheres e crianas.
  • Em 1990 como fim da Guerra civil iniciou-se um processo de reconstruo do Lbano.
  • No fim do ano 2000 Israel retirou os soldados do sul do Lbano.Em 2005 soldados Srios que estavam a 29 anos no Lbano tambm so retirados.

15.

  • Mas na fronteira com Israel, esto as bases do mais importante grupo religioso do pas: o Hezbollah, formado por Mulumanos xiitas, que atua principalmente no sul do Lbano, apoiado pela comunidade rabe pobre da regio, pois garante o funcionamento de escolas e hospitais, possui o objetivo de destruir o estado de Israel para construir um Estado paleslino no lugar, assim desde sua criao no Ir em 1982 o Hezbollah ataca a Israel.
  • Em 2006 militantes do Hezbollah sequestraram dois soldados israelenses pedindo em trocaa libertao de alguns de seus menbros prisioneiros em Israel.
  • Preocupado com o crescimento do Hezbollah Israeol iniciou uma guerra contra o Lbano, atacando- o por terra mar e ar, para supostamente destruir as bases xiitas, mas tambm atingiu os civis libaneses matando muitos inocentes.
  • Israel e o Hezbollah aceitaram um acordo de cessar fogo a aprtir das propostas de Segurana da ONU, que ocupou a regio do sul do Lbano na fronteira com Israel.

16. Lilian

  • O Ir deixava de ser uma monarquia alinhada ao Ocidente para se tornar uma brutal ditadura fundamentalista islmica .
  • Khomeini defendia a expanso da revoluo, o que criando atritos com outras naes do Oriente Mdio, e criticava abertamente os EUA, acusando-os de corromper os valores islmicos.
  • Como conseqncia foi o rompimento do Ir com os Estados Unidos. Os americanos se viram sem um de seus maiores aliados fornecedor de petrleo. Para