Click here to load reader

Evolucao das Artes Visuais

  • View
    127

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of Evolucao das Artes Visuais

1. EVOLUO DAS ARTES VISUAIS Eduardo Becker 2. Temos a arte para no morrer da verdade. Friedrich Nietzsche 3. A arte atravs da histria 4. 4000 AC Inveno da Escrita 476 DC Queda do Imprio Romano 1453 DC Tomada de Constantinopla 1789 DC Revoluo Francesa ERA CRIST 70.000 ANOS 4.000 AC 5. Imprio Romano (Ocidental) Sede: Roma - Colapso do sistema escravagista (escravos substitudos por colonos) - Declnio Econmico (Hiperinflao) - Falncia do comrcio e das fbricas de armas (facilitou as invases) - Avano do Cristianismo (declnio cultural no eram mais os Deuses que conferiam poder ao Rei) - Tomada do Estado pelo Imprio Germnico (invases brbaras) - Imperador Constantino transfere a sede do Imprio Romano para Bizncio (Oriental) -Aps 100 anos de declnio, cai o ltimo imperador (Rmulo Augusto) em 476 DC Idade Antiga => Idade Mdia 6. Imprio Bizantino (Romano ) Sede: Bizncio (Constantinopla atual Istambul/Turquia) -Ponto de ligao comercial entre Europa e sia - Perda gradativa de territrios para os Muulmanos -Igreja Catlica pedia apoio para invadir a Terra Santa (foi negado Constantinopla pertencia Igreja Ortodoxa) - Em 1204, a Quarta Cruzada invadiu e saqueou toda a cidade em represlia - Constantinopla comea a perder fora poltica e cultural - Por razes comerciais, os Turcos, liderados pelo Imperador Maom II) iniciam uma sria de invases e saques. -Tomada do Estado pelo Imprio Otomano (Turcos - 1453) -Os Turcos fecharam a passagem para sia e as ndias -Portugal e Espanha procuraram uma rota alternativa pelo Atlntico e frica (Vasco da Gama e Cabral) -Cristvo Colombo tentou ir pelo Oeste e chegou ao Novo Mundo (EUA) Idade Mdia => Idade Moderna 7. Revoluo Francesa Sede: Roma - Crise financeira: - Derrota da Frana na Guerra dos Sete Anos - Participao da Frana na Guerra para a Independncia dos EUA - Corte tinha gastos elevados - Crise social - Os votos eram atribudos por ordem (1- clero, 2- nobreza, 3- Terceiro Estado) e no por cabea -Povo revoltado (3 Estado) com a opresso financeira e cultural elite - Luis XVI queria atender ao clamor do povo aumentou os impostos do clero e a nobreza -Tentou fazer reformas tributrias mas foi impedido pelo clero e pela nobreza - O rpido crescimento populacional provocou uma crise agrcola faltou comida - Avano dos ideais iluminista (prevalncia da razo sobre a f catlica) - Novos ideais: Libert, galit, Fraternit - Baruch Spinoza e John Locke inspiradores dos ideais iluministas - 14/07/1789 Tomada da Bastilha (priso smbolo da opresso francesa) - 26/08/1789 Declarao dos Direitos do Homem e do Cidado - Primeira Repblica Francesa - 21/01/1793 Luis XVI deposto e executado Idade Moderna => Idade Contempornea 8. Em termos histricos somo um pas ainda muito novo 9. E a arte tentou refletir toda essa histria ...desde o incio dos tempos 10. Pr-histria 11. 70.000 AC 12. Objetivo de comunicao A escrita no existia A comunicao se dava pela oralidade e pelo desenho No havia propsito artstico 13. ARTE RUPESTRE Rupes (rupis) = rochedo Pr-histria entre 4,4 milhes e 3.300 A.C. Pinturas e Gravuras Objetivos msticos e religiosos Transmisso de conhecimento Registro (arte) 14. Maiores stios arqueolgicos brasileiros: Piau Parque Nacional da Serra da Capivara Pernambuco Parque Nacional do Catimbau Mato Grosso do Sul Lajedos de Corumb Paraba Pedra do Ing 15. Arte egpcia ...enquanto o mundo passa por uma poca de mistrios 16. Runas submersas na ilha Yonaguni 11.000 AC 17. 2.600 AC 18. Stonehenge 3.000 AC 19. Imprio Grego 900 a 146 AC (deu lugar ao Imprio Romano) Paideia - Sistema de Educao: ginstica, gramtica, retrica, msica, matemtica, geografia, histria natural e filosofia, para a formao de um cidado perfeito, capaz de liderar e ser liderado e desempenhar um papel positivo na sociedade Perodo Clssico: at a morte de Alexandre (323 AC) Perodo Helenstico: da morte de Alexandre (323 AC) at a anexao por Roma em 146 AC. Criadores da poltica, a democracia e da tica filosofia antropocntrica Arte: contemplam na Natureza, buscando em suas obras expressar a perfeio, a harmonia, o equilbrio e o ritmo ideais. Crenas nos deuses da Mitologia. Acrpole 450 a 230 AC 20. Pintura em Preto 21. Pintura em Vermelho 22. Mosaico 23. Queda do Imprio Romano Sede: Roma - Colapso do sistema escravagista (escravos substitudos por colonos) - Declnio Econmico (Hiperinflao) - Falncia do comrcio e das fbricas de armas (facilitou as invases) - Avano do Cristianismo *** (declnio cultural no eram mais os Deuses que conferiam poder ao Rei) - Tomada do Estado pelo Imprio Germnico (invases brbaras) - Imperador Constantino transfere a sede do Imprio Romano para Bizncio (Oriental) -Aps 100 anos de declnio, cai o ltimo imperador (Rmulo Augusto) em 476 DC Idade Antiga => Idade Mdia 24. Arte Bizantina 25. Baslica de Sta. Sofia - Constantinopla Santa Maria S. Joo Batista 26. Idade MdiaSculos V a XV 27. Alta Idade Mdia Inmeros processos de despovoamento, regresso urbana, e invases brbaras No sculo VII, o Norte de frica e o Mdio Oriente, que tinham sido parte do Imprio Romano do Oriente tornam-se territrios islmicos depois da sua conquista pelos sucessores de Maom. O Imprio Bizantino sobrevive e torna-se uma grande potncia O cristianismo disseminou-se pela Europa ocidental - assistiu-se a um surto de edificao de novos espaos monsticos Baixa Idade Mdia (aps ano 1.000) verifica-se na Europa um crescimento demogrfico muito acentuado e um renascimento do comrcio em funo de novas tecnologias agrcolas 1095 - As cruzadas surgem para tentar recuperar a Terra Santa, tomada pelos Muulmanos Dois ltimos sculos: vrias guerras, adversidades e catstrofes. A populao foi dizimada por sucessivas carestias e pestes; s a peste negra foi responsvel pela morte de um tero da populao europeia entre 1347 e 1350 1330 A Peste Negra dizimou 50 milhes de pessoas 28. Alta Idade Mdia Europa, da queda do imprio Romano at sculo XI Estabelecimento do Imprio Franco durante os sculos VI e VII Arquitetura com influncia romana, arcos, abbadas, mosteiros, castelos. Aumento do poder da Igreja e do Rei influenciam toda a arte - mecenato 29. Baixa Idade Mdia Uso da arte para o ensino atravs de imagens (maioria analfabeta) Fundado pelo Papa Gregrio IX, o Tribunal do Santo Ofcio da Inquisio Index Librorum Prohibitorum lista de livros a serem queimados Galileu Galilei passou pela Inquisio por afirmar que a Terra gira em torno do Sol Duas testemunhas bastavam para acusar e condenar algum Fernando de Arago, Rei da Espanha, usou a Inquisio para eliminar desafetos Predomnio do estilo Romnico , que evoluiu para o Gtico tudo apontava para o alto Estilo Romnico Estilo Gtico 30. os pintores gticos faziam uma obra cheia de simbologia com a inteno de tocar o observador linhas claras e cores puras, para demonstrar a espiritualidade 31. Incio da Era Moderna 1453 a 1789 32. Queda do Imprio Bizantino (Romano ) Sede: Bizncio (Constantinopla atual Istambul/Turquia) -Ponto de ligao comercial entre Europa e sia - Perda gradativa de territrios para os Muulmanos -Igreja Catlica pedia apoio para invadir a Terra Santa (foi negado Constantinopla pertencia Igreja Ortodoxa) - Em 1204, a Quarta Cruzada invadiu e saqueou toda a cidade em represlia - Constantinopla comea a perder fora poltica e cultural - Por razes comerciais, os Turcos, liderados pelo Imperador Maom II) iniciam uma sria de invases e saques. -Tomada do Estado pelo Imprio Otomano (Turcos - 1453) -Troca do sistema feudal pelo Sistema Capitalista -Religio relegada a segundo plano pelas pessoas. Valorizao da cincia e do pensamento - Inspirao em Ren Descartes Idade Mdia => Idade Moderna 33. Comea-se a esboar o Renascimento (sc. XIV ao XVII) Renascimento comea na Itlia (Toscana) e se espalha pela Europa Ocidental Marcou o fim da Idade das Trevas (Idade Mdia) renascimento da esperana Abandono do excesso de espiritualidade do Perodo Gtico Valorizao do mundo material e das belezas naturais Johannes Gutenberg inventa a imprensa (1450) Exploso cultural e cientfica gerando otimismo em todos Nascem as grandes cincias: fsica, a matemtica, a medicina, a astronomia, a filosofia, a engenharia 1517 reforma protestante Lutero Abandono do Trivium e do Quatrivium pelo modelo Prussiano de ensino Comeam as grandes navegaes - descoberta da Amrica 34. Renascimento 35. 1789 a 1799 36. Luis XVI e Maria Antonieta desfrutavam a vida no Palcio de Versalhes Nobreza e clero usufruam de luxo e riqueza 250 milhes de miserveis pagando altssimos impostos RESULTADOS DO MOVIMENTO: -Fim do Antigo Regime -Asceno da Burguesia -Dsenvolvimento do Capitalismo -Liberdade -Influncia Mundial 37. Palcio de Versalhes 38. Revoluo Industrial 39. Revoluo industrial 1760 1820 Charles Dickens 1812 Oliver Twist Era Vitoriana 1837 1901 Inveno da Fotografia na Frana (1826) 40. Vista da janela no Le Gras) - Joseph Nicphore Niepce (1826), Saint-Loup-de-Varennes (Frana). 41. Julia Margareth Cameron 42. Charles Lutwidge Dodgson (Lewis Carroll) 43. Alice Liddell 44. Impresso ao Nascer do Sol Monet 1872 IMPRESSIONISMO 45. Pierre. A. Renoir (1841 1919) 46. Edgard Degas (1834 - 1917) 47. Almeida Jnior Grupo Grimm George Grimm Eliseu Visconti IMPRESSIONISMO NO BRASIL 48. Almeida Jnior primeiro artista a adotar uma temtica regionalista ARTISTAS INFLUENTES 49. Almeida Jnior primeiro artista a adotar uma temtica regionalista ARTISTAS INFLUENTES 50. Italiano de nascimento, trouxe o Impressionismo para o Brasil Rebela-se contra os mtodos de ensino da Academia de Belas Artes e funda o Ateli Livre Participa da reurbanizao do Rio de Janeiro, decorando: Teatro Municipal Biblioteca Nacional Palcio Tiradentes ELISEU VISCONTI 51. ELISEU VISCONTI 52. ELISEU VISCONTI 53. ELISEU VISCONTI 54. Contrrio Primeira Guerra Mundial Marca o non-sense ou falta de sentido que pode ter a linguagem (co