Click here to load reader

Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável

  • View
    315

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável

Gesto ambiental e desenvolvimento sustentvel

Gesto Ambiental e Desenvolvimento sustentvel

S h uma terra! Inmeros indicadores reflectem a presso humana sobre os recursos naturais, mostrando que estamos a usa-los como se houvessem ao nosso dispor mais do que uma terra. No se trata apenas de preservar o ambiente, mas de salvaguardar o nosso futuro, a economia, a segurana, alimentar e a estabilidade social trata se da nossa sobrevivncia. No podemos proteger a natureza sem tambm reconhecer as necessidades e aspiraes das pessoas porem como o direito dos pases ao desenvolvimento. Mas igualmente, no podemos continuar a ter desenvolvimento e a suprir as nossas necessidades se no protegermos a natureza.

Temos de mudar a nossa atitude precisamos que: Todos os sectores da sociedade se unam pelo ambiente como causa comum. Os governos e organizaes internacionais comecem a pensar globalmente. As empresas e os consumidores parem de se comportar como se vivssemos num mundo de recursos ilimitados e resilincia infinita.

O que a resilincia? A resilincia como a capacidade que um sistema natural tem de restabelecer o seu equilbrio aps este ter sido rompido por um distrbio ou agresso ambiental. Em ecologia, considera-se a resilincia como a capacidade que um sistema natural tem de restabelecer o seu equilbrio, aps este ter sido rompido por um distrbio ou agresso. Se a resilincia dos ecossistemas for ultrapassada, estes entraro em declnio, comprometendo a satisfao das necessidades das geraes presentes e futuras, ou seja, impedindo o desenvolvimento sustentvel.

Exerccios1- Indica o tipo de ecossistema que cada imagem representa.

ABC2- Indica uma agresso ambiental feita a cada um desses ecossistemas. A - Caa predatria e pesca ilegal, e tambm a poluio do solo. B - Poluio de rios, lagos e oceanos por poluentes domsticos e industriais (qumicos).C - Desmatamento provocado por corte ilegal de rvores e queimadas intencionais.

AquticoTerrestreAnfbio

Relao de equilbrio Actualmente, com o conhecimento cientfico e tecnolgico de que dispomos, se houver vontade politica, ser possvel criar uma relao de equilbrio entre o crescimento econmico e social e a preservao ambiental. Para isso, necessrio utilizar os recursos naturais respeitando os seus ritmos de renovao e a sua resilincia. a resilincia dos ecossistemas que permitem a sua continuidade.

Justia socio ambientalInsero socialDesenvolvimento sustentvelEcoeficinciaDesenvolvimento socialPreservao e conservao ambiental Desenvolvimento econmicoFig 1 - Desenvolvimento sustentvel : resulta do equilbrio entre a sociedade, a economia e o ambiente.

7

Solues sustentveis A preservao ambiental implica a alterao dos atuais padres de produo e consumo que geram:

A explorao intensiva dos diferentes recursos naturais; O aumento de produo industrial dos mais variados bens de consumo; O estimulo do consumo pela publicidade; A excessiva produo de resduos; Tudo isto exige a adoo de politicas ambientais que promovam uma boa gesto da relao (econmica, bem estar, ambiente).

Desenvolvimento sustentvel Para alcanar o desenvolvimento sustentvel, indispensvel a cooperao internacional s ela permitir definir e implementar medidas globais, que previnam as agresses ao ambiente e resolvam os problemas que ameaam todo o planeta.

ExerccioA - Um pais em desenvolvimento, com grande dvida externa e que tem uma extensa mancha de floresta equatorial e reservas considerveis de minerais, resolve explorar intensivamente esses recursos para exportao, por forma a reduzir rapidamente a divida externa. B - Outro pais na mesma situao e com recursos idnticos, opta por explora-los de forma moderada, procedendo reflorestao e abrindo minas e pedreiras, provocando um menor impacto ambiental possvel, incentiva o investimento estrangeiro e combate a corrupo. 1) Considera as situaes A e B. a) Indica em que situao, A ou B, foi adotada uma soluo sustentvel.

Continuao Torna-se evidente a necessidade d-se procurarem solues sustentveis que prevem a longo prazo integram os aspectos econmico-sociais e ambientais e visam preservar os recursos naturais, permitindo a sua utilizao pelas geraes futuras.

H muito que apontada e, em muitos pases, j concretizada, a chamada soluo (Rs) Reduo do consumo, evitando adquirir e consumir produtos desnecessrios. Reutilizao de bens, como sacos de plstico, vasilhame, roupas, mobilirio, etc; Reciclagem de materiais, como o papel e o vidro, que podem entrar de novo na cadeia produtiva.

Fig1 - Centro de triagem de lixo, com vista a reciclagem, em Curitiba, Brasil

Padres e consumo A alterao dos atuais padres de consumo interfere com interesses econmicos das empresas e de pases com a vida diria de milhes de pessoas, o que explica: A dificuldade em conseguir consensos internacionais sobre medidas para a resoluo dos problemas e a aplicao dos acordos j assumidos; A importncia de promover a educao ambiental, uma das medidas mais revelantes a favor da mudana de mentalidades e atitudes;

Se, por um lado, os atuais padres de produo e consumo resultam do desenvolvimento tecnolgico, por outro lado, a cincia e a moderna tecnologia podem ser poderosas aliadas do ambiente. Permitem conhecer os recursos naturais, a avaliar o seu estado de conservao, detectar problemas e encontrar solues mais ecolgicas.

Desenvolvimento sustentvel: Equilbrio entre o crescimento econmico e social e a preservao ambiental.Alterao dos actuais padres de produo e consumo.Procura de solues sustentveis. Trs RsTecnologias limpas.Ambiente e desenvolvimento sustentvelCooperao internacional indispensvel. Implica

Proteger o ambienteCompreende que s h uma Terra!

Cada vez mais consensual a opinio de que necessrio respeitar e aplicar os princpios da proteo e preservao do ambiente, definido metas, medidas e normas que possam ser aplicadas em todos os pases no mundo. S assim ser possvel implementar, a nvel global, uma gesto ambiental que permita desenvolver territrios sustentveis e resilientes, isto capaz de manter o seu equilbrio e com capacidade de o recuperar em caso de agresso.

Acordos Internacionais Uma vez que os problemas ambientais ultrapassam as fronteiras, os acordos internacionais j alcanados apesar de insuficientes, representam passos significativos na construo de uma politica global ambiental, que permita preservar o capital natural- todos os recursos naturais e ecossistemas que constituem a base da vida humana e das actividades econmicas.

Princpios do direito ambiental Os princpios do direito ambiental visam garantir para os presentes futuros geraes a preservao da qualidade de vida. Destacam-se os seguintes: Principio da precauo - probe intervenes no ambiente, se no houver a certeza de que essas aces no tero impactes adversos mesmo que no haja concluses cientificas sobre os seus efeitos; Principio de preveno- refere-se proibio de intervenes nos casos em que os seus impactes ambientais j so certas e conhecidas ; Principio da responsabilidade- o poluidor(pessoa fsico jurdica), responde pelas aces ou misses em prejuzo do ambiente; Principio do poluidor- poluidor ter de assumir os custos da reposio do ambiente no estado em que este se encontrava antes da aco poluidora.

Decises a nvel econmico social No essencial, importa que as decises de nvel econmico e social sejam tomadas tendo por base a perspectiva de que s existe uma terra e com o principal objectivo de alcanar o desenvolvimento sustentvel, que inclui o respeito pelo ambiente e pelos modos de vida humana, de acordo com os diferentes padres culturais que tambm importa preservar.

Reduzindo a pobreza A importncia da reduo da pobreza para a preservao ambiental est patente no stimo objetivo do milnio garantir a sustentabilidade ambiental melhorando as condies de vida. Aqui salienta-se a importncia da ajuda dos pases desenvolvidos, uma vez que, nos pases em desenvolvimento: Os progressos so lentos, o que torna a ajuda externa muito importante na reduo da pobreza, que fator de degradao ambiental. A legislao ambiental e o nvel tecnolgico so pouco desenvolvidos. Os recursos econmicos so insuficientes, para aplicar as medidas de preveno ambiental e para monitorizar os impactes ambientais.

Protegendo os ecossistemas e a biodiversidade As reas protegidas, a nvel mundial, so cada vez mais importantes como fatores de preservao ambiental, que tambm comprometem as populaes na defesa dos ecossistemas.

Principais reas protegidas

reas terrestres protegidas

Protected Planet Report 2012, UNEP e IUCN 2013

reas martimas protegidas

Organizaes no governamentais ambientais (ONGA) ONGA Organizao no governamental ambiental: so ONG que se dedicam a defender causas ambientais atravs das aes e direitos promovendo a educao ambiental e a participao dos cidados.

continuaco A Greenpeace uma organizao mundial cujo o objetivo mudar atitudes e comportamentos para defender o ambiente e promover a paz. A Greenpeace existe porque este frgil planeta merece ter uma voz, precisa de solues e de mudanas.

Continuao Criada em 1961, nas ltimas dcadas, a WWF - World Wildlife Fund (Fundo mundial divida selvagem) tem como misso travar a degradao do meio ambiente e construir um futuro em que o homem viva em harmonia com a natureza.

Exerccio 1- Identifica a misso das organizaes representadas. A misso da greenpeacce mudar as atitudes e comportamentos para defender o ambiente e promover a paz. A misso da world wildfire fund travar a degradao do meio ambiente. A misso da ONGA defender as causas ambientais atravs de aes e direitos

2- indica mais duas ONGAs que conheas.Conservation international.Quercus.

Search related