Click here to load reader

Guarda mirim matriz curricular

  • View
    1.768

  • Download
    30

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Matriz Curricular da Guarda Mirim

Text of Guarda mirim matriz curricular

  • 1. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 1

2. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 2 Matriz curricular para a formao da Guarda Mirim Copyrigth 2013 PMAC & Equipe de Planejamento Estratgico Equipe de Planejamento Estratgico Major Marcos da Silva Kinpara Major Denilson Lopes da Silva Capit Ana Cssia Nogueira Monteiro 3 Sargento Reginmio Bonifcio de Lima Soldado Walcilene Rodrigues Oliveira Auxiliares na Execuo do Projeto Capito Giovane Galvo de Freitas Lima Filho Soldado Jos Fred Pinto Galvo Soldado Rivelle Franco de Macedo Soldado Jailson Souza dos Santos Este material est pautado nos parmetros estabelecidos pelo Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurana Pblica Francisco Mangabeira (CIEPS) e sua base de aplicabilidade metodolgica condiz com o que preceituam as Diretrizes da Diviso de Ensino da Polcia Militar do Acre e o Estatuto da Criana e do Adolescente. Nossos agradecimentos especiais se estendem Ao Comando da PMAC pela oportunidade disponibilizada Guarda Mirim; Ao CIEPS por nos ceder a estrutura das normas diretivas possibilitando a adequao para a Guarda Mirim e a criao de outras diretrizes no mesmo modelo; Diviso de Ensino e Instruo da PMAC pela experincia em cursos; Ao Proerd Acre pela teoria e prtica de ensino. LIMA, R. B.; KINPARA, M. S.; SILVA, D.L.; MONTEIRO, A. C. N.; OLIVEIRA, W.R.. Matriz Curricular para a formao da Guarda Mirim. Rio Branco: PMAC, 2013. permitido fazer reproduo parcial desta obra. Agradecemos citar a fonte. 3. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 3 Seja forte e corajoso! No se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus estar com voc por onde voc andar. Josu: 01.08. 4. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 4 SUMRIO pgina Apresentao do Projeto Guarda Mirim 05 Protocolo de Execuo de Curso 08 Matriz Curricular para a Guarda Mirim 15 Regulamento Disciplinar e de Promoes 58 Canes de Corrida 73 Anexos 92 5. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 5 Apresentao do Projeto Guarda Mirim1 (Na aula inaugural) Denilson Lopes da Silva Major PMAC2 Senhor Comandante Geral, Comandantes de Batalho, oficiais, autoridades presentes, senhoras e senhores, bom dia. com prazer que estamos aqui hoje para a aula inaugural do Curso de Formao de Guarda Mirim do 2 Batalho de Polcia Militar Coronel Fontenele de Castro. As Guardas Mirins vm ao longo da histria brasileira desempenhando um papel fundamental na incluso social dos jovens, incentivando-lhes o bom relacionamento com a famlia, o bom desempenho escolar e proporcionando-lhes o primeiro contato com o mercado de trabalho. O projeto Guarda Mirim do 2 BPM tem como finalidade identificar jovens de ambos os sexos e de baixa renda, residentes no bairro Recanto dos Buritis e adjacncias, oferecendo-lhes complementao educacional, atravs de atividades extras que ocupem de maneira saudvel o tempo que no estiverem na escola. Os jovens recebem uma formao que alia o conhecimento tcnico aos princpios de disciplina, patriotismo, cidadania e responsabilidade social, prevenindo- os do envolvimento com a criminalidade e violncia. Parte das atividades so voltadas para a inicializao profissional de adolescentes no mercado de trabalho, pautadas no Estatuto da Criana do Adolescente e na Lei do Menor Aprendiz 10.097/00, e contribuem para que todos venham a ser cidados de bem, garantindo sua incluso social. Para a realizao do projeto esto sendo utilizados espaos pblicos do municpio de Rio Branco, como praas, quartis, parques, escolas, campos de futebol e uma equipe 1 Texto apresentado quando da elaborao de projeto para implantao da Guarda Mirim no Recanto dos Buritis, acrescidas as consideraes pessoais do Comandante do Batalho poca. 2 Comandante do 2 Batalho de Polcia Militar quando da implantao do Projeto Guarda Mirim. Atualmente comanda a Coordenadoria de Polcia Comunitria, implantando Programas de Guarda Mirim nos diversos batalhes da PMAC. 6. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 6 multidisciplinar a fim de proporcionar aos jovens a articulao de procedimentos e a confluncia dos conhecimentos que lhes so oferecidos. A implantao do projeto se justifica porque, de acordo com relatrio de anlise situacional produzido pela seo de anlise criminal do 2 BPM, o 2 Distrito do municpio de Rio Branco a rea que tem uma das maiores incidncia de jovens e adolescentes envolvidos em ocorrncias criminais de diversas naturezas, tais como a explorao sexual, trfico de entorpecentes e violncia domstica. O fenmeno da urbanizao tardia e acelerada alterou significativamente os padres da sociedade no 2 Distrito. A desigualdade e a periferizao urbana existentes no bairro Recanto dos Buritis, contribuem substancialmente para que os adolescentes que ali residem, fiquem expostos aos fenmenos da negligncia e abandono familiar, evaso escolar e consumo de drogas, gerando a necessidade de implantar solues que vo alm do policiamento tradicional. Nesta perspectiva, faz-se necessrio e urgente a implantao da Guarda Mirim do 2 BPM como alternativa de preveno do envolvimento dos jovens residentes no Recanto dos Buritis com a violncia e criminalidade e de fortalecimento da imagem institucional do 2 BPM como organizao policial militar responsvel pela manuteno da ordem pblica naquela comunidade. Temos um objetivo Geral que promover a cidadania mediante a insero dos jovens do Recanto dos Buritis em atividades saudveis, proporcionando-lhes estabilidade a fim de que tenham meios suficientes para iniciar uma atividade que lhes propiciar renda e bem estar suficientes para prosperarem na vida adulta. De forma especfica, buscamos prevenir a ocorrncia de delitos envolvendo adolescentes; diminuir a vulnerabilidade social dos adolescentes; criar um ambiente desfavorvel criminalidade; complementar o policiamento tradicional atravs de atividades de preveno primria; integrar Polcia Militar e comunidade; e, fortalecer a Imagem Institucional da Polcia Militar diante da comunidade. A metodologia empregada para o desenvolvimento das atividades do projeto est se dando da seguinte maneira: 1. Foi feita a Inscrio, triagem e seleo de 90 jovens de ambos os sexos, residentes no bairro Recanto dos Buritis, matriculados em uma escola, com idade de 14 a 17 anos, cuja a famlia possua renda per capita mxima de um salrio mnimo, considerando seus membros adultos aptos para o trabalho. Em seguida foi feita a divulgao do resultado da seleo. Os jovens selecionados foram inseridos em curso de formao dividido em trs mdulos. O primeiro mdulo ser o geral e ter durao de 120 horas, o segundo, especfico, com uma carga horria de 180 horas e o terceiro ser profissionalizante, e ficar sob responsabilidade do Instituto Dom Moacir que ofertar os cursos do Pronatec aos Guardas Mirins. 2. Quanto ao ensino, vai ser ministrado da seguinte maneira: a metodologia de ensino, recursos didticos e logsticos dos primeiro e segundo mdulos sero de responsabilidade do 2 BPM; a metodologia de ensino do segundo mdulo ser de responsabilidade da instituio parceira, Instituto Dom Moacir. Ficar a cargo do 2 BPM a disponibilizao dos recursos didticos e logsticos. 3. As aulas sero ministradas para dois pelotes, cada um composto por quarenta alunos e em turno diferente do horrio escolar, das 08h s 11h30min, no perodo 7. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 7 da manh, e, das 14h30min s 18h, no perodo vespertino,sendo que, o horrio das aulas do PRONATEC ser definido pela direo do Instituto Dom Moacir. Assim sendo, as aulas sero ministradas na Praa da Juventude localizada na R. Anderson Alves, B. Recanto dos Buritis. O local dotado de complexo esportivo com quadra coberta e sala de aula climatizada. Quanto ao transporte para as atividades de campo ser efetuado atravs de Base Mvel de Polcia Comunitria do Batalho. 4. Os instrutores da Polcia Militar sero voluntrios do 2 BPM e da instituio parceira Instituto Dom Moacir, com formao superior e tcnica nas disciplinas elencadas e capacitao em Polcia Comunitria. O Policial Militar ter sua escala de atividade no Ensino da Guarda Mirim preferencialmente no mesmo dia de sua escala de servio ordinrio, se o policial no tiver atividades que necessitem de seu servio inteiro na instruo da Guarda Mirim ele pode ser escalado no servio ordinrio e na hora da aula ele fica de sobreaviso no servio ordinrio e vai atuar como instrutor da GM. Caso no haja adequao escala, o policial poder trabalhar como instrutor na GM e receber o equivalente trabalhado em folga do servio. 5. A alimentao dos jovens ser fornecida pela Secretaria de Estado de Educao. 6. Ao trmino do curso, os adolescentes de 15 a 17 anos sero inseridos no mercado de trabalho atravs da instituio parceira Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indstria, do Comrcio e dos Servios Sustentveis e de acordo com a Lei do Menor Aprendiz 10.097/00. 7. Todas as atividades sero coordenadas por uma equipe composta pelo comandante do 2 BPM, pelo oficial responsvel pela rea onde for inserida a base de formao da Guarda Mirim, por um graduado com experincia no ensino para que assuma a coordenao administrativa e um soldado que atuar como auxiliar de escritrio da Guarda Mirim, todos da mesma unidade. Estamos, no dia de hoje, dando um grande passo na reinstalao da Guarda Mirim em nossa gloriosa Polcia Militar, mas, desta vez, temos um diferencial: o carter profissionalizante de nossas turmas que, pensamos, seja seguido pelas demais unidades de Operacionais de nosso Estado. Este um grande dia para a Polcia Militar, um grande dia para a Guarda Mirim que se inicia em nosso Batalho. E, diante dos fatos, quem ganha com isso a sociedade. Parabns, Guardas Mirins. Sucesso em sua jornada. 8. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 8 Estado do Acre Secretaria de Estado de Segurana Pblica Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurana Pblica e Justia Francisco Mangabeira- CIEPS PROTOCOLO DE EXECUO DE CURSO INSTITUIO: POLCIA MILITAR DO ACRE - PMAC CURSO: Curso de Formao de Guarda Mirim da PMAC PERODO: 02 de abril de 2013 a 30 de agosto de 2013 RIO BRANCO AC, 2013. Via Verde BR 364 Km 02, Bairro: Jardim Europa, CEP: 69.911-175, Fone/Fax (68) 3227-1026 Rio Branco Acre e-mail: [email protected] 9. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 9 Curso de Formao de Guarda Mirim da PMAC 1. Nome do Curso: Curso de Formao de Guarda Mirim da PMAC. 2. Objetivo do Curso: Atender os adolescentes do pondo de vista global, fazendo com que tenham a conscincia e a incorporao de atitudes cada vez mais construtivas e positivas, assegurando-lhes uma formao escolar e profissionalizante que auxilie em sua insero no mercado de trabalho. . 3. Finalidade (s): 1. Programar disciplinas de cunho socio-educativo que visem proteo social bsica do adolescente com sua famlia; 2. Prestar servios gratuitos, de forma continuada e planejada sem qualquer discriminao de usurios, nos projetos, programas e servios da poltica de assistncia social bsica; 3. Prestar servios de utilidade pblica e que tambm resultem em benefcios para a iniciativa privada; 4. Estimular a participao da sociedade para, junto com o Poder Pblico, participar com absoluta prioridade, na soluo de problemas sociais da Infncia e Juventude, com a efetivao dos direitos das crianas e adolescentes; 5. Conscientizar os adolescentes a respeito do exerccio da cidadania, de seus direitos e das obrigaes, dos valores ticos e morais, preparando-os para ingresso no mercado de trabalho, na condio de aprendiz os e estagirios, conforme legislao vigente; 10. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 10 4. N de alunos: Participaro do curso 90 adolescentes, na idade entre 14 e 17 anos, divididos em duas turmas: uma matutina e uma vespertina. 5. Local sede do Curso: Base de Polcia Comunitria do Recanto dos Buritis. 6. Perodo do Curso: De 02/04 a 30/08/2013. 7. Cronograma: Carter Turma Curso Perodo Pblico Local Formao Geral Manh e Tarde 1. Histria da PMAC 2. Educao Fsica 3. Polcia de Preveno 4. Portugus Instrumental 5. Matemtica Instrumental 6. Primeiros Socorros 02/04 a 15/05 Alunos da Guarda Mirim Recanto dos Buritis Formao Especfica Manh e Tarde 1. Atividades Pr-Militares 2. Chefia e Liderana 3. Conhecendo a Cidade 4. Educao Cidad 5. Defesa Pessoal 6. Palestras Temticas 16/06 a 31/06 Alunos da Guarda Mirim Recanto dos Buritis Formao Profissional Manh e Tarde 1. Polcia de Preveno 2. Correspondncia e Redao Oficial 3. Guarda Mirim em Ao 4. PRONATEC 01/07 a 30/08 Alunos da Guarda Mirim Recanto dos Buritis 11. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 11 8. Matriz curricular: A matriz curricular da Guarda Mirim foi disponibilizada com disciplinas que compem o quadro de Formao Geral, Formao Especfica e Formao Profissionalizante. Pensou-se na possibilidade de preparar adolescentes em situao de risco e vulnerabilidade com atividades que lhes propiciem uma progresso no bem-estar social, valorizao da cidadania, interao comunitria e preparo para o mercado de trabalho com formao tcnico-profissionalizante que os possibilitem engajar como menores aprendizes e que, quando da maior idade, se quiserem, possam continuar no setor que escolheram se integrar. Precisa ser ressaltado algo: Esta uma matriz. Ela dever ser utilizada como parmetro, proporcionando um leque de possibilidades com vistas a suprir as lacunas necessrias para a finalidade de atuao profissionalizante. O carter de sua formao geral deve ser seguido por todas as GMs que pertenam a instituies policiais militares, caso seja necessria outra disciplina, ela entrar em carter especfico ou profissionalizante. Se os bombeiros militares quiserem fazer uso desta matriz, podem fazer a substituio de duas disciplinas: Histria da PMAC por Histria do Corpo de Bombeiros (de seu Estado), para que os mirins conheam a instituio que representam; e Polcia de preveno pode ser substituda por Salvamento aqutico, ou Ns e amarras, ou Introduo Defesa Civil, ou Noes de Bombeiros. Existe formao especfica na tropa. O carter de sua formao geral deve ser seguido por todas as GMs que pertenam a Batalhes de Polcia Militar de carter geral. Os Batalhes que atuam com especificidades podem inserir na formao especfica uma ou duas disciplinas que levem o aluno a interagir melhor com a localidade e que o preparem para uma atuao mais especfica. Sero citados quatro exemplos: a) A Guarda Mirim do Batalho de Operaes Especiais poder acrescentar em formao especfica atividades como Introduo a Cinotecnia, Introduo a Ecoterapia, Artes Marciais, Tcnicas e Tticas para o trabalho em equipe, dentre outras; b) O Batalho de Trnsito poder ofertar em sua formao especfica atividades como Curso bsico de educador de trnsito, Curso de Educador social para reas transeuntes, Introduo legislao de trnsito, Princpios norteadores da operao lcool zero, dentre outros; c) O Batalho Ambiental poder ofertar em sua formao especfica, atividades como Meio ambiente e sociedade, Curso de preveno a incndios em rea de floresta urbana, legislao ambiental, dentre outros; d) O Batalho de Ensino poder ofertar, em sua formao especfica, atividades como Multiplicador de Preveno s drogas, JCC, Proerd para o Ensino Mdio, Natao e salvamento em ambiente aqutico. A formao profissionalizante depender do profissional que se quer desenvolver com vistas ao mercado de trabalho consumidor da mo de obra disponibilizada. Os cursos podem ser desde os ofertados pelo PRONATEC at cursos especficos ministrados pelas instituies como, por exemplo: Guarda Vidas, Bombeiro civil, e Socorrista de Pronto-atendimento, ofertados pelos Bombeiros; Educador Social Proerd, ofertado pela Polcia Militar; Massoterapeuta, ofertado pelo Batalho Escolar e pela Policlnica; dentre outros. 12. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 12 9. Recursos Humanos: N Nome Patente Formao Ativ. desenvolvida 01 Denlson Lopes da Silva Major CSP Diretor 02 Giovane Galvo de Freitas Lima Filho Capito Pedagogia Coord. Pedaggico e Instrutor 03 Ana Cssia Nogueira Monteiro 1 Ten Administrao Coord. de Logstica e Instrutora 04 Reginmio Bonifcio de Lima 3 Sgt Histria Coord. Administrativo e Instrutor 05 Rivelle Franco de Macedo Sd Cincias da Sade Secretria e Instrutora 06 Francisco das Chagas Santos DAvila 3 Sgt Geografia Instrutor 07 Eriverton Magno Freire 3 Sgt Matemtica Instrutor 08 Jos Fred Pinto Galvo Sd Ed. Fsica Instrutor 09 Walcilene Rodrigues Oliveira Sd Letras Vernculo Auxiliar Adm. e Instrutor 10 Anderson da Silva Andrade Sd Defesa Pessoal Instrutor 11 Walison Borges de Amorim Civil Defesa Pessoal Instrutor 12 Simey Freitas de Souza Civil Auxiliar administrativo 13 Jhulia Caroline da Costa civil Ed. Fsica Instrutor 14 Francirley Ferreira de Azevedo civil Gesto Esportiva Chefia e Liderana 15 Artur Jnior Souza Silva civil Ed. Fsica Instrutor 10. Necessidades Logsticas: Discriminao Quantidade Instituio Salas de aula 02 PMAC Base Mvel 01 PMAC Quadra Poliesportiva 01 Praa da Juventude do Recanto dos Buritis Moto 02 PMAC Computador 02 PMAC Impressora 01 PMAC Projetor de Multimdia 01 Praa da Juventude Recanto dos Buritis Material de Escritrio 01 PMAC 13. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 13 11. Custos Previstos: Discriminao Quantidade Instituio Financiadora Material Didtico 90 apostilas PMAC CD 04 PMAC Outros Investimentos Lanche para os alunos Secretaria de Educao Recursos Didticos Camisetas DETRAN/AC Papel para certificado 01 caixa CIEPS 10. Coordenador do Curso: Denilson Lopes da Silva MAJ PM Rio Branco AC, 30 de maro de 2013. Marcelo do Nascimento Frana TC PM Diretor da DEI/PMAC 14. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 14 15. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 15 MATRIZ CURRICULAR PARA A GUARDA MIRIM 16. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 16 A Educao e os valores para a vida3 Reginmio Bonifcio de Lima4 A interveno social tarefa de todo cidado que percebe a necessidade de contribuir para que haja uma maior possibilidade de aperfeioamento das relaes antrpicas que influenciem diretamente na melhoria do bem-estar social. Como indivduos que atuam em uma instituio policial militar podem influenciar essa sociedade, cumprindo o papel constitucional de preveno e interagindo com o ambiente a ponto de causar um tipo de influncia positiva sem perder o foco do trabalho policial? A resposta a esse problema parece ser a criao de uma espcie de instituio que interaja com a comunidade e influencie a localidade em que est inserida. Dentre as vrias formas de interveno social da Polcia Militar, percebeu-se que uma Escola de Guarda Mirim poderia influenciar a comunidade e pautar as relaes que se buscava, com o intuito de crescimento do coletivo a partir do bom exemplo dado por um grupo social. O que ensinar? Existem vrias escolas, dos mais diversos tipos. Se o intento profissionalizar um grupo de adolescentes, j existem programas de aprendizagem tecnolgicos e preparatrios para o mercado de trabalho. A sada, talvez seja, a educao para a vida, conforme preceitua Paulo Freire. O que, como e para que ensinar deve ser o foco. Assim sendo, optou-se por uma educao de valor. Uma educao que valorize a interao em ambiente escolar, na qual, educador e alunos interajam e construam os valores sociais que se busca para a interveno social, que sejam cumulativos e aplicveis para a vida. Nesse contexto, estabelece-se a relao direta com o educador. possvel que, em ambiente escolar, os valores a serem construdos possam ser debatidos e construdos mutuamente. O policial militar, na funo de educador pode fazer essa 3 Baseado na anlise conjuntural de educao para valores da professora Maria OdeteValente. 4 O 3 Sgt PM Bonifcio Mestre em Letras pela UFAC. Serviu durante dez anos na Diviso de Ensino e Instruo da PMAC, sendo transferido para o 2 Batalho para atuar na Base dePolcia Comunitria do Recanto dos Buritis, local onde Coordena administrativamente o Grupamento de Guarda Mirim do 2 BPM. 17. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 17 confluncia de valores e vislumbres para o crescimento do aluno e a realizao dos objetivos propostos. Os educadores na sala de aula, bem como a escola no seu todo, naquilo que explicitam e no explicitam, no que dizem permitir e no que probem, no que incentivam e no que fazem por desconhecer, ensinam aquilo que valorizam, o que acham, justo e no justo, em suma, ensinam valores. O ensino dos valores no se pode evitar. A educao para os valores realiza-se em todos os momentos, permeia o currculo e tambm todas as interaes interpessoais na escola e as relaes desta com a famlia e a sociedade. Manifesta-se nas reunies, na sala de aula, na definio dos capazes e dos incapazes, na maneira como so recebidas as minorias, pobres ou ricos, frgeis ou bem constitudos. A questo moral surge a todo momento sempre que algum seleciona ou se manifesta a favor ou contra qualquer comportamento, situao, pessoa ou objeto. Mas, tudo isso acontece mesmo que no se enfrente e discuta a questo da educao para os valores na escola. No ser possvel que os educadores ajudem a desenvolver o juzo moral dos jovens, mesmo sem insistirem numa posio particular? E no ser que a falta de dilogo sobre as questes que mais de perto tocam os jovens faz com que a escola degenere num lugar assptico, pouco importante e irrelevante para eles? No , por outro lado, duvidoso que os jovens realizem discusses sistemticas em casa ou noutras instituies sobre os valores? Muitos no frequentam esse tipo de instituies e os pais no esto preparados ou no dispem de tempo para uma anlise racional de valores. No ser ento de admitir que a escola se ocupe da educao moral dos jovens? A questo difcil , pois, a de saber se a sociedade est decidida a envolver-se nesta tarefa de ajudar explicitamente os alunos no desenvolvimento de valores e a consider-la como uma legtima e desejvel tarefa dos educadores e, em caso afirmativo, como faz-lo. O educador encoraja a criana, o jovem ou o adulto, a clarificar aquilo que valoriza, e no intenta persuadi-los a aceitarem um conjunto pr-estabelecido de valores. Para levar a cabo esta tarefa, o educador dever encorajar as crianas e jovens a fazerem mais escolhas e a faz-las livremente, ajudar a descobrir alternativas e a refletir nas consequncias de cada uma, ao mesmo tempo que encoraja a considerarem o que apreciam e a afirmarem-no, quando necessrio e oportuno, bem como a atuarem e a comportarem-se de acordo com as escolhas, de maneira sistemtica. Este tipo de estratgia dever sempre aparecer como um convite e no como uma obrigao. A educao interpessoal est intimamente ligada educao para a sade, educao sexual, vida em sociedade. A aprendizagem das relaes interpessoais inicia-se na famlia, mas a escola um lugar importante para o desenvolvimento e reflexo sobre a prpria aprendizagem. As mltiplas relaes existentes entre os jovens, e estes e os outros, constituem, por si, um terreno frtil para uma aprendizagem sistemtica, onde podem experimentar os seus modos de relao, melhorando a qualidade da mesma para si e para os outros. Desenvolver uma relao interpessoal de qualidade corresponde a descobrir em conjunto as alegrias de viver, amar e ser amado, nas suas semelhanas e diferenas, de partilhar com o outro e ser-lhe presente. Uma tal relao exige uma motivao e um comprometimento comum, isto , deve nascer do interesse, projeto ou desejo comum e exige esforo na realizao do objetivo do outro. 18. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 18 Nesse contexto pensou-se na produo de uma Guarda Mirim escolarizada. Com uma matriz curricular definida, proposta de formao geral, especfica e profissionalizante. Esse o prottipo que, esperamos, seja melhorado para que, de fato, os grupamentos formados no ambiente da Guarda Mirim no sejam polcias mirins ou meninos de farda. O intento , dentro de um ambiente pr-militar, conseguir agregar valores que somem para a vida, e que, esses sejam apresentados durante as disciplinas propostas. Vale ressaltar que essa matriz a gerao inicial e que pode e deve ser aperfeioada. Entenda-se aperfeioada no como retirada de proposituras para reduzir gastos ou desenrolar algumas coisas que foram propostas de um outro jeito que seja genrico. Estamos propondo valores e a esses podem ser somados outros que corroborem com a essncia e acrescentem novas possibilidades. Ento, com boa vontade e parmetros acessveis... mos obra. 19. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 19 Competncias Gerais para a Formao de Soldados da Guarda Mirim No sentido de desenvolver uma Educao para a vida, atravs de preceitos e valores estabelecidos como condizentes com o aprendizado que se enseja, foi produzida a seguinte tabela que remonta as competncias conceituais, procedimentais e atitudinais que se almeja para os formandos nas turmas de Guarda Mirim. COMPETNCIAS GERAIS PARA A FORMAO DE SOLDADO GUARDA MIRIM COMPETNCIAS ATRIBUTOS PRINCIPAIS HABILIDADES ESSENCIAIS COMPETNCIAS CONCEITUAIS Conhecimento da realidade. Capacidade de pensar de forma crtica e criativa. Comunicao, posicionamento e ao de forma consciente. Atuar de forma sistmica, com base nas dimenses da integrao, participao, compartilhamento de deciso e ao e valorizao do poder comunitrio. Compreender o funcionamento bsico da Polcia Militar, bem como suas polticas pblicas. COMPETNCIAS PROCEDIMENTAIS Aplicao do conhecimento terico em prtica responsvel, refletida e consciente. Capacidade fsica de resistir s adversidades. Esprito altrusta; Demonstrar segurana; Agir com coerncia, disciplina e respeito; Dominar tcnicas de autodefesa e primeiros socorros; Atuar de acordo com a conduta educacional de alteridade e respeito s normas concernentes ao PRONATEC; Realizar atividades em equipe; Praticar exerccios fsicos; Agir conforme os princpios da legalidade. COMPETNCIAS ATITUDINAIS (SER) Compreenso da conduta civil e pr-militar. Conhecimento do indivduo, suas potencialidades e limitaes. Capacidade de relacionamento, convivncia e respeito s diferenas. Capacidade de controle emocional; tica profissional; Agir com respeito e disciplina; Ser criativo; Cultivar o compromisso e a certeza do dever profissional; Capacidade de ouvir; Ter compromisso; Ser tolerante e moderado; Ser resistente fadiga fsica; Manter boa apresentao e postura; Exercer o autocontrole durante situaes adversas; Agir com liderana; Demonstrar firmeza de carter; Agir conforme os princpios da legalidade. 20. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 20 Explicitadas as competncias de conceitos, com base nos procedimentos a serem estabelecidos e o que se espera que os Guardas Mirins adquiram voluntariamente para sua vida cotidiana, seguem-se aos atributos e as habilidades formais, um quadro demonstrativo de confluncias entre as modalidades formativas integrantes do curso elaborado. A formao geral, a formao especfica e a formao profissionalizante so subdivididas em disciplinas que embasam o contedo, a metodologia e a confluncia de proposituras para a produo do conhecimento. Algumas disciplinas esto dispostas em mais de uma formao, conforme pode ser visto no organograma, contudo foram propostas em determinado carter de formao para fins tcnicos. A formao geral est subdividida em 06 (seis) disciplinas: Matemtica instrumental, Primeiros socorros, Histria da PMAC, Educao Fsica, Portugus Instrumental e Polcia de Preveno. A formao especfica est subdividida em 06 (seis) disciplinas: Conhecendo a cidade, Palestras temticas, Chefia e Liderana, Atividades Pr-militares, Educao cidad e Defesa pessoal. A formao profissionalizante est subdividida em duas partes, sendo a primeira de responsabilidade da PMAC atravs de 02 (duas) disciplinas: Correspondncia e Redao Oficial. A responsabilidade do PRONATEC e/ou outras parcerias profissionalizantes no est computada em nossa carga horria de 360 horas devendo ser acrescentada e certificada em certificado especfico ou nominada no Certificado de concluso de curso da Guarda Mirim. 21. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 21 Dispositivo de Disciplinas da Guarda Mirim As disciplinas so apresentadas em uma sequncia de Formao Geral, Formao Especfica e Formao Profissionalizante, segundo normativa do Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurana Pblica CIEPS. As demais disciplinas de Formao profissionalizante devem ser disponibilizadas pela Instituio que ofertar o curso ou ser produzida pela Coordenao Administrativa da Guarda Mirim, que seguir, preferencialmente, o modelo que se segue. FG 01: Histria da PMAC REA TEMTICA I: Formao Geral DISCIPLINA: Histria da Polcia Militar do Acre CARGA HORRIA: 10 horas/aula COMPETNCIAS HISTRIA DA POLCIA MILITAR DO ACRE CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Processo histrico de formao do territrio acreano. Atuar compreendendo a histria e a cultura e os valores da populao do Acre. Conscincia crtica sobre a formao do Acre. A evoluo histrica da PM no contexto histrico do Brasil e do Acre. Atuao voltada para a valorizao da instituio. Postura como Guarda Mirim que contribui para o bem estar da sociedade. Vultos Histricos: combates, combatentes e datas comemorativas. Proceder compreendendo a atuao da PMAC e seus combatentes. Amor pelo Brasil. PLANO DE DISCIPLINA: Histria da Polcia Militar do Acre CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sgt Bonifcio, Sgt Cleissomar CARGA HORRIA DISCIPLINA: 10h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A Histria da PMAC enfatiza o processo histrico da criao e evoluo da fora policial militarizada no Estado do Acre. EMENTA: I. A Revoluo Acreana II. A evoluo histrica da PMAC III. Vultos histricos 22. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 22 OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Proporcionar ao Guarda Mirim a oportunidade de revisar o contexto histrico do Estado do Acre, destacando a criao e a evoluo da Polcia Militar. UNIDADE DIDTICA: Revoluo Acreana HORA/AULA: 3h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer o processo de formao do Estado do Acre. A Migrao Nordestina; O Estado Independente do Acre; A Revoluo; O Tratado de Petrpolis e a Incorporao do Acre ao Brasil. Aula expositiva Debate Computador Multimdia Quadro branco Pincel UNIDADE DIDTICA: Evoluo histrica da PMAC HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer a evoluo da PMAC no contexto histrico do Pas e do Estado do Acre As Companhias Regionais (1916); A Fora Policial (1921); A Polcia Militar de 1934; A Guarda Territorial; A Polcia Militar do Estado do Acre: criao e Implantao; Resgatando a Histria da milcia acreana e aniversrio oficial da PMAC. Aula expositiva Trabalho em Grupo Textos em mdia UNIDADE DIDTICA: Vultos Histricos HORA/ AULA: 3h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer a importncia dos vultos histricos e datas comemorativas reconhecendo o papel da Corporao atravs da histria O Imperador do Acre; O Patrono da PMAC; O Senador Jos Guiomard Santos; O Governador Francisco Wanderley Dantas; O Primeiro Comandante da Polcia Militar do Estado do Acre (1934); Aula expositiva Estudos Dirigidos Trabalho em Grupo Computador Multimdia Quadro branco Pincel Papel 23. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 23 O Patrono das Milcias do Brasil. UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova escrita. Aplicao de prova escrita, sendo 70% das questes objetivas e 30% subjetivas, totalizando 5 pontos. Prova Escrita Prova subjetiva VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Participao. Avaliao de rendimento de trabalhos. Avaliao de rendimento de prova escrita. AVALIAO FINAL: Trabalhos = 5 pontos Prova = 5 pontos Total = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: LIMA, Reginmio B.. Sobre Terras e Gentes: O terceiro eixo ocupacional de Rio Branco. Joo Pessoa: Idia, 2006. LIMA, Regineison B.. Habitantes e Habitat: Vila do INCRA e Porto Acre. Rio Branco: Boni, 2009. Policia Militar em Revista. Ed. 01, 1996. SANTOS, Ivan Etelvino. Trabalho Monogrfico de Historia. UFAC, 1996. SOUZA, Carlos Alberto Alves de. Historia do Acre. Rio Branco: Paim, 2007. TOCANTINS, Leandro. A Conquista do Acre. Rio Branco: 1983. 24. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 24 FG 02: Primeiros Socorros REA TEMRICA I: Formao Geral DISCIPLINA: Primeiros Socorros CARGA HORRIA: 20 horas/aula COMPETNCIAS HISTRIA DA POLCIA MILITAR DO ACRE CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Emergncia e urgncia. Prestao de pronto atendimento a vtimas de politraumatismo ou de emergncia clnica. Atitudes pr-ativas e agilidades. Avaliao geral do paciente. Avaliao e informao da situao de emergncia. Equilbrio de emoes e apoio tranqilizador nas situaes de atendimento. Suporte bsico de vida. Estabilizao de pacientes na cena de emergncia. Constante preservao da vida. PLANO DE DISCIPLINA: Primeiros Socorros CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sd Rivelle, Sd Anderson, Prof. Artur Prof. Alisson CARGA HORRIA DISCIPLINA: 20h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A disciplina de Primeiros Socorros habilita o aluno a atender ocorrncias de traumas a um acidentado, em suas diversas modalidades, no local do acidente. EMENTA: I. Emergncias Traumticas II. Acidentes com animais peonhentos e venenosos III. Preveno a doenas infectocontagiosas. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Capacitar o Guarda Mirim para atuao em situaes de desastre ou trauma de qualquer natureza, visando salvar vidas, aliviar dores e evitar complicaes. UNIDADE DIDTICA: Consideraes Gerais/Emergncias Traumticas HORA/ AULA: 10h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer as tcnicas para identificar o trauma e aplicar as Mtodo (CHARP); Circulao; Hemorragia; Aula expositiva dialogada. Observao. Multimdia Quadro branco TV e DVD 25. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 25 tcnicas adequadas para cada tipo de trauma. Vias Areas; Respirao e Pulsao; Sinais Vitais e Algoritmo; Reanimao cardiopulmonar; Parada respiratria e Desobstruo das vias areas por corpos estranhos; Hemorragias; Fraturas; Queimaduras; Engasgamentos. Demonstrao Atadura Esparadrapo Tala de imobilizao Colar cervical UNIDADE DIDTICA: Acidentes com animais peonhentos e venenosos HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS UNIDADE DIDTICA: Acidentes com animais peonhentos e venenosos Animais peonhentos; Acidente com cobras. Aula expositiva Multimdia UNIDADE DIDTICA: Preveno a doenas infecto-contagiosas HORA/ AULA: 5h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer as formas de contaminao e preveno s doenas infecto-contagiosas. Tuberculose; Hepatite; HIV; Hansenase. Aula expositiva dialogada Observao Multimdia UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Avaliar a aprendizagem dos alunos por meio de prova terica. Realizao de prova escrita Realizao de prova escrita; Participao em sala Debate em sala. Prova terica. VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Discusso sobre o tema. Avaliao dos trabalhos apresentados. AVALIAO FINAL: 80% Prova escrita + 20% Participao Participao: Questionamentos pertinentes disciplina + pontualidade + assiduidade + interesse nas aulas = 1,0 Participao ativa nas instrues prticas = 1,0 REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS Manual de Atendimento Pr-Hospitalar CBMDF. RASIAS, Carlos Alberto, BARROS, Cludio Caetano e MARCELINO, Slvio Cludio. Et Al. Braslia: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal , 2007. Manual de Atendimento Pr-Hospitalar Modulo 1,2,3 e 4, SENASP/MJ. www.cbmdf.gov.br 26. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 26 FG 03: Educao Fsica REA TEMRICA I: Formao Geral DISCIPLINA: Educao Fsica CARGA HORRIA: 60 horas/aula COMPETNCIAS EDUCAO FSICA CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Aspectos do metabolismo energtico, sade e controle do peso corporal. Exerccios de condicionamento aerbio e resistncia muscular localizada. Manuteno da sade fsica e mental. Importncia da atividade fsica na promoo da sade, seus aspectos mentais e emocionais. Desenvolvimento da fora, potncia e velocidade. Hbitos alimentares saldveis. Alimentao saudvel e condicionamento fsico. Tcnicas e prtica de flutuao, resistncia aerbia e anaerbia em meio liquido e apnia dinmica. Manuteno de boa postura fsica e aprimoramento da coordenao motora. PLANO DE DISCIPLINA: Educao Fsica CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sd Galvo, Sd Anderson, Prof Artur Silva, Prof Alisson CARGA HORRIA DISCIPLINA: 60h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: o conjunto de atividades e exerccios psicomotores organizados e executados de forma consistente e contnua, que visa educao fsica do organismo como um todo. Por suas caractersticas, a disciplina apresenta influncia positiva tanto no contexto da sade quanto da educao, alm de o bom condicionamento fsico ser uma condicionante da Guarda Mirim. EMENTA: V. Aspectos do metabolismo energtico, sade e controle do peso corporal (teoria); VI. Condicionamento aerbio e Resistncia muscular localizada; VII. Forca, potncia e velocidade; VIII. Flutuao, Resistncia aerbia e anaerbia em meio lquido e apneia dinmica. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Desenvolver o condicionamento fsico dos alunos mirins, bem como sua conscincia sobre a importncia de manter-se em excelentes condies fsicas para o desempenho das atividades inerentes ao desenvolvimento do corpo e atuao como menor aprendiz. 27. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 27 UNIDADE DIDTICA: Aspectos do metabolismo energtico, Sade e Controle do Peso Corporal HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer a importncia da sade orgnica para o desempenho das funes de Guarda Mirim. Conceito de Metabolismo energtico. Conceito de Sade. Controle do peso corporal. Aula expositiva dialogada Multimdia UNIDADE DIDTICA: Condicionamento aerbio e Resistncia Muscular Localizada HORA/ AULA: 20h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Otimizar as funes cardio-respiratrias e musculares para o desempenho de atividades que exigem aptido aerbia. Corridas Contnuas; Exerccios Localizados; Jogos e Desportos. Aulas prticas Apitos, cronmetros, cones, coletes sinalizadores, viatura de socorro, bolas de futebol, bolas e rede de vlei, bolas de basquete. UNIDADE DIDTICA: Fora, Potncia e Velocidade HORA/ AULA: 30h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Otimizar as funes cardio-respiratorias e musculares para o desempenho de atividades que exigem aptido neuromotora. Corridas Intervaladas; Exerccios Localizados; Jogos e Desportos Aulas prticas Apitos, cronmetros, cones, coletes sinalizadores, viatura de socorro, bolas de futebol, bolas e rede de vlei, bolas de basquete, equipamentos de musculao UNIDADE DIDTICA: Flutuao, Resistncia aerbia e anaerbia em meio lquido, Apneia dinmica HORA/ AULA: 16h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Otimizar as funes cardio-respiratorias e musculares para o desempenho de atividades que exigem Corridas Contnuas; Exerccios localizados; Flutuao; Natao; Apnia dinmica Aulas prticas Apitos, cronmetros, coletes sinalizadores, viatura de socorro. UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Avaliar a aprendizagem Toda a matria Prova escrita com Prova escrita 28. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 28 dos alunos por meio de prova escrita. questes objetivas e subjetivas. VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: TAF (Teste de Aptido Fsica) Debates COMPOSIO DA AVALIAO FINAL: 80% prtica, 20% terica PROVA PRTICA: Aplicao do TAF (Teste de Aptido Fsica) REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS FISIOLOGIA DA EDUCAO FSICA E DOS DESPORTOS. Fox & Matheus. Rio de Janeiro: 1985. FUNDAMENTOS DO TREINAMENTO DE FORA. Steven Fleck e Kraemer. Rio de Janeiro: 1985. MANUAL DE CAMPANHA C 20-20 Treinamento Fsico Militar, 3 Edio, 2002; www.ca.ufsc.br/Ed.Fisica/af_ap_s_q_8.ppt; www.efdeportes.com/efd52/saude.htm 29. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 29 FG 04: Portugus Instrumental REA TEMRICA I: Formao Geral DISCIPLINA: Portugus Instrumental CARGA HORRIA: 10 horas/aula COMPETNCIAS PORTUGUS INSTRUMENTAL CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Linguagem e suas funes. Leitura e interpretao de texto Reconhecimento da comunicao como fator preponderante para relaes humanas e para a sua profisso. Expresso oral e escrita. Produo de textos (tipologia textual, adequao vocabular, organizao sintagmtica, coerncia e coeso). Valorizao do hbito de leitura. A redao do ENEM. Produzir textos compreendendo a estrutura da Redao exigida pelo ENEM. Compreender a Redao como fator de comunicao escrita em carter avaliativo. PLANO DE DISCIPLINA: Portugus Instrumental CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sd Walcilente Sd Jarde CARGA HORRIA DISCIPLINA: 10h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A presente disciplina visa a estudar os elementos bsicos da Lngua Portuguesa de modo a aprimorar a elaborao de textos e produes redacionais, bem como a apresentao e prtica da comunicao oral. EMENTA: I- Leitura e interpretao de texto (no decorrer de todas as demais unidades didticas). II- Tipos de textos e adequao vocabular. III- Leitura e escrita textual. IV- Redao dissertativo-argumentativa. APRESENTAO DA DISCIPLINA: A presente disciplina visa a estudar os elementos bsicos da Lngua Portuguesa de modo a aprimorar as prticas de leitura e elaborao de textos, bem como a prtica da comunicao oral. UNIDADE DIDTICA: Leitura, Interpretao de Texto e Redao HORA/ AULA: 02h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Aprimorar a leitura e a escrita dos alunos Leitura e interpretao de texto. Redao Oficina de Leitura e escrita. Elaborao de redao. Multimdia Gramtica Papel ofcio 30. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 30 UNIDADE DIDTICA: Coerncia e coeso textual HORA/ AULA: 02 h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Produo de textos coesos e coerentes Coerncia textual; Coeso textual. Aulas expositivas dialogadas e prtica com exerccios Multimdia UNIDADE DIDTICA: Redao dissertativo- argumentativa HORA/ AULA: 04h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Distinguir os diferentes aspectos da produo de texto dissertativo argumentativo. Conhecer os tipos de texto e a adequao para o ENEM. Tipologia textual: dissertao, argumentao. Aula expositiva dialogada. Aulas expositivas dialogadas e prtica com exerccios. Multimdia UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova e trabalho. Aplicao de prova escrita, sendo 50% das questes objetivas e 50% subjetivas, totalizando 5 pontos. Prova Escrita Prova e redao para o ENEM. VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Trabalhos em sala de aula. Prova. AVALIAO FINAL: Mdia aritmtica das 02 avaliaes. (trabalho + prova) REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: BECHARA, Evanildo. Moderna Gramtica Portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. FVERO, Leonor Lopes. Coeso e coerncia textuais. So Paulo: tica, 1997. MARTINS, Maria Helena. O que leitura. So Paulo: Brasiliense, 2004. 31. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 31 FG 05: Matemtica Instrumental REA TEMRICA I: Formao Geral DISCIPLINA: Matemtica Instrumental CARGA HORRIA: 10 horas/aula COMPETNCIAS HISTRIA DA POLCIA MILITAR DO ACRE CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS A importncia da matemtica para o mundo globalizado e sua aplicao na rea de atuao da Guarda Mirim. Leitura e interpretao das quatro operaes bsicas matemticas (soma, subtrao, multiplicao e diviso). Compreender a linguagem matemtica como fator de comunicao. Conceitos bsicos relacionados a Tabuada. Estudo da Tabuada nas quatro operaes bsicas. Reconhecimento da numrica comunicao como fator preponderante para relaes humanas e para o exerccio da atuao na Guarda Mirim. Porcentagem e Regra de trs simples. Compreendendo a formulao de porcentagem e da regra de trs. Ser capaz de executar procedimentos simples de escriturao bsica numrica. PLANO DE DISCIPLINA: Matemtica Instrumental CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sgt Eriverton, Sgt Claudino CARGA HORRIA DISCIPLINA: 10h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A matemtica como instrumento para uma viso mais ampla do mundo e projeo das realidades numricas na sociedade em que os Guardas Mirins esto inseridos. EMENTA: I. As quatro operaes bsicas (adio, subtrao, multiplicao e diviso). II. A tabuada e seu uso cotidiano. III. Regra de trs simples e porcentagem. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Proporcionar ao Guarda Mirim o desenvolvimento da leitura numrica e a compreenso de textos que envolvam algartimos, visando o bom desempenho do aprendizado numrico para a vida. UNIDADE DIDTICA: As quatro operaes bsicas HORA/AULA: 04h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer as quatro operaes matemticas bsicas Adio, subtrao, multiplicao e diviso. Aula expositiva Debate Computador Multimdia Quadro branco e pincel 32. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 32 UNIDADE DIDTICA: A tabuada e seu uso cotidiano. HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer a tabuada e seu uso no cotidiano. Tabuada de adio, tabuada de subtrao, tabuada de diviso, tabuada de multiplicao. Aula expositiva Trabalho em Grupo Textos em mdia E em papel UNIDADE DIDTICA: Regra de trs simples e porcentagem HORA/ AULA: 04h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Introduzir o estudo da regra de trs simples e da porcentagem. Regra de trs simples, porcentagem. Exposio terica e prtica Apostila, multimdia, quadro branco, pincel e papel UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova escrita. Aplicao de prova escrita, sendo 70% das questes objetivas e 30% subjetivas, totalizando 5 pontos. Prova Escrita Prova escrita VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Participao. Avaliao de rendimento de trabalhos. Avaliao de rendimento de prova escrita. AVALIAO FINAL: Trabalhos = 5 pontos Prova = 5 pontos Total = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: GIOVANNI, Jos Ruy. Matemtica completa . So Paulo: FTD, 2002. IEZZI, Gelson et al. Matemtica: cincia e aplicaes. v1. Editora Saraiva. Krulik,S.Reys.F.; A resoluo de Problemas na matemtica escolar, Atual, 1998. MARQUES, Cludio; SILVEIRA, nio. Matemtica Compreenso e Prtica. 9 ano. SOUZA, J. R. Novo Olhar Matemtica, volume 1. FTD. 33. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 33 FG 06: Polcia de Preveno REA TEMRICA I: Formao Geral DISCIPLINA: Polcia de Preveno CARGA HORRIA: 10 horas/aula COMPETNCIAS POLCIA DE PREVENO CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Preveno s drogas: alcoolismo e drogas lcitas e ilcitas. Conhecimento do processo de formao e funcionalidade das atividades de preveno na PMAC. Promoo e valorizao da vida atravs da preveno ao uso de drogas. A histria do Proerd, do Policiamento escolar e sua misso social. Valorizao dos profissionais de segurana pblica enquanto agentes modificadores do ambiente. Postura como profissional de segurana pblica que contribui para o bem-estar da sociedade. Polcia, Escola e Famlia. Respeito, dignidade e cidadania. Executor dos valores presentes na sociedade. PLANO DE DISCIPLINA: Polcia de Preveno CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sgt A. de Souza Sgt Keliane CARGA HORRIA DISCIPLINA: 10h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: O Proerd e o Policiamento escolar como ferramentas da PMAC para preveno ao uso e abuso de drogas em ambiente escolar e fortalecedores das atividades positivas de valorizao da vida. EMENTA: I. Preveno s drogas e violncia. II. O Proerd e o Policiamento escolar como ferramentas de atuao da PMAC. III. Polcia, Escola e Famlia. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Perceber o trabalho preventivo da PMAC em ambiente escolar atravs de suas ferramentas que atuam na Preveno s drogas e violncia nas escolas, a fim de compreender a importncia do Proerd e do Policiamento escolar e a necessria participao colaborativa do Educador Social na comunidade escolar. UNIDADE DIDTICA: As drogas e a violncia e sua atuao na sociedade HORA/AULA: 3h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer as drogas e os comportamentos violentos bsicos As drogas lcitas e ilcitas A violncia e Bullying Aula expositiva Debate Computador Multimdia Quadro branco 34. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 34 UNIDADE DIDTICA: Conceito histrico e misso do Proerd e do Policiamento Escolar HORA/ AULA: 3h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer o conceito e a natureza interdisciplinar do PROERD e do Policiamento Escolar: Direitos humanos e Polcia Comunitria. O Proerd no Brasil e no Acre. Atendimento da PMAC nas escolas (currculos Proerd) e Palestras para a sociedade. Parcerias estabelecidas Matriz curricular nacional do Proerd. Aula expositiva Debate Multimdia UNIDADE DIDTICA: Polcia, Escola e Famlia HORA/ AULA: 02h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer a importncia da famlia e os valores de respeito ao prximo, dignidade e responsabilidade A famlia e o respeito ao prximo. Responsabilidade para formar uma famlia. A interao social em ambiente escolar Aula expositiva Estudos Dirigidos Trabalho em Grupo Computador Multimdia Quadro branco Pincel Papel UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova escrita. Aplicao de prova escrita, no valor de 10 pontos. Prova Escrita Prova subjetiva VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Participao. Avaliao de rendimento de prova escrita. AVALIAO FINAL: Prova = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: BRAMOVAY, Miriam. Escola e violncia. Braslia, DF: Unesco, 2002. LIMA, Reginmio B.; REIS, Jos A. Proerd Rio Branco: crianas e adolescentes de bem com a vida. Rio Branco: Boni, 2007. BRUNETA, A. A.. B. O. da Educao: a viso dos policiais militares sobre a autoridade e a educao. So Paulo: UFSCar, 2003. CUNHA, Fabrcio Costa da. Perfil da Violncia nas Escolas de Rio Branco. Rio Branco: UFAC, 2008. 35. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 35 FE 01: Atividades Pr-militares e Ordem Unida REA TEMRICA II: Formao Especfica DISCIPLINA: Atividades Pr-militares e Ordem Unida CARGA HORRIA: 60 horas/aula COMPETNCIAS ATIVIDADES PR-MILITARES E ORDEM UNIDA CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Terminologias e termos militares de hierarquia e continncia. Utilizar os termos e procedimentos militares pertinentes hierarquia e continncia. Executar com presteza aos comandos hierrquicos e a postura de continncia. Conceito de Ordem Unida e regras de comandos por tempo. Exercitar Ordem Unida cultivando princpios como, marcialidade, uniformidade, vivacidade, entre outros, que so trabalhados na Guarda Mirim, demonstrando, com isso, fora e coeso nas solenidades militares, bem como adotando padres coletivos de uniformidade e sincronizao. Desenvolver o sentimento de coeso e os reflexos de obedincia coletiva no ambiente de ensino e nas solenidades, demonstrando unicidade e disciplina que so fatores preponderantes na formao do Guarda Mirim. Regras dos movimentos a p firme sem arma e seus fundamentos morais. Exercitar os princpios da Ordem Unida sem arma, desenvolvendo postura preconizada pela ordem unida dentro do contexto da formao pr-militar. Sensibilizao, motivao pessoal e coletiva, interao de grupo, com respeito a Disciplina e a Hierarquia. PLANO DE DISCIPLINA: Atividades Pr-militares e Ordem Unida CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Sgt DAvila, Sgt Bonifcio, Sd Rivelle, Sd Walcilene CARGA HORRIA DISCIPLINA: 60h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: Dentre as atividades desenvolvidas na caserna com especificidade de garbo coletivo, a marcialidade, uniformidade, vivacidade, entre outros, so princpios cultivados em toda organizao militar e pr-militar. De igual modo, pelo exerccio da Ordem Unida que tais princpios so abordados na Guarda Mirim e notria a demonstrao de fora e coeso nas solenidades. Busca-se forjar, em cada profissional, o esprito de corpo que deve existir nos integrantes, a fim de que o companheirismo e a solidariedade estejam presentes no dia-a-dia. 36. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 36 EMENTA: I. Regulamento de Continncia. II. Hierarquia na Polcia Militar. III. Ordem Unida sem arma. IV. Comandos e meios de comandos. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Proporcionar ao Guarda Mirim os meios de se apresentarem e se deslocarem em perfeita ordem, em todas as circunstncias estranhas atuao de servio ordinrio, demonstrando que as atitudes individuais devem subordinar-se misso do conjunto e tarefa do grupo. UNIDADE DIDTICA: Regulamento de Continncia HORA/AULA: 10h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer o Regulamento de continncia que regula a atuao na PMAC A continncia; Tipos; Formas; Continncia sem arma; Continncia em lugar aberto; Continncia na escola. Aulas expositivas dialogadas, aulas prticas Multimdia Quadro RISG UNIDADE DIDTICA: Hierarquia na PMAC HORA/ AULA: 10h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer a hierarquia na instituio Polcia Militar do Acre Os alicerces das Polcias Militares: hierarquia e disciplina, Postos e Graduaes, Insgnias e Divisas, Patentes e quadros operacionais. Aulas expositivas dialogadas, aulas prticas, Trabalho em Grupo Multimdia Quadro Manual de campanha ordem unida C 22-5. UNIDADE DIDTICA: Ordem Unida sem arma HORA/ AULA: 20h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Participar das solenidades estranhas ao servio ordinrio, atuando em carter coletivo Coluna, coluna por um, distncia, fila, fileira, linha, intervalo, alinhamento, cobertura. Cerra-fila, homem- base, unidade-base, centro, direita (ou esquerda). Formao, testa, cauda, profundidade, frente e escola, posies. Aulas expositivas dialogadas; aulas prticas e estudo de texto Multimdia Hinrio 37. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 37 Descansar, sentido, firme e cobrir. Passos e Marchas. UNIDADE DIDTICA: Comandos e meios de comandos HORA/ AULA: 16h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Executar corretamente os movimentos de ordem unida. Comandos por voz, gestos, corneta (clarim) e apitos . Aulas expositivas dialogadas; aulas prticas e estudo de texto. Apito Corneta ou clarim UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 04h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Avaliar a aprendizagem dos alunos por meio de prova escrita. Artigos do RISG e do C22-5 estudados Prova escrita e prova prtica Prova VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Observao da execuo prtica dos movimentos individuais e coletivos. COMPOSIO DA AVALIAO FINAL: 70 % de Execuo Prtica (7,0 pontos) + 30% de Prova Terica (3,0 pontos) = 10,0 REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS Manual de Ordem Unida do Exrcito Brasileiro, Manual de Campanha - Ordem Unida 1 Parte 1980 (C 22- 5 ) Regulamento de Continncias RCONT. Regulamento Interno e dos Servios Gerais RISG. Regulamento Disciplinar da Polcia Militar do Estado do Acre RDPMAC. Normas Gerais de Ao - NGA CFSD PM 2009. 38. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 38 FE 02: Chefia e Liderana REA TEMRICA II: Formao Especfica DISCIPLINA: Chefia e Liderana CARGA HORRIA: 20 horas/aula COMPETNCIAS CHEFIA E LIDERANA CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Desigualdades sociais e relaes de poder. Distinguir as relaes de poder na comunidade. Respeito aos conhecimentos popular e emprico, sabendo distinguir entre o senso comum, o bom senso e a cincia. Autoconhecimento, cultura e valores do sujeito e da sociedade, numa perspectiva de qualidade de vida. Reconhecimento e respeito s diversidades nos diferentes aspectos humanos da profisso, com nfase no autocuidado. Comportamento e atitudes ticas frente a situaes adversas (saudveis e patolgicas) saber posicionar-se de forma cooperativa nas relaes de grupo. A condio humana e os diferentes comportamentos sociais. Leitura das relaes intra e interpessoais para o exerccio da profisso, com sensibilidade, motivao pessoal e coletiva e interao de grupo. Demonstrar iniciativa, capacidade de cooperao e atos de responsabilidade social com coragem e bravura. PLANO DE DISCIPLINA: Chefia e Liderana CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Cap Ana Cassia PROFESSORES: Major Denilson, Capit Ana Cssia CARGA HORRIA DISCIPLINA: 20h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A presente disciplina versa sobre a importncia do conhecimento de si e das relaes interpessoais para auxiliar diretamente nas atividades de chefia e liderana. EMENTA: I. Desenvolvimento de papeis e habilidades sociais. II. Autoconhecimento, cultura e valores do sujeito e da sociedade. III. A condio humana e os diferentes comportamentos sociais. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Promover o conhecimento a respeito dos fenmenos sociais que possam incorrer em atitudes de chefia e liderana, com vistas identificao e resoluo de conflitos decorridos em consequncias dos mesmos, tanto na comunidade quanto na equipe. 39. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 39 UNIDADE DIDTICA: Mtodo dialtico e as categorias sociolgicas bsicas HORA/ AULA: 4 H/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Apresentar e discutir junto ao aluno sobre as principais categorias sociolgicas, dando nfase questo das relaes de poder e dominao Modo de Produo e Meios de Produo. Foras produtivas e relaes sociais de produo. Estado, Governo e Sociedade Civil. Aula expositiva dialogada; Leitura e discusso de textos. Multimdia Textos impressos Matrias jornalsticas da imprensa nacional UNIDADE DIDTICA: Desenvolvimento humano e comportamento social HORA/ AULA: 06h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer os processos de desenvolvimento humano, seus mecanismos de defesa e adaptao, bem como as relaes de chefia e liderana. As fases do desenvolvimento humano e suas caractersticas. Estrutura e dinmica da personalidade. Diferenas entre chefia e liderana. O chefe e seus subordinados. O lder e seus colaboradores. Aula expositiva Trabalho em Grupo Textos em mdia UNIDADE DIDTICA: Desenvolvimento de papeis e habilidades sociais no trabalho HORA/ AULA: 08h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Propiciar o entendimento dos papis sociais e seu desempenho como fator de qualidade nas relaes interpessoais. Desenvolver aes que possam prevenir estresses relacionados com a atividade de Guarda Mirim. Teoria dos Papis aplicada s atividades da Guarda Mirim. Processos de interao e funcionamento grupal: percepo, comunicao, liderana, definio de metas e normas, processo decisrio, coeso, conflito. Abordagem cognitiva na avaliao e interveno sobre habilidades sociais. Contedos verbais e no verbais do Exposio oral com visualizao de slides. Seminrios Dinmicas Multimdia DVD Aparelho de som Quadro Branco e pincel 40. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 40 comportamento e como estes podem ser modificados. UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova escrita. A prova ser composta por dez questes de mltipla escolha nas quais sero abordado os contedos contidos nas trs unidades didticas deste plano de disciplinas. Para cada questo correta atribuir-se- um (1,0). Prova Escrita VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Debate em grupo e exposio de opinies sobre o assunto debatido. Debate do assunto entre grupos. Seminrios. AVALIAO FINAL: Avaliao de trabalhos= 10 pontos Avaliao Escrita = 10 pontos Nota final = mdia aritmtica da avaliao oral e escrita (10+10=20/2) REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS BOCK, Ana M. Bahia; Furtado; Odair; Teixeira; Maria de Lourdes T. Psicologias Uma introduo ao estudo de psicologia. Ed. tica. 1998. FALCONE, Eliane. Habilidades sociais: para alm da assertividade. Santo Andr: Editora Sete, 2000. KUSNETZOFF, Ivan Carlos. Introduo Psicopatologia Psicanaltica. 7 Edio, ED. Nova Fronteira, 1992. RIM, D. C & MASTER, J. C. Treinamento Assertivo em terapia comportamental: Tcnicas e resultados experimentais. So Paulo: Manole, 1983. REVIERE, Enrique Pichon. O Processo Grupal. SP: Martins Fontes, 1998. GOLEMAN, Daniel. Inteligncia Emocional A teoria revolucionria que redefine o que ser inteligente. 8 ed, So Paulo. Objetiva, 1995. 41. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 41 FE 03: Conhecendo a Cidade REA TEMRICA II: Formao Especfica DISCIPLINA: Conhecendo a Cidade CARGA HORRIA: 20 horas/aula COMPETNCIAS CONHECENDO A CIDADE CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Compreender a dinmica social da cidade em que vive. Atuar, compreendendo a cidade e seus atores sociais. Conscincia crtica sobre o local em que vivem. Perceber os pontos tursticos de sua localidade. Atuar voltando-se para a valorizao do ambiente em que vivem. Postura como Guarda Mirim que contribui para o bem estar da sociedade. Conhecer lugares e instituies que prestam servio comunidade. Compreender a atuao da Guarda Mirim e sua interao com as instituies de sua cidade. Valorizar o lugar onde vive. PLANO DE DISCIPLINA: Conhecendo a cidade CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Cap Ana Cssia PROFESSORES: Cap Ana Cssia, Sgt Bonifcio, Sd Galvo, Sd Rivelle, Sd Walcilene CARGA HORRIA DISCIPLINA: 20h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A cidade o local onde as pessoas moram, portanto, importante ter noo de espao e das localidades que formam a conjuntura da cidade. EMENTA: I. O que uma cidade. II. Visita a pontos tursticos da cidade. III. Visita a instituies, bibliotecas, quartis, estdios, teatros, palcios e museus. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Proporcionar ao Guarda Mirim a oportunidade conhecer melhor o local onde vive. UNIDADE DIDTICA: O lugar onde vivo HORA/AULA: 4h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer o conceito de cidade, localidade e um pouco da histria do lugar onde se vive. A cidade; O bairro; as ruas; o lugar onde vivo. Aula expositiva Debate Computador Multimdia Quadro branco Pincel 42. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 42 UNIDADE DIDTICA: Visita a pontos tursticos HORA/ AULA: 08h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer os pontos tursticos da cidade Visita a pontos tursticos da cidade tais como praas, balnerios, parques, etc., proporcionando momentos de aprendizado e lazer. Trabalho em Grupo Visitas coordenadas Transporte, gua, itinerrio e cmera fotogrfica. UNIDADE DIDTICA: Visitas a instituies HORA/ AULA: 08h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Visitar a instituies tais como bibliotecas, quartis, estdios, teatros, palcios e museus. Visita a bibliotecas, quartis, estdios, teatros, palcios, museus. Durante a visita ser ofertada uma palestra sobre o local visitado e a sua funo social Transporte, gua, itinerrio e cmera fotogrfica. Multimdia. UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de relatrio de atividade Aps visita a localidades e a instituies, os alunos devem elaborar um relatrio. Anlise de relatrio VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Participao. Relatrio de atividade. AVALIAO FINAL: Relatrio de atividade = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: Guia turstico da cidade. Google mapas. Materiais normativos, panfletos e cartazes sobre localidades e instituies. 43. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 43 FE 04: Educao Cidad REA TEMRICA II: Formao Especfica DISCIPLINA: Educao Cidad CARGA HORRIA: 20 horas/aula COMPETNCIAS EDUCAO CIDAD CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Organizao Estatal: funes e rgos relevantes na esfera de Segurana Pblica. Desenvolver prticas funcionais pautadas na defesa e manuteno dos Direitos Humanos. Ser um executor social dos valores legais presentes no ordenamento jurdico ptrio. Direitos individuais e coletivos: aspectos ticos, histricos, culturais e legais. Planejamento das aes voltadas para atuar na localidade com responsabilidade social. Compromisso com o bem-estar de quem recebe cuidado, respeitando-o como cidado, em qualquer circunstncia Fundamentao normativa da conduta humana. Tratamento adequado a todas as pessoas, independente de gnero, raa, cor, religio ou cultura. Desmistificao dos Direitos Humanos, reconstruindo-o como direito do cidado. PLANO DE DISCIPLINA: Educao Cidad CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Sgt Bonifcio PROFESSORES: Cap Ana Cassia Sgt Bonifcio, Sd Walcilene CARGA HORRIA DISCIPLINA: 20h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: As formulaes entre a ao do cidado com as pessoas a seu redor, pautadas nas aes do Estado e os direitos coletivos. EMENTA: I. O Estado. II. Direitos Individuais e Coletivos da Pessoa Humana. III. Direitos e Deveres contidos no Estatuto da Criana e do Adolescente. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: A disciplina refere-se ao sentido de organizao do Estado democrtico de direito brasileiro em consonncia com o que preceitua o artigo 5 da Constituio Federal e a Carta de So Jos da Costa Rica, enfatizando os direitos e deveres dos adolescentes, conforme preceitua o ECA. 44. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 44 UNIDADE DIDTICA: O Estado HORA/AULA: 04h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer os conceitos bsicos que tratam da Unio, seus Poderes e competncia. Conceito. Elementos. Estado Democrtico de Direito. Funes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judicirio. Tratar a matria reportando-se sempre aos casos concretos vivenciados pelo aluno Guarda Mirim. Multimdia Quadro branco e pincel UNIDADE DIDTICA: Direitos Humanos e suas caractersticas HORA/ AULA: 08h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conceituar Direitos Humanos e suas principais caractersticas Conceito e Caractersticas dos direitos humanos: imprescritibilidade; Inalienabilidade; Irrenunciabilidade; Inviolabilidade; Universalidade; Efetividade; Interdependncia; Complementaridade. Exposio dialogada Estudo de casos Multimdia Quadro e pincel UNIDADE DIDTICA: O ECA e o direito cidado da criana e do adolescente HORA/ AULA: 08h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Enunciar e examinar os conceitos doutrinrios do direito da criana e do adolescente em face da legislao comparada. Analisar a situao da criana e do adolescente no seu contexto biopsicossocial e a sua incluso no direito. O atendimento da criana e do adolescente na Doutrina da Proteo Integral. A infncia e adolescncia no contexto internacional: a Conveno Internacional dos Direitos da Criana e principais documentos internacionais. A estrutura geral do Estatuto da Criana e do Adolescente. A regulamentao dos Direitos Fundamentais. Medidas especiais de proteo e Medidas Scio educativas. Aula expositiva Prtica com exerccios Trabalho em Grupo Computador Multimdia Quadro branco Pincel Papel 45. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 45 UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Avaliar a aprendizagem dos alunos por meio de prova escrita. Proporcionar uma viso crtica para uma prtica de acordo com o que determinam as leis. Aplicao de prova escrita, sendo 70% das questes objetivas e 30% subjetivas, totalizando 5 pontos. Prova Escrita Prova VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Participao. Avaliao de rendimento de trabalhos. Avaliao de rendimento de prova escrita. AVALIAO FINAL: Trabalhos = 5 pontos Prova = 5 pontos Total = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: PAULO, Vicente. Direito Administrativo Descomplicado. 15.ed. Rio de Janeiro: Impetus, 2008. BRASIL. Constituio Federal, 1988. BALESTRERI, Ricardo Brizolla. Direitos Humanos: coisa de polcia. Passo Fundo-RS, CAPEC. Paster Editora, 1998. BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro. Campos Ed, 2004. BRASIL. Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispe sobre o Estatuto da Criana e do Adolescente, e d outras providncias. Estatuto da Criana e do Adolescente. Dirio Oficial da Unio, Braslia, DF, 16.07.1990. CURY, Munir. Estatuto da criana e do adolescente comentado: comentrios jurdicos e sociais. 6.ed. So Paulo: Malheiros, 2003. 46. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 46 FE 05: Defesa Pessoal REA TEMRICA II: Formao Especfica DISCIPLINA: Defesa Pessoal CARGA HORRIA: 30 horas/aula COMPETNCIAS DEFESA PESSOAL CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Noes de Direitos Humanos. Tcnicas de autodefesa: pontos sensveis, quedas e rolamentos; tcnicas de projeo; Defesa contra agresses a mo livre; tcnicas contra agarramentos; tcnicas de conteno. Atuao da Guarda Mirim considerando a histria e a cultura das populaes, luz dos valores dos direitos humanos. Identificao de pontos sensveis, defesa em desvantagem decorrentes de queda e rolamentos com o intuito de equilibrar-se durante uma situao desfavorvel. Exerccio de preciso para a melhor aplicabilidade de uso das diferentes tcnicas para autodefesa. Respeitar e preservar os pilares dos direitos humanos: necessidade, proporcionalidade, legalidade e tica, mantendo com isso os valores presentes na sociedade. Aspectos relacionados s formas de imobilizao com e sem equipamentos de defesa pessoal. Tcnicas que evitam desperdcio de tempo, traumas fsicos desnecessrios durante a necessidade de uma interveno em legtima defesa. Ser capaz de agir com eficincia diante a situaes de risco sua integridade fsica. PLANO DE DISCIPLINA: Defesa Pessoal CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Maj Denilson PROFESSORES: Sd Alisson, Prof Anderson CARGA HORRIA DISCIPLINA: 30h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A Defesa Pessoal a reunio de tcnicas de defesa e ataque extrado de vrios estilos de artes marciais e apresentado Guarda Mirim como ato de treinamento para defesa, enfatizada a legtima defesa, dentro dos parmetros constitucionais. EMENTA: I. Exerccios preparatrios. II. Pontos sensveis, quedas e rolamentos. III. Tcnicas de projeo. IV. Defesa contra agresses a mo livre. V. Tcnicas contra agarramentos. VI. Tcnicas de conteno. 47. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 47 OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Habilitar o Guarda Mirim a agir de forma coerente, tica, proporcional e legal a possveis agresses e/ou situaes ilcitas danosas contra si, mediante o uso de tcnicas e instrumentos destinados manuteno da integridade fsica prpria. UNIDADE DIDTICA: Exerccios Preparatrios HORA/ AULA: 4h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Preparar o aluno para as atividades fsicas. Apresentao da Disciplina. Exerccios Prticos: Alongamento e aquecimento; Alongamento de membros; Aquecimento global. Aula expositiva. Aula prtica. Multimdia. Quadra de esporte Tatame UNIDADE DIDTICA: Pontos Sensveis, Quedas e Rolamentos HORA/ AULA: 4h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Identificar pontos sensveis, a defender- se em desvantagem da queda e aplicar rolamentos com o intuito de equilibrar-se durante situao desfavorvel. Pontos Sensveis. Identificao. Exerccios Educativos de quedas. Educativos de quedas de costas. Educativos de quedas laterais. Educativos de quedas de frente. Rolamentos. Aulas expositivas. Aulas prticas. Quadra de esportes Tatame UNIDADE DIDTICA: Tcnicas contra agarramentos HORA/ AULA: 6h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Preparar o aluno para desvencilhar-se de situaes de agresso com agarramentos Tcnicas de desvencilhamento de artes Aulas expositivas. Aulas prticas. Quadra de esportes Tatame UNIDADE DIDTICA: Tcnicas de Projeo e defesa contra agresses a mo livre HORA/ AULA: 12h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Executar tcnicas de projeo a fim de minimizar o emprego da fora durante sua aplicao. Executar defesa de Projees ao cho. Defesa contra socos e tapas resultando em imobilizao. Aulas expositivas. Aulas prticas. Quadra de esportes Tatame 48. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 48 ataques contra sua integridade fsica. UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 4h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova escrita. Aplicao de prova escrita, sendo 70% das questes objetivas e 30% subjetivas, totalizando 5 pontos. Prova Escrita VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Trabalho prtico individual AVALIAO FINAL: Prova prtica = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: SENASP: referenciais prticos aplicados nos cursos de Defesa Pessoal. BALESTRERI, Ricardo Brisola. Direitos Humanos: Coisa de Polcia. Edies CAPEC Centro de Assessoramento a Programas de Educao para a Cidadania. Pater Editora, 1998. RODRIGUES, Luciano Crisafulli. Operaes de Controle de Distrbios. Florianpolis: SECCO, 2007. 49. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 49 FE 06: Palestras Temticas Dirigidas REA TEMRICA II: Formao Especfica DISCIPLINA: Palestras Temticas Dirigidas CARGA HORRIA: 10 horas/aula COMPETNCIAS PALESTRAS TEMTICAS DIRIGIDAS CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Palestra sobre as drogas e seus efeitos no corpo e na sociedade. Perceber as drogas enquanto uma fonte de prazer momentneo que, a mdio e a longo prazo, leva dependncia e desagregao social. Fazer escolhas conscientes quando da tomada de deciso sobre o uso ou no de drogas. Palestra motivacional. Despertar interesse pelo bom desempenho de atuao na escola, na famlia e no ambiente de prestao de servio. Respeitar e preservar os pilares boa convivncia entre pares, amigos e famlia. Palestra sobre a adolescncia e as transformaes do corpo. Desfrutar do corpo com responsabilidade, tendo a conscincia de que as escolhas influenciam diretamente na construo do futuro. Ser capaz de agir com responsabilidade e conscincia da liberdade com a qual deve cultivar os domnios de seu corpo. PLANO DE DISCIPLINA: Palestras Temticas Dirigidas CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Maj Denilson PROFESSORES: Palestrantes escolhidos nas instituies parceiras CARGA HORRIA DISCIPLINA: 10h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A disciplina foi pensada para funcionar como um ciclo de aproximadamente cinco palestras sobre assuntos que os Guardas Mirins demonstrem interesse e/ou sobre assuntos de relevncia que estejam massivamente sendo abordados pela mdia e que se mostre necessrio esclarecimento aos educandos. As unidades didticas sero as prprias palestras. EMENTA: I. Palestras sobre drogas e seus efeitos no corpo e na sociedade. II. Palestra motivacional. III. Palestra sobre a adolescncia e as transformaes do corpo. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Proporcionar uma abordagem mais especfica sobre temas e valores que estejam em pauta e sejam relevantes para a discusso coletiva dos educandos. 50. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 50 UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de relatrio sobre palestra. Assunto de relevante interesse para a Guarda Mirim. Aps cada palestra ser feito um relatrio. Palestras e seminrios Quadro Multimdia Pincel VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Relatrio de Aprendizagem entregue ao Coordenador Administrativo do Curso. AVALIAO FINAL: Relatrio de Aprendizagem = 10 pontos REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: A critrio dos instrutores das palestras. 51. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 51 FP 01: Correspondncia e Redao Oficial REA TEMRICA III: Formao Profissionalizante DISCIPLINA: Correspondncia e Redao Oficial CARGA HORRIA: 20 horas/aula COMPETNCIAS CORRESPONDNCIA E REDAO OFICIAL CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Conhecer a linguagem e suas funes. Leitura e interpretao de texto. Reconhecimento da comunicao como fator preponderante para relaes humanas e para a sua profisso. Identificar pontos convergentes nas expresses oral e escrita. Produo de textos (tipologia textual, adequao vocabular, organizao sintagmtica, coerncia e coeso). Valorizao do hbito de leitura. Perceber os tipos de documentao oficial. Elaborao de documentos oficiais e comunicaes associados ao desempenho da funo. Valorizao da qualidade na elaborao de documentos. PLANO DE DISCIPLINA: Correspondncia e Redao Oficial CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Maj Denilson PROFESSORES: Cap Giovane, Sd Walcilene, Prof Maria Iracilda CARGA HORRIA DISCIPLINA: 20h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: A presente disciplina visa estudar os elementos bsicos da Lngua Portuguesa de modo a aprimorar a elaborao de textos, documentos oficiais e preenchimento de registro na rea administrativa, bem como a apresentao e prtica da comunicao oral. EMENTA: I- Leitura e interpretao de texto (no decorrer de todas as demais unidades didticas). II- Tipos de textos e adequao vocabular. III- Coerncia e coeso textual. IV- Documentos oficiais e suas caractersticas: ofcio, memorando, requerimento, relatrio. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Desenvolver atitude crtica e reflexiva em relao ao uso e domnio da Lngua Portuguesa e Confeco de documentos oficiais. 52. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 52 UNIDADE DIDTICA: Apresentao do Plano de Curso, Leitura e interpretao de texto HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Promover a interao entre os alunos. Apresentar o Plano de curso da disciplina e avaliao. Dinmica de apresentao. Apresentao do Plano de Curso. Leitura e interpretao de texto. Dinmica de Apresentao. Aula expositiva dialogada. Multimdia UNIDADE DIDTICA: Leitura, Interpretao de Texto e Redao Oficial. HORA/ AULA: 4h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Aprimorar a leitura e a escrita dos alunos. Leitura e interpretao de texto. Redao de textos oficiais. Oficina de Leitura e escrita. Elaborao de textos da redao oficial. Multimdia Gramtica Papel ofcio UNIDADE DIDTICA: Tipos de texto e adequao vocabular HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Produo de textos coesos e coerentes Coerncia textual; Coeso textual Aulas expositivas e prtica com exerccios Multimdia UNIDADE DIDTICA: Documentos oficiais HORA/AULA: 10h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Elaborao de documentos oficiais utilizados no servio administrativo. Ofcio. Memorando. Requerimento. Relatrio. Aula expositiva. Confeco de documentos oficiais. Multimdia Papel A4 UNIDADE DIDTICA: Avaliao de rendimento HORA/ AULA: 2h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Verificao da aprendizagem atravs de prova escrita. Aplicao de prova escrita. Prova Escrita. Trabalhos em sala. Prova subjetiva VERIFICAO DA APRENDIZAGEM: Trabalhos em sala de aula. Prova AVALIAO FINAL: Mdia aritmtica das 2 avaliaes. (trabalho + prova) REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS: BECHARA, Evanildo. Moderna Gramtica Portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. FVERO, Leonor Lopes. Coeso e coerncia textuais. So Paulo: tica, 1997. MARTINS, Maria Helena. O que leitura. So Paulo: Brasiliense, 2004. BRASIL. Manual de Redao Oficial da Presidncia da Repblica. 53. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 53 FP 02: Guarda Mirim em Ao REA TEMRICA III: Formao Especfica DISCIPLINA: Guarda Mirim em Ao CARGA HORRIA: 60 horas/aula COMPETNCIAS GUARDA MIRIM EM AO CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS ATITUDINAIS Processo das relaes inter e intrapessoais. Utilizao de mecanismos que possibilitem a compreenso de si mesmo e do outro. Reconhecer-se como um profissional competente, que se expressa como pessoa, que sabe aplicar a empatia, relacionando-se com o outro e o mundo de maneira digna. Construo e desenvolvimento de Equipes. Princpios, mtodos e tcnicas de trabalho em equipe. Conhecer e reconhecer os membros de sua equipe com finalidade de maior aceitao das diferenas e desta forma contribuir para o desenvolvimento dos trabalhos. Redes sociais. Avaliao dos papis e funes nas mais diversas relaes. Deixar-se surpreender consigo mesmo, com o outro e com o mundo, aplicando uma postura profissional de acordo com a tica, a autoridade e a rede social. A aplicao da flexibilidade perceptiva. Constituio de grupos operativos focados na realidade organizacional, local e global. Ateno reconsiderao das prprias regras e idias vigentes. Premissas de atendimento ao pblico e tomada de deciso. Aplicao dos lemas: ateno, cortesia e respeito no processo de atendimento e tomada de deciso. Desenvolver a excelncia no atendimento e tomada de deciso em carter individual e de grupo. Criatividade e motivao. Utilizao de estratgias de estmulo, motivao e processo criativo. Propor solues eficazes conforme as situaes inusitadas de conflito. 54. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 54 PLANO DE DISCIPLINA: Guarda Mirim em Ao CURSO: Guarda Mirim MODALIDADE: Formao ANO: 2013 MODALIDADE: Formao TIPO DE ENSINO: Presencial CARGA HORRIA TOTAL: 360h/a + PRONATEC COORDENADOR DA DISCIPLINA: Major Denilson PROFESSORES: Cap Ana Cassia Sgt Bonifcio Sd Walcilene Sd Rivelle CARGA HORRIA DISCIPLINA: 60h/a APRESENTAO DA DISCIPLINA: No decorrer desta disciplina, o aluno realizar atividades que envolvem atitudes recomendados: comunicao, cooperao, respeito e amizade, estimulando sua capacitao para a adoo de prticas e comportamentos que promovam o desenvolvimento pessoal e profissional, visando tambm excelncia do atendimento ao pblico. EMENTA: I- Utilizao de mecanismos e ferramentas para o autoconhecimento. II- Estudo do Regulamento Disciplinar e de Promoes da Guarda Mirim. III- Construo e desenvolvimento de Equipes. IV- A Pedagogia Afetiva/Pedagogia da Presena. V- Comunicao humana. VI- Redes sociais. VII- Criatividade e tomada de deciso. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: Compreender os fatores determinantes das diferenas individuais como preponderantes para o estudo das relaes humanas na Guarda Mirim e promover a qualidade no atendimento ao cidado, bem como explicar os fatores que determinam um relacionamento harmonioso no ambiente social e profissional. UNIDADE DIDTICA: Utilizao de mecanismos e ferramentas para o autoconhecimento HORA/ AULA: 4 h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Associar as observaes de atendimento com a viso da Pedagogia Afetiva. Apresentar a disciplina. Estimular o interesse pelo repensar a prtica cotidiana de cada um. Identidade e reflexo sobre si mesmo; Motivao pessoal e profissional; Inventrio Pessoal Kit Voc mais feliz Auto-Estima; Assumindo uma nova postura pessoal e profissional. Aula expositiva dialogada; Dinmica de apresentao; Exposio por parte dos educandos sobre o que ser cidado e o que qualidade no atendimento. Quadro Magntico Pincel Recursos multimdia Papel A4 Apostila de apoio Quadra esportiva e quatro bolas. 55. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 55 UNIDADE DIDTICA: Estudo do Regulamento Disciplinar e de Promoes da Guarda Mirim HORA/ AULA: 10h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Conhecer as normativas que instituem a Guarda Mirim e seus regulamentos. Dos princpios e das diretrizes da poltica de atendimento; Das atribuies gerais dos integrantes da rede de representantes; Do perfil e dos requisitos essenciais dos participantes da rede de Guarda Mirim. Leitura coletiva e discusso do Regulamento Folders explicativos do Regulamento e material apostilado UNIDADE DIDTICA: Construo e desenvolvimento de equipes HORA/ AULA: 6 h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Ampliar criticamente conhecimentos; estimular o interesse pelo repensar a prtica cotidiana de cada um. Construo e desenvolvimento de equipes Eu e os outros. Trabalho em equipe; Como desenvolver um bom trabalho em equipe; Relaes interpessoais no trabalho; Administrao de conflitos Dinmica Reunio das flores Vdeo sobre o filme carros; Reflexo sobre o texto: A lio que os gansos nos ensinam. Slide em power point Recursos multimdia Apostila de apoio UNIDADE DIDTICA: A Pedagogia Afetiva HORA/AULA: 10h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Desenvolver habilidades para aplicar os conhecimentos sobre a Pedagogia Afetiva, utilizando os mesmos em prol de um melhor atendimento ao cidado. A Pedagogia e as mudanas sociais. A afetividade: a nica sada para a educao. Limites. Mitos do Cotidiano. Ritmos. A pedagogia da presena. Estudo de Textos, distribudos em 8 grupos de 5 pessoas; Seminrio sobre pedagogia afetiva e pedagogia da presena Textos dos Livros. UNIDADE DIDTICA:Comunicao Humana HORA/ AULA: 05 h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Compreender mecanismos da comunicao verbal, no-verbal e factual. Comunicao gestual Verbal e no verbal; Postura e ergonomia; A persuaso na comunicao atravs das diferentes formas Dinmica voc sabe ouvir; Ler o texto de Artur da Tvola e ouvir a msica Padro de Caetano Veloso; Recursos Multimdia Textos da Apostila de apoio 56. Polcia Militar do Acre 2 Batalho de Polcia Militar Cel Fontenele de Castro Guarda Mirim 56 de comunicao. Poesia de Fernando Pessoa. UNIDADE DIDTICA: Redes Sociais HORA/ AULA: 05 h/a OBJETIVOS ESPECFICOS CONTEDO DIDTICO ESTRATGIAS METODOLGICAS RECURSOS DIDTICOS Apresentar e demonstrar o papel das Redes Sociais como nova fo