of 26/26
Anexo V Cronograma Data Atividade 08 dias após a data do início do estágio Último dia para entrega um Plano de Atividades que serão desenvolvidas durante o estágio. 08 dias úteis, a partir da data do recebimento do Plano de Atividades. Último dia para a Comissão de Estágios emitirem um parecer sobre a aceitação do Plano de Atividades, encaminhando-os ao Colegiado de Engenharia Mecânica e à Codex. 16/09/2011 Data limite para se iniciar o estágio 25/11/2011 Data limite para entrega do Relatório ao Supervisor Pedagógico 01/12/2011. Data limite para entrega do Relatório Final e das fichas de avaliação ao coordenador de Estágio para distribuição. 05 a 09 de Dezembro de 2011 Semana de Seminário

Guia estagio 2011.2

  • View
    927

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Guia estagio 2011.2

  • Anexo V

    Cronograma

    Data Atividade

    08 dias aps a data

    do incio do estgio

    ltimo dia para entrega um Plano de Atividades que sero

    desenvolvidas durante o estgio.

    08 dias teis, a partir

    da data do

    recebimento do Plano

    de Atividades.

    ltimo dia para a Comisso de Estgios emitirem um parecer

    sobre a aceitao do Plano de Atividades, encaminhando-os ao

    Colegiado de Engenharia Mecnica e Codex.

    16/09/2011 Data limite para se iniciar o estgio

    25/11/2011 Data limite para entrega do Relatrio ao Supervisor Pedaggico

    01/12/2011.

    Data limite para entrega do Relatrio Final e das fichas de

    avaliao ao coordenador de Estgio para distribuio.

    05 a 09 de Dezembro de 2011

    Semana de Seminrio

  • 2

    Anexo VI MODELO DO FORMATO DO RELATRIO DE ESTGIO

  • 3

    (CAPA DURA)

    Universidade Federal de Sergipe Centro de Cincias Exatas e Tecnologia Ncleo de Engenharia Mecnica

    RELATRIO DE ESTGIO SUPERVISIONADO

    Por:

    HELDER SILVEIRA COSTA DE OLIVEIRA

    MWG Indstria, Comrcio e Prestao de Servios Ltda.

    So Cristvo/ SE

    Julho de 2011

  • 4

    Universidade Federal de Sergipe Centro de Cincias Exatas e Tecnologia Ncleo de Engenharia Mecnica

    RELATRIO DE ESTGIO SUPERVISIONADO

    Por:

    HELDER SILVEIRA COSTA DE OLIVEIRA

    MWG Indstria, Comrcio e Prestao de Servios Ltda.

    So Cristvo/ SE

    Julho de 2011

  • Universidade Federal de Sergipe Centro de Cincias Exatas e Tecnologia Ncleo de Engenharia Mecnica

    RELATRIO DE ESTGIO SUPERVISIONADO

    HELDER SILVEIRA COSTA DE OLIVEIRA

    Empresa: MWG Indstria, Comrcio e Prestao de Servios Ltda.

    Setor: Engenharia Mecnica

    Perodo de realizao: 08/11/2010 07/06/2011.

    Horrio do estgio: 13:00 s 18:00.

    Total de dias teis: 140.

    Total de horas: 700.

    Supervisor Tcnico: Eng. Mec. Abimael Anbal Lucena Ferreira.

    Supervisor Pedaggico: Alessandra Gois Luciano de Azevedo

    So Cristovo/SE

    Julho de 2011.

  • RELATRIO DE ESTGIO SUPERVISIONADO

    HELDER SILVEIRA COSTA DE OLIVEIRA

    Esse documento foi aprovado em sua forma final pelo colegiado do Curso de Engenharia

    Mecnica da Universidade Federal de Sergipe.

    ______________________________________

    Abimael Anbal Lucena Ferreira, Eng. Mec.

    Supervisor Tcnico

    Banca Examinadora:

    Nota

    ______________________________________

    Alessandra Gois Luciano de Azevedo, MSc.

    Orientador

    ______________________________________

    Andr Luiz Costa, Dr.

    ______________________________________

    Wilson Luciano de Souza,Dr.

    Mdia Final...:

  • 7

    AGRADECIMENTOS O agradecimento pode ser dirigido empresa pela oportunidade e ao(s)

    supervisor(es)/orientador(es) da empresa e, nominar aqueles que contriburam de maneira

    relevante ao estgio. um elemento opcional.

    Empresa..... pela oportunidade de realizar este estgio....

    Aos colegas....

    .

    .

    .

    .

    (Arial, 11, normal, justificada, espao entre linhas de 1,5 cm)

  • 8

    Resumo (Arial, 11, centralizado, negrito)

    O resumo deve conter as informaes bsicas apresentadas no texto do relatrio, de forma concisa. Devem ser apresentados objetivos, desenvolvimento e concluses, de preferncia no extrapolando uma folha.

    Na redao do resumo deve ser levadas em conta: Evitar termos redundantes;

    Dar preferncia ao uso da 3 pessoa e verbo na voz ativa;

    Evitar adjetivos, preferindo a substantivao;

    Usar frases precisas e informativas;

    Evitar o uso de pargrafos.

    Este relatrio tem por base a vivncia de sete meses de estgio curricular na MWG Indstria, Comrcio e Prestao de Servio Ltda, no perodo de 08 de Novembro de 2010 a 07 de Maio de 2011. No decorrer do estgio, foram realizadas tarefas tanto em ambiente administrativo como em campo e as seguintes atividades foram realizadas: anlise, desenvolvimento, execuo e gerenciamento de projetos; clculos de resistncia; desenvolvimento de desenhos tcnicos. Tais atividades foram executadas com sucesso e acarretaram na contribuio da formao profissional e na aplicao dos conhecimentos tericos do autor deste trabalho, alcanando assim, os objetivos do estgio.

    Palavras-chave: Estgio; Engenharia Mecnica; Projetos Mecnicos.

  • 9

    Sumrio

    1. Introduo ........................................................................................................................ 22

    2. Apresentao da Empresa ............................................................................................... 24

    3. Sntese da Carga Horria Semanal.................................................................................. 26

    4. Atividades Desenvolvidas .................................................... Erro! Indicador no definido.

    4.1. Anlise do que um cliente deseja realizar. ..................... Erro! Indicador no definido.

    4.2. Viabilidade tcnica/financeira de um projeto. ................. Erro! Indicador no definido.

    4.3. Desenhos tcnicos. ....................................................... Erro! Indicador no definido.

    4.4. Otimizao de projeto. ................................................... Erro! Indicador no definido.

    4.5. Fabricao/execuo de projeto. ................................... Erro! Indicador no definido.

    4.6. Logstica de um projeto. ................................................ Erro! Indicador no definido.

    4.7. Layout. .......................................................................... Erro! Indicador no definido.

    4.8. Soldagem por eletrodo revestido. .................................. Erro! Indicador no definido.

    4.9. Soldagem por MIG/MAG. .............................................. Erro! Indicador no definido.

    4.10. Caldeiraria. .................................................................. Erro! Indicador no definido.

    4.11. Inspeo visual, a olho nu. .......................................... Erro! Indicador no definido.

    4.12. Ensaio no destrutivo por meio de lquido penetrante. Erro! Indicador no definido.

    4.13. Teste de carga em peas/equipamentos. .................... Erro! Indicador no definido.

    4.14. Jateamento.................................................................. Erro! Indicador no definido.

    4.15. Pinturas de fundo e de acabamento. ........................... Erro! Indicador no definido.

    4.16. Termos populares na rea de engenharia. .................. Erro! Indicador no definido.

    6. Referncias ...................................................................................................................... 29

    7. Anexos ............................................................................................................................ 31

    7.1 Anexo A Relatrio de inspeo visual de solda ....................................................... 32

    7.2 Anexo B Relatrio de ensaio no destrutivo por lquido penetrante, pgina 01 ...Erro! Indicador no definido.

    7.3 Anexo C Relatrio de ensaio no destrutivo por lquido penetrante, pgina 02 ...Erro! Indicador no definido.

    7.4 Anexo D Relatrio de ensaio no destrutivo por teste de carga .. Erro! Indicador no definido.

  • 10

    ndice de Figuras

    Figura 1 - MWG ................................................................................................................... 25 Figura 2 - Visita em campo, tubulaes de ar para forno. ........ Erro! Indicador no definido. Figura 3 - Visita em campo, extenso da tubulao. ................ Erro! Indicador no definido. Figura 4 - Desenho Tcnico recebido 01. ................................ Erro! Indicador no definido. Figura 5 - Desenho Tcnico recebido 02. ................................ Erro! Indicador no definido. Figura 6 - Desenho Tcnico feito com auxlio de AutoCad. ...... Erro! Indicador no definido. Figura 7 - Desenho Tcnico feito com auxlio de SolidWorks. .. Erro! Indicador no definido. Figura 8 - Teste com equipamento em perfil I de 4. ................ Erro! Indicador no definido. Figura 9 - Teste com equipamento em perfil I de 5. ................ Erro! Indicador no definido. Figura 10 - Teste com equipamento em perfil I de 6. .............. Erro! Indicador no definido. Figura 11 Traando chapa para corte. .................................. Erro! Indicador no definido. Figura 12 - Cortando tubo. ....................................................... Erro! Indicador no definido. Figura 13 - Chapa na calandra pequena. ................................. Erro! Indicador no definido. Figura 14 - Compra de material (motoredutor). ........................ Erro! Indicador no definido. Figura 15 - Compra de material (UDC). ................................... Erro! Indicador no definido. Figura 16 - Tanque de caminho pipa sendo transferido para local de armazenagem. ....Erro! Indicador no definido. Figura 17 - Gaiola sendo transferida para local de teste de carga. ......... Erro! Indicador no definido. Figura 18 Layout, simulado em 3d, de um pequeno container refeitrio. ..... Erro! Indicador no definido. Figura 19 - Layout real de um pequeno container refeitrio. .... Erro! Indicador no definido. Figura 20 - Layout container sobre-rodas ................................ Erro! Indicador no definido. Figura 21 - Sobre-rodas em 3D................................................ Erro! Indicador no definido. Figura 22 - Rede eltrica, geral. ............................................... Erro! Indicador no definido. Figura 23 - Rede Hidrulica, geral. .......................................... Erro! Indicador no definido. Figura 24 - Rede Hidrulica, banheiro...................................... Erro! Indicador no definido. Figura 25 - Fonte - ER ............................................................. Erro! Indicador no definido. Figura 26 - Container soldado por tecimento de escama. ........ Erro! Indicador no definido. Figura 27 - Solda em chapa inox ............................................. Erro! Indicador no definido. Figura 28 - Mquina de MIG/MAG ........................................... Erro! Indicador no definido. Figura 29 - Desenvolvimento de um cone no AutoCad ............ Erro! Indicador no definido. Figura 30 - Desenvolvimento de um quadrado para redondo ... Erro! Indicador no definido. Figura 31 - Traado de um cone no cho. ............................... Erro! Indicador no definido. Figura 32 - Soldagem de chapas para o desenvolvimento de um cone. . Erro! Indicador no definido. Figura 33 Quadrado para redondo. ....................................... Erro! Indicador no definido. Figura 34 - Respingos na solda. .............................................. Erro! Indicador no definido. Figura 35 - Falta de fuso e respingos. .................................... Erro! Indicador no definido. Figura 36 Aplicao de LP. ................................................... Erro! Indicador no definido. Figura 37 Aplicao de revelador. ......................................... Erro! Indicador no definido. Figura 38 - Bia da Transpetro. ............................................... Erro! Indicador no definido.

  • 11

    Figura 40 - Estrutura de teste de carga. ................................... Erro! Indicador no definido. Figura 41 - Teste de carga em gaiola....................................... Erro! Indicador no definido. Figura 42 - Grfico gerado pelo teste de carga. ....................... Erro! Indicador no definido. Figura 43 - Cabina de Jateamento da MWG. ........................... Erro! Indicador no definido. Figura 44 - Pea jateada .......................................................... Erro! Indicador no definido. Figura 45 - Equipamento com pintura de fundo com zarco. ... Erro! Indicador no definido. Figura 46 - Pintura de acabamento sendo realizada. ............... Erro! Indicador no definido.

  • 12

    ndice de Tabelas

  • 13

    1. Introduo

    (Arial, 14, negrito, esquerda, Ttulo 1)

    Devem ser consideradas as seguintes informaes:

    delimitao do estgio realizado, no tempo e espao, ou seja,

    informar pontualmente onde o estgio foi realizado e o perodo utilizado;

    apresentao dos objetivos traados pelo aluno para o seu

    estgio.

    (Corpo de texto, arial, 11, normal, justificada, espaamento 1,5. Recuo primeira linha de 1,25

    cm)

    Um projeto um processo nico, consistindo de um grupo de atividades, coordenadas e

    controladas com datas para incio e trmino, empreendido para alcance de um objetivo

    conforme requisitos especficos, incluindo limitaes de tempo, custo e recursos (NBR

    10006, 2004).

    O estgio na MWG Indstria, Comrcio e Prestao de Servios Ltda. ocorreu no setor

    de engenharia mecnica da mesma, mais especificamente na rea de projetos, onde foi

    possvel a oportunidade de: gerenciar projetos, abrangendo todas as suas etapas; tomar

    decises importantes, porm todas supervisionadas pelo supervisor tcnico Abimael Anbal

    Lucena Ferreira; aplicar o conhecimento terico aprendido na Universidade Federal de

    Sergipe na prtica industrial, respeitando a cultura da empresa; estar mais prximo da

    concluso do curso de Engenharia Mecnica. Foram executadas diversas tarefas, sendo

    elas:

    1. Anlise do que um cliente deseja

    realizar;

    2. Viabilidade tcnica/financeira de um

    projeto;

    3. Desenhos tcnicos;

    4. Otimizao de projeto;

    5. Fabricao/execuo de projeto;

    6. Logstica de um projeto;

    7. Layout;

    8. Soldagem por eletrodo revestido;

    9. Soldagem por MIG/MAG;

    10. Caldeiraria;

    11. Inspeo visual de solda;

    12. Ensaio no destrutivo por lquido

    penetrante;

    13. Teste de carga em

    peas/equipamentos;

    14. Jateamento;

  • 14

    15. Pinturas de fundo e de acabamento; 16. Termos populares em engenharia.

    Portanto, podemos perceber a diversidade de assuntos abordados neste relatrio, que

    abrange disciplinas como: gesto de projetos, processos de fabricao I, desenho de

    mquinas I e II, mecnica dos slidos, elementos de mquinas, instalaes industriais II,

    ensaios no destrutivos e inspeo, entre outros.

  • 15

    2. Apresentao da Empresa

    (Dever conter um histrico da empresa e suas principais reas de atuao. Nos ltimos

    pargrafos o(a) estagirio(a) dever apresentar de forma mais detalhada o

    setor/departamento onde desenvolveu seu estgio).

    Localizada na rua Roberto Fonseca, S/N, no bairro Distrito Industrial de Aracaju, em

    Aracaju-SE no CEP: 49.041-140 e com telefone para contato: (79) 3249-1956. A MWG

    ocupa uma rea total de aproximadamente 1.000 m sendo 900 m de rea construda, a

    MWG Indstria, Comrcio e Prestao de Servios Ltda. uma empresa de fabricao de

    estruturas metlicas em geral (estruturas metlicas para obras civis, tanques de

    armazenamento, equipamentos industriais, containeres habitacionais e para carga, dentre

    outros.), prestao de servios de jateamento abrasivo, pintura industrial, caldeiraria em

    geral e locao de equipamentos, contando hoje com a colaborao de mais de 60

    funcionrios devidamente qualificados, dentre estes a maioria nas reas de soldagem,

    caldeiraria e montagem industrial.

    A empresa foi fundada em 1981, inicialmente com o objetivo de atender o mercado

    da rea off-shore e servios ligados explorao de petrleo. Hoje, alm dos servios em

    off-shore especializou-se em fabricao de containeres habitacionais e de carga, estruturas,

    tubulaes, tanques e servios de montagem industrial, atendendo com qualidade ao

    mercado nacional h mais de 25 anos, tendo fabricado mais de 3.000 containeres que

    passam por um rigoroso processo de controle de qualidade. Na Figura 1 v-se a fachada da

    empresa.

  • 16

    Figura 1 Fachada da MWG.

    O estgio ocorreu no setor de engenharia da indstria, que engloba os seguintes

    espaos fsicos: escritrio, rea de produo e campo. Pela execuo de tarefas em campo,

    entende-se como servios realizados fora da empresa limitando-se ao estado de Sergipe.

  • 17

    3. Sntese da Carga Horria Semanal

    Nesta etapa dever ser relacionada a carga horria das atividades desenvolvidas em ordem

    semanal, indicando a data e o nmero de horas trabalhadas em cada perodo. Ao final de

    cada pgina devero constar as assinaturas do estagirio(a) e do(a)

    supervisor(a)/orientador(a) do estgio.

    _________________________

    _________________________ Helder Silveira Costa de Oliveira Abimael Anbal Lucena

    Ferreira

  • 18

    4. Atividades Desenvolvidas

    O desenvolvimento pode ser organizado em um ou mais captulos devendo

    contemplar a reviso bibliogrfica, a metodologia, apresentao e discusso dos resultados.

    A organizao desses captulos deve ser feita de forma a tornar claro o desenvolvimento do

    trabalho. Uma breve descrio desses tens mostrada a seguir.

    4.1. Reviso bibliogrfica

    Serve como base para fundamentar o trabalho, devendo incluir toda a informao

    pertinente ao tema. Esta reviso poder ser includa no captulo da introduo, ou em um

    captulo prprio ou mesmo ao longo dos captulos especficos.

    4.2.. Metodologia

    A descrio das tcnicas usadas deve ser precisa e clara permitindo ao leitor a

    compreenso do trabalho, e tornar possvel que outros pesquisadores repitam na ntegra o

    mesmo mtodo.

    4.3 Resultados e discusso

    A apresentao dos resultados deve ser clara, objetiva, lgica e acompanhada de

    comentrios. A apresentao de tabelas e figuras facilita de maneira extraordinria esta

    parte do texto. Os dados obtidos mesmo quando em grande quantidade, deve fazer parte do

    trabalho, mesmo que em forma de anexo.

  • 19

    5. Concluso

    Descrever sobre a importncia do estgio realizado para a sua formao, as dificuldades

    encontradas na realizao do estgio e finalizar com comentrios, apresentando sugestes

    se achar necessrio. Ao final da pgina devero constar as assinaturas do estagirio(a), do supervisor(a) e do(a) orientador(a) do estgio.

    Os itens discutidos anteriormente foram experincias, dificuldades, atividades

    desenvolvidas e aprendizados que foram absorvidos durante o estgio e que, na opnio do

    autor deste trabalho, so considerados como fases da vida de muitos dos engenheiros que

    j passaram por situaes parecidas. Foi obtida uma reviso sobre disciplinas aprendidas

    na Universidade e conquistada a aprendizagem de assuntos novos, que at ento, ainda era

    desconhecido para o autor; O objetivo deste estgio foi alcanado com sucesso, tendo como

    consequncia principal a influncia marcante e positiva na formao acadmica, profissional

    e tica de um cidado brasileiro.

    _________________________ _________________________

    Helder Silveira Costa de Oliveira Abimael Anbal Lucena Ferreira

    _________________________

    Alessandra Gois Luciano Azevedo

  • 20

    6. Referncias

    A lista das referncias deve ser apresentada em ordem alfabtica de acordo com o ltimo

    nome do primeiro autor.

    Citaes

    As referncias devem ser citadas no texto pelo ltimo nome do autor (es) e do ano de

    publicao da referncia. Exemplos:

    Citao de trabalhos de um autor

    Em trabalho recente (SMITH, 1996) observa-se que ...

    ou

    Em trabalho recente Smith (1996) afirma que ...

    Citao de trabalhos de dois autores

    Em trabalho recente Smith e Silva (1996) apresentam a formulao do problema.

    ou

    A formulao do problema foi estabelecida (SMITH; SILVA, 1996).

    2.1.3. Citao de trabalhos de trs autores

    Martins; Leme; Souza (1996) descrevem com detalhes ...

    ou

    Estudos (MARTINS; LEME; SOUZA, 1996) mostram que ....

    2.1.4. Citao de trabalhos de mais de trs autores

    Quando se tratar de publicaes com trs ou mais autores, citar o primeiro autor seguido da

    expresso et al. Exemplo:

    Uma das conseqncias da distrofia muscular a diminuio da funo pulmonar (CARMO

    et al., 1990).

  • 21

    Quando duas ou mais referncias tiverem a mesma identificao no texto, devem ser

    acrescentadas as letras a, b, etc, ao ano da publicao. Exemplo:

    Uma das conseqncias da distrofia a diminuio pulmonar (CARMO et al., 1990a).

    Livros

    Estrutura: AUTOR(ES). Ttulo: subttulo. Edio. Local de publicao: editora, ano de publicao. (nemrode pginas ou volumes).

    Exemplos:

    ABNT-NBR 10006 Solubizao de Resduos Associao Brasileiras de Normas Tcnicas; Frum Nacional de Normatizao, 2004.

    Beer, F. P. Resistncia dos Materiais 4. Ed. So Paulo; Mcgraw-Hill, 2006.

    Callister, J. W. D. Cincia e Engenharia de Materiais Uma introduo 7. Ed. Rio de Janeiro; LTC, 2008.

    Chiaverini, V. Tecnologia mecnica Volume II, 2. Ed. So Paulo; McGraw-Hill, 1986.

    Ferrucio, P. Fundamentos de Gerenciamento de Projetos. Disponvel em: http://www.fee.unicamp.br/ieee/Arquivo%20Fundamentos%20de%20Gerencia

    mento%20de%20Projetos.pdf. Data de acesso: 28 de maio de 2011.

    Goebel, D. Logstica Otimizao do transporte e estoques na empresa 1. Ed. Rio de Janeiro, 1996.

    Marques, P. V.; Modenesi, P. J.; Bracarense, A. Q. Soldagem Fundamentos e Tecnologia - 3. Ed. Belo Horizonte; UFMG, 2009.

    Marreto, V. Elementos bsicos de caldeiraria 8. Ed. So Paulo Hemus, 2005.

    Shigley, J. E. Projeto de Engenharia Mecnica - 7. Ed. Porto Alegre; Bookman, 2005.

    Slack, N. Administrao da Produo 2. Ed. So Paulo Atlas, 2002.

    Vale, F. A. M. Desenho de Mquinas 1. Ed. Paraba, 2005.

  • 22

    7. Anexos

  • Anexo A Relatrio de inspeo visual de solda

  • Anexo B - Proposta de Plano de Trabalho de Estgio Supervisionado

    Nome do Estagirio:

    Empresa: Nome e endereo

    rea(s) de Estgio

    Atividades a serem desenvolvidas

    Dias e Horrio do Estgio Nome do Orientador e funo Data Assinatura do Estagirio Assinatura do Orientador

  • Anexo C - Ficha de Avaliao do Supervisor Tcnico Dados Supervisor Tcnico

    Nome:

    CREA

    Empresa

    Lotao

    Cargo

    Questes de avaliao

    Qual foi a freqncia do estagirio (em percentual)

    De zero a dez indique o interesse mostrado pelo estagirio nas atividades da empresa

    De zero a dez indique o cumprimento das atividades encomendadas

    De zero a dez indique o conhecimento do estagirio sobre o processo produtivo da empresa

    ...

    Observaes adicionais

    Houve aporte ou inovao introduzida pelo estagirio? Se sim explicar qual foi.

    Foi desenvolvido ou gerado um produto durante o estgio? Se sim explicar qual foi.

    Houve alguma patente decorrente do trabalho? Explicar.

    Data

    Assinatura

  • ANEXO D - MODELO DE COMPROVANTE DE ESTGIO

    CERTIFICADO DE ESTGIO

    Certificamos que ________________________________, aluno

    regularmente matriculado no Curso de Engenharia Mecnica da Universidade Federal

    de Sergipe, sob a matrcula n_________, desenvolveu plenamente as atividades

    relativas ao seu Estgio Supervisionado em Engenharia Mecnica nesta

    empresa/instituio/departamento no perodo de ____/____/____ ____/____/____,

    perfazendo um total de _____ horas, tendo realizado treinamento tcnico-profissional

    na rea de ____________________.