Informativo Exatas UniNorte #7

Embed Size (px)

Text of Informativo Exatas UniNorte #7

  • Alm das aplicaes tradicionais em embalagens de medicamentos, amaciantes de bras txteis, h novas aplicaes, como a produo de rao animal, propeno para plsti cos e outros.

    Pesquisa em cooperao entre as empresas Plasmacro, do Brasil, e Casco, do Canad, inves-ti ga processos inovadores para a reciclagem dos resduos da produo de biodiesel e seu uso na indstria de material eltrico e outras aplicaes. A parceria o resultado do acordo rmado entre a Fundao de Amparo Pesquisa do Estado de So Paulo (Fapesp) e a Internati onal Science and Tech-nology Partnerships Canada Inc (ISTPCanada).

    A parceria, por exemplo, envolve a recupera-o de resduos da produo de biodiesel, como o glicerol bruto, como um plasti cante na indstria de papel e visa obter compostos de amidos ter-moplsti cos com PVC reciclado para moldagem, por injeo, de material eltrico e tambm bio-plsti cos para fabricao de embalagens descart-veis de alimentos.

    De acordo com Carlos Correa, da Plasmacro, o crescimento da produo de biodiesel, que pas-sou de 404 mil m, em 2007, para 2,7 milhes m, em 2011, ampliou a quanti dade de glicerol obti da e as perspecti vas de sua uti lizao na indstria. Alm das aplicaes tradicionais em embalagens

    Foto

    : Div

    ulga

    o

    de medicamentos, amaciantes de bras txteis, fabricao de nitroglicerina, h novas aplicaes possveis, como a produo de rao animal, pro-peno para plsti cos, aditi vos anti congelantes para uso em radiadores de automveis e outros.

    BOLETIM INFORMATIVO | ANO I, NO7 OUTUBRO/2012PETRLEO E GS | ENGENHARIA AMBIENTAL

    ESCOLA DE CINCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS

    Subprodutos da bioenergia geram materiais reciclveis

    Novas tecnologias

    Os objeti vos da Casco so desenvolver tec-nologias para obteno de amido biomodi ca-do. Segundo o gerente snior, Andre Leclerc, a empresa procura desenvolver um novo nicho de mercado na rea de biotecnologia para di-versi car sua produo. Para isso, a Casco quer conseguir compostos com as propores ideais de subprodutos do biodiesel e outros componentes para obter produtos nais com boa aparncia, homogeneidade, boa absoro de umidade e deformao, estabilidade f sica e custo nal competi ti vo, disse Leclerc.

    Fonte: Agncia Fapesp.

    Foto

    : Div

    ulga

    o

  • Opinio

    02

    Hoje, uma das grandes dis-cusses da humanidade a relao homem e meio am-biente. Isto , como o homem tem alterado os ecossistemas existentes e o alterado drasti -camente, ocasionando perdas da biodiversidade. Por isso, o informati vo n. 7, da Escola de Exatas, traz nesta edio uma matria sobre o aproveitamen-to de subprodutos da bioener-gia na gerao de produtos re-ciclveis. O texto mostra que ainda d tempo de fazer algo para salvar a natureza. Voc tambm contar com uma ma-tria sobre a parti cipao do UniNorte no dia da responsa-bilidade social, o qual mostra que a Insti tuio tem cumprido seu papel social. Na seo D-vidas da Lngua Portuguesa, voc ter uma ferramenta para ti rar suas dvidas no uso de crase. Por lti mo, o exemplo da Espanha na coleta e transporte de resduos slidos, na cidade de Barcelona.

    Boa Leitura!

    Foto

    : Div

    ulga

    o

    Concurso Agncia Nacional de Petrleo Editorial

    UNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES | ESCOLA DE CINCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS

    Presidente: Carlos Cipriano / Reitor: Vicente de Paulo Queiroz Nogueira / Pr-Reitor Acadmico: Jos Frota Pereira / Pr--Reitor Administrati vo: Victor Jurado / Diretor Financeiro: Fernando Augusto Rodrigues Leo Filho / Diretor Comercial e de Relacionamento: Rogrio Cardoso Rino / Diretora de Recursos Humanos: Edineida Gato / Secretria de Registro Aca-dmico: Giselle Pinto / Ouvidora: Ester Menezes dos Anjos (Diretoria das Escolas) / Escola de Licenciatura: Izolda Barreto / Escola de Cincias Exatas e Tecnologia: Raimundo Expedito de Oliveira / Escola de Cincias H umanas e Sociais: Antnio Geraldo Harb / Escola de Cincias da Sade: Lia Mizobe Ono/ Coordenao Editorial: Lus Mansueto/ Coordenadora do Curso de Design Gr co: Raimunda Nascimento / Projeto Editorial e Gr co: Ncleo de Design (Suellen Freitas / Projeto) Diagramao: Silvestre Paiva/ Contato: editora@uninorte.com.br

    A Agncia Nacional de Petrleo (ANP) publicou o edital para a realizao do concurso pblico para 152 vagas e ainda formar cadastro reserva para os cargos de Analista Administrati vo e Es-pecialista, todos para o nvel su-perior. O edital prev duas vagas para Manaus para especialistas

    em regulao de petrleo e deri-vados, lcool, combust vel e gs natural. A inscrio pode ser feita via Internet, no endereo eletrni-co htt p://www.cespe.unb.br/con-cursos/ANP_12, no perodo entre 10h do dia 29 de outubro e 23h59 do dia 19 de novembro, conforme horrio o cial de Braslia (DF).

    Patrocnio projetos ambientais e sociais

    A Petrobras lanou edital no valor de R$ 247 milhes para patro-cnio de projetos ambientais e sociais. Podem concorrer organi-zaes do terceiro setor e governamentais. As inscries podem ser feitas at 18 de novembro no site da estatal. Sero R$ 102 mi-lhes desti nados rea ambiental, cujos projetos devero tratar sobre gua e Clima. Os projetos da rea social devero abordar gerao de renda e quali cao pro ssional, alm de direitos das crianas e dos adolescentes. Com o recurso de R$ 145 milhes, o foco estar em grupos de risco ou desvantagem social. Os vence-dores sero anunciados nos primeiros meses de 2013.

    CONCURSO152 Vagas

  • Mercado

    03UNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES | ESCOLA DE CINCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS

    DVIDAS DA LNGUA

    PORTUGUESA

    Uso de crase

    Deve-se observar se h verbo indicador de desti no (ir, vir, voltar, chegar, cair, compa-recer, dirigir-se).

    Caso haja, substi tua-o por outro verbo, agora indicador de procedncia (voltar, por exemplo); se, na indicao de procedncia, surgir da, na indicao de desti no, ocor-rer crase.

    Cheque se h um verbo in-dicador de desti no:

    Irei Bahia nas frias. Com crase, pois Bahia palavra feminina, e h verbo indica-dor de desti no (ir). Substi tu-indo-o por voltar, teremos Voltei da Bahia. Irei a So Paulo. Sem crase, pois, substi tuindo ir por voltar, teremos Voltei de So Paulo

    O Centro Universitrio do Norte (UniNorte), integrante da rede internacional de universi-dades Laureate, parti cipou do Dia da Responsabilidade Social com mais de 60 ati vidades so-cioculturais gratuitas. Aberto ao pblico, o evento ocorreu em todas as unidades da insti tui-o, alm de parques e praas. A ao foi realizada no dwwia 29 de setembro, pela manh. Du-rante o evento, foram realizadas o cinas de reciclagem, desenho

    UniNorte parti cipa do Dia da Responsabilidade Social

    Foto

    : Div

    ulga

    o

    Foram realizadas mais de 60 ati vidades socioculturais gratuitas, distribudas nas unidades da insti tuio, alm de parques e praas.

    e pintura, palestras, jogos e brin-cadeiras, alm de distribuio de lanches para as pessoas que compareceram s unidades.

    O UniNorte parti cipa todos os anos da ao promovida pela Associao Brasileira de Man-tenedoras de Ensino Superior (ABMES). A Coordenao de Ex-tenso fez a abertura do evento na sexta-feira (28/09), no Teatro UniNorte Maria Herclia Tribuzy, com o lanamento do Movimen-to Cultural Solidrio. Na ocasio,

    foram realizadas apresentaes culturais e educati vas, alm da comemorao do aniversrio de 4 anos do Coral Econorte, do curso de Economia.

    O objeti vo da ABMES o de organizar, anualmente, num s dia, uma mostra das aes das insti tuies de ensino privado, expondo seus feitos em projetos sociais nas reas de educao, sade, cultura, meio ambiente, dentre outros, desenvolvidos ao longo de todo o ano.

  • Reciclvel

    04 UNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES | ESCOLA DE CINCIAS EXATAS E TECNOLOGIASUNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES | ESCOLA DE CINCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS04

    Coleta de lixo em Barcelona

    Rede implementada nos anos 90, quando a cidade passou por uma reforma para sediar os Jogos Olmpicos (92). O sistema inodoro, dispensa caminhes (embora usados para complementar o servio). O lixo coletado 24 horas, evitando o acmulo dos sacos nas ruas.

    Nas centrais, h dois ti pos de tratamento para material recicl-vel ou para orgnico. Um brao hidrulico automati zado conecta a tubulao ora para um ti po de tratamento, ora para outro, de acordo com a remessa. Uma lti ma turbina, na parte superior de um continer, suga o ar por um sistema de ltragem que o deixa puro e inodoro antes de liber-lo na atmosfera.

    A cidade tem mais de 1,5 mil comportas, onde o lixo jogado. Elas esto dispostas em praas e caladas ou embuti das nas paredes de prdios.

    O lixo desce por um tubo at um continer subterrneo. As escoti lhas de toda a rede so abertas de acordo com um ti mer (ou se o sistema detectar muito peso ou volume nos contineres).

    Turbinas puxam o ar do encanamento, sugando os dejetos a 80 km/h. Eles viajam por cerca de 35 km de tubulao at che-gar a uma das centrais de processamento nos arredores da cidade.