Click here to load reader

Liderança financ

  • View
    73

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of Liderança financ

PROBABILIDADES PROFESSOR FABRCIO SANTOS

PROFESSOR FABRCIO SANTOSMATEMTICA FINANCEIRA

PROFESSOR FABRCIO SANTOSA Matemtica Financeira um ramo da matemtica que analisa algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo. Faz usos de alguma ferramentas par a melhor ar o desempenho e agilizarprocessos, atuando assim, na simplificao de operaes financeiras a um Fluxo de Caixa. Alguns de seus elementos bsicos so: capital, juros, taxas e montante

PROFESSOR FABRCIO SANTOSO conhecimento de algumas siglas importante par a o entendimento deste contedo.Ccapital ou P = principal significam o mesmoJJUROS NNMERO DE PERODOS TTEMPO OU PERODOITAXA DE JUROS MMONTANTE SMONTANTE DE CAPITALIZAO COMPOSTAPROFESSOR FABRCIO SANTOSA matemtica financeira possibilita um maior estudo sobre a rea financeira de determinado segmento ou pessoa e o contexto em que ela est inserida. Esse ramo da matemtica auxilia na compreenso de reas como Engenharia Financeira e Anlise de Investimentos. Par a que haja maior rentabilidade em uma empresa, necessrio que o investidor conhea alguns conceitos e saiba aplicar tcnicas que resultam na tomada de decises e no gerenciamento financeiro da organizao.

PROFESSOR FABRCIO SANTOSVisto que as organizaes cada vez mais precisam estabelecer r elaes comer ciais entre consumidor es, fornecedores e investidor es, a matemtica financeira, ajuda na capacitao dos profissionais e na busca de maior es oportunidades de negcios. Por exemplo, se a empresa SC produes, do r amo de eventos, precisade um emprstimo de R$ 400.000,00 par a auxiliar nas suas despesas financeiras e pagar alguns fornecedor es, uma instituio financeira poder avaliar esse valore definir um prazo em que ele ser pago. Aps a anlise da proposta, em suposio, o banco estipulou o prazo de quatro meses par a o pagamento. Assim, haver R$ 400.000,00 na conta da empresa e ao final de quatro meses, esta empresa dever pagar ao banco R$ 420.000.00.

1. Com base nesse exemplo, verificamos que houve uma operao financeira em que empresa e banco realizaram uma transao2. Essa operao, tem um valor inicial de R$ 400.000,00 ( Capital) e um valor final R$ 420.000.00 (Montante) 3. O tempo dessa operao, estipulado pelo banco, de quatro meses4. Entre o montante e o capital existe uma taxa de juros que beneficiar o banco ( credor) e ser um custo para a empresa ( devedor) .

PROFESSOR FABRCIO SANTOSCapital chamado tambm de valor atual, presente ou aplicado. o valor representado por uma determinada quantia de dinheiro, ttulos ou bens, disponvel numa certadata par a aplicao numa operao financeira. Tambm entende se por capital qualquer valor expresso em moeda. representado pela letra C, de capital ou P,de principal.PROFESSOR FABRCIO SANTOSJurosValor cobrado pelo credor pelo emprstimo do capital em um perodo de tempo especfico, valor do atraso de uma prestao ou o lucro de uma aplicao financeira. Pode ser dividido em Juros Simples e Juros Compostos. representado pela letra J. A grande diferena dos juros que no final das contas quemfinancia por juros simples obtm um montante inferior ao que financia por juros compostos.

PROFESSOR FABRCIO SANTOSRegime de Juros Simples e Juros Compostos

Capitalizao: adicionar os juros ao capital.

Regime de Juros Simples ( Juros Simples) : acontece quando os juros so calculados por um perodo juntamente com o capital inicial aplicado. Assim, apenas o capital inicial o que rende juros. Geralmente utilizado par a aplicaes de curto perodo, descontos simples e duplicatas. A frmula utilizada par a calcular jurosJ = C x i x nPROFESSOR FABRCIO SANTOSRegime de Capitalizao Composta ( Juro Composto) acontece quando o juro de cada perodo adicionado ao capital inicial, para dar origem ao novo valor de capital do prximo perodo. Geralmente, esse regime utilizado na maior ia das operaes financeiras, como emprstimos, financiamentos, correo de poupana, etc. A frmula utilizada par a o clculo dos juros compostos :

M = C ( 1 + i) tPROFESSOR FABRCIO SANTOSTaxa de Juros a taxa cobrada por um credor , definida de acordo com o valor do emprstimo. apresentada em porcentagem de acordo com o valor inicial, o tempo, a taxa deinflao e o r isco de crdito. Indica qual remunerao ser paga ao dinheiro emprestado e pode ser especificada, variando de caso par a caso. Taxas de Juros aplicadasa.a. ao anoa.m. ao msa.d. ao diaa.b. ao bimestrea.t . ao trimestrea.q. ao quadrimestrePROFESSOR FABRCIO SANTOSJUROS COMERCIAL- Juros aproximado, meses em 30 dias, ano em 360JUROS EXATOS OU BANCRIOS- conforme o nmero de dias do ms 30, 31 ,28

TAXAS EQUIVALENTES OU PROPORCIONAISUma taxa de 12% ao ano corresponde a uma taxa de 1% ao msUma taxa de 10% ao semestre corresponde a uma taxa proporcional de 20% ao anoDuas taxas so equivalentes quando, referidas a perodos diferentes, mas que quando aplicadas a um mesmo capital geram um mesmo montante (ou juros) no caso de juros simples as taxas equivalentes so sempre proporcionais, assim nos dois primeiros exemplos se a aplicao for a juros simples as taxas proporcionais so equivalentes.

PROFESSOR FABRCIO SANTOSMontanteO juro, adicionado ao capital, em determinado perodo de tempo, chamado de montante em uma operao financeira. A frmula utilizada par a o clculo :M = C + JPROFESSOR FABRCIO SANTOSDescontoO desconto a reduo sob um valor ou ttulo de crdito quando o pagamento antecipado. Conceitos utilizados em desconto:

Valor Nominal ( valor de face) : valor no ttulo a ser pago no vencimento.

Valor Atual: valor a ser efetuado ou recebido antes do vencimento, geralmente, j vem com o desconto.

Dia do Vencimento: data definida par a o pagamento do titulo.

Tempo ou Prazo: diferena em dias entre a data do vencimento e a data da negociaoPROFESSOR FABRCIO SANTOSTTULOChamaremos de Ttulo qualquer papel negocivel, como aes, letras de cmbio, promissrias.Os ttulos so circulveis mediante endosso. Assim, uma nota promissria, por exemplo, um ttulo que compromete a pessoa que o assina a pagar uma certa importncia a outra pessoa, numa determinada data.PROFESSOR FABRCIO SANTOSVALOR NOMINALO valor nominal de um ttulo o valor que esse ttulo tem na data de seu vencimento. Esse valor ser indicado por N.O valor nominal de um ttulo vem impresso no prprio ttulo, como voc pode ver no exemplo abaixo:

PROFESSOR FABRCIO SANTOSVALOR ATUALO valor atual de um ttulo o valor que ele tem numa data anterior ao seu vencimento. Colocado a render juros a partir dessa data, esse valor atingir um montante igual ao valor nominal no vencimento do ttulo.PROFESSOR FABRCIO SANTOSO valor atual tambm denominado valor real, valor presente ou valor aplicado. Indicaremos o valor atual de um ttulo por A.Adequao das FrmulasSob o ponto de vista prtico, podemos dizer que:

I. O valor atual o capitalC, isto : A=CII. O valor nominal o montanteM, isto : N=M o valor a seguir denominado fator de descontos.PROFESSOR FABRCIO SANTOSEXEMPLO 1Uma letra de cmbio no valor nominal de R$ 2.600,00 resgatvel daqui a um ano e meio. Sabendo que a taxa de mercado de 20% a.a., por quanto devo oferecer a letra a uma pessoa interessada em adquiri-la?EXEMPLO 2Possuo um ttulo que vale hoje R$ 20.000,00. Calcule o valor nominal desse ttulo daqui a 1 ms e 6 dias, taxa de 10% a.a.EXEMPLO 3Um ttulo tem valor nominal de R$ 9.800,00 e seu valor atual de R$ 8.820,00. Calcule o fator de desconto.PROFESSOR FABRCIO SANTOSCalcule o fator de desconto de uma duplicata de valor nominal igual a R$ 30.000,00 e valor atual igual R$ 1.500,00.PROFESSOR FABRCIO SANTOS