Click here to load reader

Matriz Curricular 3º ano

  • View
    22

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Matriz Curricular 3º ano

ORGANIZAO MATRIZ CURRICULAR DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTALPORTUGUS: 3 ANO1 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.1- Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produo ecirculao da escrita na sociedade Compreenso de aes, valores, procedimentos e instrumentos queconstituem o mundo letrado. Integrao e participao ativa na cultura escrita pela ampliao deconvivncia e do conhecimento da lngua escrita.T/C1.2 - Conhecer os usos e funes sociais da escrita Finalidade e funes dos gneros textuais. Suporte textual Caractersticas dos gneros textuais (elementos comuns em todos ostextos dos mesmo gnero) Tipos de linguagem, locutor e interlocutor. Formatao de gneros textuais diversos.T/C1.3 - Conhecer os usos da escrita na cultura escolar Apresentao, explorao e utilizao do suportes e instrumentos escolaresde escrita e suas caractersticas materiais.R1.4 - Desenvolver as capacidades necessrias para uso da escritano contexto escolar:1.4.1 - Saber usar os objetos de escrita presente na cultura escolar. Observao, anlise e modo de utilizao dos instrumentos de escrita docotidiano escolar.R1.4.2 - Desenvolver capacidades especficas para escrever. Disposio da escrita no papel. Utilizao de letra legvel. Utilizao dos diversos tipos de letra.R2.1 - Compreender diferenas entre a escrita alfabtica e outrasformas grficas Identificao e diferenciao entre a escrita alfabtica e outras formasgrficas: letras e desenhos; letras e rabiscos; letras e nmeros; letras esmbolos grficos (asteriscos, sinais matemticos, sinais de trnsito, etc.)R2.2 - Dominar convenes grficas: Orientao e alinhamento da escrita na lngua Portuguesa. Delimitao de palavras (espaos em branco) e frases (pontuao).R2.2.1- Compreender a orientao e o alinhamento da escrita dalngua portuguesa Regras de alinhamento e direo da escrita: de cima para baixo e daesquerda para a direita.R2.2.2- Compreender a funo de segmentao dos espaos embranco e da pontuao de final de frase Segmentao dos espaos em branco e da pontuao de final de frases.R2.3 - Reconhecer unidades fonolgicas como slabas, rimas,terminaes de palavras, etc. Conscincia: texto, palavra, slaba e letras como unidade sonora. Identificao de fonema / grafema em um conjunto de palavras. Composio de palavras a partir de slabas. Decomposio e composio de palavras em slabas.R2.4 Conhecer o alfabeto: Alfabeto (identificao das letras e reconhecimento da ordem alfabtica). Identificao de letras e de reconhecimento da ordem alfabtica.R2.4.1 - Compreender a categorizao grfica e funcional das letras Funo social da ordem alfabticaR2.4.2 - Conhecer e utilizar diferentes tipos de letra (de frma ecursiva) Tipos de letras. Traado dos diferentes tipos de letras. Reconhecimento dos diversos tipos de letra (de frma e cursiva).R

1. COMPREENSO E VALORIZAO DACULTURA ESCRITA2. APROPRIAO DO SISTEMA DE ESCRITA

2.5 - Compreender a natureza alfabtica do sistema de escrita Quantidade, variao e posio das letras nas determinadas palavras.R2.6 - Dominar as relaes entre grafemas e fonemas Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.1 - Dominar regularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.2- Dominar irregularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Irregularidades ortogrficas.I/T3.1 Desenvolver atitudes e disposies favorveis leitura Comportamentos sociais prprios de leitor. Formao de um gosto esttico. Conhecimento e utilizao de espaos de leituras.T/C3.2- Desenvolver capacidades relativas ao cdigo escritaespecificamente necessrias leitura:3.2.1 Saber decodificar palavras e textos escritos. Relao entre grafemas (letra) e fonemas (som). Identificao de unidades fonolgicas.T/C3.2.2 Saber ler reconhecendo globalmente as palavras. Reconhecimento de palavras sem anlise de fonemas e slabas.T/C3.3 Desenvolver capacidades necessrias leitura com fluncia ecompreenso Compreenso linear do texto. Produo de inferncia. Compreenso global.T/C3.3.1 Identificar a finalidade e funes da leitura, em funoreconhecimento do suporte, do gnero e da contextualizao dotexto. Identificao: do gnero; finalidade; do suporte; Contextualizao do texto.T/C3.3.2 Antecipar contedos de textos a serem lidos em funo deseu suporte, seu gnero e sua contextualizao. Elaborao de hiptese; Identificao de suporte do gnero e funes; Identificao e compreenso do ttulo.T/C3.3.3 - Levantar e confirmar hiptese relativa ao contedodo texto que est sendo lido. Levantamento e confirmao de hipteses. Previses relativas ao texto baseadas em informaes, estilo do narradorou personagem, insinuaes do autor, sinais de pontuao, interpelaescom outros textos ou situaes vivenciadas.T/C3.3.4 Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais para lernas entrelinhas (fazer inferncias), ampliando a compreenso Componentes formais do texto: Estrutura composicional (organizao em partes). Recursos lingusticos (discurso direto e indireto, tempo dos verbos,linguagem coloquial e linguagem formal, frases curtas ou longas). Recursos expressivos e literrios (rimas, linguagem figurada ejogos de palavras). Inferncia Estabelecimento de relaes entre informaes. IntertextualidadeT/C3.3.5 Construir compreenso global do texto, unificando einter-relacionando informaes explcitas e implcitas, produzindoinferncias. Resumir, recontar, reescrever textos lidos. Explicar e discutir o texto lido.T/C3.3.6 - Avaliar afetivamente o texto, fazendo extrapolaes. Avaliar, comentar e extrapolar textos lidos.T/C

3. LEITURA

3.3.7 Ler oralmente com fluncia e expressividade. Leitura silenciosa com rapidez, objetividade e compreenso.T4.1- Compreender e valorizar o uso da escrita com diferentesfunes, em diferentes gneros Reconhecimento da utilizao da escrita na vida individual e coletiva; Reconhecimento sobre a finalidade/funo de textos de diferentes gneros.I/T/C4.2- Produzir textos escritos de gneros diversos, adequados aosobjetivos, ao destinatrio e ao contexto de circulao. Consideraes das condies de produo (definidas na atividade) paraquem escrever, para que escrever, onde o texto vai circular comoorientadoras do planejamento, da produo e da reviso do texto escrito.T/C4.2.1- Dispor, ordenar e organizar o prprio texto de acordo com asconvenes grficas apropriadas; Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo daescrita, espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entrettulos e corpo do texto, emprego da letra no formato adequado, dentreoutros aspectos. Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras depontuao (interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nasenumeraes, dois pontos e travesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.2 Escrever segundo o princpio alfabtico e as regrasortogrficas Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo daescrita, espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entrettulos e corpo do texto, emprego da letra no formato adequado, dentreoutros aspectos. Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras depontuao (interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nasenumeraes, dois pontos e travesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.3 Planejar a escrita do texto considerando o tema central eseus desdobramentos Planejamento da prpria escrita: sobre o que falar, como usar a lngua, aspalavras, considerando o destinatrio, o ambiente de circulao, o modocomo o texto (a ideia) vai se apresentar ( o gnero), como comear, comodesenvolver e como terminar, considerando o gnero.T/C4.2.4 Organizar os prprios textos segundo os padres decomposio usuais na sociedade Explorao das caractersticas fsicas e estruturais de gneros mais usuais:aviso, carto, bilhete, carta, convite, receita culinria, propaganda, histrias,notcias e outros. Produo escrita de textos de gneros mais usuais, em situao coletivaem que o professor o escriba, em pequenos grupos e mesmoindividualmente, quando os alunos experienciam a escrita de suas ideias,em gneros definidos.T/C4.2.5- Usar a variedade lingustica apropriada situao deproduo e de circulao, fazendo escolhas adequadas quanto aovocabulrio e gramtica. Reconhecimento das variantes lingusticas usadas nos ambientes com quese tem contato e a partir da escuta de textos lidos pelo professor, da leiturade textos de diferentes gneros. Produo de textos dediferentes gneros fazendo a adequao da linguagem ao considerar odestinatrio, a situao comunicativa, os objetivos do texto.T/C4.2.6 - Usar recursos expressivos (estilsticos e literrios)adequados ao gnero e aos objetivos do texto Reconhecimento e emprego de recursos como linguagem figurada, efeitosde humor, duplicidade de sentido, rimas, aliteraes.T/C4.2.7 Revisar e reelaborar a prpria escrita, segundo critriosadequados aos objetivos, ao destinatrio e ao contexto decirculao previsto. Emprego de estratgias de reviso dos prprios textos:_o que se escreve,_para que se escreve,_para quem se escreve,_como escrever (gnero, linguagem, recursos de pontuao, ortografia)T/C

4. PRODUO ESCRITA

PORTUGUS: 3 ANO2 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.1- Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produo ecirculao da escrita na sociedade Compreenso de aes, valores, procedimentos e instrumentos queconstituem o mundo letrado. Integrao e participao ativa na cultura escrita pela ampliao deconvivncia e do conhecimento da lngua escrita.T/C1.2 - Conhecer os usos e funes sociais da escrita Finalidade e funes dos gneros textuais. Suporte textual Caractersticas dos gneros textuais (elementos comuns em todos os textosdos mesmo gnero) Tipos de linguagem, locutor e interlocutor. Formatao de gneros textuais diversos.T/C2.4 Conhecer o alfabeto: Alfabeto (identificao das letras e reconhecimento da ordem alfabtica). Identificao de letras e de reconhecimento da ordem alfabtica.R2.4.1 - Compreender a categorizao grfica e funcional das letras Funo social da ordem alfabticaR2.6 - Dominar as relaes entre grafemas e fonemas Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.1 - Dominar regularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.2- Dominar irregularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Irregularidades ortogrficas.I/T3.1 Desenvolver atitudes e disposies favorveis leitura Comportamentos sociais prprios de leitor.T/C

5.1 - Participar das interaes cotidianas em sala de aula: escutando com ateno e compreenso. respondendo s questes propostas pelo professor. expondo opinies nos debates com os colegas e com oprofessor. Formas de participao adequadas para os espaos sociais pblicos. Participao em sala de aula. Regras de convivncia. Respeito mtuoT/C5.2- Respeitar a diversidade das formas de expresso oralmanifesta por colegas, professores e funcionrios da escola, bemcomo por pessoas da comunidade extra-escolar. Atitudes e procedimentos ticos em relao a variedade lingstica: Prpria, que aprendeu com a famlia e contemporneos; Do colegas, que diferente da sua.T/C5.3 - Usar a lngua falada em diferentes situaes escolares,buscando empregar a variedade lingstica adequada. Adequao do modo de falar s circunstncias da interlocuo verbal.T5.4 - Planejar a fala em situaes formais Planejamento da fala considerando o objetivo de quem fala, expectativa edisposies de quem ouve, ambiente em que a fala acontecer.T5.5 -Realizar com pertinncia tarefas cujo desenvolvimentodependa de escuta atenta e compreenso Ouvir com ateno e compreenso.T

5. ORALIDADE1. COMPREENSO E VALORIZAO DA CULTURAESCRITALEITURA3.

Formao de um gosto esttico. Conhecimento e utilizao de espaos de leituras.3.2- Desenvolver capacidades relativas ao cdigo escritaespecificamente necessrias leitura:3.2.1 Saber decodificar palavras e textos escritos. Relao entre grafemas (letra) e fonemas (som). Identificao de unidades fonolgicas.T/C3.3 Desenvolver capacidades necessrias leitura com flunciae compreenso Compreenso linear do texto. Produo de inferncia. Compreenso global.T/C3.3.1 Identificar a finalidade e funes da leitura, em funoreconhecimento do suporte, do gnero e da contextualizao dotexto. Identificao: do gnero; finalidade; do suporte; Contextualizao do texto.T/C3.3.2 Antecipar contedos de textos a serem lidos em funo deseu suporte, seu gnero e sua contextualizao. Elaborao de hiptese; Identificao de suporte do gnero e funes; Identificao e compreenso do ttulo.T/C3.3.3 - Levantar e confirmar hiptese relativa ao contedo do textoque est sendo lido. Levantamento e confirmao de hipteses. Previses relativas ao texto baseadas em informaes, estilo do narrador oupersonagem, insinuaes do autor, sinais de pontuao, interpelaes comoutros textos ou situaes vivenciadas.T/C3.3.4 Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais para lernas entrelinhas (fazer inferncias), ampliando a compreenso Componentes formais do texto: Estrutura composicional (organizao em partes). Recursos lingusticos (discurso direto e indireto, tempo dos verbos,linguagem coloquial e linguagem formal, frases curtas ou longas). Recursos expressivos e literrios (rimas, linguagem figurada e jogosde palavras). Inferncia Estabelecimento de relaes entre informaes. IntertextualidadeT/C3.3.5 Construir compreenso global do texto, unificando e inter-relacionando informaes explcitas e implcitas, produzindoinferncias. Resumir, recontar, reescrever textos lidos. Explicar e discutir o texto lido.T/C3.3.6 - Avaliar afetivamente o texto, fazendo extrapolaes. Avaliar, comentar e extrapolar textos lidos.T/C3.3.7 Ler oralmente com fluncia e expressividade. Leitura silenciosa com rapidez, objetividade e compreenso.T4.1- Compreender e valorizar o uso da escrita com diferentesfunes, em diferentes gneros Reconhecimento da utilizao da escrita na vida individual e coletiva; Reconhecimento sobre a finalidade/funo de textos de diferentes gneros.I/T/C4.2- Produzir textos escritos de gneros diversos ,adequados aosobjetivos, ao destinatrio e ao contexto de circulao. Consideraes das condies de produo (definidas na atividade) paraquem escrever, para que escrever, onde o texto vai circular comoorientadoras do planejamento, da produo e da reviso do texto escrito.T/C4.2.1- Dispor, ordenar e organizar o prprio texto de acordo com asconvenes grficas apropriadas; Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo daescrita, espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entrettulos e corpo do texto, emprego da letra no formato adequado, dentreoutros aspectos.T

4. PRODUOESCRITA

4.2.2 Escrever segundo o princpio alfabtico e as regrasortogrficas Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras depontuao (interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nas enumeraes,dois pontos e travesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.3 Planejar a escrita do texto considerando o tema central eseus desdobramentos Planejamento da prpria escrita: sobre o que falar, como usar a lngua, aspalavras, considerando o destinatrio, o ambiente de circulao, o modocomo o texto (a ideia) vai se apresentar ( o gnero), como comear, comodesenvolver e como terminar, considerando o gnero.T/C4.2.4 Organizar os prprios textos segundo os padres decomposio usuais na sociedade Explorao das caractersticas fsicas e estruturais de gneros mais usuais:aviso, carto, bilhete, carta, convite, receita culinria, propaganda, histrias,notcias e outros. Produo escrita de textos de gnerosmais usuais, em situao coletiva em que o professor o escriba, empequenos grupos e mesmo individualmente, quando os alunosexperienciam a escrita de suas ideias, em gneros definidos.T/C4.2.5- Usar a variedade lingustica apropriada situao deproduo e de circulao, fazendo escolhas adequadas quanto aovocabulrio e gramtica. Reconhecimento das variantes lingusticas usadas nos ambientes com quese tem contato e a partir da escuta de textos lidos pelo professor, da leiturade textos de diferentes gneros. Produo de textos dediferentes gneros fazendo a adequao da linguagem ao considerar odestinatrio, a situao comunicativa, os objetivos do texto.T/C4.2.6 - Usar recursos expressivos (estilsticos e literrios)adequados ao gnero e aos objetivos do texto Reconhecimento e emprego de recursos como linguagem figurada, efeitosde humor, duplicidade de sentido, rimas, aliteraes.T/C4.2.7 Revisar e reelaborar a prpria escrita, segundo critriosadequados aos objetivos, ao destinatrio e ao contexto decirculao previsto. Emprego de estratgias de reviso dos prprios textos:_o que se escreve,_para que se escreve,_para quem se escreve,_como escrever (gnero, linguagem, recursos de pontuao, ortografia)5.1 - Participar das interaes cotidianas em sala de aula: escutando com ateno e compreenso. respondendo s questes propostas pelo professor. expondo opinies nos debates com os colegas e com oprofessor. Formas de participao adequadas para os espaos sociais pblicos. Participao em sala de aula. Regras de convivncia. Respeito mtuoT/C5.2- Respeitar a diversidade das formas de expresso oralmanifesta por colegas, professores e funcionrios da escola, bemcomo por pessoas da comunidade extra-escolar. Atitudes e procedimentos ticos em relao a variedade lingstica: Prpria, que aprendeu com a famlia e contemporneos; Do colegas, que diferente da sua.T/C5.3 - Usar a lngua falada em diferentes situaes escolares,buscando empregar a variedade lingstica adequada. Adequao do modo de falar s circunstncias da interlocuo verbal.T5.4 - Planejar a fala em situaes formais Planejamento da fala considerando o objetivo de quem fala, expectativa edisposies de quem ouve, ambiente em que a fala acontecer.T5.5 -Realizar com pertinncia tarefas cujo desenvolvimentodependa de escuta atenta e compreenso Ouvir com ateno e compreenso.T

5. ORALIDADE

PORTUGUS: 3 ANO3 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.1- Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produo ecirculao da escrita na sociedade Compreenso de aes, valores, procedimentos e instrumentos que constituem omundo letrado. Integrao e participao ativa na cultura escrita pela ampliao de convivncia edo conhecimento da lngua escrita.T/C1.2 - Conhecer os usos e funes sociais da escrita Finalidade e funes dos gneros textuais. Suporte textual Caractersticas dos gneros textuais(elementos comuns em todos os textos dosmesmo gnero) Tipos de linguagem, locutor e interlocutor. Formatao de gneros textuais diversos.T/C2.4 Conhecer o alfabeto: Alfabeto (identificao das letras e reconhecimento da ordem alfabtica). Identificao de letras e de reconhecimento da ordem alfabtica.R2.4.1 - Compreender a categorizao grfica e funcional dasletras Funo social da ordem alfabticaR2.6 - Dominar as relaes entre grafemas e fonemas Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.1 - Dominar regularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.2- Dominar irregularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Irregularidades ortogrficas.I/T3.1 Desenvolver atitudes e disposies favorveis leitura Comportamentos sociais prprios de leitor. Formao de um gosto esttico. Conhecimento e utilizao de espaos de leituras.T/C3.2- Desenvolver capacidades relativas ao cdigo escritaespecificamente necessrias leitura:3.2.1 Saber decodificar palavras e textos escritos. Relao entre grafemas (letra) e fonemas (som). Identificao de unidades fonolgicas.T/C3.3 Desenvolver capacidades necessrias leitura comfluncia e compreenso Compreenso linear do texto. Produo de inferncia. Compreenso global.T/C3.3.1 Identificar a finalidade e funes da leitura, em funoreconhecimento do suporte, do gnero e da contextualizaodo texto. Identificao: do gnero; finalidade; do suporte; Contextualizao do texto.T/C3.3.2 Antecipar contedos de textos a serem lidos em funode seu suporte, seu gnero e sua contextualizao. Elaborao de hiptese; Identificao de suporte do gnero e funes; Identificao e compreenso do ttulo.T/C3.3.3 - Levantar e confirmar hiptese relativa ao contedo dotexto que est sendo lido. Levantamento e confirmao de hipteses. Previses relativas ao texto baseadas em informaes, estilo do narrador oupersonagem, insinuaes do autor, sinais de pontuao, interpelaes com outrostextos ou situaes vivenciadas.T/C

1. COMPREENSO E VALORIZAO DACULTURA ESCRITA3. LEITURA

3.3.4 Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais paraler nas entrelinhas (fazer inferncias), ampliando acompreenso Componentes formais do texto: Estrutura composicional (organizao em partes). Recursos lingusticos (discurso direto e indireto, tempo dos verbos,linguagem coloquial e linguagem formal, frases curtas ou longas). Recursos expressivos e literrios (rimas, linguagem figurada e jogos depalavras). Inferncia Estabelecimento de relaes entre informaes. IntertextualidadeT/C3.3.5 Construir compreenso global do texto, unificando einter-relacionando informaes explcitas e implcitas,produzindo inferncias. Resumir, recontar, reescrever textos lidos. Explicar e discutir o texto lido.T/C3.3.6- Avaliar afetivamente o texto, fazendo extrapolaes. Avaliar, comentar e extrapolar textos lidos.T/C3.3.7 Ler oralmente com fluncia e expressividade. Leitura silenciosa com rapidez, objetividade e compreenso.T4.1- Compreender e valorizar o uso da escrita com diferentesfunes, em diferentes gneros Reconhecimento da utilizao da escrita na vida individual e coletiva; Reconhecimento sobre a finalidade/funo de textos de diferentes gneros.I/T/C4.2- Produzir textos escritos de gneros diversos ,adequadosaos objetivos, ao destinatrio e ao contexto de circulao. Consideraes das condies de produo (definidas na atividade) para quemescrever, para que escrever, onde o texto vai circular como orientadoras doplanejamento, da produo e da reviso do texto escrito.T/C4.2.1- Dispor, ordenar e organizar o prprio texto de acordocom as convenes grficas apropriadas; Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo da escrita,espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entre ttulos e corpodo texto, emprego da letra no formato adequado, dentre outros aspectos. Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras de pontuao(interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nas enumeraes, dois pontos etravesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.2 Escrever segundo o princpio alfabtico e as regrasortogrficas Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo da escrita,espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entre ttulos e corpodo texto, emprego da letra no formato adequado, dentre outros aspectos. Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras de pontuao(interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nas enumeraes, dois pontos etravesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.3 Planejar a escrita do texto considerando o tema centrale seus desdobramentos Planejamento da prpria escrita: sobre o que falar, como usar a lngua, aspalavras, considerando o destinatrio, o ambiente de circulao, o modo como otexto (a ideia) vai se apresentar ( o gnero), como comear, como desenvolver ecomo terminar, considerando o gnero.T/C4.2.4 Organizar os prprios textos segundo os padres decomposio usuais na sociedade Explorao das caractersticas fsicas e estruturais de gneros mais usuais: aviso,carto, bilhete, carta, convite, receita culinria, propaganda, histrias, notcias eoutros. Produo escrita de textos de gneros mais usuais, em situao coletiva em queo professor o escriba, em pequenos grupos e mesmo individualmente, quandoos alunos experienciam a escrita de suas ideias, em gneros definidos.T/C4.2.5- Usar a variedade lingustica apropriada situao deproduo e de circulao, fazendo escolhas adequadasquanto ao vocabulrio e gramtica. Reconhecimento das variantes lingusticas usadas nos ambientes com que se temcontato e a partir da escuta de textos lidos pelo professor, da leitura de textos dediferentes gneros. Produo de textos de diferentes gneros fazendo a adequao da linguagem aoconsiderar o destinatrio, a situao comunicativa, os objetivos do texto.T/C

4. PRODUO ESCRITA

4.2.6 - Usar recursos expressivos (estilsticos e literrios)adequados ao gnero e aos objetivos do texto Reconhecimento e emprego de recursos como linguagem figurada, efeitos dehumor, duplicidade de sentido, rimas, aliteraes.T/C4.2.7 Revisar e reelaborar a prpria escrita, segundocritrios adequados aos objetivos, ao destinatrio e aocontexto de circulao previsto. Emprego de estratgias de reviso dos prprios textos:_o que se escreve,_para que se escreve,_para quem se escreve,_como escrever (gnero, linguagem, recursos de pontuao, ortografia)5.1 - Participar das interaes cotidianas em sala de aula: escutando com ateno e compreenso. respondendo s questes propostas pelo professor. expondo opinies nos debates com os colegas e como professor. Formas de participao adequadas para os espaos sociais pblicos. Participao em sala de aula. Regras de convivncia. Respeito mtuoT/C5.2- Respeitar a diversidade das formas de expresso oralmanifesta por colegas, professores e funcionrios da escola,bem como por pessoas da comunidade extra-escolar. Atitudes e procedimentos ticos em relao a variedade lingstica: Prpria, que aprendeu com a famlia e contemporneos; Do colegas, que diferente da sua.T/C5.3 - Usar a lngua falada em diferentes situaes escolares,buscando empregar a variedade lingstica adequada. Adequao do modo de falar s circunstncias da interlocuo verbal.T5.4 - Planejar a fala em situaes formais Planejamento da fala considerando o objetivo de quem fala, expectativa edisposies de quem ouve, ambiente em que a fala acontecer.T5.5 -Realizar com pertinncia tarefas cujo desenvolvimentodependa de escuta atenta e compreenso Ouvir com ateno e compreenso.T

PORTUGUS: 3 ANO4 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.1- Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produo ecirculao da escrita na sociedade Compreenso de aes, valores, procedimentos e instrumentos que constituem omundo letrado. Integrao e participao ativa na cultura escrita pela ampliao de convivncia edo conhecimento da lngua escrita.T/C1.2 - Conhecer os usos e funes sociais da escrita Finalidade e funes dos gneros textuais. Suporte textual Caractersticas dos gneros textuais (elementos comuns em todos os textos dosmesmo gnero) Tipos de linguagem, locutor e interlocutor. Formatao de gneros textuais diversos.T/C2.4 Conhecer o alfabeto: Alfabeto (identificao das letras e reconhecimento da ordem alfabtica). Identificao de letras e de reconhecimento da ordem alfabtica.R2.4.1 - Compreender a categorizao grfica e funcional dasletras Funo social da ordem alfabticaR2.6 - Dominar as relaes entre grafemas e fonemas Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C2.6.1 - Dominar regularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que sero Domnio das regularidades e irregularidades ortogrficas.T/C

5. ORALIDADE1. COMPREENSO E VALORIZAO DACULTURA ESCRITA

trabalhados na etapa.2.6.2- Dominar irregularidades ortogrficasOBS: o professor dever selecionar os casos que serotrabalhados na etapa. Irregularidades ortogrficas.I/T3.1 Desenvolver atitudes e disposies favorveis leitura Comportamentos sociais prprios de leitor. Formao de um gosto esttico. Conhecimento e utilizao de espaos de leituras.T/C3.2- Desenvolver capacidades relativas ao cdigo escritaespecificamente necessrias leitura:3.2.1 Saber decodificar palavras e textos escritos. Relao entre grafemas (letra) e fonemas (som). Identificao de unidades fonolgicas.T/C3.3 Desenvolver capacidades necessrias leitura comfluncia e compreenso Compreenso linear do texto. Produo de inferncia. Compreenso global.T/C3.3.1 Identificar a finalidade e funes da leitura, emfuno reconhecimento do suporte, do gnero e dacontextualizao do texto. Identificao: do gnero; finalidade; do suporte; Contextualizao do texto.T/C3.3.2 Antecipar contedos de textos a serem lidos emfuno de seu suporte, seu gnero e sua contextualizao. Elaborao de hiptese; Identificao de suporte do gnero e funes; Identificao e compreenso do ttulo.T/C3.3.3 - Levantar e confirmar hiptese relativa aocontedo do texto que est sendo lido. Levantamento e confirmao de hipteses. Previses relativas ao texto baseadas em informaes, estilo do narrador oupersonagem, insinuaes do autor, sinais de pontuao, interpelaes com outrostextos ou situaes vivenciadas.T/C3.3.4 Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais paraler nas entrelinhas (fazer inferncias), ampliando acompreenso Componentes formais do texto: Estrutura composicional (organizao em partes). Recursos lingusticos (discurso direto e indireto, tempo dos verbos,linguagem coloquial e linguagem formal, frases curtas ou longas). Recursos expressivos e literrios (rimas, linguagem figurada e jogos depalavras). Inferncia Estabelecimento de relaes entre informaes. IntertextualidadeT/C3.3.5 Construir compreenso global do texto, unificando einter-relacionando informaes explcitas e implcitas,produzindo inferncias. Resumir, recontar, reescrever textos lidos. Explicar e discutir o texto lido.T/C3.3.6 - Avaliar afetivamente o texto, fazendo extrapolaes. Avaliar, comentar e extrapolar textos lidos.T/C3.3.7 Ler oralmente com fluncia e expressividade. Leitura silenciosa com rapidez, objetividade e compreenso.T4.1- Compreender e valorizar o uso da escrita comdiferentes funes, em diferentes gneros Reconhecimento da utilizao da escrita na vida individual e coletiva; Reconhecimento sobre a finalidade/funo de textos de diferentes gneros.I/T/C4.2- Produzir textos escritos de gneros diversos,adequados aos objetivos, ao destinatrio e ao contexto decirculao. Consideraes das condies de produo (definidas na atividade) para quemescrever, para que escrever, onde o texto vai circular como orientadoras doplanejamento, da produo e da reviso do texto escrito.T/C

3. LEITURA

4.2.1- Dispor, ordenar e organizar o prprio texto de acordocom as convenes grficas apropriadas; Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo da escrita,espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entre ttulos e corpodo texto, emprego da letra no formato adequado, dentre outros aspectos. Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras de pontuao(interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nas enumeraes, dois pontos etravesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.2 Escrever segundo o princpio alfabtico e as regrasortogrficas Organizao do texto, buscando legibilidade- alinhamento e direo da escrita,espaamento entre palavras, traado da letra, espaamento entre ttulos e corpodo texto, emprego da letra no formato adequado, dentre outros aspectos. Emprego da letra maiscula nos nomes prprios e inicio de frase. Utilizao de regras ortogrficas bsicas de escrita e de regras de pontuao(interrogao, exclamao, ponto final, vrgula nas enumeraes, dois pontos etravesso nos dilogos). Organizao do prprio texto de acordo com as convenes de escrita(pargrafo, margem, ttulo, noes bsicas de pontuao).T4.2.3 Planejar a escrita do texto considerando o temacentral e seus desdobramentos Planejamento da prpria escrita: sobre o que falar, como usar a lngua, aspalavras, considerando o destinatrio, o ambiente de circulao, o modo como otexto (a ideia) vai se apresentar ( o gnero), como comear, como desenvolver ecomo terminar, considerando o gnero.T/C4.2.4 Organizar os prprios textos segundo os padres decomposio usuais na sociedade Explorao das caractersticas fsicas e estruturais de gneros mais usuais: aviso,carto, bilhete, carta, convite, receita culinria, propaganda, histrias, notcias eoutros. Produo escrita de textos de gneros mais usuais, em situao coletiva em que oprofessor o escriba, em pequenos grupos e mesmo individualmente, quando osalunos experienciam a escrita de suas ideias, em gneros definidos.T/C4.2.5- Usar a variedade lingustica apropriada situao deproduo e de circulao, fazendo escolhas adequadasquanto ao vocabulrio e gramtica. Reconhecimento das variantes lingusticas usadas nos ambientes com que se temcontato e a partir da escuta de textos lidos pelo professor, da leitura de textos dediferentes gneros. Produo de textos de diferentes gneros fazendo a adequao da linguagem aoconsiderar o destinatrio, a situao comunicativa, os objetivos do texto.T/C4.2.6 - Usar recursos expressivos (estilsticos e literrios)adequados ao gnero e aos objetivos do texto Reconhecimento e emprego de recursos como linguagem figurada, efeitos dehumor, duplicidade de sentido, rimas, aliteraes.T/C4.2.7 Revisar e reelaborar a prpria escrita, segundocritrios adequados aos objetivos, ao destinatrio e aocontexto de circulao previsto. Emprego de estratgias de reviso dos prprios textos:_o que se escreve, _para que se escreve, _para quem se escreve,_como escrever (gnero, linguagem, recursos de pontuao, ortografia)5.1 - Participar das interaes cotidianas em sala de aula: escutando com ateno e compreenso. respondendo s questes propostas pelo professor. expondo opinies nos debates com os colegas ecom o professor. Formas de participao adequadas para os espaos sociais pblicos. Participao em sala de aula. Regras de convivncia. Respeito mtuoT/C5.2- Respeitar a diversidade das formas de expresso oralmanifesta por colegas, professores e funcionrios da escola,bem como por pessoas da comunidade extra-escolar. Atitudes e procedimentos ticos em relao a variedade lingstica: Prpria, que aprendeu com a famlia e contemporneos; Do colegas, que diferente da sua.T/C5.3 - Usar a lngua falada em diferentes situaes escolares,buscando empregar a variedade lingstica adequada. Adequao do modo de falar s circunstncias da interlocuo verbal.T5.4 - Planejar a fala em situaes formais Planejamento da fala considerando o objetivo de quem fala, expectativa edisposies de quem ouve, ambiente em que a fala acontecer.T5.5 -Realizar com pertinncia tarefas cujo desenvolvimentodependa de escuta atenta e compreenso Ouvir com ateno e compreenso.T

4. PRODUO ESCRITA5. ORALIDADE

CINCIAS1 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.1- Construir conceitos inicias de meio ambiente.Meio ambiente Conceito de meio ambiente. Seres vivos e no vivos. Diversidade ambiental. Diversidade de seres vivos. A vida nos diversos ambientes. As relaes existentes entre os seres vivos nos diversos ambientes. Seres vivos e no-vivos.C1.2- Identificar e registrar as semelhanas ediferenas entre os diversos ambientes.Meio ambiente Conceito de meio ambiente. Seres vivos e no vivos. Diversidade ambiental. Diversidade de seres vivos. A vida nos diversos ambientes. As relaes existentes entre os seres vivos nos diversos ambientes. Seres vivos e no-vivos.C1.3- Reconhecer que um ambiente composto porseres vivos e no vivos.Meio ambiente Conceito de meio ambiente. Seres vivos e no vivos. Diversidade ambiental. Diversidade de seres vivos. A vida nos diversos ambientes. As relaes existentes entre os seres vivos nos diversos ambientes. Seres vivos e no-vivos.C1.4- Relacionar a diversidade de ambientes com adiversidade de seres vivos.- Diversidade ambiental.- Diversidade de seres vivos.T/C1.5- Reconhecer as caractersticas dos seres vivosque os capacitam a viver em determinadosambientes.- Caractersticas adaptativas dos seres vivos em relao ao meio ambiente em quevivem.T1.6- Reconhecer a importncia da classificao deseres vivos e os vrios modos de classific-los.Classificando animais Pelo lugar onde vivem - faunas tpicas, locais, regionais e de outras regiesda Terra. Pela obteno de oxignio respirao animal. Pela maneira de conseguir alimento seres vivos que no produzem seuprprio alimento e precisam se alimentar de outros animais hetertrofos. Respirao animal. Sustentao do corpo vertebrados (peixes, anfbios, rpteis, aves emamferos) e invertebrados corpo mole, corpo duro, que voam, quenadam, que vivem na terra, dentro da terra, e na gua doce ou salgada. Microrganismos fungos e bactrias e a importncia para a sadehumana.R/C1.7- Reconhecer a importncia da interao dosseres vivos entre si na manuteno do equilbrioambiental.Classificando vegetais Pela obteno de alimento auttrofo (noes de fotossntese). Pela presena de flores, sementes e frutos. Pela presena sementes e ausncia de frutos. Pela ausncia de flores, frutos e sementes.R/T/C

1.AMBIENTE E VIDA

CINCIAS2 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.8 - Observar e comparar diferentes tipos de solos,identificando seus elementos, suas propriedades eutilizao e sua importncia para os seres vivos. O Solo:- Componentes do solo: areia, argila e humo.- Propriedades: porosidade, permeabilidade.- Interferncia de fatores abiticos no solo.- Seres decompositores de matria orgnica.- A permeabilidade do solo e as conseqncias de sua alterao em ambientesnaturais ou transformados pelo ser humano.R/C1.9 Reconhecer a importncia do uso e tcnicasadequadas no manejo do solo. O Solo: - Conservao do solo: irrigao, drenagem, reflorestamento, curvade nvel, rotao de cultura e de pastagem, correo do solo, adubaoverde e outras.R/C1.10 Identificar o lixo como um dos principaisagentes poluidores do solo e pesquisar qual o destinodado ao lixo produzido nas cidades. O solo e o lixo:- Tipos de lixo encontrados no solo: matria orgnica, papel, metal, plstico, vidro eoutros.- Os destinos do lixo: lixes, aterros sanitrios, incinerao, compostagem oubiodigesto, e coleta seletiva com reciclagem. As estaes de tratamento do lixo.- Problemas causados pelo lixo em grandes cidades.R/T1.11 Perceber a distribuio de gua no planeta ereconhecer a necessidade de preservao dosrecursos hdricos. gua:- Distribuio da gua no planeta.- Tipos de gua encontrados no ambiente.- A importncia da gua para os seres vivos- A importncia da gua para seres humanos.R/T1.12 Conhecer as propriedades da gua, asmudanas de seu estado fsico no ambiente,estabelecendo a relao entre transferncia de calor ea mudana de estado fsico. gua:- Propriedades e caractersticas da gua solvente universal.- Caractersticas da gua para consumo humano.- Estados fsicos da gua slido, liquido e gasoso.- Transferncia de calor e mudanas de estados fsicos da gua.R/T/C1.13 Compreender o ciclo da gua no ambiente. gua:- Formao e chuvas elementos do ambiente que interferem na sua formao.- Como os seres vivos (vegetais e animais) eliminam gua para o ambiente.- O Arco-ris e a decomposio da luz branca.- Funo do pluvimetro.- Destinos da gua da chuva.- Enchentes e inundaes.R/T1.14 Reconhecer a necessidade de tratamento dagua usada para o consumo humano e para apreservao do meio ambiente.- Formas de obteno, tratamento e distribuio da gua tratada (princpio dos vasoscomunicantes). - Formas de armazenamento de gua.- Destino das guas servidas nas cidades ou municpios.T1.15 Reconhecer as principais fontes poluidoras dasguas bem como as solues tecnolgicas, utilizadaspara resolver o problema.- Tratamento de esgotos. - Doenas de veiculao hdrica.- Importncia das aes junto a rgos competentes na conquista do direito gualimpa e tratada. - Solues para evitar o desperdcio da gua.T3.TECNOLOGIAESOCIEDADE3.2 Identificar os recursos tecnolgicos utilizados notratamento da gua e no cultivo do solo. gua: - Recursos tecnolgicos utilizados no tratamento da gua. Solo: - Tecnologia aplicada ao cultivo do solo.R/C

1.AMBIENTEEVIDA

CINCIAS3 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO2.0 Reconhecer as partes externas do corpo humano,suas diferenas, peculiaridades e desenvolver algumasideias para compreend-lo como um todo integrado.- Conhecimentos prvios sobre o corpo humano.- Caractersticas morfolgicas do corpo humano: partes externas do corpohumano.- Caractersticas fenotpicas do corpo humano: altura, peso, cor, pele, cor dosolhos, impresso digital e outras.- Funes vitais (batimentos cardacos, respirao, excreo, temperatura,movimentos, reflexos).- Diferenas fsicas e de comportamento entre meninos e meninas.- Diferenas afetivas e psicolgicas entre os seres humanos.R/T/C2.1 Reconhecer as transformaes que ocorrem nocorpo humano durante o seu desenvolvimento iniciando aconstruo do conceito de ciclo de vida e noes deidentidade.- Caractersticas fsicas dos alunos e as transformaes ocorridas em seu corpodurante o seu desenvolvimento.- Mudanas que ocorrem no corpo humano do nascimento ao envelhecimento.- O ciclo de vida dos seres humanos.R/C2.2 Perceber e constatar que o corpo humano percebeos estmulos do meio atravs dos rgos dos sentidos.- Principais rgos dos sentidos: as orelhas, a pele, o nariz, os olhos, e a lngua(audio, tato, olfato, viso e paladar).- Caractersticas externas e funcionais dos rgos dos sentidos.- Cuidados com os rgos dos sentidos.R/C2.3 Reconhecer os tipos de movimentos que as partesdo corpo podem realizar, conforme as articulaes.- Articulaes e tipos de movimentos. (movimentao do prprio corpo e docorpo de dos colegas).- As junes corporais (lugares do corpo movimentados por serem articulados)joelhos, ombros, cotovelos, pulsos, dedos, tornozelos.R/C

2SER HUMANO E SADE

CINCIAS4 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO2.4 Reconhecer a importncia de uma alimentao saudvelcomo fonte de energia para o crescimento e a manuteno docorpo saudvel.Alimentao:- Caractersticas de uma alimentao saudvel.- Alimentos naturais e industrializados.- Alimentos de origem animal, vegetal e mineral.C2.5 Valorizar o prprio corpo e uma alimentao saudvel parao bem estar fsico, psicolgico e social.- Hbitos de higiene pessoal: lavar as mos, escovar os dentes, pentear oscabelos, tomar banho, comer frutas e verduras lavadas.- A troca de dentes de leite por dentes definitivos e a importncia darealizao de uma boa higiene bucal.- Hbitos de higiene ambiental.R/T/C2.6 Conscientizar os alunos de que os hbitos de higienedevem fazer parte do nosso dia a dia.- Relaes entre a falta de higiene pessoal e ambiental e a aquisio dedoenas por contgio de vermes e microorganismos.- Hbitos de higiene importantes na preveno de doenas.- Conservao da higiene no ambiente escolar e familiar.C3.0 Reconhecer os recursos tecnolgicos utilizados no seu diaa dia, identificando os instrumentos que favorecem e facilitam avida das pessoas.- Recursos tecnolgicos utilizados no dia a dia e sua importncia para a vidano campo e nas cidades, para o trabalho, a sade e a higiene domstica.R/C3.1 Reconhecer a importncia da tecnologia para aagricultura, transporte/trnsito e indstria. Agricultura: - Contribuies da tecnologia para maior produtividadenas lavouras. Transporte/Trnsito: - Tecnologia aplicada ao trnsito: semforosou sinaleiros. Indstrias: - Contribuies da tecnologia para a produo industrial.R/C3.3 Reconhecer que possvel utilizar a energia encontradana natureza. Energia- Fontes de energia, importncia, vantagens e desvantagens do emprego decada uma delas.- Utilizao da energia no cotidiano.I

2.SER HUMANO E SADE3.TECNOLOGIA ESOCIEDADE

GEOGRAFIA2 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.4 Reconhecer os diversos tipos de moradia e os espaos queocupam.A paisagem local:- Minha casa.- Minha rua.- A vizinhana.- Organizao do espao.- Mudanas da paisagem e seus elementos culturais enaturais o longo do tempo.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.5 Utilizar a linguagem cartogrfica para obter informaes erepresentar a espacialidade da rua em que vive.A paisagem local:- Minha casa.- Minha rua.- A vizinhana.- Organizao do espao.- Mudanas da paisagem e seus elementos culturais enaturais o longo do tempo.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.6 Reconhecer a organizao do espao geogrfico da sua rua tendocomo referncia sua casa, identificando as mudanas naturais eculturais da paisagem.A paisagem local:- Minha casa.- Minha rua.- A vizinhana.- Organizao do espao.- Mudanas da paisagem e seus elementos culturais enaturais o longo do tempo.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.7 Reconhecer a escola como referncia espacial de localizao,orientao e distncia.Os espaos da escola:- Conhecendo a escola e sua localizao;- Organizao fsica dos espaos da escola;- As diferentes formas de representao dos espaos daescola e seu entorno.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.8 Identificar e reconhecer a organizao fsica dos espaos daescola.Os espaos da escola:- Conhecendo a escola e sua localizao;- Organizao fsica dos espaos da escola;- As diferentes formas de representao dos espaos daescola e seu entorno.T/C4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.1 Ler e compreender, de forma preliminar, informaes expressasem linguagem cartogrfica e em formas de representao de espaocomo fotografias, plantas, maquetes, croquis, mapas, entre outras.- Linguagem cartogrfica: mapas, plantas, maquetes,legendas, grficos, tabelas, entre outras.C4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.2 Utilizar os mapas, os grficos, as tabelas, comunicao e leiturada realidade.- Elaborar tabelas, grficos e outros instrumentos decomparao de dados.T4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.5 Construir e compreender itinerrios.- Construindo o caminho de um lugar para outro: de casapara a escola, da escola para a casa, para o mercado.C

GEOGRAFIA1 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.O INDIVDUO E OESPAO DEVIVNCIA ECONVIVNCIA1.1 - Reconhecer-se como ponto de referncia para situar-se e situarpessoas, objetos, construes, tudo que h em seu entorno.- O corpo como ponto de referncia.- Noes topolgicas.- Pontos cardeais.T/C1.O INDIVDUO E OESPAO DEVIVNCIA ECONVIVNCIA1.2 Conscientizar-se enquanto ser que ocupa espao e sua relaocom o outro.- O corpo como ponto de referncia.- Noes topolgicas.- Pontos cardeais.T/C1.O INDIVDUO E OESPAO DEVIVNCIA ECONVIVNCIA1.3 Reconhecer a linguagem cartogrfica como fonte de informao erepresentao do espao geogrfico.- O corpo como ponto de referncia.- Noes topolgicas.- Pontos cardeais.R2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.1 Sistematizar a noo espacial, percebendo a proporo, distnciae direo os objetos, por meio da observao, representao elocalizao desses espaos, tendo como referncia a sua moradia.A paisagem local:- Minha casa.- Minha rua.- A vizinhana.- Organizao do espao.- Mudanas da paisagem e seus elementos culturais enaturais o longo do tempo.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.2 Observar a organizao dos espaos vividos, identificando assemelhanas e diferenas entre objetos a serem representados atravsdo reconhecimento da funo de cada um destes.A paisagem local:- Minha casa.- Minha rua.- A vizinhana.- Organizao do espao.- Mudanas da paisagem e seus elementos culturais enaturais o longo do tempo.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE (CASA,RUA, ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAESPARA A VIDA EMSOCIEDADE2.3 Representar os espaos da casa utilizando medidas noconvencionais e convencionais.A paisagem local:- Minha casa.- Minha rua.- A vizinhana.- Organizao do espao.- Mudanas da paisagem e seus elementos culturais enaturais o longo do tempo.T/C

GEOGRAFIA3 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE(CASA, RUA,ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAES PARA AVIDA EMSOCIEDADE2.9 Reconhecer e utilizar os referencias de localizao eorientao espacial para se deslocar nos diferentes espaos dobairro.Meu Bairro:- Localizao e orientao espacial;- Orientao pelo sol e pela bssola;- Referenciais geogrficos (direes cardeais Norte, Sul, Leste,Oeste);- Os cdigos criados pela sociedade para organizar o espao;- Sinalizao de trnsito (vertical, horizontal);- Placas de orientao (nomes de rua/praa, indicao dedirees, entre outros);- Os diferentes lugares do bairro: tipo de moradia, casascomerciais, templos, reas de lazer e cultura.T/C2.O AMBIENTE EMQUE SE VIVE(CASA, RUA,ESCOLA EBAIRRO): SUASREPRESENTAES PARA AVIDA EMSOCIEDADE2.10 Compreender que o espao geogrfico do bairro ocupadopor casas, prdios, ruas, avenidas, lojas e praas, que se organizamde formas diferenciadas e compem o espao global.Meu Bairro:- Localizao e orientao espacial;- Orientao pelo sol e pela bssola;- Referenciais geogrficos (direes cardeais Norte, Sul, Leste,Oeste);- Os cdigos criados pela sociedade para organizar o espao;- Sinalizao de trnsito (vertical, horizontal);- Placas de orientao (nomes de rua/praa, indicao dedirees, entre outros);- Os diferentes lugares do bairro: tipo de moradia, casascomerciais, templos, reas de lazer e cultura.T/C4.LINGUAGEMCARTOGRFICAE ESCALAS4.1 Ler e compreender, de forma preliminar, informaesexpressas em linguagem cartogrfica e em formas de representaode espao como fotografias, plantas, maquetes, croquis, mapas,entre outras.- Linguagem cartogrfica: mapas, plantas, maquetes, legendas,grficos, tabelas, entre outras.C4.LINGUAGEMCARTOGRFICAE ESCALAS4.2 Utilizar os mapas, os grficos, as tabelas, comunicao eleitura da realidade.- Elaborar tabelas, grficos e outros instrumentos de comparaode dados.T4.LINGUAGEMCARTOGRFICAE ESCALAS4.3 Localizar em mapas: o bairro, a cidade, o municpio, o pasonde mora.- Onde estamos no mapa?C4.LINGUAGEMCARTOGRFICAE ESCALAS4.4 Compreender o conceito de escala, a partir da representaode espaos em tamanho reduzido.- Representando os lugares atravs da linguagem cartogrfica.T4.LINGUAGEMCARTOGRFICAE ESCALAS4.5 Construir e compreender itinerrios.- Construindo o caminho de um lugar para outro: de casa para aescola, da escola para a casa, para o mercado.C4.LINGUAGEMCARTOGRFICAE ESCALAS4.6 Comparar dados e informaes.- Analisar os dados, comparando informaes, buscandosolues.C5.TRANSPORTE ECOMUNICAO5.1 Compreender a evoluo dos meios de transporte e suainterferncia na organizao espacial.Meios de transporte- Terra, ar ou gua.- Evoluo dos meios de transporte.T/C5.TRANSPORTE ECOMUNICAO5.2 Compreender o encurtamento das distncias, para pessoas emercadorias, com o desenvolvimento dos meios de transporte.- A circulao de pessoas e mercadoriasT/C

GEOGRAFIA4 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO3.A NATUREZA E SUADINMICA:PAISAGEMNATURAL E MEIOAMBIENTE3.1 Perceber as transformaes e a interferncia do homem napaisagem natural e na paisagem cultural, ocorridas ao longo dotempo.- Paisagem do lugar de vivncia: elementos componentes dapaisagem (naturais e culturais).- Paisagem urbana e paisagem rural.T/C3.A NATUREZA E SUADINMICA:PAISAGEMNATURAL E MEIOAMBIENTE3.2 Observar as caractersticas do ambiente em que vive,diferenciando ambientes preservados e ambientes degradados- Transformao das paisagens: mudanas e permannciasdos elementos naturais e culturais da paisagem no processode transformao do espao.- Os efeitos da ao do home no processo de transformaodo ambiente.- Preservao ambiental.- A questo ambiental no espao urbano e rural.T/C4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.1 Ler e compreender, de forma preliminar, informaesexpressas em linguagem cartogrfica e em formas de representaode espao como fotografias, plantas, maquetes, croquis, mapas,entre outras.- Linguagem cartogrfica: mapas, plantas, maquetes,legendas, grficos, tabelas, entre outras.C4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.2 Utilizar os mapas, os grficos, as tabelas, comunicao eleitura da realidade.- Elaborar tabelas, grficos e outros instrumentos decomparao de dados.T4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.4 Compreender o conceito de escala, a partir da representaode espaos em tamanho reduzido.- Representando os lugares atravs da linguagemcartogrfica.T4.LINGUAGEMCARTOGRFICA EESCALAS4.6 Comparar dados e informaes.- Analisar os dados, comparando informaes, buscandosolues.C5.TRANSPORTE ECOMUNICAO5.3 Conhecer o funcionamento dos principais meios decomunicao, e a importncia deles para a comunicao dos sereshumanos.Meios de comunicao- Evoluo dos meios de comunicao: correio, correioeletrnico, internet, telgrafo, telefone, rdio, televiso.- A comunicao entre as pessoas.- Diferentes formas de comunicao.T/C

HISTRIA2 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO2.3 Conhecer sua histria e de sua famlia a partir dedocumentos escritos e no-escritos. Descobrindo a prpria histria. Diferentes registros: documentos orais, escritos.R2.4 Valorizar e reconhecer a importncia da famlia na formaoe desenvolvimento pessoal dos indivduos.. Como se formou e vive sua famlia. Cada famlia tem sua histria: origens, costumes e cultura.R2.5 Identificar as pessoas que fazem parte da famlia com a qualmora e outras formas de organizao familiar. Histrias de famlia. As famlias ao longo do tempo.C2.6 Compreender e identificar as atividades do dia-a-dia de suafamlia. O dia-a-dia da famlia.R2.1 Conhecer a histria da escola, sua importncia e funosocial. A histria de sua escola.R2.2 - Conhecer e entender as relaes de convivncia na escola. As normas de convivncia na escola. Os direitos e deveres da escola e do estudante (ECA).T

HISTRIA1 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO1.1 Conhecer a prpria histria e a origem do nome e sobrenome. Quem sou eu? Nomes e sobrenomes.C1.2 Conhecer documentos, registros que fazem parte da histria devida de cada um. Os documentos que registram a histria de cada um. Registro de nascimento. Carteira de Identidade.C1.3 Conhecer as diferentes realidades sociais e tnico-culturais,reconhecendo a si mesmo como parte de um grupo. As diferentes realidades sociais. Diversidade e miscigenao.C1.4 Identificar e relacionar o modo de vida de cada um ao de outrosgrupos sociais, em suas manifestaes culturais e sociais,reconhecendo semelhanas e diferenas. As famlias brasileiras: de onde vieram nossos costumes. Origem e caractersticas dos diversos grupos sociais.C1.5 Compreender que as caractersticas pessoais e comportamentaisso reflexos do grupo a que pertence o individuo. Mudanas e permanncias (gostos, caractersticas fsicas).C

1.AUTOCONHECIMENTO2.O ALUNO E SUAS RELAESSOCIAIS NA FAMLIA,ESCOLA E OUTROS GRUPOSSOCIAIS.

HISTRIA3 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO3.1 Reconhecer as casas, suas histrias e diferenciar os tipos decasas construdos ontem e hoje. As casas e sua histria.Casas de ontem, casas de hoje.R3.2 Compreender as vrias formas de moradia das pessoas.(prpria/aluguel, favelas/aglomerado,cortios, apartamentos, etc). Diferentes tipos de casa.De quem so as casas.R3.3 Conhecer a histria da rua e do bairro onde mora identificandoos pontos de referncia existentes. A rua onde moro. A origem do nome das ruas. A rua e o bairro: espaos de convivncia. As ruas de ontem e ruas de hoje.R3.4 Reconhecer os modos de viver dos grupos sociais presentesno bairro. O bairro e a comunidade. As transformaes do bairro.C3.5 Valorizar o trabalho dentro do contexto scio-cultural dacomunidade local. O conceito de trabalho. Tipos de trabalhadores existentes na comunidade. Os trabalhadores da comunidade no passado.C3.6 Reconhecer a importncia e o valor das diversas profisses. As profisses e suas especificidades. O papel das profisses na sociedade.C

HISTRIA4 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO4.1 Trabalhar as partes do dia (manh, tarde, e noite), vinculando-as s atividades realizadas pelas pessoas. Medindo o tempo.T4.2 Trabalhar o procedimento da construo da linha do tempo. A linha do tempo. Minha histria ao longo do tempo.T4.3 Conhecer as vrias formas de contagem de tempo. Instrumentos de medida do tempo.T4.4 Explorar as caractersticas do calendrio ocidental utilizado naatualidade. Calendrio (formas, tamanhos, modelos).T4.5 Trabalhar com fatos histricos, vinculando contagem de tempoe vivncias humanas. Documentos que fazem histria.T

3.CONHECENDO A MORADIA EVALORIZANDO O TRABALHO4.TEMPORALIDADEHISTRICA

MATEMTICA1 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO3.1- Utilizar critrios de classificao, seriao, ordenao, inclusoe conservao de quantidades.- Comparao, seriao, incluso e conservao dequantidades.C3.2- Utilizar, em situaes-problema, diferentes estratgias paraquantificar elementos de uma coleo: contagem, pareamento,estimativa e correspondncia de agrupamentos.- Quantificaes discretas: correspondncia biunvoca,sequncia oral numrica, zoneamento (os elementoscontados e a contar) e nomeao da coleo por umaquantidade de objetos ou por figuras tomando comoreferncia o ltimo elemento contado.C3.3- Relacionar a histria da matemtica na construo do nmeroe sua importncia no contexto social.- Histria da matemtica.- A construo do nmero.T3.4- Reconhecer nmeros naturais e decimais em diversassituaes (jornais, filmes, comrcio etc.).- Nmeros no dia a dia.T3.5- Escrever, comparar e ordenar nmeros naturais de qualquergrandeza.- Sistema de Numerao Decimal:. registro, leitura e escrita numrica de quantidades at 1000. contar at 100 ou mais de 2 em 2, de 3 em 3, de 5 em 5, de10 em 10, de 25 em 25, de 50 em 50 e de 100 em 100.. agrupamentos e desagrupamentos at 100. valor posicional dos nmeros (unidade, dezena, centena emilhar). composio e decomposio de nmeros por parcelas,fatores, ordens e classes. agrupamento na base 10. nmero par e impar. nmeros ordinais: funo, leitura e representao. representao escrita por extenso dos numerais. sries numricas em ordem crescente e decrescente. sinais convencionais para registrar adio e subtrao. clculo mental em situaes de atividade matemtica oral. relaes entre os nmeros: maior que, menor que, estarentre. estimativa. dobro, triplo, qudruplo. dzia, meia dzia. valorizao das mos como ferramenta na realizao decontagem e clculos. situaes de partilha com registro pictrico (atravsdesenhos).C3.6- Interpretar e resolver situaes-problema, compreendendodiferentes significados das operaes envolvendo nmerosnaturais.- Noes de adio: juntar e acrescentar.- Noes de subtrao: tirar, comparar e completar.T2.GRANDEZAS EMEDIDAS2.3- Estimar e medir o decorrer do tempo usando antes ou depois;ontem, hoje ou amanh; dia ou noite; manh, tarde ou noite;- O tempo: antes ou depois; ontem, hoje ou amanh; dia ounoite; manh, tarde ou noite; hora ou meia hora.C

3.NMEROS E OPERAES LGEBRA E FUNES

hora ou meia hora.2.4- Identificar instrumentos apropriados (relgios e calendrios)para medir tempo (incluindo dias, semanas, meses, semestres eano).- Instrumentos de medida de tempo: calendrio, relgio.C1.ESPAO E FORMA1.5- Perceber o prprio corpo, sua forma, suas dimenses e suarelao com o espao fsico.- O espao fsico do aluno.T/C1.ESPAO E FORMA1.6- Identificar, descrever e comparar padres (por exemplo: blocoslgicos) usando uma grande variedade de atributos como tamanho,forma, espessura e cor.- Dimensionamento de espaos relao de tamanho eforma.- As formas geomtricas presentes no cotidiano (escola,objetos, natureza, etc.)- Construo e representao de formas geomtricas.T/C4.TRATAMENTO DAINFORMAO4.1- Coletar, organizar e registrar dados e informaes (usandofiguras, materiais concretos ou unidades de contagem).- Noes de registro de dados.T/C4.TRATAMENTO DAINFORMAO4.2- Criar registros pessoais para comunicao das informaescoletadas.- Organizao de dados.- Registro de dados em tabelas simples.T4.TRATAMENTO DAINFORMAO4.3- Ler e interpretar informaes e dados apresentados demaneira organizada por meio de listas, tabelas, mapas e grficos, eem situaes-problema;- Leitura e interpretao de dados em listas, tabelas, mapas,grficos.TMATEMTICA2 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO3.2- Utilizar, em situaes-problema, diferentes estratgias paraquantificar elementos de uma coleo: contagem, pareamento,estimativa e correspondncia de agrupamentos.- Quantificaes discretas: correspondncia biunvoca, sequncia oral numrica,zoneamento (os elementos contados e a contar) e nomeao da coleo poruma quantidade de objetos ou por figuras tomando como referncia o ltimoelemento contado.C3.4- Reconhecer nmeros naturais e decimais em diversassituaes (jornais, filmes, comrcio etc.).- Nmeros no dia a dia.T3.5- Escrever, comparar e ordenar nmeros naturais dequalquer grandeza.- Sistema de Numerao Decimal:. registro, leitura e escrita numrica de quantidades at 1000. contar at 100 ou mais de 2 em 2, de 3 em 3, de 5 em 5, de 10 em 10, de 25em 25, de 50 em 50 e de 100 em 100.. agrupamentos e desagrupamentos at 100. valor posicional dos nmeros (unidade, dezena, centena e milhar). composio e decomposio de nmeros por parcelas, fatores, ordens eclasses. agrupamento na base 10. nmero par e impar. nmeros ordinais: funo, leitura e representao. representao escrita por extenso dos numerais. sries numricas em ordem crescente e decrescente. o milhar. sinais convencionais para registrar adio e subtrao. clculo mental em situaes de atividade matemtica oral. relaes entre os nmeros: maior que, menor que, estar entreC

3.NMEROS E OPERAES LGEBRA E FUNES

. estimativa. dobro, triplo, qudruplo. dzia, meia dzia. valorizao das mos como ferramenta na realizao de contagem e clculos. situaes de partilha com registro pictrico (atravs desenhos).3.6- Interpretar e resolver situaes-problema, compreendendodiferentes significados das operaes envolvendo nmerosnaturais.- Adio e subtrao de dois ou mais algarismos sem recurso (emprstimo) esem reagrupamento.- Adio e subtrao de dois ou mais algarismos com recurso (reserva) e comreagrupamento.- As propriedades da adio e da subtrao.- Resoluo de situaes-problema com nmeros naturais, envolvendodiferentes significados da adio e subtrao.T2.1- Comparar, atravs de estratgias pessoais, grandezas decomprimento, tendo como referncia unidades de medidasconvencionais e no convencionais.- Noes de distncia, sentido, espessura, cor e tamanho (conceitos bsicos).- Medidas. Instrumentos de medida no convencionais: passos, palmos, etc.. uso da rgua e da fita mtrica.C2.2- Reconhecer e utilizar, em situaes-problema, modelosconcretos e pictricos, as unidades usuais de medida:comprimento.- Noes de distncia, sentido, espessura, cor e tamanho (conceitos bsicos).- Medidas. Instrumentos de medida no convencionais: passos, palmos, etc.. uso da rgua e da fita mtrica.T2.5- Usar horrios, calendrios e calcular o tempo decorrido emintervalos de hora para solucionar problemas do cotidiano.- Medidas de tempo: segundos, minutos, horas, dia, semana, ms, bimestre,semestre, ano, dcada.- Calendrio.T2.6- Identificar e escrever medidas de tempo marcadas emrelgios digitais e analgicos (por exemplo: intervalos de hora ede meia hora).- Tempo: horasC1.1- Descrever, interpretar, identificar e representar amovimentao de uma pessoa ou objeto no espao e construiritinerrios.- Noo de direo de sentido: percursos.. deslocamento nos espaos prximos ou em trajetrias familiares;. relato de orientao e deslocamento no espao;- Descrio de uma posio por meio do uso de expresses de referncia: frente, esquerda de, direita de, atrs de, etc.R/I/T/C1.2- Representar a posio de uma pessoa ou objeto utilizandomalhas quadriculadas.- Noo de direo de sentido: percursos.. deslocamento nos espaos prximos ou em trajetrias familiares;. relato de orientao e deslocamento no espao;- Descrio de uma posio por meio do uso de expresses de referncia: frente, esquerda de, direita de, atrs de, etc.T/C1.3- Identificar pontos de referncia para situar e deslocarpessoas/objetos no espao.- Noo de direo de sentido: percursos.. deslocamento nos espaos prximos ou em trajetrias familiares;. relato de orientao e deslocamento no espao;- Descrio de uma posio por meio do uso de expresses de referncia: frente, esquerda de, direita de, atrs de, etc.T/C1.4- Representar o espao por meio de maquetes, croquis eoutras representaes grficas.. representao de deslocamento por meio de desenhos, mapas e plantas (parao reconhecimento do espao e localizao nele);T/C4.1- Coletar, organizar e registrar dados e informaes (usandofiguras, materiais concretos ou unidades de contagem).- Noes de registro de dados.T/C4.2- Criar registros pessoais para comunicao das informaescoletadas.- Organizao de dados.- Registro de dados em tabelas simples.T4.3- Ler e interpretar informaes e dados apresentados demaneira organizada por meio de listas, tabelas, mapas egrficos, e em situaes-problema.- Leitura e interpretao de dados em listas, tabelas, mapas, grficos.T

2.GRANDEZAS E MEDIDAS1.ESPAO E FORMATRATAMENTO DAINFORMAO4.

MATEMTICA3 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO3.4- Reconhecer nmeros naturais edecimais em diversas situaes (jornais,filmes, comrcio etc.).- Nmeros no dia a dia.T3.5- Escrever, comparar e ordenar nmerosnaturais de qualquer grandeza.- Sistema de Numerao Decimal:. registro, leitura e escrita numrica de quantidades at 1000. contar at 100 ou mais de 2 em 2, de 3 em 3, de 5 em 5, de 10 em 10, de 25 em 25, de 50 em 50 ede 100 em 100.. agrupamentos e desagrupamentos at 100. valor posicional dos nmeros (unidade, dezena, centena e milhar). composio e decomposio de nmeros por parcelas, fatores, ordens e classes. agrupamento na base 10. nmero par e impar. nmeros ordinais: funo, leitura e representao. representao escrita por extenso dos numerais. sries numricas em ordem crescente e decrescente. o milhar. sinais convencionais para registrar adio e subtrao. clculo mental em situaes de atividade matemtica oral. relaes entre os nmeros: maior que, menor que, estar entre. estimativa. dobro, triplo, qudruplo. dzia, meia dzia. valorizao das mos como ferramenta na realizao de contagem e clculos. situaes de partilha com registro pictrico (atravs desenhos).C3.6- Interpretar e resolver situaes-problema, compreendendo diferentessignificados das operaes envolvendonmeros naturais.- Adio e subtrao de dois ou mais algarismos sem recurso (emprstimo) e sem reagrupamento.- Adio e subtrao de dois ou mais algarismos com recurso (reserva) e com reagrupamento.-As propriedades da adio e da subtrao.- Resoluo de situaes-problema com nmeros naturais, envolvendo diferentes significados daadio e subtrao.- Noes de multiplicao: possibilidades.- Noo de diviso: ideia de repartir.T2.1- Comparar, atravs de estratgiaspessoais, grandezas de massa ecapacidade, tendo como refernciaunidades de medidas no convencionais ouconvencionais.- Medidas de capacidades: litro, meio litro e mililitro.- Medidas de massa: quilograma, grama, tonelada;. uso de balanas.T2.2- Reconhecer e utilizar, em situaes-problema, modelos concretos e pictricos,as unidades usuais de medida: massa ecapacidade.- Medidas de capacidades: litro, meio litro e mililitro.- Medidas de massa: quilograma, grama, tonelada;. uso de balanas.T

3.NMEROS E OPERAES LGEBRA E FUNES2.GRANDEZAS EMEDIDAS

1.7- Identificar tringulos e quadrilteros(quadrado, retngulo, trapzio,paralelogramo, losango) observando asposies relativas entre seus lados.- Figuras Planas: quadrado, tringulo e retngulo.- Tringulos e quadrilteros no Tangran.- Semelhanas e diferenas entre as formas geomtricas espaciais e planas.T1.8- Identificar propriedades comuns ediferenas entre figuras planas (tringulo,quadriltero e pentgono) de acordo com onmero de lados.- Formas geomtricas espaciais e planas nos mais diferentes contextos.- Composio e anlise de figuras em malhas quadriculadas e sua relao com a medida depermetro.T1.9- Identificar elementos de figurasgeomtricas, como faces, vrtices, arestas elados.- Caracterizao dos elementos das figuras espaciais: superfcies, bases, construes, nmero defaces, vrtices e arestas.T4.1- Coletar, organizar e registrar dados einformaes (usando figuras, materiaisconcretos ou unidades de contagem).- Noes de registro de dados.T/C4.2- Criar registros pessoais paracomunicao das informaes coletadas.- Organizao de dados.- Registro de dados em tabelas simples.T4.3- Ler e interpretar informaes e dadosapresentados de maneira organizada pormeio de listas, tabelas, mapas e grficos, eem situaes-problema;- Leitura e interpretao de dados em listas, tabelas, mapas, grficos.T4.4- Transformar listas e tabelas em grficospictricos, de barra ou de colunas e vice-versa.- Construo de grficos pictricos, de barra ou de colunas.T

1.ESPAO E FORMA4.TRATAMENTO DA INFORMAO

MATEMTICA4 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANO3.4- Reconhecer nmeros naturais edecimais em diversas situaes(jornais, filmes, comrcio etc.).- Nmeros no dia a dia.T3.5- Escrever, comparar e ordenarnmeros naturais de qualquergrandeza.- Sistema de Numerao Decimal:. registro, leitura e escrita numrica de quantidades at 1000. contar at 100 ou mais de 2 em 2, de 3 em 3, de 5 em 5, de 10 em 10, de 25 em 25, de 50 em 50 ede 100 em 100.. agrupamentos e desagrupamentos at 100. valor posicional dos nmeros (unidade, dezena, centena e milhar). composio e decomposio de nmeros por parcelas, fatores, ordens e classes. agrupamento na base 10. nmero par e impar. nmeros ordinais: funo, leitura e representao. representao escrita por extenso dos numerais. sries numricas em ordem crescente e decrescente. o milhar. sinais convencionais para registrar adio e subtrao. clculo mental em situaes de atividade matemtica oral. relaes entre os nmeros: maior que, menor que, estar entre. estimativa. dobro, triplo, qudruplo. dzia, meia dzia. valorizao das mos como ferramenta na realizao de contagem e clculos. situaes de partilha com registro pictrico (atravs desenhos).C3.6- Interpretar e resolver situaes-problema, compreendendodiferentes significados dasoperaes envolvendo nmerosnaturais.- Adio e subtrao de dois ou mais algarismos sem recurso (emprstimo) e sem reagrupamento.- Adio e subtrao de dois ou mais algarismos com recurso (reserva) e com reagrupamento.-As propriedades da adio e da subtrao.- Resoluo de situaes-problema com nmeros naturais, envolvendo diferentes significados daadio e subtrao.- Noes de multiplicao: possibilidades.- Noo de diviso: ideia de repartir.T3.7- Reconhecer e representar onmero fracionrio em situaessignificativas e concretas.- Fraes comuns: metades, teros, quartos, quintos, sextos e oitavos.T/C3.8- Reconhecer a funo da vrgulana escrita e leitura de nmerosdecimais em situaes envolvendovalores monetrios por meio depreos, trocos, oramentos.- Sistema monetrio brasileiro e suas unidades de medidas.T

3.NMEROS E OPERAES LGEBRA E FUNES

2.4- Identificar instrumentosapropriados (relgios e calendrios)para medir tempo (incluindo dias,semanas, meses, semestres e ano).- Instrumentos de medida de tempo: calendrio, relgio.C2.2- Reconhecer e utilizar, emsituaes-problema, modelosconcretos e pictricos com sistemamonetrio.- Sistema Monetrio:. reconhecimento e utilizao de cdulas e moedas;. leitura e escrita por extenso de valores.T2.8- Identificar e compararquantidade de dinheiro em cdulase moedas.- Sistema Monetrio:. reconhecimento e utilizao de cdulas e moedas;. leitura e escrita por extenso de valores.T2.7- Identificar medidas detemperaturas em termmetros.- Medida de temperatura: termmetroT1.10- Identificar linhas de simetriaem figuras geomtricas, objetos,imagens, letras e no ambiente.- Eixo de simetria (linha que divide uma figura em duas partes simtricas, isto , como se fossem oobjeto e a sua imagem num espelho).- Figuras simtricas:*Exemplo: Descobrir eixos de simetria em figuras geomtricas, como quadrados, diferentes tipos detringulos, retngulos, hexgonos e outros. Nesse caso, o eixo de simetria divide a figura e duaspartes que coincidem por superposio.- Simetria de reflexo (observa-se pelo menos um eixo, que poder estar na figura ou fora dela e queserve de espelho refletindo a imagem da figura desenhada).*Exemplo: Pesquisar em jornais e revistas figuras que apresentem simetria de reflexo e descobrir oseixos de simetria nessas figuras, usando, para isso, um espelho.I1.11- Identificar semelhanas ediferenas entre poliedros (cubo,prisma, pirmide e outros) e nopoliedros (esfera, cone, cilindrooutros).- Reconhecimento e estudo dos elementos das figuras espaciais: cilindros, cones, pirmides,paraleleppedos, cubos.- Poliedros e corpos redondos.T4.1- Coletar, organizar e registrardados e informaes (usandofiguras, materiais concretos ouunidades de contagem).- Noes de registro de dados.T/C4.2- Criar registros pessoais paracomunicao das informaescoletadas.- Organizao de dados.- Registro de dados em tabelas simples.T4.3- Ler e interpretar informaes edados apresentados de maneiraorganizada por meio de listas,tabelas, mapas e grficos, e emsituaes-problema;- Leitura e interpretao de dados em listas, tabelas, mapas, grficos.T4.5- Reconhecer possveis formasde combinar elementos de umacoleo e de contabiliz-los usandoestratgias pessoais, envolvendoprobabilidade.- Situaes problemas simples envolvendo ideias de possibilidade e probabilidade.T

2.GRANDEZAS E MEDIDAS1.ESPAO E FORMA4.TRATAMENTO DA INFORMAO

ARTE: 3 ANO1 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANOARTESVISUAIS- Reconhecer em seres eobjetos, em paisagensnaturais e artificiaiscaractersticas expressivasdas artes visuais. Caractersticas expressivas presentes em: pinturas; desenhos; esculturas; gravuras; paisagensnaturais e artificiais; fotografias; produes informatizadas, outros. Elementos bsicos: ponto; plano; textura; forma; volume; luz; linhas. Percepo das variaes de cores, texturas, formas e luminosidade.TARTESVISUAIS- Experimentar, selecionare utilizar diversos suportes,materiais e tcnicasartsticas a fim de seexpressar e se comunicarem artes visuais. Estudo das cores (cores primrias, secundrias, tercirias, cores frias e cores quentes), suas diversasrepresentaes presentes na natureza. Seleo, manipulao e utilizao de:- Suportes: referncias bibliogrficas, visuais e audiovisuais.- Materiais: papis, tecidos, metais, plsticos, pincis, lpis, giz de cera, tintas, sucatas e outros.- Tcnicas artsticas:Desenho (lpis de cera, sobre lixa e impresso de folhas).Pintura (com rolos, peneira, barbante, papel dobrado e outros)Colagens (com papel, fitas, sementes, p de serragem, vidros, areia e outros).Esculturas (madeira, barro e outros).Dobraduras.Recortes.TARTESVISUAIS- Criar e recriar produesde artes visuais, a partir deestmulos diversos taiscomo: a ao, a emoo, aobservao de modelosnaturais e artificiais e aapreciao de obras dearte. Formas plsticas e visuais em espaos diversos (bidimensional, isto , duas dimenses largura ealtura e tridimensional, isto , trs dimenses largura, altura e volume). Colagem de figuras slidas (bidimensionais e tridimensionais) construindo objetos diversos (animais,formas humanas e outros).TARTESVISUAIS- Apreciar suas produesvisuais e as dos colegaspor meio de observao,narrao, descrio einterpretao de imagens eobjetos. Contato sensvel com obras produzidas para identificar, atravs da observao, leitura e anlise:- Caractersticas;- Tcnicas e procedimentos artsticos presentes nelas;- Ttulos;- Elementos utilizados como ponto, linha, forma, cor e textura;- Autor ou produtor.TARTESVISUAIS- Desenvolver habilidadesde elaborar registrospessoais para asistematizao dasexperincias vivenciadas. Registro das experincias vivenciadas atravs dos seguintes instrumentos e recursos:- Trabalhos artsticos (desenhos, objetos, ilustraes).- Fotografia.- Relatos (orais e escritos).- Vdeo.- lbum- Portflio, outros.T

ARTE: 3 ANO2 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANOMSICA- Perceber os sons ambiente(vozes, corpos e materiaissonoros) associando-os fonte. Identificao e diferenciao dos sons (corporais e ambientais). Parmetros do som (altura,intensidade) e Ritmo (ritmo do corpo e da linguagem). Percepo de sons musicais a partir de instrumentos tradicionais e alternativos (construdos comdiferentes materiais ou reciclados). Percepo da origem e da direo dos sons. Audio de msicas que exploram sons da natureza, sons de instrumentos musicais e composiesclssicas.TMSICA- Reconhecer diferentesgneros musicais. Conhecimento de vrias canes:- Ninar ou acalanto;- Roda e cirandas;- Populares;- Folclricas;- Religiosas;- Cvicas;- Modernas e outras.TMSICA- Conhecer diferentes ritmos emmsicas do repertrio familiar,comunitrio, regional e nacional. Conhecimento de vrios ritmos musicais:- Forr- Samba- Hip Hop- Maracatu- Frevo e outrosTMSICA- Elaborar formas de registropara documentar asexperincias sonorasvivenciadas. Elaborao de pequenos relatrios, portflios ilustrados com desenhos e outros.TMSICA- Elaborar formas de registrospessoais para a sistematizaodas danas vivenciadas emdiferentes grupos socioculturais. Diferentes caractersticas das danas pertencentes a outros grupos socioculturais: Afro-descendentes, indgenas, imigrantes (alemo, italiano, portugus, japons e outros). Descries, fotografias, gravaes, portflios, desenhos e outros.T

ARTE: 3 ANO3 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANODANA- Criar diferentes gestos a partir dasdanas vivenciadas compreendendoas possibilidades de transformaoda expresso corporal. Formas dramticas movimentos corporais e expresses faciais (para representar ideias esentimentos). Jogos dramticos ou no com base em histrias do repertrio infantil. Acompanhamento de diferentes ritmos com o corpo (intenso moderado lento) explorandotodos os planos de ao do movimento (alto, mdio, baixo), elaborando e explicitando diferentesinterpretaes diante de diversos timbres (intensidade) de sons. Coreografias (solo-individual ou pequenos grupos) que expressem sentimentos e sensaes(medo, coragem, amor, raiva, etc.) identificando-as em aes pessoais ou em aes de outraspessoas e no contexto escolhido. Movimentos em duplas ou grupos contrapondo qualidade de movimentos: leve e pesado, rpido elento, direto e sinuoso, alto e baixo.TDANA- Identificar as principaiscaractersticas das danasapreciadas e vivenciadas emdiferentes grupos socioculturais. Agilidade, equilbrio e coordenao. Caractersticas da dana: nmero de participantes, ritmo, significado da dana, papeis, funes emovimentos durante a prtica.TDANA- Perceber e compreender aestrutura e o funcionamento docorpo humano, como forma deexpresso e comunicao. Noes bsicas de estrutura e funcionamento do corpo. Explorao do prprio corpo: postura, lateralidade, locomoo e respirao. Noes de direo e movimento: horizontal, vertical, diagonal, para cima, para baixo e para oslados. Observao das caractersticas corporais individuais: a forma, o volume e o peso. Conhecimento dos diferentes tecidos que constituem o corpo humano (pele, msculo e ossos).TDANA- Compreender as diferentespossibilidades de movimento docorpo na dana. Conhecimento e experimentao das possibilidades do corpo na dana: impulsionar, flexionar,contrair, elevar, alongar, relaxar, etc., identificando-as em diferentes modalidades da dana. Reconhecimento e realizaes de movimentos do corpo e de suas partes, em diferentesposies, de acordo com as possibilidades individuais.T

ARTE: 3 ANO4 BIMESTREEIXOCAPACIDADECONTEDO3 ANOTEATRO- Experimentar o teatro como corpo, identificando ashabilidades necessrias aodesenvolvimento dasexpresses: facial, gestual esua conjugao comvocalizaes e sons. Participao em jogos teatrais (estimulam a relao com o outro, a criatividade, a expressividade docorpo, a desenvoltura e a concentrao).Jogos teatrais:- Mmica.- Dito popular.- Profisses.- Troca de mscaras, outros. Inter-relao de personagem: amor, dio e outros.TTEATRO- Compreender e apreciaras diversas possibilidadesteatrais produzidas pelasdiferentes culturas. Assistir as manifestaes artsticas teatrais em diversas modalidades e gneros.Modalidades: mscaras, fantoche boneco, sombra, pantomima, etc.Gneros: comdia, drama, trama, tragdia e musical.TTEATRO- Elaborar formas deregistro pessoais para asistematizao dasexperincias observadas evivenciadas. Descries, pequenos relatrios, fotografias, gravaes, portflios, desenhos e outros.T

SUGESTESDE GNEROS TEXTUAIS3 ANO1- Poema2- Contos de Fadas3- Cordel4- Receita Culinria5- Bula6- Notcia7- Reportagem8- Entrevista9- Bilhete

10-11-12-13-14-15-16-17-18-19-20-21-22-23-24-25-26-27-28-29-

CartasE-mailPiadaTirinhasHistrias em QuadrinhoTextos CientficosParlendaTrava-lnguaCartazesAnncioFbulasBiografiasTeatroSinopse de FilmesListas (telefone, endereo, compras, etc)MsicaPropagandaInstrues de jogosManuaisCharges