Omar interpreta§£o b­blica bsica

  • View
    380

  • Download
    10

Embed Size (px)

Text of Omar interpreta§£o b­blica bsica

  • Interpretao Bblica Bsica

  • 1. Hermenutica e ExegeseToda interpretao bblica tem 2 palavras-chave:Hermenutica (hrmeneia; hrmeneu; hrmeneutes): princpios, teoria.

    Definio do Dicionrio Houaiss:Cincia, tcnica que tem por objetivo a interpretao de textos religiosos ou filosficos.Interpretao dos textos, do sentido das palavras.Teoria, cincia voltada interpretao dos signos e de seu valor simblico.

    Etimologia: arte de interpretar, relativo interpretao, prprio para fazer compreender, arte de descobrir o sentido exato de um texto, interpretao do que simblico.

  • 1. Hermenutica e ExegeseToda interpretao bblica tem 2 palavras-chave:Exegese (exgesis; exgeomai): exposio e explicao prtica do texto.

    Definio do Dicionrio Houaiss:Comentrio ou dissertao que tem por objetivo esclarecer ou interpretar minuciosamente um texto ou uma palavra. Interpretao de obra literria, artstica etc.

    Etimologia: exposio de fatos histricos, interpretao, comentrio, interpretao de um sonho, traduo, conduzir, guiar, dirigir, governar, conduzir passo a passo ou at o fim, expor em detalhe, explicar, interpretar, marchar na frente, conduzir, guiar.

  • 1. Hermenutica e ExegeseHermenutica X Exegese

    Hermenutica como um livro de receitas, com regras de como fazer um bolo; exegese a preparao do bolo; exposio a entrega do bolo para algum comer. Roy B. Zuck

    Perigo!!!

  • A importncia da interpretao exataQual a importncia de querermos obter o conhecimento correto da palavra de Deus?Literalmente falando sabemos que nos ltimos dias estamos passando por uma situao difcil no que diz respeito ao ensinamento ou interpretao da palavra de Deus

  • 2. Abismo da InterpretaoPensemos se realmente levamos em considerao os fatores agrupados no abismo quando lemos a Bblia:TempoIdiomaCosmovisoLiteraturaGeografia

  • O que Hermenutica?A Hermenutica a cincia que nos encima as leis e os mtodos para a interpretao correta das escrituras Devemos ter muito cuidado com a Hermenutica Geral

  • Hermenutica Qual a RegraExegese Aplicar a RegraO QUE SEGNIFICA ESSA GRANDE PONTE E ESSE GRANDE ABISMO?

  • Captulo 2 - O interprete bblico

    Atos 8:26-4026 - E o anjo do SENHOR falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai para o lado do sul, ao caminho que desce de Jerusalm para Gaza, que est deserta.27 - E levantou-se, e foi; e eis que um homem etope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros, e tinha ido a Jerusalm para adorao,28 - Regressava e, assentado no seu carro, lia o profeta Isaas.29 - E disse o Esprito a Filipe: Chega-te, e ajunta-te a esse carro.30 - E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaas, e disse: Entendes tu o que ls?31 - E ele disse: Como poderei entender, se algum no me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse.32 - E o lugar da Escritura que lia era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como est mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim no abriu a sua boca.33 - Na sua humilhao foi tirado o seu julgamento; E quem contar a sua gerao? Porque a sua vida tirada da terra.34 - E, respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? De si mesmo, ou de algum outro?35 - Ento Filipe, abrindo a sua boca, e comeando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus.36 - E, indo eles caminhando, chegaram ao p de alguma gua, e disse o eunuco: Eis aqui gua; que impede que eu seja batizado?37 - E disse Filipe: lcito, se crs de todo o corao. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo o Filho de Deus.38 - E mandou parar o carro, e desceram ambos gua, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou.39 - E, quando saram da gua, o Esprito do Senhor arrebatou a Filipe, e no o viu mais o eunuco; e, jubiloso, continuou o seu caminho.40 - E Filipe se achou em Azoto e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, at que chegou a Cesaria.

  • O objetivo dessa aula mostrar como o interprete bblico deve permitir ser usado por Deus e o que necessrio que nele se encontre para que o Esprito possa usa-loA questo no s querer ser usado por Deus para essa grande obra, mais como que est a nossa vida espiritual perante Deus para que Ele possa nos usar?

  • Qual deve ser o perfil de um interprete bblico?A quatro caractersticas que um interprete deve ter

    1 Ser regenerado pelo Esprito2 Ser obediente as escrituras3 Ser orientado pelo esprito4 Ser diligente em seu estudo

  • Comearemos pela regeneraoI Corintios 2:1111 - Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, seno o esprito do homem, que nele est? Assim tambm ningum sabe as coisas de Deus, seno o Esprito de Deus.Isso nos leva a entender que impossvel vislumbrar qualquer coisa que se passa no corao de Deus, ento eu poderia dar razo a todos que interpretam a bblia de acordo com o que pensam.I Corintios 2:1212 - Mas ns no recebemos o esprito do mundo, mas o Esprito que provm de Deus, para que pudssemos conhecer o que nos dado gratuitamente por Deus. por isso que o interprete bblico precisa ser regenerado pelo Esprito, porque o interprete no regenerado est limitado ao seu prprio entendimento sobre as coisa que so de DeusVoc quer ser um interprete limitado ou completo?

  • O interprete no regenerado no aceita as coisas do Esprito!I Corintios 2:1414 - Ora, o homem natural no compreende as coisas do Esprito de Deus, porque lhe parecem loucura; e no pode entend-las, porque elas se discernem espiritualmente.Se voc se diz espiritual, voc teria coragem e preparo para responder a qualquer um que venha a colocar em duvida as escrituras sagradas e negar tudo que estar escrito na bblia? Voc est preparado para isso?O interprete espiritual entende que, o que est escrito nas escrituras real, pois a defesa que ele faz das escrituras no passional e irracional, a muitos crentes que diz que a f uma coisa inexplicvel mas olha o que diz I Pedro 3:1515 - Antes, santificai ao SENHOR Deus em vossos coraes; e estai sempre preparados para responder com mansido e temor a qualquer que vos pedir a razo da esperana que h em vs,

  • 2. Abismo da InterpretaoTodo texto bblico foi escrito por algum (Paulo, Salomo, Davi, Joo, Lucas, Isaas, etc.) para ouvintes especficos, que se encontravam num contexto histrico e geogrfico especfico e com um objetivo especfico.

    O contedo da Bblia foi afetado e influenciado pelo meio cultural em que cada autor humano escreveu.

    Dada a existncia de um abismo cultural entre nossa era e os tempos bblicos - e como o nosso objetivo na interpretao bblica descobrir o sentido original das Escrituras - imperativo que nos familiarizemos com a cultura e os costumes de ento.

  • 2. Abismo da InterpretaoA. O abismo cronolgico (tempo)

    Os 5 primeiros livros de Moiss (Pentateuco) foram compostos aproximadamente 1.400 anos a.C. J o Apocalipse, ltimo livro da bblia, foi escrito por Joo 90 anos d.C.

    H um imenso abismo temporal que nos separa dos autores bblicos.

    Isso gera um grande desafio de voltar no tempo para, de alguma forma, nos comunicarmos com eles e entender o significado do que escreveram.

  • Viagens no tempo registradas na Bblia?A Bblia um livro cheio de histrias e personagens misteriosos. Entre eles, destacamos Melquisedeque. Ele aparece do nada, para depois desaparecer sbita e misteriosamente.Hebreus 7:1-31 - PORQUE este Melquisedeque, que era rei de Salm, sacerdote do Deus Altssimo, e que saiu ao encontro de Abrao quando ele regressava da matana dos reis, e o abenoou;2 - A quem tambm Abrao deu o dzimo de tudo, e primeiramente , por interpretao, rei de justia, e depois tambm rei de Salm, que rei de paz;

    3 - Sem pai, sem me, sem genealogia, no tendo princpio de dias nem fim de vida,mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre.1 No tem Genealogia2 Sem princpio de dias, nem fim de vida 3 Semelhante a Cristo4 Sacerdote EternoGn 14: 18-20Gnesis 14:18-19; Sl 16.219 - E abenoou-o, e disse: Bendito seja Abro pelo Deus Altssimo, o Possuidor dos cus e da terra;20 - E bendito seja o Deus Altssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mos. E Abro deu-lhe o dzimo de tudo.18 - E Melquisedeque, rei de Salm, trouxe po e vinho; e era este sacerdote do Deus Altssimo.Hb 7: 1-10

  • As Escrituras sempre relataram a genealogia de seus personagens, demonstrando com isso, que eram seres reais, que viveram em determinada poca da Histria, e no seres msticos. Porm, Melquisedeque aparece do nada, sem pai, sem me, sem genealogia, no tendo princpio de dias, nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus. Como se no bastasse, lemos que ele permanece sacerdote para sempre. O escritor de Hebreus nos leva a considerar quo grande era este, a quem at o patriarca Abrao deu o dzimo. E aqui, sem contradio alguma, o menor abenoado pelo maior. E ele arremata, afirmando que Melquisedeque aquele de quem se testifica que vive.

    Ora, diante de todas essas evidncias, que alternativa temos, seno admitir que Melquisedeque ningum menos que o prprio Cristo? Alguns telogos afirmam que Melquisedeque seria uma espcie de Teofania, uma manifestao de Cristo pr-encarnado. Ora, se isso fosse verdade, Melquisedeque no surgiria como um ser humano, de carne e osso, e sim, como um esprito.Creio que Melquisedeque era o prprio Jesus, em carne e osso, trazendo conSigo o DNA de Maria, Sua me terrena. Aquele corpo que segurava o po e o vinho oferecidos a Abrao, era o mesmo que segurou o po e o vinho na noite da Santa Ceia. Como isso seria possvel se todavia Jesus no havia encarnado? Ora, Jesus no encarnou mais de uma vez. Foi na Plenitude dos tempos que Ele Se fez carne, e habitou entre ns. Apesar disso, afirmo que foi com Cristo que o patriarca Abrao se encontrou naquele dia. Isso testificado pelo prprio Jesus, ao declarar: Vosso pai Abrao exultou p