P160 esquemas sintese_erros_meus

Embed Size (px)

Text of P160 esquemas sintese_erros_meus

A Poesia Trovadoresca

Esquemas-sntese do poema Erros meus, m fortuna, amor ardente (p. 160)

Soneto: duas quadras e dois tercetos; decasslabo.Situao apresentada no poema: o sujeito potico afirma-se vtima de uma conspirao.Seus erros (enganos que cometeu)M fortuna (m sorte, o Destino)Amor ardente (paixes)Os conspiradoresVerso 1Enumerao e adjetivaoPersonificaoconjuraram = conspiraram

Percurso de vida cheio de problemas minha perdio (v. 2): sua desgraa, sua runaConsequnciasVerso 2Os seus erros e a m influncia do Destino foram abundantes (v. 3)O eu afirma que o AMOR dominou a sua vida com frequncia e j teria causado sofrimento bastante (v. 4)

Revolta, tristezaCaracterizao do sujeito potico: a vtima do Destino.Estado de esprito do eu Vida infeliz Desiluses Sofreu em demasia (v. 5) Errou em excesso (v. 9)

Merece ser castigado por ter sido responsvel pelo seu prprio sofrimentoTom utilizado pelo sujeito potico e sua adequao reflexo sobre a autobiografia do sujeito potico: Tom confessional Tom desgostoso Composio de natureza analticaPoema autorreferencialVv. 13-14RevoltaInterjeio de dorRefora a ideia de infelicidade extrema em que o eu do poema se encontraDesejo do eu