REL DESCRITIVO1

  • View
    4.391

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Para compartilhar.

Text of REL DESCRITIVO1

  • 1. RELATRIOS DESCRITIVOS
    UM EXERCCIO DA REFLEXO TERICA, INTERVENAO PEDAGGICA SOBRE A AO AVALIATIVA.
    Setembro - 2010

2. Essa prtica tem por finalidade contribuir para o professor reorganizar o seu saber didtico, reunindo dados e reflexes sobre o aluno e sobre as aes educativas desenvolvidas, diariamente, que lhes ajudem a repensar e replanejar sua ao docente.
3. Relatrio:
1-Narrao ou descrio verbal ou escrita, ordenada e mais ou
menos minuciosa, daquilo que se viu, ouviu ou observou: o
relatrio de uma testemunha, de um mdico.
2- Exposio das atividades de uma administrao ou duma sociedade.
3- Exposio e relao dos principais fatos colhidos por comisso ou pessoa encarregada de estudar determinado assunto [...].
4. Descritivo uma forma de organizar o texto que no se confunde com o ato de comparar, porque descrever sobre o processo de aprendizagem de um aluno diferente de compar-lo a outro(s). A comparao possui um carter de homogeneizao e fere o respeito condio humana de ser diferente.
Descrever possibilitar ao outro a visualizao do processo de ensino-aprendizagem em sua quase materializao por meio da linguagem.
5. No Relatrio ...
preciso valorizar aquilo que o aluno j sabe (o desenvolvimento real), como ele est progredindo em outros aspectos (o desenvolvimento potencial), alm de indicar, tambm, as dificuldades que precisam ser superadas.
Assim, todas as situaes
de aprendizagem devem
ser consideradas relevantes
e devidamente registradas,
apresentadas, discutidas e
enriquecidas nas reunies dos
Conselhos de Classe bimestrais.
6. Como tornar a avaliao dos processos de aprendizagem dos estudantes mais interativa, dialgica, formativa?
Amparo Legal: LDB.9394/96 Art. 24
a) avaliao contnua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalncia dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do perodo sobre os de eventuais provas finais...
7. A Construo dos Instrumentos
O que so instrumentos bem elaborados?
Aspectos importantes:
A) linguagem: clara, esclarecedora, objetiva;
B) contextualizao;
C) contedo significativo;
D) coerncia com os propsitos de ensino;
E) explorar a capacidade, de leitura e escrita e de raciocnio.
8. 9. 10. O Cotidiano e suas Possveis Prticas de Avaliao das Aprendizagens
Prticas de avaliao: perspectivas tericas e concepes pedaggicas e de ensino.
Os instrumentos avaliativos: tarefas planejadas com o propsito de subsidiar, com dados, a anlise do professor acerca do momento de aprendizagem dos estudantes.
So instrumentos: trabalhos, provas, testes, relatrios, interpretaes, questionrios, memorial, portflios, caderno de aprendizagem etc = resultados provisrios...
11. Instrumentos sugeridos:
Portflio;
Caderno de Aprendizagens ;
Memorial;
Autoavaliao;
Projetos
Observao
Entrevista
Discusso coletiva
Prova, etc.
12. Quais as vantagens?
As instituies que orientam seus professores no sentido da elaborao dos relatrios, alcanam um novo significado para a ao educativa e para a avaliao, evidenciando uma nova atitude do professor frente ao processo educativo refletindo sobre o seu fazer, permanentemente, superando conceitos prvios em busca de conceitos mais elaborados sobre a educao. Mas h ainda alguns equvocos...
13. 14. 15. 16. Aspectos da aprendizagem
Contedos de Natureza Cognitiva: conceitos e conhecimentos construdos pelo aluno nas reas do conhecimento recorrer pasta avaliativa e caderno de campo;
Desenvolvimento Afetivo: relao afetiva com o conhecimento e a aprendizagem (se necessita mais estmulos para despertar mais interesse); se demonstra prazer no que faz, relao com os colegas, trabalhos em grupos;
Carter Mediador: refere-se ao papel do professor na avaliao, tornando-se um observador e mediador do processo de desenvolvimento de cada aluno, fazendo as
17. intervenes pedaggicas sempre que necessrios, instigando o aluno a perceber que ele o principal sujeito desse processo.
Carter Evolutivo: perceber o aluno como um ser inacabado, ou seja, um sujeito em construo, levando em considerao a estrutura mental j construda pela criana e as condies concretas de sua existncia.
Carter Individualizado: acompanhamento efetivo do professor atravs de anotaes dirias e registros significativos sobre a aprendizagem da criana, que deve confiar em si, em sua aprendizagem.
18. QUESTIONAMENTOS
1- Os objetivos norteadores da anlise do desenvolvimento do aluno transparecem nos relatrios?
2 Evidencia-se a inter-relao entre os objetivos (scio-afetivos e cognitivos) a serem alcanados, reas temticas trabalhadas e realizao de atividades pelo aluno?
3 Percebe-se o carter mediador do processo avaliativo?
4 Privilegia-se, ao longo do relatrio, o carter evolutivo do processo de desenvolvimento do aluno?
5 Percebe-se o carter individualizado no acompanhamento do aluno?
19. SUGESTO - avaliao das atitudes do aluno...
Ele participa ativamente dos trabalhos em grupo?
ajuda outros nas resolues dos problemas?
contesta aspectos com os quais no concorda?
procura resolver problemas por seus prprios meios?
procura ajuda com outras pessoas?
procura ajuda em outros materiais?
usa estratgias convencionais na resoluo de problemas?
usa estratgias criativas de resoluo de problemas?
justifica suas respostas?
registra e socializa seus conhecimentos?
20. O professor tem a oportunidade de tomar conscincia de onde partiu, o que construiu na sua trajetria, podendo ento fazer e refazer caminhos a partir de uma atitude investigativa frente ao pedaggica.
21. Atravs do relatrio, o professor reconstri o processo vivido com o grupo de crianas, num processo de reflexo/ao que encontra significado na possibilidade de compartilhar com suas famlias e com seus prximos professores, experincias vividas por elas e o sentido dessas em termos de aprendizagem e desenvolvimento.
22. A Construo dos Instrumentos
1 - Conselho de Classe:Como transformar o conselho de classe em um momento de integrao e discusso do processo pedaggico?
Como traar estratgias de encaminhamento conjuntas se as aes no soplanejadas em conjunto?
2 - Relatrios Descritivos: So registros de avaliao sob a forma de pareceres descritivos (relatos escritos do desempenho do aluno).
a) -Tentativa de caracterizar a natureza qualitativa e descritiva do processo avaliativo, coerente natureza do trabalho pedaggico.
23. Equvocos na Elaborao dos Pareceres Descritivos:
A) Presena de aspectos atitudinais (julgamentos de valor), breves e superficiais.
B) Pareces a respeito dos mesmos aspectos e numa mesma sequncia de alunos diferentes.
C) Reproduo de fichas de comportamento, sem clareza terica ou significado pedaggico.
D) Padronizao de discursos e centrados na rotina do professor.
E) Pareceres que atendam aos interesses da famlia.
24. Descrio x Comparao
Comparao: desrespeito individualidade, uniformizao, padronizao de comportamentos e atitudes. A visocomparativa da avaliao um legado da avaliao tradicional. A comparao tambm aparece nos Pareceres Descritivos (expresses: mais ou menos, muito ou de negao).
Descrio: respeito individualidade, diversidade. Exige permanente observao e reflexo do processo individual de construo de conhecimento.
25. Delineando Relatrios de Avaliao
Os registros devem ir alm da coleta de dados ou informaes baseadas na memria. Por isso, importante registrar.
A escrita possibilita ao educador distanciar-se daquilo que escreve e refletir sobre o escrito, analisando, interpretando e encontrando outras respostas para as situaes vividas ou melhores caminhos a percorrer.
Ao refletir sobre os relatrios, o educador se reconhece como partcipe do processo vivenciado pelo aluno, sente-se co-responsvel pela histria do aluno, ou seja, assume seu compromisso com o educando, abrindo-se colaborao.
26. Delineando Relatrios de Avaliao
Nesse processo, inconcebvel:
a)- Professores que no fazem a leitura de relatrios dos anos anteriores;
b)- Escolas que entregam a fichas aos pais e no guardam cpias destas.
c)- Pais no entendem os Pareceres e querem conversar com os professores (superficialidade no relato)
e) - Relatrios no podem apenas cumprir com a burocracia.
27. Questes implcitas ao olhar avaliativo do educador
Em que reas de conhecimento/desenvolvimento o aluno apresenta avanos? Quais os fatos que levam o professor a contextualizar tais avanos?
Apresenta alguma rea a ser melhor trabalhada? Como pode o professor intervir nesse sentido? Qual a contribuio possvel da famlia?
Como o aluno vem se desenvolvendo em relao s questes scio-afetivas? Qual a postura do professor diante de seus conflitos?
Como os pais se referem ao desenvolvimento dos alunos e ao trabalho da instituio?
Como os alunos se referem aos prprios avanos e ao trabalho que desenvolvem?
28. Os relatrios de avaliao tm por objetivos...
A historicizao dos caminhos percorridos para a construo do conhecimento do mundo e desenvolvimento de valores.
O estabelecimento de elos entre momentos de trabalho pedaggico de um ou mais professores, criando o lbum da vida do aluno, permitindo a pais e professores melhor compreend-lo e ajud-lo.
Assim, no h espao para listas comportamentos ou critrios uniformes de desempenho, para classificaes conceituais dos comportamentos ou relatrios pr-estabelecidos.
29. ORIENTAES
No modelo de relatrio, pois no h modelo de aluno;
Parte de um sistema de avaliao educacional;
Orientao para subsidiar o conhecimento sobre o instrumento de avaliao que no