As Grandes Tendências Globais de Cidades

  • View
    300

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O mundo est cada vez mais urbano. As megacidades (aquelas com mais de 10 milhes de habitantes) se espalharam pelo mundo, expandindo-se para alm dos pases ricos e alcanando reas anteriormente perifricas e tornando-se cruciais para garantir a competitividade de seus pases e melhorias na qualidade de vida dos seus cidados. No entanto, o desenvolvimento desses centros urbanos esbarra em grandes desafios como pobreza, poluio, baixa produtividade e acesso aos servios pblicos essenciais. As tendncias a serem seguidas por cidades que buscam um crescimento econmico e social mais sustentvel foram apresentadas pelo Scio Diretor da Macroplan Glaucio Neves em Niteri, RJ.

Transcript

  • 1. QUAIS AS GRANDESTENDNCIAS GLOBAIS DECIDADES?

2. A CIDADE A CASA DA PROSPERIDADE. O LUGAR ONDE OSSERES TM ACESSO A BENS PBLICOS ESSENCIAIS. A CIDADE TAMBMONDE AMBIES, ASPIRAES E OUTROS ASPECTOS IMATERIAIS DA VIDASO REALIZADOS, PROPORCIONANDO SATISFAO E FELICIDADE. O LUGAR ONDE AS PERSPECTIVAS DE PROSPERIDADE EBEM-ESTAR COLETIVO PODEM SER AUMENTADAS2Fonte: ONU HABITAT, o State of the Words Cities Report 2012-2013 traduo livre 3. O MUNDO EST CADA VEZ MAISURBANO O mundo est cada vez mais urbano e a maior parte da populao mundial j vive em cidades. Espera-se que 2/3 do crescimento mundial, at 2025, vir de 600 cidades. O desenvolvimento das cidades ganha relevncia como estratgia para tornar os pases mais competitivos emelhorar a qualidade de vida dos seus cidados.50004500400035003000250020001500100050001950 1955 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010 2015 2020 2025 2030Milhes de pessoasPopulao rural Populao urbanaFonte: Organizao das Naes Unidas (ONU - UN-HABITAT) (2008). State of the Worlds Cities - Harmonious Cities.3 4. GRANDES CIDADES NO MUNDO TENDEM ATER O DESENVOLVIMENTO HUMANO MAIORQUE SEUS PASES...Comparao de IDH de pases e cidadesDakar Mumbai Nova Cidade do MxicoDelhiCairo Seoul TorontoIDH dos pases em 2010 IDH das cidades1.00.90.80.70.60.50.40.30.2Fonte: ONU HABITAT, o State of the Worlds Cities Report 2012-2013. Nota: o IDH dos municpios do Brasil, com base no Censo 2010, ainda no foi divulgado. 4Em 2003 o IDH do Brasil correspondia a 0,788, enquanto o de So Paulo equivalia a 0,805 5. MEGALPOLES EM 2000 Megalpole uma extensa rea geogrfica que contempla a conurbao de mltiplas metrpoles,cuja populao total superior a 10 milhes de habitantes em 1950, apenas Tquio e Nova Iorqueeram classificadas neste grupo. So as maiores e mais influentes aglomeraes urbanas da atualidade, com intenso fluxo econmico,movimentao de pessoas, e desafios tpicos das grandes cidades.PopulaoPequena Grande Megacidade> 10 mTaxa de crescimento< 0% 0-3% 3-6% > 6% 5Fonte: The Guardian infogrfico the rise of megacities 6. MEGALPOLES EM 2010 No intervalo de uma dcada, os principais destaques no crescimento populacional foram: Aumento no nmero de megalpoles, de 17 para 23 cidades, em sua maioria nos eixos emergentes incremento de 35%; frica e sia so as nicas regies com taxa de crescimento populacional superior a 3%.PopulaoPequena Grande Megacidade> 10 mTaxa de crescimento< 0% 0-3% 3-6% > 6% 6Fonte: The Guardian infogrfico the rise of megacities 7. MEGALPOLES EM 2025 Na projeo dos prximos 15 anos, possvel destacar trs fenmenos relacionados ao crescimento das cidades: Cidades de pases emergentes alcanam influncia geopoltica cada vez maior populaes robustas e distribudas emmaior nmero de espaos urbanos. Sero 37 megalpoles, aumento de 61% no perodo; Estabilizao das taxas de crescimento populacional, tornando-as mais homogneas entre as diferentes regies do globo; O mundo est ficando cada vez mais conurbado, com diminuio dos intervalos geogrficos entre cidades eadensamento populacional.PopulaoPequena Grande Megacidade> 10 mTaxa de crescimento< 0% 0-3% 3-6% > 6% 7Fonte: The Guardian infogrfico the rise of megacities 8. BOA PARTE EM REGIES POUCODESENVOLVIDAS* Fonte: United Nations, Department of Economic and Social Affairs, Population Division (2012). World Urbanization Prospects: The 2011 Revision.Aproximao da projeo para 2025.8 9. DESAFIOS COMUNS DE CIDADES DOSPASES EM DESENVOLVIMENTOPOBREZA E INDIGNCIA, POLUIO,DESIGUALDADE ECONMICA, VIOLNCIA EDEGRADAO, DROGAS E EXCLUSO SOCIAL,BAIXA PRODUTIVIDADE, ACESSO AOS SERVIOSPBLICOS, DESORGANIZAO ESPACIAL EOCUPAO IRREGULAR, DIFICULDADE DEMOBILIDADE...9 10. Como sero as cidades no futuro?PRINCIPAIS LINHAS DE DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES LDERES GLOBAIS EM DIFERENTESDIMENSES DA QUALIDADE DE VIDA 11. MAIS PODEROSAS QUE NAES?AS CIDADES SE TORNARAM O LOCAL ONDE AS COISAS REALMENTE ACONTECEM E CONQUISTARAM RELEVNCIAGEOPOLTICA MAIOR QUE A DE SEUS PASES.SEGUNDO SASKIA SASSEN, SOCILOGA HOLANDESA, AS RELAES ENTRE GOVERNOS NACIONAIS SO CADA VEZMAIS INSUFICIENTES PARA EXPLICAR O QUE ACONTECE NA ARENA INTERNACIONAL.CHAMADAS CIDADES GLOBAIS GRUPO COM MAIS DE 100 ATORES INFLUENTES NAS DECISES E ESTRATGIASQUE IMPACTAM A VIDA DE 7 BILHES DE PESSOAS SO ATUALMENTE OS CENTROS DE COMANDO DA ECONOMIAINTERNACIONAL.NO CONTEXTO DE DESENVOLVIMENTO, AS CIDADES FORMAM REDES ESPECIALIZADAS E COMPLEXAS, TORNANDO ACOMPETITIVIDADE ENTRE UNIDADES URBANAS POTENCIALIZADA E COM EFEITOS EM ESCALA MUNDIAL.OS PREFEITOS DE CIDADES COMO SO PAULO, NOVA IORQUE E TQUIO SE ENVOLVEM CADA VEZ MAIS NASAGENDAS INTERNACIONAIS E POSSUEM CONSIDERVEL INFLUNCIA NO DESENVOLVIMENTO DE SEUS PRPRIOSPASES.11 12. LINHAS DE DESENVOLVIMENTO1 CIDADES COM HABITABILIDADE2 CIDADES COM ELEVADO CAPITAL HUMANO3 CIDADES INTEGRADAS4 CIDADES PRSPERAS E COMPETITIVAS5 CIDADES E GOVERNANA6 CIDADES INTELIGENTES7 CIDADES SUSTENTVEIS+++++++8 CIDADES RESILIENTES + 13. 13Cidades com habitalidade 14. A CIDADE COM HABITABILIDADEO QUE UMA CIDADE COM HABITABILIDADE1AS CHAMADAS CIDADES EQUIVALENTES SO AQUELAS QUE BUSCAM GARANTIR QUE EM QUALQUER REA DA CIDADE HAJACONDIES ADEQUADAS DE HABITABILIDADE, OU SEJA, DE MORADIA, ACESSIBILIDADE AO TRANSPORTE, SERVIOS, COMRCIO,EQUIPAMENTOS, SERVIOS PBLICOS, EDUCAO, SADE, CULTURA E AMENIDADES. OFERECE ESTABILIDADE AOS SEUS RESIDENTES. A estabilidade garantida a partir da segurana, dosservios de sade, do ambiente cultural e das caractersticas espaciais da cidade. Os cidadosresidentes devem ter confiana no bom funcionamento das instituies pblicas para exerceremsuas funes da melhor maneira possvel. A cidade torna-se tambm mais produtiva e atrativaeconomicamente. OS ESPAOS VERDES, A PROXIMIDADE DE ZONAS INDUSTRIAIS, OS BENS NATURAIS E CULTURAIS E A CONECTIVIDADEconstituem fatores que determinam as caractersticas urbansticas adequadas em uma cidade podendo-se pensar em metas de integrao espacial, como 30 minutos de locomoo entre asextremidades geogrficas urbanas. O AMBIENTE ECONMICO E POLTICO tambm , muitas vezes, considerado em estudos a respeito dequalidade de vida aos cidados. A representatividade da populao, a liberdade de expresso, ainexistncia de corrupo, alm das condies e oportunidades econmicas tambm contribuempara a habitabilidade nas cidades. 14Fonte: Liveablitiy index Economist Intellignece Unit./ Plano de Longo Prazo So Paulo 2040 15. A CIDADE COM HABITABILIDADECOMO SE TORNAR UMA CIDADE COMHABITABILIDADE 1ESTENDER A QUALIDADE URBANA PARA TODOS. A cidade deve garantir que todos os seus habitantesgerem interaes produtivas no sentido intelectual, cultural e ambiental. O desenvolvimentohumano mensurado atravs das condies mnimas de habitabilidade, como nvel de instruo,oportunidade de gerao de renda e esperana de vida fatores derivados do suporte dado pelascidades aos seus cidados.PLANEJAMENTO E DESENHO URBANO DE LONGO PRAZO. A viso do desenvolvimento do espao urbanode uma cidade deve ser monitorado e planejado de modo a garantir o acesso aos servios pblicosbsicos, moradias adequadas e mobilidade por todo o permetro urbano. Os fatores supracitadosso facilitadores do crescimento e do desenvolvimento sustentvel de uma cidade.OTIMIZAO DA INFRAESTRUTURA E PROTEO AO MEIO AMBIENTE. Uma cidade deve contemplarestruturas integradas que suportem o volume e o fluxo populacional. Neste sentido, espaosurbanos com maior pegada ecolgica so aqueles que promovem uma nova racionalidade namovimentao de pessoas e mercadorias reduzir as emisses de carbono ser cada vez maiselemento decisivo na competitividade entre as cidades.Fonte: Liveablitiy index Economist Intellignece Unit./ Plano de Longo Prazo So Paulo 204015 16. VIENA USTRIACIDADE COM ALTA HABITABILIDADENO EIU LIVEABILITY RANKING DE 2012, VIENA FIGUROU NA 2. COLOCAOVIENA UMA CIDADE COM ALTA HABITABILIDADE POR DIVERSOS MOTIVOS E AES QUE VO DESDE CONDIES PARAPRTICAS DE CAMINHADA E ATIVIDADES ECOLGICAS AT A INCORPORAO DE TECNOLOGIAS PARA AQUECIMENTO EREFRIGERAO.16OS DIFERENCIAIS: A cidade apresenta qualidade de vida equivalente para seus cidados independentemente do bairro ondemoram. O sistema de educao e sade de Viena so referncias no oferecimento de servios pblicos de qualidade paratoda a populao. As reas verdes fazem parte do cenrio da cidade. Os bosques de Viena, o zoolgico Lainz e os vrios vinhedosfazem parte das 15 trilhas para caminhadas definidas pelo Escritrio Florestal de Viena. Abriga o Festival de Filmes na Praa Rathaus tornando o local em uma grande sala de concertos a cu aberto eum ponto gourmet para milhares de visitantes. Incorpora Centros de Refrigerao, que funcionam atravs do uso da energia que foi desperdiadaanteriormente. Os distritos de refrigerao absorvem gastos de energias de incineradores de resduos e daestao de energia de biomassa florestal. A cidade consegue poupar grande quantidade de energia por meiode novas tecnologias.Fonte: Portal Wien Energie 17. 17Cidades com elevado capital humano 18. A CIDADE COM ELEVADO CAPITALHUMANOO QUE UMA CIDADE COM CAPITAL HUMANO QUALIFICADO2O SUCESSO DAS CIDADES DEPENDE MAIS DAS COMPETNCIAS DE SEUS HABITANTES DO QUE DE RUAS OU EDIFCIOS. OSINVESTIMENTOS NO CAPITAL HUMANO PODEM LEVAR DCADAS PARA DAR RETORNO, MAS A CONSTRUO DE GRANDESNAES E CIDADES NO TAREFA PARA IMPACIENTES EDWARD GLAESER MIGRAO DOS BENS FSICOS PARA OS BENS INTELECTUAIS. A riqueza das naes era constituda a partir dovalor e volume de bens naturais exportados. Atualmente, no campo dos servios avanados, dasideias e inovaes tecnolgicas que caminham as cidades mais desenvolvidas o diferencialcompetitivo de uma economia com alto grau de sofisticao ocorre a partir da construo de umcapital humano qualificado. CORRELAO POSITIVA ENTRE EDUCAO, GANHOS PESSOAIS E RESILINCIA URBANA. Os anos mdios de estudode uma populao interferem positivamente nos ganhos pessoais desta, ou seja, no nvel de renda,acesso a servios e oportunidades. GERAO DE EXTERNALIDADES DO CAPITAL HUMANO. Economista