Click here to load reader

Entre perdas e ganhos

  • View
    543

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

CURSO DE INTRODUÇÃO A GERIATIA E GERONTOLOGIA de Ourinhos (SP) Entre perdas e ganhos. A capacidade de construção da Sabedoria Prof. Dra. Leonor Campos Mauad

Text of Entre perdas e ganhos

  • 1. A capacidade de construo da Sabedoria Curso de Introduo Geriatria e Gerontologia Ourinhos SP 9 e 10 de agosto de 2013 Prof. Dra. Leonor Campos Mauad

2. Que Sabedoria esta? O que ? Quem so os sbios? Os jovens so sbios? Qual a essncia da sabedoria que est ao alcance s dos sbios? 3. Sabedoria pragmtica da vida Capacidade funcional psicolgica que nos acompanhar por toda a vida e, em condies favorveis poder at aumentar. Caractersticas Conhecimento especializado sobre as questes da vida. 4. Flexibilidade Sabedoria: Falar positivamente das coisas da vida; Dar sentido a construo de uma histria de vida. Caractersticas de sabedoria Como exigncia para adaptao s mudanas Relativizar Perigo: Achar que a sabedoria est com voc, achar que dono da verdade. Lealdade Fidelidade Relacional Relatividade das coisas 5. Entre perdas e ganhos a capacidade de construo da sabedoria. Esta construo no linear; construo e sou construdo. Aprender a se colocar no lugar do outro Conjunto de valores Universais e imutveis Quando se chega aos 50, provvel que j se tenha atingido um bom grau de autoconhecimento Construo do Futuro seu e da Sociedade; Pacto da Convivncia entre geraes. 6. Torna-se mais fcil separar POSSIBILIDADES de ILUSES As pessoas comeam uma contagem regressiva, pensando em termos de anos que restam para viver. Podem acabar sonhando 40 anos ou mais. POSSVEL ESCOLHER FAZER ALGO MAGNFICO COM ESSE TEMPO 7. Quando voc vai ficar velho? Resposta da maioria: Quando estiver com 79 Numa importante pesquisa americana, com pessoas do Ps-Guerra, da AARP (Associao Americana de Aposentados), foi feita uma pergunta que revelou a verdadeira imagem mental que a maioria dos membros da gerao do Ps-Guerra traz dentro de si. 8. Eles consideraram de meia idade at o limiar de 80 anos. No envelhecimento, descobrir que s agora est comeando a se sentir liberado. O verdadeiro promotor da vitalidade prolongada vem de dentro para fora. A busca do significado das coisas passa a ser uma preocupao universal da nossa SEGUNDA MATURIDADE. 9. O AUMENTO DA EXPECTATIVA DE VIDA, POR SI S, NO PROMETE PLENITUDE NUMA SEGUNDA MATURIDADE. Crise do Significado Viver um pouco mais to somente uma folha em branco; O que vamos escrever nela que faz a diferena. A vida no acaba aos 45 nem aos 50; tudo passa por um recomeo. Hoje completar 50 anos iniciar um ciclo totalmente novo. 10. Est no incio de outra maturidade, denominada por Gail Sheehy, de SEGUNDA MATURIDADE. Primeira maturidade:mais ou menos dos 30 aos 50 anos de idade. Neste perodo simplesmente realizamos o que se espera de ns. O perodo que vai dos 50 aos 80 ou aos 90, representa um perodo mais longo. 11. Ter uma expectativa positiva da nossa SEGUNDA MATURIDADE nos proporcionar muito menos ansiedade e maior flexibilidade. Teria um SEGREDO? O que fazer com todo este tempo que resta? 12. O que fazer com todo este tempo que resta? A BUSCA DA SABEDORIA CARACTERSTICAS: Amplo conhecimento relativo a fatos; Amplo conhecimento relativo aos procedimentos; Contextualismo quanto ao curso de vida; Relativismo: conhecimento sobre as diferenas nos valores; Incerteza relativa indeterminao e a imprevisibilidade da vida. 13. Aos 50 a gente se encontra no alto da montanha da vida com uma emocionante viso de 360 graus. A SENSAO DE PODER pode ser avassaladora; A mudana para uma crena maior em si mesmo pode ser criada em pessoas de meia idade. Para isto podem ser necessrios: OPORTUNIDADE para empreender uma ao especfica que represente um desafio; APOIO E ESTMULO de terceiros; A EXPERINCIA de ter sucesso na nova atividade e RETORNO DE TERCEIROS que confirme esse sucesso. Cada novo estgio sensao de desequilbrio e incerteza Entramos numa PASSAGEM. 14. Durante essas PASSAGENS, escolhas anteriores so questionadas, assinalando o incio de um novo estgio e a necessidade de alterar nossos objetivos ou at mesmo substitu-los por outros que sejam mais adequados ao novo estgio. O perodo entre 50 e os 65 constitui o apogeu da vida adulta 15. PASSAGEM do desejo de agradar a outros para a noo de DOMNIO Construo da nossa prpria identidade para SEGUNDA MATURIDADE H uma parte de mim que tem permisso para crescer Os seletivos 60 Uma liberdade MXIMA de escolhas; Sua mente ainda funciona; Seu corpo oferece boas respostas; Voc tem a vantagem de ter uma perspectiva madura sobre a vida. A Idade do Domnio 16. Ilimitadas oportunidades para expanso do SIGINIFICADO DA VIDA, mas para isto ser importante escolher SELETIVAMENTE e concentrar suas energias. Permisso para selecionar pessoas e coisas que so realmente importantes para voc, e dizer NO outras. O aprendizado para a TERCEIRA IDADE uma nova possibilidade e uma prioridade para os que quiserem manter seu vigor mental. SEGUNDA MATURIDADE tardia dos 65 aos 85 ou mais: chance para a inteireza 17. CONTRASTE com a fragmentao da vida anterior; busca do aspecto sagrado da INTEGRIDADE PESSOAL . As oportunidades da vida aumentam na proporo da nossa coragem de ir atrs delas. Os espontneos 70 Desenvolver uma apreciao pela complexidade da vida; Ser um sbio mediador nos paradoxos da vida; Maior espontaneidade e alegria; preciso fazer uma ntida escolha para continuar a crescer em termos intelectuais e espirituais para enfrentar a tendncia no sentido da passividade, com uma atividade fsica diria e disciplinada. 18. Os estudos mais atuais sobre envelhecimento bem- sucedido revelam que o exerccio dirio, tanto fsico como mental, e um envolvimento carinhoso com os outros devem tornar-se um compromisso com incio antes dos 70. 19. A ascenso ao centenrio As pessoas que apreciam fortes ligaes com os outros vivem mais Os resistentes 80 Os nobres 90 20. Integridade Na idade da integridade deveramos concentrar nossa ateno no tempo que se esgota. Assinalar o MOMENTO deveria ser um exerccio dirio da terceira idade. 21. O presente nunca envelhece Cada momento como um floco de neve, exclusivo, imaculado, impossvel de ser repetido e que pode ser apreciado na sua imprevisibilidade. 22. Parar de adiar Querer viver o momento tanto quanto for possvel. 23. Apreciao Cultivar a apreciao maior e uma aceitao daquilo que no podemos controlar. 24. Novo despertar Aprender a aceitar a vida no como uma srie de acontecimentos aleatrios, mas como um caminho para um despertar. 25. Construo Se cada dia da vida for um despertar voc nunca envelhecer, apenas continuar crescendo.

Search related