Saude individual e_comunitaria

  • Published on
    27-Jun-2015

  • View
    315

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li> 1. Prof. Alda Lima 2010/2011 COMO SE MEDE O ESTADO DE SADE DE UMA POPULAO? CINCIAS NATURAIS 9 ANO SADE INDIVIDUAL E COMUNITRIA EBI CASTELO DO NEIVA </li></ul> <p> 2. Prof. Teresa Condeixa Monteiro 2008/2009 Estado de sade de uma populao Avalia-se atravs dos Indicadores -medidas simples que reflectem a sade comunitria. 3. Indicadores do estado de sade so valores numricos (taxas ou percentagens), calculados em relao a uma determinada populao, e que permitem fazer uma avaliao estatstica sobre o estado de sade da populao em estudo. 4. Tipos de indicadores: 5. Indicadores de sade referentes aos recursos humanos existentes. Nmero de mdicos e enfermeiros nos centros de sade, por 100 mil habitantes em 2001 6. Indicadores do estado de sade 7. Taxa de mortalidade infantil (TMI) Relaciona o nmero de crianas que morrem no primeiro ano de vida com o nmero de nascimentos ocorridos no mesmo perodo. Expressa-se normalmente em permilagem, ou seja, indica o nmero de bitos de crianas com menos de 1 ano por 1000 8. Prof. Teresa Condeixa Monteiro 2008/2009 Taxa de mortalidade infantil (TMI) Permite tirar concluses quanto ao grau de desenvolvimento do pas ou regio sobre o qual incide o estudo. TMI em 2006; esta taxa maior nos pases subdesenvolvido ou em guerra. 9. Taxa de mortalidade infantil (TMI) Factores que fazem diminuir a TMI: Acompanhamento mdico; Vacinao; Aleitamento materno; Alimentao das mes; Melhoria das condies de vida. 10. Esperana de vida. o nmero de anos, em mdia, que cada pessoa nascena pode esperar viver. A esperana mdia de vida reflecte o grau de desenvolvimento socioeconmico das populaes. http://www.acs.min-saude.pt/pns/pt/nascer-com-saude/esperanca-de-vida-a-nascenca/ 11. Esperana de vida. 12. Prof. Teresa Condeixa Monteiro 2008/2009 Esperana de vida 13. Prof. Teresa Condeixa Monteiro 2008/2009 Esperana de vida 14. Esperana de vida. influenciada positivamente pela(o) Evoluo das condies de vida. Evoluo tecnolgica. Evoluo das cincias mdicas. Evoluo farmacolgica. Aumento do nmero de hospitais e centros de sade. Aumento da educao. Aumento do nvel econmico. Diminuio da TMI. </p>