Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas

  • View
    2.180

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas http://www.showdepiscinas.com.br

Text of Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas

  • 1. Editorial SURPREENDA e deixe-se surpreender Equipe P&S (da esq. p/direita): Paulo Arajo, Fbio Zanetti, Sandro Morais e Valter Perez Andava muito feliz nos ltimos anos, satisfeitssimo com os meus sobrinhos e afilhados, (olha s que timao - Bruna, Bianca, Carol, Marcella, Ananda e Lucas), me achando um PADRINHO/TIO moderno... Buscava as crianas em casa, cheirosas e alegres, e as levava aos lugares que os pais no iam freqentemente, comamos exatamente o que os pais no deixavam, cortava todo tipo de regra careta pensando que elas (as crianas) me achavam um Tiozo heri!!! At comearem a ficar chatas e com sono, pois era exatamente nessas horas que todas eram entregues aos verdadeiros pais, em suas respectivas casas... At que, em dezembro (2003), minha esposa berrou ao saber o resultado de um exame: -POSITIVO!!! -Vou ser PAI!!! E agora?! Como terei que agir? Disciplinador, chato, ciumento, preocupado...? E o pior que no momento em que a criana estiver inquieta, chorando e mal cheirosa, ela estar comigo!!! Nunca conheci uma pessoa de to alto astral, batalhadora, bonita e incrivelmente ATIVA como a Mara Gabrilli. Mesmo com um pequeno detalhe: -Ela tetraplgica!!! E realmente um pequeno detalhe, pois nada disso a deixou sem o ritmo frentico que tem pra tocar o PPP (PROJETO PRXIMO PASSO), do qual fundadora e coordenadora, conforme a matria da pgina central. Mas o que mais me surpreendeu nestes ltimos meses foi uma carta enviada pela esposa de um arquiteto. Ela nos conta que recebia a nossa revista pelo correio, e atravs do texto (muito bem escrito, mo, pela esposa), ficamos sabendo que o mesmo comentava muito sobre a REVISTA PISCINAS & SAUNAS. Uma doena fulminante, infelizmente, levou o nosso ilustre leitor. Todo o material de trabalho do arquiteto foi entregue ao seu scio, e tudo que pudesse lembr-lo foi doado, a fim de amenizar a dor da perda. Infelizmente, por no sabermos sobre o seu falecimento, continuamos a enviar a revista para o seu endereo, e s assim fomos informados que ela, a esposa, lembrava do marido ao receber a revista. E por esse motivo exclumos o seu nome do nosso cadastro. Surpreenda e permita-se ser surpreendido! So as surpresas que aparecem em nossas vidas que do o verdadeiro sentido a ela!! Nessa 5 edio da Piscinas & Saunas veja informaes de como se proteger do ralo de fundo das piscinas; a histria do como surgiram as piscinas e as novas tendncias para construo da Casa de Mquinas. Bom mergulho!!! Paulo R. Arajo - Editor paulinho@millenium.ind.br SAUNAS PISCINAS & SA UNAS 03
  • 2. Sumrio Histrico Origem da Piscina 5a7 Comportamento e Sade Mara Gabrilli e o PPP 9 e 10 Segurana Os riscos do Ralo de Fundo 13 e 14 Tecnologia Dicas para construo de uma Casa de Mquinas de fcil acesso 16 a 18 Onde Comprar? Lojas especializadas em piscinas e saunas 21 P&S Responde Dvidas dos leitores respondidas por quem entende 23 Piscina do ms Fotos de belas piscinas e a Campe de 2003 24 Endereos Empresas citadas nesta Edio 26 04 SAUNAS PISCINAS & SA UNAS
  • 3. Histrico A Origem da Piscina Uma viagem ao passado, rumo ao futuro da tecnologia E m pesquisas feitas pela Revista Piscinas & Sauna foi constatado que as primeiras piscinas construdas foram de utilizao comercial e surgiram no final do sculo 18 e comeo do sculo 19. As primeiras piscinas pblicas registradas estavam na Europa, entre os anos de 1761 e 1781. A adaptao das piscinas comerciais para as residenciais vem Construo Moderna de 1891, em de vrios fatores. apartamento de luxo, com uma bela piscina. Tudo pode ter surgido do desejo de se adaptar uma nova forma de lazer para os hbitos de higiene. O desejo de tornar um simples banho em nado resultou na evoluo desse uso da gua em residncias. As piscinas, ento, se tornaram uma soluo prtica e tambm uma nova forma de decorao em residncias. Na poca do cristianismo, piscinas eram utilizadas para rituais de batismo, onde pessoas eram mergulhadas nesses recipientes, para purificao. Sem se importar com sua origem religiosa, quando as piscinas tornaram-se um elemento enriquecedor na vida do homem, o mercado norte-americano comeou a lanar produtos especficos, dando incio a um mercado que cresce a cada dia. A evoluo da piscina deu-se tambm pela evoluo do nado. A criao dos estilos de nadar (crown, borboleta, costas, peito) deu piscina a importncia de ambientes para o aperfeioamento desses estilos, necessitando que as piscinas fossem construdas com tamanhos cada vez maiores, e por conseqncia, com es- Construo em um brao do Danbio no Parque Prater, Viena 1815, financiado por Jacob Alt. , SAUNAS PISCINAS & SA UNAS 05
  • 4. truturas mais reforadas. Outro fator para o crescimento dessa febre que se tornou mundial foi a sensao de status aos que construam uma piscina em sua casa. O fato de ter uma piscina particular tornava seus donos mais importantes perante seus amigos e mesmo sua famlia. A moda de se ter uma piscina em casa Hollywood, Califrnia: propriedade do Llsley de Philip (Agosto 1951) veio, a princpio, da Costa Leste, mudando-se produtos para construo e manuteno, alm depois para Los Angeles, que se espelhando no de produtos para lazer e decorao na piscina, glamour de Hollywood, rapidamente se tornou possibilitou a realizao de qualquer sonho de a capital mundial das piscinas . ter uma piscina em casa. Com o passar do tempo, os investimentos Alm disso, a piscina se tornou um ambiem tecnologia, e principalmente a necessidaente com uma infinidade de opes para lazer de de atender consumidores cada vez mais exie relaxamento, como, por exemplo: gentes, as piscinas ganharam mais atrativos, Escada interna de alvenaria, que facilita o exigindo de arquitetos e de fabricantes de proacesso piscina; dutos para piscina um maior investimento em Bar molhado, que oferece aos usurios da tecnologia e a criao de novas tcnicas para piscina a comodidade de tomar um drink ou construo. bater um papo sem sair da gua; Hoje, o surgimento de uma infinidade de Uma prainha, que nada mais que um Ava Gardner nas etapas de sua nova piscina Construo de uma torre que se assemelhava a um trampolim (1831) 06 SAUNAS PISCINAS & SA UNAS
  • 5. recuo em uma das extremidades da piscina, com pouca profundidade (40 ou 60cm), onde podem ser instalados dispositivos de hidromassagem, propocionando um relaxamento fsico ao usurio da piscina; Ambiente de sauna conjugado com a piscina, ideal para quem gosta de um bom banho de sauna sem perder o conforto da piscina; Refletores que podem ser instalados dentro da piscina. Hoje, existem vrios modelos de refletores para atender a todos os gostos e tamanhos de piscina. a evoluo tecnolgica permitindo que sonhos antigos se tornem realidade. Escola militar, construda em uma forquilha do rio Mur (1839), projetada para instruo de homens, mulheres e cavalos Sistema hidrulico que criava ondas dentro da piscina (1912) Sculo 17, divertimento inocente na nudez, ao banhar-se nos lagos e nas valas Construo de um tanque retangular em concreto para natao (1913) Aps a Segunda Guerra, as indstrias comeam a divulgar suas marcas TRM. Fonte: The Springboard in the Pond Thomas A. P. van Leeuwen Sol Nascente - Sete Lagoas-MG (31) 3773-6167 SAUNAS PISCINAS & SA UNAS 07
  • 6. Comportamento e Sade Um exemplo a ser seguido Psicloga, publicitria, bonita, ativa e um alto astral de dar inveja. Essa Mara Gabrilli, coordenadora de uma ONG que ajuda pessoas portadoras de deficincias fsicas. A PPP (Projeto Prximo Passo) trabalha em diferentes projetos, entre eles a pesquisa para cura da paralisia, esportes, reabilitao, preveno, palestras, capacitao e entretenimento de pessoas portadoras de deficincia fsica. Em um depoimento simples e direto, Mara Gabrilli, fundadora da Ong PPP, fala do seu acidente, dos cuidados que devemos ter para evitar problemas com a coluna vertebral nas horas de lazer, os nmeros desse tipo de problema, alm de alguns projetos do PPP. 21 de Agosto de 1994 Eu voltava da praia quando o carro saiu da estrada e caiu em uma ribanceira de mais de 20 metros. Capotou at parar e me deixou com o pescoo quebrado na altura da 4 e 5 vrtebras cervicais. Como resultado, fiquei sem os movimentos do pescoo para baixo. Mara Gabrilli SAUNAS PISCINAS & SA UNAS Hoje, nove anos depois, continuo tetraplgica. E mesmo estando no sculo XXI quebrar a coluna , no mnimo, mudar toda a estrutura de sua vida e daqueles que o cercam. Mara Gabrilli Segundo o senso 2000, 15% da populao brasileira portadora de alguma deficincia fsica, e 1/3 deste universo tem problemas de locomoo. Estamos falando de aproximadamente 9.000.000 de brasileiros que podem ter dificuldades at para sair da cama. O traumatismo raquimedular causado por uma grave leso ou luxao na coluna vertebral. Esta leso medular paralisa os movimentos e interrompe a sensibilidade do corpo por afetar neurnios motores e sensitivos do sistema nervoso central. Cerca de 10% deste tipo de leso so causados por acidentes de mergulho. Estes acidentes so gravssimos e afetam, na maioria das vezes, pessoas jovens, causando a tetraplegia. A maior incidncia destes acidentes acontece durante o vero. O interessante de tudo isto que esse tipo de leso pode ser evi