11612 edital para_mestrado_profissional_em_adm._publica_unir

  • View
    40

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

mestrado

Text of 11612 edital para_mestrado_profissional_em_adm._publica_unir

  • 1. EDITAL PROFIAP N 002/2014 EXAME NACIONAL DE ACESSO AO MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAO PBLICA EM REDE NACIONAL A Comisso Acadmica Nacional do Mestrado Profissional em Administrao Pblica em Rede Nacional PROFIAP, com o apoio da Associao Nacional de Dirigentes de Instituies Federais de Ensino Superior ANDIFES e da Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior CAPES, no exerccio das suas atribuies definidas pelo artigo 7 do Regimento PROFIAP, torna pblica a realizao do Exame Nacional de Acesso. O Exame ser regido por este Edital e executado pelo Ncleo Permanente de Concursos (COMPERVE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). I DO MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAO PBLICA 1.1. O PROFIAP um programa de ps-graduao stricto sensu em Administrao Pblica, reconhecido pela Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior (CAPES) do Ministrio da Educao. O curso destina-se a formar profissionais com ntido entendimento do papel do Estado no Brasil, do exerccio da cidadania e preocupados com as questes ticas, sociais e ambientais que subsidiaro as polticas pblicas que impactam a sociedade. Nesse contexto, esse f e condies cientificas e tcnicas para promover melhorias na gesto pblica. O PROFIAP um curso com oferta simultnea nacional, no mbito do Sistema da Universidade Aberta do Brasil (UAB), conduzindo ao ttulo de Mestre em Administrao Pblica. 1.2. As instituies de Ensino Superior que integram a Rede Nacional do PROFIAP so denominadas Instituies Associadas e so responsveis pela execuo do curso. 1.3. As aulas podero ser ministradas de segunda a sbado, conforme determinao do Colegiado Local de cada unidade que integra a Rede. 1.4. O PROFIAP oferecer 212 (duzentos e doze vagas) distribudas de acordo com o quadro de vagas do Anexo I deste Edital. II DOS REQUISITOS 2.1. Podero participar do Exame Nacional de Acesso candidatos portadores de diploma de curso superior devidamente registrado no Ministrio da Educao. III DAS DISPOSIES GERAIS SOBRE AS INSCRIES 3.1. A inscrio do candidato implicar aceitao total e incondicional do Regimento do PROFIAP, das disposies, normas e instrues constantes neste Edital e em quaisquer editais e normas complementares que vierem a ser publicados com vistas ao Exame Nacional de Acesso, objeto deste Edital. 3.1.1. O candidato dever certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos no Edital. 3.2. Para se inscrever, o candidato dever, obrigatoriamente, ter Cadastro de Pessoa Fsica CPF, documento de identificao e preencher todos os campos do Formulrio de Inscrio. 3.2.1. Para efeito de inscrio, sero considerados documentos de identificao: a) carteira expedida por Secretaria de Segurana Pblica, por Comando Militar, por Instituto de Identificao, por Corpo de Bombeiros Militares e por rgo fiscalizador (ordem, conselho, etc.); b) passaporte;

2. c) certificado de Reservista; d) carteiras funcionais do Ministrio Pblico; e) carteiras funcionais expedidas por rgo pblico que, por Lei Federal, valham como identidade; f) carteira de Trabalho e Previdncia Social; g) carteira Nacional de Habilitao. 3.3. A COMPERVE no se responsabiliza pelo no recebimento de solicitao de inscrio via internet por motivos de ordem tcnica dos computadores, falhas de comunicao, congestionamento das linhas de comunicao bem como por outros fatores de ordem tcnica que impossibilitem a transferncia de dados. 3.4. O candidato inscrito por outrem assume total responsabilidade pelas informaes prestadas, arcando com as consequncias de eventuais erros de seu representante no preenchimento do formulrio de inscrio e do seu envio. 3.5. Ter a sua inscrio cancelada e ser eliminado do Exame Nacional de Acesso o candidato que usar dados de identificao de terceiros para realizar a sua inscrio. 3.6. O candidato dever efetuar uma nica inscrio, conforme o disposto no Captulo V deste Edital. 3.7. A inscrio somente ser validada mediante confirmao, pela COMPERVE, do pagamento efetuado. 3.7.1. Se o pagamento for efetuado por cheque sem o devido provimento de fundos, a COMPERVE cancelar a inscrio do candidato. 3.8. Para o(a) candidato(a), isento(a) ou no, que efetivar mais de uma inscrio, ser considerada vlida somente a ltima inscrio efetivada, sendo entendida como efetivada a inscrio paga ou isenta. 3.9. O valor referente ao pagamento da taxa de inscrio no ser devolvido em hiptese alguma, salvo em caso de cancelamento do concurso por deciso da Comisso Acadmica Nacional do PROFIAP. 3.9.1. Caso efetue pagamento correspondente a mais de uma inscrio, a(s) taxa(s) no ser(o) devolvida(s). 3.10. Todas as informaes prestadas no processo de inscrio sero de inteira responsabilidade do candidato. 3.11. O candidato dever preencher obrigatoriamente os campos referentes ao nome (sem abreviar o primeiro e o ltimo nome), ao endereo, incluindo Cdigo de Endereamento Postal CEP, ao documento de identificao (conforme subitem 3.2.1 deste Edital) e ao Cadastro de Pessoa Fsica (CPF). 3.12. O local de realizao da prova estar vinculado ao municpio sede da instituio escolhida pelo candidato no Formulrio de Inscrio. 3.12.1. Aps o envio eletrnico do Formulrio de Inscrio, proibido substituir o local de realizao da prova. 3.13. O candidato com deficincia e a candidata lactante que precisar de condies diferenciadas para realizar a prova devero a) preencher integralmente o Requerimento de Atendimento Especial disponvel no Formulrio de Inscrio; b) imprimir e assinar o requerimento; e c) envi-lo eletronicamente por meio do stio da Comperve ou via Sedex, endereado COMPERVE, situada na Avenida Senador Salgado Filho, Campus Universitrio, Lagoa Nova, Natal/RN, CEP 59078-900, acompanhado de atestado mdico com a descrio de sua necessidade, no perodo de 14 de julho a 05 de agosto de 2014. 3.13.1. A COMPERVE analisar cada requerimento e atender solicitao de condies especiais para realizao da prova, obedecendo aos critrios de viabilidade e de razoabilidade. 3. 3.13.2. A condio diferenciada de que trata o subitem 3.13 ser desconsiderada caso o pedido do requerente no seja efetuado no perodo estabelecido na letra c do subitem 3.13. 3.14. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realizao da prova dever levar um acompanhante, que ficar em sala reservada para essa finalidade e ser responsvel pela guarda da criana. 3.14.1. A candidata lactante que no levar acompanhante no realizar a prova. 3.14.2. O tempo gasto pela lactante poder ser compensado at o limite de uma hora. 3.15. As despesas decorrentes da participao em todas as provas, testes e demais procedimentos do Exame Nacional de Acesso de que trata este Edital correro por conta do candidato, o qual no ter direito a indenizaes ou ressarcimento de despesas de qualquer natureza. 3.16. No podero integrar as bancas elaboradora e examinadora do Processo Seletivo: a) cnjuge, companheiro, ex-companheiro, padrastro, enteado ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, at terceiro grau de candidatos inscritos; b) quem tiver participao societria, como administrador ou no, ou exercer a funo de magistrio, em cursos formais ou informais de preparao de candidatos para ingresso em Concursos Pblicos, ou contar com parentes em at terceiro grau, em linha reta, colateral ou por afinidade, nas condies de scio, de administrador ou de professor, ou ainda quem exerceu essas funes nos 5 (cinco) anos anteriores data de publicao deste Edital; c) scio de candidato em atividade profissional, ou quem esteve nessa condio nos 5 (cinco) anos anteriores data de publicao deste Edital. IV DA ISENO DA TAXA 4.1. Os candidatos amparados pelo Decreto n 6.593, de 02 de outubro de 2008, que regulamenta o Art. 11 da Lei n 8.112, de 11 de dezembro de 1990, tm direito iseno do pagamento da taxa de inscrio do Exame Nacional de Acesso, mediante as seguintes condies: a) estar inscrito no Cadastro nico para Programas Sociais do Governo Federal Cadnico, de que trata o Decreto n 6.135, de 26 de junho de 2007; e b) ser membro de famlia de baixa renda, nos termos do Decreto n 6.135, de 2007. 4.1.1. Para usufruir esse direito, o candidato dever a) acessar o stio www.comperve.ufrn.br, no qual estar disponvel o Requerimento de Iseno da taxa de inscrio, no perodo de 14 a 21 de julho 2014; b) preencher integralmente o Requerimento de Iseno de acordo com as instrues nele constantes; c) declarar, no prprio Requerimento de Iseno, que atende s condies estabelecidas nas letras a e b do subitem 4.1 deste edital; d) enviar eletronicamente o Requerimento de Iseno e imprimir o comprovante. 4.1.2. Sero desconsiderados os pedidos de iseno do pagamento da taxa de inscrio o candidato que a) omitir informaes e/ou apresentar informaes inverdicas; b) fraudar e/ou falsificar as informaes apresentadas; c) no solicitar a iseno no prazo e t be ec d et d b tem 4.1.1; e d) comprovar renda familiar mensal superior a trs salrios mnimos, seja qual for o motivo alegado. 4.1.3. Para o candidato isento, apenas ser validada a ltima inscrio realizada. 4.1.4. As solicitaes deferidas e indeferidas sero divulgadas no stio www.comperve.ufrn.br, no dia 28 de julho de 2014. 4. 4.1.5. As solicitaes deferidas sero anexadas ao processo de inscrio do candidato. 4.1.6. O candidato cuja solicitao for indeferida poder efetuar o pagamento da taxa de inscrio at o dia 05 de agosto de 2014. V DA INSCRIO 5.1. A inscrio ser feita, exclusivamente, via internet, a partir das 8h do dia 14 de julho de 2014 at s 23h59 do dia 04 de agosto de 2014, observando o horrio local de Braslia. 5.2. A taxa de inscrio ser no valor de R$ 80,00 (oitenta reais). 5.3. Para se inscrever, o candidato dever observar os seguintes procedimentos: a) Acessar o stio da COMPERVE (www.comperve.ufrn.br) no qual estaro disponveis o Edital e o Formulrio de Inscrio; b) Preencher integralmente o Formulrio de Inscrio de acordo com as instrues constantes nele; c) Enviar eletronicamente o Formulrio de Inscrio com uma foto recente, para documento, tamanho 3x4, em arquivo dig