of 50/50
Gestão Estratégica de Marketing Digital – FACHA – RJ - 2009 Site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Cristina Dissat

Gestão estratégica de marketing digital – facha[apresentacao]

  • View
    1.608

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Projeto Site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - praticamente todas as propostas foram implementadas

Text of Gestão estratégica de marketing digital – facha[apresentacao]

  • 1. Gesto Estratgica de Marketing Digital FACHA RJ - 2009
    Site daSociedadeBrasileira de Endocrinologia e Metabologia
    Cristina Dissat
  • 2. Apresentao do Projeto
    PlanejamentoEstratgicopara o Site daSociedadeBrasileira de Endocrinologia e Metabologia
    www.sbem.org.br
    No se trata de um case fictcio.
    Algumasaesforamsendodesenvolvidasao
    longo dos ltimosmeses, aplicando o
    aprendizadodaps-graduao. Outras a partirdaavaliao/comentriosdessetrabalho
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 3. SociedadesCientficas no BrasilCenrioAtual
    • Um mundoparalelo
    • 4. Desconhecido do mercado
    • 5. PoucosinvestimentosemComunicao
    • 6. Inexistncia de Departamentos de Comunicao, Marketing, Planejamento, etc assimcomoinvestimentos no setor
    • 7. Dificuldade de entendimentosobremdias
    • 8. Poucos (ounenhum) jornalista/empresacontratadaparadesenvolvimento de projetos.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 9. SociedadesCientficasCenrioAtual
    • Investimentosem internet indefinidopelamaioria
    • 10. Sites com problemas graves
    • 11. Sites feitosparadivulgareventos a grandemaioria das 55 Sociedades de Especialidade, filiadas AMB
    • 12. Mdicosnoremuneradosparaatuaonasentidades
    • 13. Noentendimentodaimportnciadamdia
    • 14. Jornalista um inimigoempotencial
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 15. SociedadesCientficas e a Internet
    Porqueter um site na internet?
    • Primeirafase (1997): porquetodomundoestna internet
    O queeufao com o meu site na internet?
    • Segundafase (2000): precisamosatualizar, tudoestvelho. Noseicomofazerisso.
    Como podemosfazerisso?
    • Terceira fase: scontratar um webdesigner, porqueescrever fcil
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 16. SociedadesCientficas e a Internet
    Nova fase:
    • algumasentidadesentendem o trabalho e a importncia do profissional de comunicao e equipes de trabalho
    • 17. mdicosdescobriramquenosabemescreverpara a internet
    • 18. preciso tempo e aescorretasemredessociais universocompletamentedesconhecido
    • 19. atualizaoganhaimportnciaporquediferencia sites emdia dos desatualizados
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 20. SociedadesCientficas e a Internet
    Nova fase:
    Aumentodavisitaopodesignificarmelhoraeminvestimentosporempresasdaindstriafarmacuticanaentidade
    Nova fonte de renda
    Forma de transmitircredibilidade
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 21. SociedadesMdicas x Empresas
    • O planejamentoestratgiconasempresastomouimpulsonosanos 60, tornandoinstrumentoessencial.
    • 22. Preocupao com competividade e lucros
    • 23. Premissa: Planejar antes de agir, pensar antes de executar
    • 24. A missodeve ser compreendidacomo a causapelaqual a empresaluta
    • 25. precisorastrear, identificarconcorrentes, encontrarestratgias de sobrevivncia
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 26. SociedadesMdicas x Empresas
    Quais as semelhanas entre
    SociedadesCientficas e Empresas?
    Quasenenhuma
    O queelesquerem?
    Resultadoscomo as empresas
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 27. O quePensam a Maioria dos Mdicos
    • preciso se atualizar
    • 28. Mdicoachaquesabeescrevercomo um jornalistaoupublicitrio. Se o pbliconopode se auto-medicar?
    • 29. O jornalista vistomaiscomo um ser perigoso
    • 30. Prioridadeno a entidade, com rarasexcees
    • 31. O objetivo atendersnecessidades de quem?
    • 32. Nosabemcomoagir e emquemconfiar
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 33. O quePensam as Diretorias
    • Sociedades Cientficas ainda tm limitaes na infra-estrutura, Departamentos internos e compreenso da funo e do alcance do planejamento e da fora da internet.
    • 34. Mdicos tem umaenormedificuldade com tecnologia, mesmoosmaisjovens.
    • 35. Os membrosdadiretoriasoeleitos, emgeral, a cadadoisanos e noexistepreocupao com gesto de conhecimento.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 36. Sociedade Brasileira de
    Endocrinologia e Metabologia
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 37. Apresentao
    • Fundadaem 1950
    • 38. Possuicerca de 3.000 scios, distribudospor 23 RegionaisEstaduais
    • 39. Terceira maiorsociedade de Endocrinologia do mundo
    • 40. 10 Departamentos
    • 41. 14 Comisses
    • 42. Sem 1993 passou a ter um veculoimpressoinformativo
    • 43. A primeiraeleiopara a diretoriaporvotodiretofoiem 2008
    • 44. Site entrou no arem 2000, nosmoldesdescritosanteriormente, ouseja, s com um webdesigner
    • 45. Comisso de Comunicao Social criadaem 2003
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 46. SBEM
    • Entidadequepassou a tervisomaisampla e profissional
    • 47. Solicitou e participouativamente do desenvolvimento de um Planejamentodaentidadeem 2004, pela FGV primeiroplanejamento de umasociedademdica no pas
    • 48. Pensamentocoletivo e tendocomo meta o crescimentodaentidade
    • 49. Respeitopelosprofissionais de comunicao: assessoria de comunicao (internet e publicaes), assessoria de imprensa, equipe de programao do site
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 50. SBEM
    • Misso:
    Promover a Endocrinologia e Metabologia e valorizarseusassociados, atravsdaqualificao, titulao e suporte, com estmulo educaocontinuada
    • Valores:
    Para o cumprimento de suamisso, a SBEM manter-se- coesa e fielaosprincpiosticos e de dignidadeprofissional, respeitandoosfundamentoscientficos, no interesse do paciente e dacomunidade
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 51. SBEM - Marca
    Problemas e Questes
    • Adotadaem 1994
    • 52. Escolhaatravs de um concurso
    • 53. Nohouvereleituradesdeento
    • 54. Demoraram, masconseguirampadronizar o usodamarcaemtodas as Regionais, material impresso e documentosdaentidade
    • 55. Necessidade de reviso de conceitos, masaindahdificuldade de entendimentodaimportncia de contratar um profissionalparaisso.
    • 56. Leituraerrada do nomedaentidade
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 57. SBEM FundaoGetlio Vargas
    • Realizadaem 2004, a pedidoda SBEM
    • 58. Participao de diversosmdicos das diretorias, departamentos, comisses
    • 59. Prazo de durao do PlanejamentoEstratgicodaentidade 5 anos
    • 60. No se pensounasestratgiasparaseremfeitasdentro do site
    • 61. Uma das nicasentidades a ter um PlanejamentoEstratgico
    Preparar, dimensionar e direcionar a SBEM para o futuroesto entre as preocupaes e anseios dos rgosdiretores e executivosdaSociedade, assimcomo o de vriosassociados
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 62. Site da SBEM Anlise SWOT
    Foras: Visomaisprofissional, Respeitoaosprofissionaisenvolvidos, entidade com estruturamontada, entendimentodaimportnciadacomunicao e funes, comissoespecfica
    Fraquezas: Mudana de diretoria de doisemdoisanos, problemas com gesto de conhecimento, faturamento irregular, falta de tempo dadiretoria, concorrnciainterna com segmentao e independncia das subespecialidades
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 63. Site da SBEM Anlise SWOT
    Oportunidades: mercadoqueno tem informaonarea de internet; credibilidadedaentidadepassadapara o site; produo de informaoacimadamdia; refernciaparaimprensa; liberdadeparauso de ferramentas
    Ameaas: Existncia de sociedadesmdicas com fortes aes de marketing (poucas, masimportantes: cardiologia, dermatologia, ginecologia,), invaso de outrasespecialidadesnarea de endocrinologia, principalmentenarea de obesidade; Departamentos (Sociedades) com sites prprios
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 64. Site da SBEM 5 Foras de Poter
    • Rivalidade entre concorrentes
    • 65. Poder de negociao com clientes
    • 66. Poder de negociao com fornecedores
    • 67. Novosconcorrentes
    • 68. Novosprodutos
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 69. Site da SBEM Concorrentes
    Sites de SociedadesMdicas / Sociedades Departamentos:
    • SociedadeBrasileira de Cardiologia
    www.cardiol.br
    • SociedadeBrasileira de Diabetes
    www.diabetes.org.br
    • AssociaoBrasileirapara o EstudodaObesidade e SndromeMetablica
    www.abeso.org.br
    • ABC daSade
    www.abcdasaude.com.br
    • Site do Dr. DrauzioVarella
    http://drauziovarella.ig.com.br/
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 70. Site da SBEM Concorrentes
    Observaessobreos sites concorrentes:
    • Cardiol entrou no arhbastante tempo e de forma estruturada, conquistando um espaosignificativo; divulgaoporcausa do PrmioIbest; problemas de navegao, forma de apresentao do texto e focoemuma das reasdaendocrinologia.
    • 71. Diabetes atualmentesemequipe de contedo; textosentrandosemreviso e SEO, nemformato de reportagens; reduosignificativanaentrada de novoscontedos; mantemvisitao boa peloquejtinhaobtidoatjunho de 2009.
    • 72. Obesidade visual bom; apelo de pblicobom; masarquitetura de informao com problemas e semperspectivas de mudanas; boa atualizao no quedizrespeito a reportagensatuaissobreobesidade.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 73. Site da SBEM Concorrentes
    Observaessobreos sites concorrentes:
    • ABC daSade timaposio no Alexa.com; suporte de um portal grande (Terra); grandevariedade de assuntosemvriasreas; usodapalavrasade no navegador; ausncia do uso de SEO; homepage com deficincia e poucoatrativa.
    • 74. DrauzioVarella timasferramentas de divulgaopelonome e respeitoque o mdico tem; grandedivulgao anterior feitaemprogramas de grandealcance (Fantstico, RedeGlobo); grandevaridade de tpicos e chamadas, com bomuso de ilustraes/fotos; uso de grandesblocos de textos, sempargrafosparafacilitar a leitura; ausncia do uso de SEO.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 75. Site da SBEM NovosConcorrentes
    A rea de sade muitoexploradatantonosveculosimpressosquantonos online.
    Pormnohinvestimentonosprofissionais leia-se jornalistasnarea. O fatocomplicamaisaindaquando se falaem web. Emartigo de Wilson Bueno, no livro Comunicao & Sade, o problemadacoberturadaimprensanarea de sade relatadoem 2000 e poucacoisaevoluiu.
    O temasade um dos grandesprocuradosna web, o quepodeatrairgrandesportaisoucorporaes, entre elas, os sites de empresas de Plano de Sade/AssistnciaMdica, quepossuemverbaparaisso. Preveno um grandefilo e maisinteressanteparaessesgruposquereverteminformaocomolucro.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 76. Site da SBEM Negociao com Clientes
    • Clientes internos Scios da SBEM. A medida que facilidades e benefcios forem sendo dados maior ser o compromisso e aumento do quadro de associados. Carto de descontos, videoconferncias exclusivas, leitura de revistas cientficas aes necessrias a uma rea restrita. Um dos maiores problemas a inadimplncia que pode ser reduzida
    • 77. Clientes externos a partir de uma manuteno e contratao de uma assessoria de imprensa e parcerias com entidades como AMB/ CFM e rgos governamentais pode ser feito um trabalho mais contnuo junto mdia. Isso vai mostrar o trabalho realizado pela entidade, servindo como referncia na rea.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 78. Site da SBEM Negociao com Fornecedores
    • A SBEM tem basicamente prestadores de servios. Por ser uma entidade sem fins lucrativos e com entradas irregulares j existe uma eterna prtica de reduo de custos. Porm isso, em vrias ocasies tem se revertido contra os bons projetos.
    • 79. Muitos fornecedores s se aproximam se tiverem formas de viabilizar financeiramente projetos que poderiam aumentar a visibilidade da entidade.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 80. Site da SBEM NovosProdutos
    • Novas ferramentas de internet
    • 81. Aes mais fortes de outros segmentos, como Planos de Sade
    • 82. Selos de qualidade desenvolvidos por outras entidades
    • 83. Novas formas de valorizao da Educao Mdica Continuada.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 84. AoemRedesSociais
    • Blog
    • 85. Flickr e Picasa
    • 86. Youtube e Videolog
    • 87. Delicious, Slideshare, Wikipdia
    • 88. Facebook e
    • 89. Orkut (?)
    • 90. Twitter
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 91. AoemRedesSociais
    • Blog para debate cientfico. So poucos os existentes no Brasil. Publicao de artigos/comentrios. Estimular a Comisso de Novos Valores e Lideranas da SBEM formados por jovens especialistas - utilizar o pensamento da LongTail, ocupando um espao pouco explorado
    • 92. Criao de conta no Flickr e Picasa para insero de fotos de eventos, reunies e atividades. Mostrar aes da SBEM , fotos de eventos (tags especficas de interesse)
    • 93. Criar conta no Youtube e Videolog para registros de atividades e videos curtos . Os vdeos curtos podem conter explicaes sobre as doenas endcrinas e explicaes simplificadas sobre assuntos abordados na mdia.
    • 94. Incluir links do Delicious, Slideshare, Facebook e demais redes sociais
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 95. AoemRedesSociais
    • Conta no twitter para aumentar o conhecimento do pblico sobre a Endocrinologia e intensificar contatos internacionais - @endocrinologia seguir boas prticas
    Evitar tweet s com links de textos
    Intercalar tweets com informao para pblico cientfico e leigo
    No usar feeds de rss como gerador de contedo
    Responder a solicitaes e/ou eventuais dvidas
    Observar entidades internacionais que tm conta para segu-los
    Utilizar a ferramenta em eventos, porm de forma moderada
    Envolver diretamente a Comisso de Novos Valores e Lideranas
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 96. AoemRedesSociais
    • Criar um gadget especfico da SBEM no Google iGoogle - e estimular a divulgao entre entre associados, sugerindo itens interessantes de incluso
    • 97. Checar definies de doenas endcrinas no Wikipedia.com. Participar com incluses
    • 98. Criao de slides sobre a entidade e alguma ao especfica para incluso no Slideshare.
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
  • 99. Estratgiasem SEO
    Cristina Dissat - 2009 - [email protected]
    • Mudana de programao com o uso do ttulo no endereo no browse. rea editvel (slug)