Como sobreviver ao_merc_trabalho

  • View
    127

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

como sobreviver ao mercado de trabalho

Text of Como sobreviver ao_merc_trabalho

  • 1. ROBERTO CINTRA LEITE E GIZELLE SANCHES Reviso: Tiny Machado de Campos COMO SOBREVIVER NO MERCADO DE TRABALHO 1 E D I O E L E T R N I C A S O P A U L O C I N T R A L E I T E E D I T O R A 2 0 0 0

2. FASE I VOC EST EM VIAS DE PERDER O SEU EMPREGO? Autores: Roberto Cintra Leite e Gizelle Sanches No desista do seu emprego! Negocie! Fui despedido! Como que eu fico? Em quais profisses voc tem mais chances? 3. NO DESISTA DO SEU EMPREGO NEGOCIE! Voc est tremendo na base e com medo porque sabe que a qualquer momento algum o derruba ou voc ser chamado ao Departamento Pessoal para ser despedido(a). Nesta fase, sua adrenalina est em alta e quando o chefe pede para a secretria lhe chamar na sala dele, voc imagina o pior! O telefone toca, voc no quer nem atender, pois talvez seja a hora da verdade. Seus colegas j no vm sua sala nem passam na sua mesa. O servio j comeou a ser distribudo para outras pessoas e os documentos no mais circulam na caixa de entrada da sua mesa. Meu amigo, voc est na geladeira, como se diz nas empresas pblicas. Se voc agentar a presso, talvez possa at ganhar algum tempo para decidir o que vai fazer. Evite deixar as coisas chegarem a esse ponto, porque talvez no haja mais retorno. Quando voc perceber que o canho est virando na sua direo, adiante-se catstrofe e v conversar com o seu chefe, antes dele tomar a deciso. Antes de tentar qualquer coisa para salvar o emprego, verifique quais valores ou benefcios voc poderia abrir mo em favor da empresa, calculando qual a retirada mnima que voc poderia aceitar para somente sobreviver durante um certo perodo. COMO NEGOCIAR A FLEXIBILIZAO DO SEU EMPREGO EM DEZ PASSOS ? O primeiro passo propor uma reduo de salrio, temporariamente, para dar um flego financeiro para a empresa. O segundo passo propor a reduo do perodo integral para meio perodo e, 50% (cinquenta por cento) do salrio, ou trabalhar 3 ou 4 dias por semana em horrios flexveis com a reduo equivalente do salrio. O terceiro passo baixar salrio em 50% (cinquenta por cento) do valor de hoje e buscar o restante em remunerao varivel por desempenho de tarefas, especificamente de vendas ou gesto de um projeto que possa a ser medido em dinheiro e em tempo. O quarto passo ver se a empresa tem um programa de participao nos lucros e apostar todas as fichas no sucesso dela. O quinto passo propor o seu desligamento como empregado CLT, para economizar os encargos trabalhistas, impostos e taxas que recaem sobre os salrios em carteira, mas continuar como autnomo, prestando o mesmo tipo de servio. O sexto passo desligar-se da empresa como funcionrio, economizando at o espao fsico, o cafezinho, a luz, os papis e despesas de escritrio, alimentao, vale refeio, vale transporte, e fazer um contrato de trabalho temporrio, isto , por um prazo determinado para voc trabalhar na rua ou em casa, como se fosse um consultor ou prestador de servios independente. Nos Estados Unidos se usa muito este modo de prestao de servio de ex-funcionrios, que conhecem muito bem o tipo de servio, mas que trabalham em casa, em seu computador, coletando o servio pela manh atravs da internet, e devolvendo o trabalho, os relatrios ou seja l o que for, ao final do dia, cobrando por hora/dia de servio. O stimo passo a chamada parceria, onde os riscos do negcio, suas despesas e receitas so divididas entre as partes, isto , voc e o seu ex-empregador. Voc teria que abrir uma micro empresa e classific-la na categoria fiscal no sistema M.E. Micro Empresa ou Simples, para no 4. pagar ou recolher menos impostos e tentar e contratar o seu primeiro cliente, com o ex-empregador ou seja, o seu ex-chefe. O oitavo passo inscrever-se no Plano de Demisso Voluntria (PDV) antes de ser demitido obrigatoriamente. Dessa forma, talvez, voc se saia melhor, do que se sarem com voc. O oitavo passo inscrever-se no Plano de Demisso Voluntria (PDV) antes que voc seja demitido. Pea ao seu atual empregador que lhe indique outras empresas que necessitem de seus servios ou solicite a manuteno temporria dos benefcios j adquiridos, como o seguro sade e de vida, vale transporte e alimentao (cesta bsica), carro da empresa, ou outros. O nono passo pedir transferncia para a filial mais longe e mais difcil de trabalhar, pois ningum quer sair da sede e perder as mordomias de estar perto ou na sala ao lado do chefe l, talvez, tenha vaga sobrando. O dcimo passo pedir aposentadoria precoce, se voc j tiver tempo de casa, ou de trabalho suficiente, nem que seja parcial, pois j algum dinheiro para voc se manter at arrumar outra coisa para fazer. O importante, nessa fase de negociao, voc estar disposto a fazer alguns sacrifcios para salvar o seu emprego, obtendo mais um flego para poder dar a volta por cima. Aceite qualquer variao sobre o mesmo tema, isto , outras combinaes entre os passos acima tambm podero ser feitas e, com certeza, sero bem vindas. COMO NEGOCIAR A FLEXIBILIZAO DO SEU EMPREGO EM DEZ PASSOS? 1. Proponha uma reduo de salrio para desafogar o seu empregador 2. Reduza o tempo de trabalho 3. Aceite a remunerao varivel por desempenho 4. Estude a possibilidade de participao nos lucros 5. Seja prestador de servio autnomo para seu empregador 6. Faa um contrato temporrio de trabalho 7. Seja um parceiro do seu empregador 8. Inscreva-se no PDV - Plano de Demisso Voluntria 9. Discuta a transferncia de cargo e local de trabalho 10.Veja a possibilidade de aposentadoria precoce COMO FAZER UM ACORDO PARA SER TERCEIRIZADO? Se voc tentou negociar o seu emprego e no conseguiu, veja o que poder fazer para arrumar um trabalho. A famosa terceirizao est na moda. J se fala em quarteirizao o que um pouco de exagero. A cada repasse, a empresa-me perde o controle da qualidade, mas possvel se fazer a terceirizao de atividades inteiras, como por exemplo, os servios de todo um departamento ou de uma rea completa da empresa. O seu empregador sabe disso muito bem. Verifique quais so os objetivos da empresa, conforme abaixo. 5. QUAIS SO OS OBJETIVOS DA TERCEIRIZAO? O primeiro objetivo, no Brasil, a reduo de custos com pessoal, pois o empresrio no agenta mais pagar os salrios e mais de cem por cento a mais de encargos trabalhistas. Isso nos parece bvio, pois a empresa perde a competitividade com produtos e servios a custos duas vezes superiores aos da concorrncia internacional, no conseguindo exportar e tambm concorrer com as multinacionais. O segundo objetivo reduzir o espao ocupado pelo pessoal e diminuir os custos de locao, IPTU e condomnio, que muitas vezes inviabilizam a empresa. Da o motivo pelo qual indstrias se transferem, inclusive com seus escritrios, para o interior do pas e ainda obtm incentivos fiscais das prefeituras e dos governos estaduais, tais como iseno temporria de impostos (IPTU/ICMS/IPI) e outras taxas, porque interessa ao poder pblico viabilizar economicamente as atividades da empresa, para poder atra-la e criar empregos na regio. O terceiro objetivo ganhar produtividade com custos menores, pois a atividade terceirizada quase sempre uma especialidade na fabricao de componentes ou de uma prestao de servios, de forma constante, onde o empresrio terceirizado reduz os custos pois dispe de instalaes menores e consegue aumentar a quantidade de produtos e melhorar a produtividade. O quarto objetivo forar o empresrio terceirizado a evoluir na aplicao de tecnologia de operaes e know how de servios, especializando-se cada vez mais, com o intuito tambm de reduzir os preos de venda de produtos e/ou servios, para poder competir no mercado. O quinto objetivo fabricar produtos e prestar servios com a melhor qualidade devido especializao, isto , produzir mais com qualidade e menores custos. Qualidade total o que o consumidor espera, portanto, s as empresas que se preocupam com qualidade vo sobreviver. O sexto objetivo transformar ex-empregados em empresrios parceiros da empresa para o fornecimento de produtos e servios especializados, tornando-os seus primeiros fornecedores e permitindo assim, que a empresa-me possa dedicar-se inteiramente sua atividade fim. O stimo objetivo enxugar os nveis hierrquicos da empresa, para agilizar a execuo das tarefas e funes, podendo responder rapidamente s necessidades dos clientes. QUAIS SO OS OBJETIVOS DA TERCEIRIZAO? Reduo de custos Diminuio de espaos Ganho de produtividade Evoluo tecnolgica Aumento da qualidade Transformar ex-empregados em parceiros fornecedores Enxugar nveis hierrquicos COMO VOC PODE SER TERCEIRIZADO? Ns recomendamos a terceirizao de atividades no essenciais ao processo de trabalho, para fabricar um produto ou prestar um servio, sempre que os objetivos da terceirizao estejam transparentes s partes. Por exemplo, na atividade industrial onde o equipamento fabricado pela empresa-me necessita de componentes, de subprodutos ou mecanismos que se completam e se encaixam no todo, o empresrio pode terceirizar com total segurana. A equipe de funcionrios experientes pode abrir 6. uma ou mais empresas (micros ou pequenas) para fornecer aquelas peas ou conjuntos completos de uma mquina, como se faz na indstria eletroeletrnica no Japo. Da mesma forma, os servios que podem ser feitos em casa e transferidos via e-mail, Internet ou Intranet, ou at mesmo a montagem dos componentes (por exemplo o kit de peas dos conjuntos), podem ser entregues na residncia, no escritrio ou na pequena fbrica, e recolhidos noite j montados, para entrar na linha de fabricao da indstria-me no dia seguinte. Hoje, a indstria automobilstica j trabalha com esse conceito, s que como so atividades industriais mais complexas, elas cedem espao fsico para que os seus fornecedores possam estar a alguns metros de distncia da linha de montagem, com o seu kit prontinho para ser montado na carroceria do veculo. QUAIS ATIVIDADES PODEM SER TERCEIRIZADAS? Em princpio todas aquelas atividades meio, que no so o objetivo final da empresa, podem ser terceirizadas. Em outras palavras, o incio e o fim da linha de produo tem