Web acess­vel

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Web acess­vel

  • Web acessvel

  • Sumrio

    Introduo

    o O que acessibilidade?

    o A quem se destina?

    Acessibilidade na Web

    WCAG

    o Princpios

    o Recomendaes

    Nveis de prioridade

    Validao

    Bibliografia

  • O que acessibilidade?

    Segundo a legislao brasileira:

    Acessibilidade condio para utilizao, com segurana e autonomia,

    total ou assistida, dos espaos, mobilirios e equipamentos urbanos, das

    edificaes, dos servios de transporte e dos dispositivos, sistemas e

    meios de comunicao e informao, por pessoa com deficincia ou

    com mobilidade reduzida.

    DECRETO N 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004.

    https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-

    2006/2004/Decreto/D5296.htm

  • O que acessibilidade?

    Segundo a WAI(Web Accessibility Initiative):

    Acessibilidade na Web significa que pessoas com deficincias podem

    perceber, entender, navegar e interagir alm de poder contribuir para a web.

  • O que acessibilidade?

    Acessibilidade na web diz respeito facilidade de acesso, por

    qualquer pessoa, independente de condies fsicas, tcnicas ou

    dispositivos.

  • A quem se destina?

    Acessibilidade

    para todos

  • A quem se destina?

    Deficientes visuais

    o Cegos: Pessoas que navegam com leitores de tela

    o Daltnicos: Dificuldade em enxergar cores e contrastes

    o Baixa viso: Necessidade de aumento de tela para ler

    Deficientes auditivos

    o Pessoas que no conseguem acompanhar um vdeo na internet com udio.

    Deficientes motores

    o Pessoas que utilizam o computador com apenas um dedo (ou nem isso) ou

    que tenham dificuldades com o uso do mouse.

  • A quem se destina?

    Displays reduzidos

    o Acessando a internet por um telefone celular.

    Deficincia temporria

    o Pessoas obrigadas a usar o computador com sua outra mo devido a fraturas,

    tendinite, etc.

    Incio de aprendizado

    o Pessoas que esto iniciando seu processo de informatizao ou crianas

    descobrindo o computador.

    Idade avanada

    o Pessoas mais velhas, com dificuldades para ler letras pequenas e usar do mouse.

  • A quem se destina?

    Fazer um site acessvel no s se preocupar com um

    determinado grupo de pessoas: se preocupar com

    todas as pessoas que acessam seu site.

  • Acessibilidade na Web

    Os desenvolvedores de pginas Web devem levar em considerao

    diferentes situaes ao criar uma pgina. A Web pode ser utilizada por

    pessoas que:

    sejam incapazes de ver, ouvir, se deslocar, ou interpretar determinados

    tipos de informaes;

    tenham dificuldade em ler ou compreender textos;

    no tenham um teclado ou mouse, ou no sejam capazes de utiliz-los;

    possuam tela que apresenta apenas texto, ou com dimenses

    reduzidas, ou ainda uma conexo lenta com a Internet;

  • Acessibilidade na Web

    Os desenvolvedores de pginas Web devem levar em considerao

    diferentes situaes ao criar uma pgina. A Web pode ser utilizada por

    pessoas que:

    no falem ou compreendam fluentemente o idioma em que o

    documento foi escrito;

    estejam com seus olhos, mos ou ouvidos ocupados (por exemplo em

    um ambiente barulhento ou fora de casa ou do trabalho);

    possuam uma verso ultrapassada de navegador web, diferente dos

    habituais, um navegador por voz, ou um sistema operacional pouco

    convencional.

  • WCAG 1.0

    Web Content Accessibility Guidelines

    uma recomendao W3C de 5 de maio de 1999

    As recomendaes explicam como tornar o contedo Web acessvel a pessoas

    com deficincias.

    No entanto, faz tambm com que o contedo da Web se torne de mais fcil acesso

    a todos os usurios:

    independentemente da ferramenta usada (computadores de mesa, laptops,

    telefones celulares, ou navegador por voz) e das

    limitaes associadas ao respectivo uso (ambientes barulhentos, salas mal

    iluminadas ou com excesso de iluminao, utilizao sem o uso das mos).

  • WCAG 2.0

    uma recomendao W3C de 11 Dezembro de 2008

    Os critrios de sucesso do WCAG 2.0 so escritos como declaraes

    testveis, que no so especificamente tecnolgicas.

    As WCAG 2.0 foram desenvolvidas atravs do processo W3C em

    colaborao com pessoas e organizaes em todo o mundo, com o

    objetivo de elaborar um padro compartilhado referente acessibilidade

    para o contedo da Web, que satisfaa as necessidades das pessoas, das

    organizaes e dos governos, a nvel internacional.

  • Nveis de Abordagem das WCAG 2.0

    Princpios - os principais princpios que constituem a fundao da

    acessibilidade da Web: perceptvel, opervel, compreensvel e robusto.

    Recomendaes - apresentam os objetivos bsicos que os

    desenvolvedores devem atingir para tornar o contedo mais acessvel aos

    usurios com diferentes incapacidades.

    Critrios de Sucesso - para satisfazer as necessidades dos diferentes

    grupos e situaes, so definidos trs nveis de conformidade:

    o A (o mais baixo), AA e AAA (o mais elevado).

  • Princpio 1: Perceptvel

    A informao e os componentes da interface do usurio tm de ser apresentados aos usurios em formas que eles possam perceber

    Alternativas em Texto: Fornecer alternativas em texto.

    o Atributo alt?

    Mdias com base no tempo: Fornecer alternativas para mdias com base no tempo.

    o Legendas e descrio do contedo sonoro

    Adaptvel: Criar contedos que possam ser apresentados de diferentes maneiras (por ex., um layout mais simples) sem perder informao ou estrutura.

    o CSS para impresso (print) e telas menores (handheld)

  • Princpio 2: Opervel

    Os componentes de interface de usurio e a navegao tm de ser operveis

    Acessvel por Teclado: Fazer com que toda a funcionalidade fique disponvel a partir do teclado.

    o Estruturao do contedo

    Ataques Epilpticos: No criar contedo de uma forma conhecida que possa causar ataques epilpticos.

    o Evitar piscar de telas

    Navegvel: Fornecer formas de ajudar os usurios a navegar, localizar contedos e determinar o local onde esto.

    o Finalidade do link (contexto)

  • Princpio 3: Compreensvel

    A informao e a utilizao da interface de utilizador tm de ser

    compreensveis.

    Legvel: Tornar o contedo de texto legvel e compreensvel.

    o Identificao do idioma, abreviaturas, etc.

    Previsvel: Fazer com que as pginas Web surjam e funcionem de forma

    previsvel.

    o Evitar que links abram novas janelas sem que o usurio saiba.

  • Princpio 4: Robusto

    O contedo deve ser suficientemente robusto para ser interpretado de

    forma fivel por uma ampla variedade de agentes de utilizador,

    incluindo as tecnologias de apoio.

    Compatvel: Maximizar a compatibilidade com atuais e futuros agentes de

    usurio, incluindo tecnologias assistivas.

    o Evitar elementos em desuso das tecnologias do W3C

  • Recomendaes

    As recomendaes da W3C foram divididas em 3 prioridades:

    Prioridade 1 - O que os desenvolvedores web DEVEM satisfazer;

    Prioridade 2 - O que os desenvolvedores web DEVERIAM satisfazer;

    Prioridade 3 - O que os desenvolvedores web PODEM satisfazer;

  • Recomendao 1

    Fornecer alternativas ao contedo sonoro e visual

    o Utilizar "alt" para os elementos IMG, INPUT e APPLET ou fornecer um

    equivalente textual como parte do contedo dos elementos OBJECT e APPLET.

    Exemplos:

  • Recomendao 1

  • Recomendao 2

    No recorrer apenas cor

    o Clique no boto vermelho para continuar:

    o Clique no nmero 3 para continuar:

  • Indicar claramente qual o idioma utilizado

    o Identificar claramente quaisquer mudanas de idioma no texto de um

    documento, bem como nos equivalentes textuais (por ex., legendas).

    HTML:

    XHTML:

  • Recomendao 4

    Criar tabelas passveis de transformao harmoniosa

    o Em tabelas de dados com dois ou mais nveis lgicos de cabealhos de linha ou

    de coluna, utilizar marcaes para associar as clulas de dados s clulas de

    cabealho.

  • Recomendao 5

    Assegurar que as pginas dotadas de novas tecnologias sejam transformadas

    harmoniosamente

    o Organizar os documentos de tal forma que possam ser lidos sem recurso a folhas de

    estilo.

  • Recomendao 6

    Assegurar a clareza e a simplicidade dos documentos

    Utilizar linguagem mais clara e simples possvel, adequada ao contedo do

    site.

    Um site com linguagem clara facilita a possibilidade de aprofundamento

    do usurio em seu contedo.

    o Complementar o texto com apresentaes grficas ou sonoras;

  • Validao

    A validao da acessibilidade deve ser feita por meio de ferramentas

    automticas e da reviso direta. Os mtodos automticos so

    geralmente rpidos, mas no so capazes de identificar todas as

    variantes da acessibilidade.

    A avaliao humana pode ajudar a garantir a clareza da linguagem e a

    facilidade da navegao.

  • Validao

    1 - Utilizar uma ferramenta de acessibilidade automatizada, e uma

    ferramenta de validao de navegadores.

    2 - Validar a sintaxe (por ex., HTML, XML).

    o http://validator.w3.org/

    3 - Validar as folhas de estilo (por ex., CSS).

    http://jigsaw.w3.org/css-validator/

    4 - Utilizar um navegador exclusivamente textual ou um emulador.

    http://validator.w3.org/http://jigsaw.w3.org/css-validator/
  • Validao

    5 - Utilizar vrios navegadores grficos, com:

    o som