of 4/4
Leigos Dehonianos Procurem participar ativa- mente do grupo, aprofun- dem no conhecimento da pessoa de P. Dehon. Não se esqueçam da participação na santa missa, na adora- ção ao santíssimo, no ato de oblação e na disponibili- dade ao serviço da comuni- dade. Procurem apoiar o(s) padre(s) da sua paróquia. Que o Coração de Jesus sustente a vocação da cada um(a), ampare o grupo, proteja o(s) padre(s) e enri- queça a paróquia com boa e santas vocações. Peço a gentileza de encami- nharem a Publicação a to- dos os Leigos que não tem e-mail. O meu abraço a cada um(a) estendendo aos familiares, P. José Luís de Gouvêa, scj Estimados Leigos e Leigas Dehonianos O amor move nosso cora- ção a responder com ale- gria ao chamado que nos foi feito. O nosso “sim” pode ser confirmado seguindo o exemplo de Maria, que se fez “serva” do Senhor e, livremente, integralmente, tomou parte no mistério da salvação. Como servidores do Evan- gelho, a exemplo de P. Dehon, procuramos exerci- tar o serviço da reparação configurados ao Amor que “nos amou sem medidas”. O compromisso dos que, pela primeira vez, se dis- põem ao carisma dehonia- no e a renovação dos que se identificaram com ele é motivo de grande alegria e esperança para a Família Dehoniana. Selar compromisso no dia da morte de P. Dehon é manter viva a chama do seu ideal de “levar Cristo ao coração do ser humano e levar o ser humano ao Coração de Cristo”. Um caminho seguro é a intimidade com a Palavra de Deus, que pode ser a- perfeiçoado com a Lectio Divina, isto é, a Leitura Orante da Palavra de Deus. Atentos à voz da Igreja, através da Verbum Domi- ni, Exortação Pós Sinodal sobre a Palavra de Deus na vida e missão da Igreja, procuramos nos aprofun- dar na leitura, intimidade e vivência da Palavra. A Lei- tura Orante é um caminho. Mensagem inicial Ecce Ancilla - Eis aqui a serva “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra”(Lc 1,38), responde Maria ao Anjo ao ouvir a vontade divina. Ela tem o coração aberto e acolhe o mistério, tornando- se serva de Deus e serva da humanidade. Coloca em prática a vontade de Deus com disponibilidade, liberdade e obediência na fé. A sua participação no plano da salvação é ativa, afetiva e efetiva. Está totalmente comprometida. Através do seu “Sim” ela faz de sua vida uma oblação sem reservas. P. Dehon nos diz: “Pelo seu Ecce Ancilla, pelo seu consen- timento, Maria aceitou ser a Mãe do Redentor. Aceitou a honra e dignidade desta ma- Nesta edição: 01 de Agosto de 2011 Publicação Mensal - Ano 01 - n. 03 PROVÍNCIA BSP - DEHONIANOS AMOR MAIORESCRITOS DE P. DEHON 2 MÊS VOCACIONAL - ORAÇÃO 2 SAUDAÇÃO E INFORMAÇÃO DA COORDENADORA GERAL DOS LEIGOS DEHONIANOS 2 LECTIO DIVINA - LEITURA ORANTE DA PALAVRA DE DEUS 3 MORTE DO P. DEHON 3 RENOVAÇÃO DOS COMPRO- MISSOS DOS LD 3 FOTOS: RETIRO DOS LD - VARGINHA 4 ternidade, mas também os sofrimentos, os sacrifícios inerentes. Declarou-se pron- ta a cumprir em tudo a von- tade de Deus, a ser Sua ser- va. Nisto encontramos o ser típico de uma vítima, nisto consiste a perfeição de todas as virtudes. Aí está a fonte das graças e dos méritos”. (Diretório Espiritual (Cap. II, § 1) DATAS IMPORTANTES 4

3. informativo agosto

  • View
    204

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 3. informativo agosto

  • Leigos Dehonianos

    Procurem participar ativa-mente do grupo, aprofun-dem no conhecimento da pessoa de P. Dehon. No se esqueam da participao na santa missa, na adora-o ao santssimo, no ato de oblao e na disponibili-dade ao servio da comuni-dade. Procurem apoiar o(s) padre(s) da sua parquia. Que o Corao de Jesus sustente a vocao da cada um(a), ampare o grupo, proteja o(s) padre(s) e enri-quea a parquia com boa e santas vocaes. Peo a gentileza de encami-nharem a Publicao a to-dos os Leigos que no tem e-mail. O meu abrao a cada um(a) estendendo aos familiares, P. Jos Lus de Gouva, scj

    Estimados Leigos e Leigas Dehonianos O amor move nosso cora-o a responder com ale-gria ao chamado que nos foi feito. O nosso sim pode ser confirmado seguindo o exemplo de Maria, que se fez serva do Senhor e, livremente, integralmente, tomou parte no mistrio da salvao. Como servidores do Evan-gelho, a exemplo de P. Dehon, procuramos exerci-tar o servio da reparao configurados ao Amor que nos amou sem medidas. O compromisso dos que, pela primeira vez, se dis-pem ao carisma dehonia-no e a renovao dos que se identificaram com ele

    motivo de grande alegria e esperana para a Famlia Dehoniana. Selar compromisso no dia da morte de P. Dehon manter viva a chama do seu ideal de levar Cristo ao corao do ser humano e levar o ser humano ao Corao de Cristo. Um caminho seguro a intimidade com a Palavra de Deus, que pode ser a-perfeioado com a Lectio Divina, isto , a Leitura Orante da Palavra de Deus. Atentos voz da Igreja, atravs da Verbum Domi-ni, Exortao Ps Sinodal sobre a Palavra de Deus na vida e misso da Igreja, procuramos nos aprofun-dar na leitura, intimidade e vivncia da Palavra. A Lei-tura Orante um caminho.

    Mensagem inicial

    Ecce Ancilla - Eis aqui a serva

    Eis aqui a serva do Senhor!

    Faa-se em mim segundo a tua palavra(Lc 1,38), responde Maria ao Anjo ao ouvir a vontade divina. Ela tem o corao aberto e acolhe o mistrio, tornando-se serva de Deus e serva da humanidade. Coloca em prtica a vontade de Deus com disponibilidade, liberdade e obedincia na f.

    A sua participao no plano da salvao ativa, afetiva e efetiva. Est totalmente comprometida. Atravs do seu Sim ela faz de sua vida uma oblao sem reservas. P. Dehon nos diz: Pelo seu Ecce Ancilla, pelo seu consen-timento, Maria aceitou ser a Me do Redentor. Aceitou a

    honra e dignidade desta ma-

    Nesta edio:

    01 de Agosto de 2011 P u b l i c a o M e n s a l - A n o 0 1 - n . 0 3

    P R O V N C I A B S P - D E H O N I A N O S

    AMOR MAIORESCRITOS DE P. DEHON

    2

    MS VOCACIONAL - ORAO 2

    SAUDAO E INFORMAO

    DA COORDENADORA GERAL DOS LEIGOS DEHONIANOS

    2

    LECTIO DIVINA - LEITURA

    ORANTE DA PALAVRA DE DEUS

    3

    MORTE DO P. DEHON 3

    RENOVAO DOS COMPRO-

    MISSOS DOS LD 3

    FOTOS: RETIRO DOS LD -

    VARGINHA 4

    ternidade, mas tambm os sofrimentos, os sacrifcios inerentes. Declarou-se pron-ta a cumprir em tudo a von-tade de Deus, a ser Sua ser-va. Nisto encontramos o ser tpico de uma vtima, nisto consiste a perfeio de todas as virtudes. A est a fonte das graas e dos mritos. (Diretrio Espiritual (Cap. II, 1)

    DATAS IMPORTANTES 4

  • Onde encontrar um cora-o que nos tenha amado com maior intensidade, de maneira mais pura e perfeita e com maior generosidade, que o Corao de Jesus? O Sagrado Corao nos a-

    mou sem medida e, pode-mos dizer, at mesmo lou-cura. Podemos permanecer insen-sveis a esse amor? Podemos negar a esse Corao, que tanto nos amou, o que a justo ttulo nos pede: a res-posta ao amor, o reconheci-mento, a completa doao de ns mesmos, a consola-o e a reparao, para com-pens-lo da indiferena das almas e do prprio povo eleito? No alto do Calvrio podemos contemplar Maria, a me das dores; Madalena, modelo de um amor profun-do... Aprendamos dessas almas generosas o amor fiel e corajoso, o esprito de re-parao.

    (P. Dehon, Diretrio Espiritual, 27e 37)

    O AMOR MAIOR

    Pgina 2

    Leigos Dehonianos

    O SAGRADO

    CORAO NOS

    AMOU SEM

    MEDIDA E,

    PODEMOS DIZER,

    AT MESMO

    LOUCURA

    SAUDAO E INFORMAO COORDENADORA GERAL

    Agosto o ms vocacional, somos convidados a pedir ao Senhor da messe que envie trabalhadores para a colheita (Mt 9, 38). Colocando em prtica o pedi-do do Senhor, rezemos a ora-o de Joo Paulo II pelas vocaes: Senhor Jesus, dai a abundn-cia de vossa vida a todos os , particularmente aos jovens e s jovens que chamais para o vosso servio; iluminai-os nas opes; ajudai-os nas dificul-dades; sustentai-os na fideli-dade; tornai-os disponveis e corajosos a fim de que doem a sua vida de acordo com o vosso exemplo, para que to-dos tenham vida. Amm.

    Publicao da Assessoria dos Leigos Dehonianos

    da Provncia BSP

    Diretor responsvel: Pe. Jos Lus de Gouva, scj Colaborao:

    Leigos Dehonianos E-mail: [email protected] Rua Carolina Santos, 143 - Mier 20720-310 Rio de Janeiro - RJ (21) 2595.5212

    MS VOCACIONAL

    O corao o smbolo do amor e da aliana. Peamos ao Senhor que nos d um corao semelhante ao seu. Que nossa vida, nossa espe-rana estejam no Corao de Cristo e que tenhamos a co-ragem de assumir com Ele e como Ele nossos compromis-sos. Pe. Dehon Amados irmos, que este pensamento de nosso pai espiritual sirva de reflexo durante nossa preparao para a renovao de nossos compromissos. Agradecemos a Deus pelo grande testemunho de vida deste "profeta dos tempos novos", e, para ns que se-guimos sua espiritualidade,

    unir-nos como Famlia Deho-niana e seguir aprofundando o seu Carisma no mundo de hoje. Faam com que o dia 12 de agosto seja motivo de grande alegria. Aproveito a oportunidade para enviar o cronograma/informaes para o nosso retiro. Peo que me enviem at o fim de agosto o nome de todos os leigos que parti-ciparo do retiro, para que eu possa fazer a redistribui-o das vagas. O nmero de vagas ser distribudo de acordo com a procura dos grupos. Qualquer dvida estou disposio. Vivat Cor Iesu!!!! Ida Coelho - Coord. Geral INFORMAES PARA O RETIRO

    ABARS-SP

    1- Retiro : 17 e 18 de Setembro de 2011 2- Preo diria: R$ 40,00 por pessoa (para pagamento do nibus que nos levar e trar de Abars + pagamento da casa + alimentao) 3- Nmero de VAGAS LDs: princpio 06 VAGAS por grupo 4- Nmero sacerdotes: 01 5- Horrio chegada S. Judas: 9:00 h manh 6- Horrio Sada S. Judas: 9:30h manh 7- Caf da manh: S.J. 8- Horrio chegada Abars: Em torno de 12:00h 9- Sada domingo de Abars: 13:30h tarde 10- Os cantos ficaro sob res-ponsabilidade dos grupos de Taubat. Obs.: Os carros que ficaro no orfa-nato, seus proprietrios devero informar antecipadamente as pla-cas, tipos e cores do veculos, para que possamos pedir autorizao.

    O padre e o leigo so o sal da

    sociedade e a luz da vida social P. Dehon

  • Em Janeiro de 1925 o Pe. Dehon comea assim o seu Dirio: o ltimo caderno e, no melhor dos casos, o ltimo ano. Fiat... Completa-se a minha carreira. o anoitecer da minha vida. Em Julho do mesmo ano h u m a ep i d e m i a d e gastrenterite em Bruxelas, e vrios religiosos caem doentes. O Pe. Dehon visita-os e consola-os com a sua presena, mas em princpios

    de Agosto manifestam-se nele os primeiros sintomas da doena. No dia 4 de Agosto levanta-se s cinco da manh como sempre. Mas, ao terminar a Missa, tem que voltar a deitar-se. No 11, o Pe. Philippe aproxima-se dele: tem que avis-lo de que o perigo iminente e que preciso receber o sacramento da Extrema-Uno. Antes de o receber arranja foras para renovar os seus votos: Renovo no s os meus votos religiosos, mas tambm o voto de imolao. Para isso, preciso de ter nas mos a mesma cruz que ento tinha. Trazei-ma. Em voz alta renova os votos de pobreza, castidade,

    obedincia e acrescenta o de imolao, palavra que repete vrias vezes. No dia seguinte, 12 de Agosto, o Pe. Philippe pede-lhe uma ltima bno em vista do aumento das vocaes e sugere-lhe que oferea com essa inteno os seus sofrimentos e a sua vida. Ao meio dia comea a verdadeira agonia. O Pe. Dehon ainda encontra foras para dizer em voz alta: Por Ele vivi e por Ele morro. A sua mo indica, como pode, a imagem do Sagrado Corao. o seu ltimo ato de amor e de f.

    Studia dehoniana 33 Egdio Driedonkx scj

    Calendrio Histrico scj Agenda dehoniana, p. 128

    Edies Noviciado Aveiro 2000

    12/08/1925MORTE DO PADRE DEHON

    Pgina 3

    Publicao Mensal - Ano 01 - n. 03

    Renovar tornar novo, fazer novo. Assim, tambm, o gesto de renovao dos compromissos dos Leigos Dehonianos o tornar novo o propsito inicial, m o v i d o p o r u m a identificao com o Carisma Dehoniano, embasado pelo desejo de aprofundar a amizade com Jesus e permanecer no seu seguimento, colocando o seu Corao como centro de sua vida. A r e n o v a o d o s compromissos muito especial, pois favorece o

    RENOVAO DOS COMPROMISSOS DOS LD

    repensar a caminhada pessoal e comunitria nos grupos, a disponibilidade na comunidade, o revigorar as motivaes e decidir abrir mo de si para tomar parte num projeto maior. Firmando tal compromisso, o(a) Leigo(a) Dehoniano(a) se prope a renovar a sua entrega, consciente da sua vocao batismal (Introduo PV,b), e viver o carisma deho-niano no ambiente familiar, escolar, profissional, poltico e eclesial onde est inserido. (cf. PV8) Quanto ao carisma dehonia-no, o Projeto de Vida dos LD, 10, diz: De maneira bastan-te sinttica, poderamos di-zer que o carisma dehoniano consiste na unio ao Cora-o de Cristo na sua oblao

    reparadora ao Pai em favor da humanidade. A unio a Cristo na sua ofer-ta ao Pai pela humanidade o centro do compromisso. A vivncia alicerada no e-xemplo de P. Dehon. Por isso, dia 12 de agosto, dia da morte de P. Dehon, acontece a renovao dos compromissos de todos os Leigos Dehonianos, porque esse o nosso jeito de ser. Na cordialidade da festa, cumprimentamos a todos os Leigos e Leigas que iro fazer o seu compromisso pela 1 vez, os que iro re-novar, bem como os que tem o compromisso definiti-vo. Parabns a todos! Que P. Dehon interceda ao Corao de Jesus e, assim, todos se-jam abenoados e vivam realizados.

    Tmulo do P. Dehon, foto cedida por P. Lus Theuws

    A Igreja do Brasil dedica o prxi-mo ms Palavra de Deus. A-presentamos, de forma simples, para os(as) Leigos(as) Dehonia-nos(as) a Lectio Divina, poden-do ser chamada de Leitura O-rante da Palavra de Deus. um mtodo de orao atravs da leitura atenta e pausada, para saborear cada palavra do texto bblico. Esta leitura no preparao para a orao, mas a prpria Orao. Sua principal caracterstica a grande reverncia, o respeito, o amor para com a Palavra. A Lectio Divina aqui est estru-turada em 5 degraus e serve para orao pessoal ou em gru-pos. 1. Degrau: LER/reler (Escutar... com todo o Corpo) 2. Degrau: MEDITAR (refletir... com toda a Mente) 3. Degrau: ORAR (responder... com todo o Corao) 4. Degrau: CONTEMPLAR (disponibilizar-se... Com todo o Esprito) 5. Degrau: PARTILHAR E AGIR (transformar-se... com toda a fora da Palavra) O mais importante: na LECTIO DIVINA tudo muito simples, silencioso, profundo. No se precisa estudar, basta querer estar com o Senhor !!!

    LECTIO DIVINA

    Irms Paulinas Missionrias da Palavra

  • Aconteceu no dia 24/07/2011, no Recanto SCJ em Varginha-MG, o retiro dos Leigos Dehonianos do setor 4 (Varginha, Lavras e Formiga), aproximadamente 30 leigos.

    O pregador foi Pe. Sebastio Pitz, com o tema: Nossa misso Dehoniana. Tivemos a presena da Coordenadora Geral, Ida Coelho, e da Secretria, Mnica Assis, e, tambm, do Pe. Antnio Vilas Boas,

    da Assessoria. Foi um momento de reencontros e integrao, mas principalmente de aprofundar na espiritualidade do Corao de Jesus

    e, assim, nos fortalecer em nossa misso, como Pe. Dehon.

    Leigos Dehonianos do Setor 4

    Enviado por Rosiane Firmiano

    Leiga Dehoniana de Varginha

    Leigos Dehonianos

    P R O V N C I A B S P - D E H O N I A N O S

    1885/ 2/8: D. Thibaudier aprova ad experimentum as novas Constituies. 1877/15/8: Fundao do Colgio So Joo. 1888/16-24/8: II Captulo Geral em que o P. Dehon foi nomeado Superior Geral Vitalcio. 1894/20/8: Publicao do Manual Social Cristo. 1906/31/8: P. Dehon comea a viagem pela Amrica do Sul. 1914/(sem data certa)/8: P. De-hon escreve o seu testamento espiritual. 1925/ 12/8: Morte de P. Dehon.

    Datas a recordar

    - Retiro dos Leigos Dehonianos em So Paulo na Chcara dos Abars, nos dias 17 e 18/9. - Projeto de Vida dos Leigos deho-nianos...

    Vamos aguardar Datas a celebrar

    05 de agosto: 1 sexta-feira, dedicado ao SCJ 12 de agosto: (1925) Aniversrio de falecimento do P. Dehon - Renovao dos Compromissos dos Leigos Deho-nianos.

    Por todos os Leigos e Leigas que faro o primeiro compromisso e por todos que renovaro o seu compromisso no Grupo de Leigos Dehonianos pertencente Provncia BSP.

    Rezemos

    Envie suas notcias: [email protected]

    A salvao do povo tem que vir do prprio povo.

    P. Dehon