Extracurricular

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Extracurricular

  • 1. EVANGELIZAR: DESPERTAR JESUS NOS CORAES Aulas Extracurriculares
  • 2. APOSTILA DE EVANGELIZAO ESPRITA INFANTIL Aulas Extracurriculares Esta apostila contm sugestes de aulas com assuntos de moral crist, porm extracurriculares (diferentes dos previstos no Currculo de Evangelizao Infantil da Federao Esprita Brasileira - FEB), solicitadas pelos pais ou que os evangelizadores acharam interessantes e necessrios -, e que foram utilizadas com xito na Evangelizao Infanto-juvenil do Grupo Esprita Seara do Mestre, em Santo ngelo, RS. http://www.searadomestre.com.br/evangelizacao Responsabilidade: Grupo Esprita Seara do Mestre Organizao/correo: Claudia Schmidt Ilustrao da capa: Patrcia Karina Saches Bolonha Casa Esprita Missionrios da Luz Curitiba/PR. Preserve os direitos autorais
  • 3. Aula inicial Prece inicial Primeiro momento: dar as boas-vindas para os evangelizandos, falando sobre a importncia da presena deles na Evangelizao. Segundo momento: contar a histria "A Evangelizao". Terceiro momento: fazer comentrios acerca da histria, salientando a importncia da Evangelizao e de tudo que se aprende nela. Elogiar os evangelizandos por participarem, por estarem dispostos a receber os ensinamentos de Jesus. Quarto momento: relatar que na Evangelizao temos regras, tais como: horrio de incio e trmino das aulas, respeitar os colegas, as evangelizadoras e demais pessoas, cuidar do patrimnio da Casa Esprita. Entregar a Ficha de Inscrio da Evangelizao para ser preenchida pelos pais ou responsveis. Quinto momento: salientar a importncia de as crianas estarem na Evangelizao e que elas sero aguardadas com alegria no prximo encontro. Prece de encerramento Histria: A Evangelizao A Evangelizao Era uma vez uma cidade muito bonita, onde havia uma Casa Esprita chamada Seara do Mestre. No final do ano, as crianas que participavam da Evangelizao se preparavam para uma festa, que aconteceria no domingo, na casa de dois irmos, Roberto e Julia. Os irmos ganhariam esta festa, pois foram os melhores alunos da Evangelizao. Eles no faltavam s aulas, eram participativos e, principalmente, respeitavam os coleguinhas, as evangelizadoras, e todos os demais freqentadores da Casa Esprita. Julia lembrou de um amiguinho, muito querido, mas que no queria participar da Evangelizao. Assim, enviou um convite para Alan, no qual escreveu: Convite da Evangelizao! Alan, ao ver aquele envelope, logo disse: "- Perderam tempo! Eu no vou para aquela Evangelizao." E continuou jogando bola, muito contente, porque podia brincar. Enquanto isso, as crianas se preparavam para a festa. O domingo amanheceu ensolarado, maravilhoso. Que maravilha! Quanta alegria e brincadeira! As crianas que participavam da Evangelizao fizeram uma festa linda. Nunca se viu nada igual. No dia seguinte, Roberto encontrou-se com Alan. Perguntou, ento, porque ele no havia ido festa, e logo comeou a falar o quanto haviam se divertido. De repente, Alan comeou a chorar, dizendo que iria embora daquela cidade, pois ali ningum gostava dele, nem ao menos o convidaram para a festa. Roberto, surpreso, logo perguntou: - Voc no recebeu o convite? Julia enviou para sua casa! Alan ento, chorou ainda mais alto porque no abrira o convite, achando que era para ir para as aulas de Evangelizao. Ento comeou a entender o erro que havia cometido ao se afastar de seus amiguinhos. No ano seguinte, Alan foi todo contente para a Evangelizao, e percebeu como era importante aprender sobre os ensinamentos de Jesus, sobre a caridade, o amor ao prximo e tantas outras coisas. Desde ento, foi um aluno muito aplicado, sempre disposto a colaborar. E qual no foi a surpresa, quando ao final do ano, as crianas da Evangelizao prepararam uma linda festa para Alan, pela sua dedicao e participao na Evangelizao.
  • 4. Aula de encerramento Prece Inicial Primeiro momento: colocar os evangelizandos em crculo, organizando um "bate-papo" acerca do ano que passou. Perguntar a eles o que mais gostaram, o que no gostaram, se gostariam de alguma coisa diferente, deixando-os livres para darem sua opinio. Lembrar que algumas sugestes podero ser levadas direo do Departamento de Infncia e Juventude para serem analisadas (muitos deles podem sugerir coisas que no dependam s do evangelizador, como por exemplo mais tempo de aula, por isso importante explicar que h uma hierarquia e normas a serem cumpridas). Explicar como so as regras para troca de ciclo, ressaltando que assim como trocamos de ano na escola, na Evangelizao tambm trocamos de ciclo (a cada dois anos), para aprofundarmos nosso aprendizado. Faz parte do nosso processo de evoluo. Segundo momento: lembrar que, durante o ano, conhecemos mais sobre um amigo muito importante e que faremos uma brincadeira. Pedir que cada crianas fique em p, em frente a uma parede branca, respirem fundo, e prestem ateno ao texto que ser lido. Vide texto abaixo. Terceiro momento: entregar a cada criana um desenho (Veja abaixo o modelo de desenho). Pedir que elas olhem para a folha por 20 segundos (o evangelizador pode contar at vinte em voz alta) e depois olhem fixamente para a parede, piscando rapidamente os olhos. As crianas vero, na parede, a imagem do amigo que est sempre conosco, nos ajudando a seguir no caminho do bem - Jesus. Quanto mais longe da parede, maior a imagem vista. O ideal ficar a meio metro de distncia da parede. Pode acontecer de alguma criana no conseguir enxergar; lembrar que apenas uma brincadeira, e no significa que Jesus tenha aquela imagem ou que precisamos visualiz-lo para que ele esteja conosco. Quarto momento: entregar a cada um deles, uma medalha com os dizeres: Jesus, meu amigo. Lembrando que eles podem continuar a brincadeira em casa, com os pais e os amigos. Veja abaixo o modelo de medalha. Quinto momento: (opcional) um lanche (bolo de chocolate e refrigerante sempre um sucesso!). Prece de encerramento: agradecendo o ano que se encerra, lembrando aos evangelizandos que eles so esperados, com muito amor, no prximo ano. Se possvel, entregar um bilhete com a data de incio das aulas, com a frase: Esperamos voc! Incio da Evangelizao tal data. Texto (deve ser lido com um fundo musical - msica suave) "Vamos procurar respirar profundamente, sentir a calma da msica, ouvir as batidas de nosso corao. E prestar bastante ateno no que o evangelizador vai ler agora. Jesus foi o maior Mestre de que se tem notcias. Ele era sbio, equilibrado e possua uma bondade inteligente que conquistava os coraes. Jesus ensinou, atravs do seu exemplo, sobre paz, amor, perdo, bondade, caridade. Devemos ter em Jesus um amigo com quem podemos contar sempre que precisarmos de auxlio nas dificuldades da vida. Podemos fazer uma prece pedindo ajuda, e quando no soubermos que atitude tomar diante de uma situao, devemos perguntar a ns mesmos: "O que Jesus faria no meu lugar?" Com certeza a resposta o melhor caminho a seguir. No podemos jamais deixar de agradecer, quando estamos alegres ou tristes, porque as tristezas existem para crescermos e um dia sermos iguais a Jesus. Ele um como um irmo mais velho, que sabe coisas que ainda no compreendemos e est mais adiantado na escola da vida. um esprito perfeito, que encarnou na Terra para nos ensinar preciosas lies. Ser amigo de Jesus t-lo no corao; praticar boas atitudes, ser amigo de todos, respeitar cada pessoa como ela . Jesus quer que sejamos seus amigos, sigamos seus ensinamentos para sermos felizes, porque a verdadeira felicidade est em fazer o bem, em ser cada dia uma pessoa um pouquinho melhor, um verdadeiro "homem de bem." Vocs podem abrir os olhos lentamente. Ns vamos entregar para vocs um desenho. Vocs devem olhar fixamente para os trs pontinhos que tem no desenho, enquanto eu conto at vinte. Logo aps, piscar os olhos vrias vezes olhando para a parede."
  • 5. Desenho: Medalha:
  • 6. Bens materiais e espirituais - Consumo Prece inicial Primeiro momento: pedir aos evangelizandos que imaginem que eles esto em uma enorme loja, onde possvel comprar tudo o que desejam, apenas escrevendo no papel previamente distribudo a cada um. Oportunizar alguns minutos para que eles concluam a tarefa. Segundo momento: contar a histria "Me me d um celular?". Para o 1 Ciclo contamos a histria em forma de teatro, onde uma evangelizadora fez o papel da me e a outra da filha. Fizemos uma lista prvia de coisas da moda que as crianas gostariam de ter (pode-se pedir sugestes de brinquedos, roupas, sapatos, tnis, jogos, computador, internet, celular, canetas aromticas e material escolar mais freqentemente pedidos pelas crianas da idade dos evangelizandos, pois os interesses mudam de acordo com a idade e a poca que a infncia acontece). As mes so "especialistas" em fazer essas listas. Terceiro momento: conversar com as crianas sobre a histria, usando os seguintes questionamentos: A TV incentiva o consumo? Por qu? (Sim, pois passa a falsa idia de que precisamos de coisas que no so importantes ou necessrias para nossa vida.) Desejamos coisas s porque os outros tm? (Roupas de marca, celula